Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

STJD abre inquérito para apurar acusação de Gerson contra Ramírez
Foto: Delmiro Junior/Photo Premium/Folhapress

A Procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) solicitou na última quarta-feira (13) a abertura de inquérito para apurar a denúncia de injúria racial do meia Juan Ramírez, do Bahia. O jogador foi acusado por Gerson, do Flamengo, no jogo entre as duas equipes no último dia 20 de dezembro, pelo Campeonato Brasileiro. 

 

De acordo com o STJD, na notícia de infração impetrada pelo Flamengo no STJD, Gerson afirmou que o zagueiro Natan, seu companheiro de equipe, ouviu a injúria racial. No dia seguinte, Ramírez negou veementemente que tenha cometido tal ato e alegou ter sido mal interpretado, já que é colombiano e não domina a língua portuguesa.

 

Para apurar conduta discriminatória prevista no artigo 243-G do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), a Procuradoria sugeriu escutar Gerson e Juan Ramírez, além do zagueiro Natan, o atacante Bruno Henrique, o técnico Mano Menezes, a colheita da súmula do jogo, além das imagens e áudios disponíveis.

 

Responsável pela condução do inquérito, o auditor Maurício Neves Fonseca terá o prazo de quinze dias para a conclusão do inquérito. Esse período pode ser prorrogado por igual período a depender da evolução do caso.

Histórico de Conteúdo