Juninho admite preocupação com bolas aéreas, mas prevê melhora: 'Questão de ajuste'
Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia

O Bahia venceu o Coritiba na estreia do Campeonato Brasileiro, mas deixou o torcedor de cabelo em pé em alguns momentos da partida, principalmente nas bolas aéreas. O zagueiro Juninho comentou a situação durante entrevista coletiva nesta sexta-feira (14) e reconheceu a preocupação com o jogo pelo alto, mas indicou que essa questão deve ser ajustada nos próximos jogos, a começar pelo jogo contra o Red Bull Bragantino neste domingo (16), em Pituaçu.

 

"Durante o jogo, foi preocupante, porque quase eles quase conseguiram marcar. Mas com as alterações que deixaram o time mais leve, o time também ficou mais baixo, com a saída do Fernandão e a entrada do Daniel. A gente sofreu um pouco, mas é uma questão de ajuste durante os treinos. Vamos ter tempo para trabalhar isso", indicou.

 

A última partida do Esquadrão foi marcada por uma mudança na formação titular. Juninho comentou o desempenho e fez uma projeção positiva para o Tricolor.

 

"Depois do título, a gente teve um tempo a mais para ajustar a equipe, o time ficou mais leve, o que ajudou bastante. A gente tem tudo para manter uma sequência boa nesse início de campeonato", disse o defensor, que valorizou o fato de iniciar a competição sem ter a meta vazada.

 

"A gente não vinha tomando gol antes da final do Nordeste, do Baiano. É sempre bom começar o Brasileiro sem tomar gol, porque dá mais confiança para o time ali atrás", disse.

Histórico de Conteúdo