Quarta, 11 de Setembro de 2019 - 17:45

Em grande fase, Gilberto minimiza briga por artilharia e prega foco no 'jogo a jogo'

por Ulisses Gama

Em grande fase, Gilberto minimiza briga por artilharia e prega foco no 'jogo a jogo'
Foto: Ulisses Gama / Bahia Notícias

Em uma boa fase pelo Bahia, o atacante Gilberto tem vivido um momento de harmonia com os gols. Foi assim mais uma vez contra o Vasco, no último sábado (7), com um lindo chute em São Januário no triunfo por 2 a 0. Com nove gols no Brasileirão, ele é o vice-artilheiro, sendo superado apenas por Gabigol, do Flamengo, que tem 15. Ao ser questionado sobre a meta de se aproximar do atacante do Rubro-negro, o camisa 9 do Esquadrão evitou a meta e brincou com o jeito "fominha" dentro de campo.

 

"Prefiro não colocar como meta. Quando se coloca como possível artilheiro, fica fominha até demais. Eu já sou fominha, meus companheiros reclamam de mim. Prefiro ir jogo a jogo. Se acontecer, vou ser abençoado por isso. Se não vier, vou ficar feliz pelo rendimento que nosso grupo está tendo", afirmou.

 

No sétimo lugar e com oito jogos sem perder, o Bahia já é visto de outra forma pelos adversários. É o time a ser batido? Não para Gilberto.

 

"Clube a ser batido é o que está liderando o campeonato. Estamos fazendo boa campanha e queremos continuar, fazer com que se prolongue. Se até o final do ano não sofrer gols e vencer as partidas vou ficar feliz para caramba. Mas é difícil. Domingo temos um jogo difícil, um clássico nordestino", indicou.

 

No próximo domingo (15), o desafio será contra o Fortaleza, na Arena Fonte Nova, um dia após o arquirrival Vitória jogar no mesmo local. Gilberto evitou falar sobre o tema.

 

"Sinceramente? Não é uma parte que me cabe. Deixa eles. Se querem jogar, joguem. A gente faz a nossa parte, e eles a deles", finalizou.

Histórico de Conteúdo