Sábado, 01 de Agosto de 2020 - 08:20

Campeões do Nordestão, Nonato e Edigar Junio confiam em título do Bahia contra Ceará

por Ulisses Gama / Glauber Guerra

Campeões do Nordestão, Nonato e Edigar Junio confiam em título do Bahia contra Ceará
Fotos: Divulgação/ Bahia e Ulisses Gama/ Bahia Notícias

Quem já levantou a taça da Copa do Nordeste tem respaldo suficiente para palpitar. O Bahia Notícias bateu um papo com dois protagonistas em finais do torneio regional: Nonato, que foi campeão duas vezes seguidas (2001 e 2002) e Edigar Junio, autor do gol que garantiu o título Tricolor em 2017 sobre o Sport (relembre aqui). 

 

Nonato, sétimo maior artilheiro do Bahia, evitou dar conselho, mas confia na capacidade do elenco Tricolor para superar o Ceará. O primeiro jogo da final acontece neste sábado (1º), às 16h, em Pituaçu. 

 

"Eu acompanhei o Bahia até o início da pandemia. Depois da pandemia, eu só vi os melhores momentos. O Bahia é o favorito na minha opinião. Eu acho mais time do que o Ceará, mais incorporado e um padrão de jogo definido. Apesar que mudou um pouco com a saída do Gilberto por conta de lesão, mas o Fernandão entrou bem.  É até difícil de dar conselho para jogadores tão experientes. Eu posso dizer que me orgulho de ter vestido essa camisa e ter feito cinco gols nas duas finais. Espero que dê tudo certo para o Bahia, desejo sorte para eles e estarei aqui na torcida como eu sempre fiz, para que o Bahia seja campeão do Nordeste e também do Baiano", afirmou Nonato.

 

Edigar Junio, que ainda tem vínculo com o Bahia e está cedido por empréstimo ao Yokohama Marinos, do Japão, relembrou o título conquistado em 2017 sobre o Sport e deu dicas para os jogadores do Esquadrão.

 

“Para mim [o gol do título em 2017] foi um momento único. Acredito que o gol mais importante, por tudo que foi envolvido. O Bahia, como clube grande que é, quando chega na decisão, cresce. Naquela final, o que colocamos na cabeça era que o título tinha de ser nosso. Entramos para buscar a taça e nada mais, dando a vida em cada jogada, em cada duelo e foi isso que fez a gente dominar o jogo, essa é a dica que dou. Acreditar na grandeza do Bahia e vencer cada duelo individual”.

 

O Bahia chegou à final após superar o Confiança por 1 a 0 na semi.

Histórico de Conteúdo