Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Segunda, 12 de Novembro de 2018 - 16:15

Nilton celebra 1º gol pelo Bahia, destaca bola aérea e se declara para esposa

por Ulisses Gama

Nilton celebra 1º gol pelo Bahia, destaca bola aérea e se declara para esposa
Foto: Ulisses Gama / Bahia Notícias

Sem muitas oportunidades no primeiro semestre, Nilton ficou em segundo plano no Bahia e chegou a se cogitar uma saída do experiente volante. No entanto, a fase final da temporada tem trazido o melhor do camisa 19. Com boas atuações no meio de campo, ele já tinha dado uma assistência contra o Grêmio, pela 28ª rodada, e marcou o seu primeiro gol no clássico Ba-Vi do último domingo (11), no Barradão. Ele não escondeu a emoção, falou sobre o trabalho realizado no Fazendão e comemorou.

 

"Engraçado que, hoje mesmo de manhã, estava tomando café com minha esposa, e passa um filme na cabeça tão rápido. O futebol é engraçado... Um dia você está no céu e outro no inferno. Ninguém tava especulando nada sobre Nilton, ninguém falou que seria uma contratação perdida. Sempre me dediquei e aqui não seria diferente. Olhava que às vezes não precisava de melhora, mas queria treinar, me dedicar, mostrar serviço. Só é lembrado quem é visto. A rapaziada sempre incentivou, deu moral. Não poderia ser tão bom o gol para mim. Foi o meu 19º jogo, o número que uso, que me acompanha... E se tratando de um jogo tão importante... Todos falaram que uma hora ia sair. Graças a Deus consegui fazer um gol em um momento que mais precisávamos. Em clássico não pode deixar a equipe adversária crescer. A forma como foi o jogo, foi eletrizante, bonito, não houve nada de tumulto...", afirmou.

 

Com 1,85m, Nilton vem sendo importante para a bola parada do time comandado por Enderson Moreira. Segundo ele, o jogo aéreo tem sido uma arma importante para a equipe.

 

"O professor deixou bem claro que isso é uma arma. Às vezes evito ficar treinando, se não vou ficar com dor de cabeça de tanto ficar treinando. Já falei que a parte de cima não cresce mais cabelo, passo gilete e deixo tudo careca (risos). Assim fica até melhor para resvalar. Contra o Grêmio siau o gol, mas contra o Atlético-PR tivemos várias oportunidades. Isso acaba agregando para a nossa equipe. Hoje, várias equipes estão colocando em prática. Colocando a bola na área, você transfere a responsabilidade", indicou.

 

A volta por cima de Nilton no Bahia tem a participação de Karin, sua esposa. O jogador do Esquadrão se declarou para a  mada e revelou conselhos que lhe foram dados nas fases complicadas.

 

"São dez anos de uma amizade. Ela é tudo na minha vida, minha amiga, companheira, esposa... Em momentos difíceis, ela esteve do meu lado. Em momentos que achei que poderia parar de jogar, ela me incentivou. Eu digo que a mulher te afunda ou te ergue. Graças a Deus encontrei uma que acabou me erguendo, dando uma família maravilhosa. A participação dela é fundamental. Ela pediu para eu ver os meus erros e disse que não ia ver VT de jogo. Mas chegava 2h da manhã e estava vendo. Comecei a ver posicionamento, momentos que a gente acaba se precipitando, até hoje eu vejo. Espero estar sempre melhorando. Quero deixar um legado de conquistas e quero que as pessoas vejam que tive mais acertos do que erros", explicou.

 

Suspenso pelo terceiro cartão amarelo, Nilton vai ser um desfalque para o Bahia na próxima rodada, contra o Ceará, nesta quarta-feira (14), às 20h (horário de Salvador) na Arena Fonte Nova.

Histórico de Conteúdo