Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Dado lamenta revés, vê melhora na atuação do Bahia e diz: 'Não joguei a toalha'
Foto: Felipe Oliveira/ Divulgação /EC Bahia

Após a derrota por 2 a 0 para o Atlético-MG na noite desta quarta-feira (28), pela Copa do Brasil, o técnico do Bahia, Dado Cavalcanti, se mostrou incomodado com a sequência de quatro derrotas do Tricolor. No entanto, ele apontou uma melhora no nível de atuação da equipe e projetou um jogo ainda melhor diante do Sport no próximo domingo (1º), pelo Campeonato Brasileiro.

 

"Lógico que incomoda uma sequência negativa, de gols tomados, não feitos. Mas os números de hoje trouxeram uma luz no fim do túnel. Nossa equipe finalizou mais, voltamos a jogar. Voltamos a ter a bola e criamos situações. Faltou tranquilidade na última decisão, algumas bolas que finalizamos poderíamos ter caprichado mais. Temos tudo para fazer um jogo melhor no domingo e buscar um triunfo para interromper essa sequência ruim", disse.

 

Em uma desvantagem considerável diante do Galo, Dado afirmou que não jogou a toalha e apontou a importância da chegada de reforços como o meia Mugni e o centroavante Rodallega para qualificar o evento.

 

"É necessário ter o entendimento dos jogos que fizemos. Lamento muito os jogos, mas não joguei a toalha. Ninguém largou aqui e vamos fazer o nosso melhor. As condições dos adversários nos impõem dificuldade, erram bem menos e isso pesa no placar. Temos boas situações que devem ter condições de jogo e vamos buscar reforçar ainda mais o nosso elenco", pontuou.

 

Dado fez várias mudanças no time e a que mais chamou atenção foi a de Danilo Fernandes no lugar de Matheus Teixeira. Ele explicou a mudança e disse que a experiência pesou para alterar o goleiro.

 

"Há bastante tempo a gente pensava no Danilo, é um jogador experiente, agregou muito, tem uma voz ativa. O Teixeira teve uma sequência importante, tive uma conversa grande com ele, só tenho elogios, mas entendi que a entrada dele era importante, um cara mais jogado, com uma voz ativa, efetiva no vestiário desde que chegou", explicou Dado, que disse estar tranquilo sobre a grande pressão que há sobre o seu trabalho no CT Evaristo de Macedo.

 

"Tenho consciência do que faço, sei do peso que é ser treinador do Bahia e estou tranquilo. Sei da pressão, mas não mudou nada desde que assumi o comando do Bahia", finalizou.

Quinta, 29 de Julho de 2021 - 00:00

Prometido por Rui Costa em 2016, centro de boxe ainda nem começou a ser construído

por Matheus Caldas / Nuno Krause

Prometido por Rui Costa em 2016, centro de boxe ainda nem começou a ser construído
Foto: Carla Ornelas / GOVBA

A vitória de Keno Machado Marley sobre o chinês Chen Daxiang impressionou. O baiano, de apenas 21 anos, precisou de pouco mais de um round para encerrar a luta, e colocar o boxe brasileiro nas quartas de final dos Jogos Olímpicos de Tóquio, na categoria meio-pesado (até 81 quilos) (lembre aqui). A Bahia ainda tem outros dois representantes da modalidade na Olimpíada: a campeã mundial Beatriz Ferreira e o medalha de prata no Pan de Lima Hebert Conceição. Contudo, todos eles tiveram que trilhar caminhos longe do estado de origem para brilharem em ringues mundiais. Apesar de ser um grande celeiro de pugilistas, a Bahia ainda não tem a estrutura necessária para fazê-los potencializar seus talentos. Atualmente, a capital Salvador ainda aguarda por um Centro Olímpico de Boxe, prometido em 2016 pelo governador Rui Costa, após a medalha de ouro de Robson Conceição na Olimpíada do Rio de Janeiro (saiba mais aqui).

 

O projeto estava previsto para o início de 2019 (veja aqui), mas não vingou. À época, a Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder) explicou, em nota, que firmou um convênio com a Sudesb (Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia) para o desenvolvimento do projeto. Para isso, foi contratado um consórcio composto pelas empresas RK Engenharia e Consultoria e Projconsult Engenharia de Projetos para a elaboração do projeto executivo, que inclui a realização de estudos técnicos e do projeto básico.

 

Eis o que disse a Conder nesta quarta-feira (28), ao Bahia Notícias: "A Conder informa que a Arena de Lutas da Bahia está em fase de desenvolvimento do projeto conceitual", destacou, em nota. A assessoria de imprensa do órgão ainda afirmou que ainda não há um prazo para a execução das obras. "Estamos no processo de planejamento, muito inicial. Não temos nenhum tipo de prazo e projeção. A gente vai realizar o processo licitatório, mas está muito verde ainda para determinarmos algum tipo de prazo", explicou.

 

O local previsto para a construção da Arena de Lutas da Bahia (ou Centro Olímpico de Boxe) é a Avenida Luiz Tarquínio, Boa Viagem, ao lado do antigo Abrigo Dom Pedro II. "Este terreno já foi indicado para desapropriação pelo Governo do Estado que também está discutindo com o Iphan os cuidados necessários para preservação do patrimônio cultural do entorno", afirmou a Conder.

 

O QUE DIZ A SUDESB

A Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia, responsável por incentivar o esporte, afirma que "tão logo tenhamos a Arena de Lutas da Bahia em operação estarão dadas as condições para que os atletas de alto rendimento das modalidades marciais permaneçam em nosso estado".

 

Além disso, que "estuda o fomento ainda mais direto aos esportes de  luta, intensificando a implantação de núcleos de iniciação esportiva em diferentes bairros". "A intenção da autarquia do esporte é firmar parcerias com federações das modalidades, para que sejam elas a executar os projetos de iniciação esportiva, tendo à frente professores e profissionais que conheçam de perto cada esporte".

 

Por fim, ressaltou o investimento feito por Rui Costa em seus mandatos. "O governo do Estado vem investindo forte na infraestrutura esportiva. Somente em 2020, foram investidos em obras esportivas mais de R$ 33 milhões. Agora em 2021, o governador Rui Costa anuncia para os próximos 12 meses mais de R$ 100 milhões para dotar municípios baianos de equipamentos esportivos de qualidade", escreveu.

 

Vale lembrar que a importância do esporte não está apenas em formar atletas olímpicos, mas também na função social que ele exerce na sociedade. Uma pesquisa realizada em 2018 por neurocientistas da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, indica que crianças e adolescentes que praticam esportes com frequência têm desempenho 20% superior em relação aos alunos sedentários.

 

Segundo a Gazeta do Povo, ao todo, 80 crianças de 6 a 10 anos foram analisadas pelo estudo "Estimulação motora, função executiva e atenção". Elas foram divididas em dois grupos: o primeiro realizou atividades físicas, e o segundo teve aulas de Educação Física duas vezes por semana na escola, com duração de 50 minutos, durante sete meses. O resultado foi o número de 20% citado acima.

 

POR OUTRO LADO...
Apesar de não ter cumprido – pelo menos por ora – a promessa de entregar a Arena de Lutas, Rui Costa inaugurou no ano passado outro equipamento prometido em 2016: o Centro de Canoagem de Ubaitaba, no Sul do estado (leia mais aqui)

 

A inauguração contou com a presença do canoísta Isaquias Queiroz, natural da cidade, três vezes medalhista na Olimpíada do Rio. Inclusive, o centro foi sacramentado após o desempenho de Isaquias e Erlon Souza nos jogos daquele ano.

Quarta, 28 de Julho de 2021 - 23:25

Bahia volta a perder para o Atlético-MG e fica em desvantagem na Copa do Brasil

por Ulisses Gama

Bahia volta a perder para o Atlético-MG e fica em desvantagem na Copa do Brasil
Foto: Felipe Oliveira/ Divulgação /EC Bahia

O Bahia perdeu mais uma para o Atlético-MG, dessa vez pela Copa do Brasil. Na noite desta quarta-feira (28), o Esquadrão de Aço foi superado por 2 a 0 no Mineirão, em jogo válido pelas oitavas de final da competição. Zaracho e Hulk marcaram os gols do alvinegro.

 

As duas equipes voltam a jogar na próxima quarta-feira (4), às 21h30, em Feira de Santana. Para aançar, o Tricolor tem que ganhar por três gols de diferença. Se igualar a margem, a decisão vai para os pênaltis. Já o Galo pode perder por um gol de diferença, que mesmo assim segue adiante.

 

Antes da decisão, o Bahia vai enfrentar o Sport no próximo domingo (4), às 18h15, em Pituaçu, pelo Campeonato Brasileiro.

 

O JOGO

 

A primeira tentativa da partida foi do Bahia. Aos três minutos, Rossi recebeu na proximidade da área, cortou para a perna esquerda e chutou por cima da meta. Quatro minutos depois, Hulk tentou para o Galo, mas a bola passou longe. Quem viu a bola passar um pouco mais perto foi Tchê Tchê, mas a bola não foi em direção do gol.

 

Ronaldo perde grande chance

 

Aos 17 minutos, Gilberto deu passe em profundidade para Ronaldo, que evitou bem o zagueiro e tentou um toque sutil para marcar, mas Everson bloqueou com o pé. O atacante tinha o lateral-esquerdo Matheus Bahia ao seu lado para tocar.

 

Zaracho abre o placar

 

Se Ronaldo não aproveitou, Zaracho colocou para dentro. Após boa jogada pelo lado esquerdo, Dodô passou para o argentino, que bateu firme para atingir o travessão e balançar a rede.

 

O placar ainda poderia ser mudado antes do fim da primeira etapa. Nacho recebeu bola de cara para Danilo, mas tocou fraco na bola e facilitou a defesa de Danilo Fernandes. Aos 47, após cobrança de escanteio, a bola sobrou limpa com Jonas, mas ele mandou para longe. 

 

Segundo tempo

 

Atrás do placar, o Bahia tentou buscar o empate logo no início. Aos três minutos, Gilberto ajeitou a bola para Rossi, que finalizou com força e a bola passou perto, por cima do travessão. Aos 11, Gilberto finalizou forte de fora da área e Everson rebateu.

 

Hulk marca o segundo do Galo

 

Após um marasmo dentro do jogo, o Galo marcou o segundo gol aos 28 minutos. No lance, Daniel errou a saída de bola Zaracho roubou e passou para Hulk, que avançou em jogada individual e chutou com desfio no pé de Luiz Otávio, o que tirou qualquer chance de defesa para Danilo Fernandes. 

 

Aos 42, o Galo ficou perto do terceiro com Sasha. Ele mandou um chute de fora da área e Danilo Fernandes conseguiu espalmar. Aos 45, Nino Paraíba cruzou para Gilberto, que cabeceou e obrigou o goleiro Everson a fazer uma defesa sensacional.

 

FICHA TÉCNICA
Atlético-MG 2 x 0 Bahia
Copa do Brasil - Oitavas de final (1º jogo)

Local: Mineirão, em Belo Horizonte
Data: 28/07/2021 (quarta-feira)
Horário: 21h30
Árbitro: Raphael Claus (FIFA-SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Evandro de Melo Lima (ambos de SP)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)

Cartões amarelos: Zaracho, Alonso (Atlético-MG) / Gilberto, Nino Paraíba (Bahia)

Gols: Zaracho, Hulk (Atlético-MG)


Atlético-MG: Everson; Mariano, Réver, Alonso e Dodô; Allan, Tchê Tchê, Nacho (Hyoran) e Zaracho (Calebe); Savarino (Eduardo Sasha) e Hulk (Nathan). Técnico: Cuca.

 

Bahia: Danilo Fernandes; Nino, Conti, Luiz Otávio e Matheus Bahia (Juninho Capixaba); Patrick, Jonas (Lucas Araújo) e Daniel (Galdezani); Rossi, Ronaldo (Rodriguinho) e Gilberto.. Técnico: Dado Cavalcanti.

'Jogar na Vila é isso aí', diz Rabello, após goleada do Santos sobre a Juazeirense
Foto: Bruno Lopes / Juazeirense

"Nós somos um time de Série D. O Santos é um time de Série A. E jogar na Vila Belmiro é isso aí". Foi assim que Carlos Rabello começou sua fala após a derrota por 4 a 0 sofrida pela Juazeirense contra o Peixe, nesta quarta-feira (28), pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

 

É a primeira vez na história que um clube do interior baiano avança tão longe na competição. O jogo da volta está marcado para o dia 5 de agosto, às 19h15, no estádio Adauto Moraes, em Juazeiro. 

 

"Nosso time foi muito aplicado no primeiro tempo, tivemos uma chance com Timbó. No segundo tempo, até os 25, o time teve outra chance real, e não fizemos. E quando você não faz, corre o risco de acontecer o que aconteceu", destacou Rabello.

 

A todo momento, o comandante do Cancão de Fogo fez questão de ressaltar a qualidade do Santos. "A gente não pode viver de utopia. A nossa realidade é outra. O Santos, como time grande, jogando em casa, vem para cima. Atropela o adversário", afirmou. 

 

Para o jogo da volta, o técnico espera "deixar uma boa imagem", e que a derrota nesta quarta não atrapalhe a campanha na Série D. A Juazeirense é líder do Grupo A4 da competição, com 8 pontos conquistados em oito partidas. No próximo sábado (31), encara o Sergipe, às 16h, no Adautão. 

Juazeirense luta, mas não segura o Santos na etapa final e perde por 4 a 0 na Vila
Foto: Reprodução / Twitter - @SantosFC

Qualquer resultado nesta quarta-feira (28) seria histórico. A Juazeirense foi à Vila Belmiro para enfrentar o Santos, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, como "franco azarão". Dentro de suas possibilidades, o Cancão de Fogo fez um jogo duro, com muita marcação e atuação impecável do goleiro Rodrigo Calaça - mais uma vez. Porém, a parte fisica pesou no final, o Peixe exerceu sua superioridade e venceu por 4 a 0. Os gols do Santos foram marcados por Madson, aos 26 minutos do segundo tempo, Lucas Braga, aos 39, Marcos Leonardo, aos 46, e Carlos Sanchez, aos 54. 

 

O técnico Carlos Rabello mandou a seguinte equipe a campo: Rodrigo Calaça; Guilherme Lucena, Jamerson, Wendell e Daniel; Waguinho, Patrik, Sapé e Júnior Timbó; Tony Galego e Kesley.

 

O duelo de volta acontece na próxima quinta-feira (5), às 19h15, no estádio Adauto Moraes, em Juazeiro. A Juazeirense precisa vencer pelo mesmo placar para levar o jogo para os pênaltis, e ampliar para se classificar. Vale lembrar que a equipe que avançar às quartas de final embolsa o valor de R$ 3,45 milhões. 

 

O JOGO

 

Naturalmente favorito, o clube de Série A, Santos, dominou a partida. No melhor estilo Fernando Diniz, a equipe da Vila Belmiro impôs velocidade, técnica e alugou o campo de defesa da Juazeirense. Não surpreende que Rodrigo Calaça tenha feito quatro defesas providenciais só no primeiro tempo. 

 

O atacante Marinho, do Peixe, não chamou atenção apenas por seu cabelo rosa. Também demonstrou muito do que sabe. Driblou, passou, chutou e foi o jogador mais perigoso do forte adversário do Cancão. Não adiantou. Quando não parou nas mãos de Calaça, o camisa 11 finalizou com muito perigo à meta, mas não balançou as redes. 

 

E não se engane: não é porque o Santos fez tudo isso que a Juazeirense não teve suas chances. Muito pelo contrário: foram duas oportunidades claras de gol. Ambas oriundas de erros graves do Santos. Aos 9 minutos do primeiro tempo, Júnior Timbó aproveitou um erro de recuo de Madson para João Paulo e saiu cara a cara com o goleiro, mas mandou para fora.

 

A chance de Kesley foi ainda melhor. Aos 14 minutos do segundo tempo, ele se encontrou em situação semelhante à de Timbó, porém com muito mais espaço para escolher de que forma iria finalizar. Não adiantou. O atacante mandou a bola em cima de João Paulo, que abafou bem a jogada.

 

Não aproveitar as oportunidades foi crucial, mas também é normal em um jogo de tamanha importância para um clube que, em 2005, nem existia, e que tem um investimento infinitamente menor que o adversário. A falha que originou o primeiro gol santista também é. Madson entrou sozinho na área aos 26 minutos da etapa final, após cruzamento de Marinho, e cabeceou no contrapé de Calaça. 

 

Lucas Braga ampliou após rebote do goleiro do clube baiano aos 40 do segundo tempo. Com um chute de esquerda, colocou a bola, que chegou a bater na trave, no cantinho.

 

Aos 46, o golpe de Marcos Leonardo após assistência de Luiz Felipe, na cara do gol, era indefensável. Aos 54, Carlos Sanchez chutou com desvio e a bola morreu lá dentro. O Santos fez 4 a 0. A Juazeirense fez um jogo histórico. 

Quarta, 28 de Julho de 2021 - 20:45

Bahia tem quatro mudanças na escalação para enfrentar o Atlético-MG

por Ulisses Gama

Bahia tem quatro mudanças na escalação para enfrentar o Atlético-MG
Foto: Divulgação / EC Bahia

O Bahia vai entrar em campo muito modificado para enfrentar o Atlético-MG nesta quarta-feira (28), às 21h30, pela primeira partida das oitavas de final da Copa do Brasil. Para o jogo, o técnico Dado Cavalcanti fez quatro alterações.

 

A primeira delas ocorre no gol, com o experiente Danilo Fernandes no lugar de Teixeira. Na defesa, Luiz Otávio volta no lugar de Ligger. No meio, Daniel retorna após suspensão e Galdezani sai. Por fim, o jovem atacante Ronaldo substitui Rodriguinho.

 

A formação do Bahia é a seguinte:Danilo Fernandes; Nino, Conti, Luiz Otávio e Matheus Bahia; Patrick, Jonas e Daniel; Rossi, Ronaldo e Gilberto.

 

O banco de reservas do Bahia conta com  Matheus Teixeira, Lucas Fonseca, Ligger, Guedes, Juninho Capixaba, Edson, Raniele, Galdezani, Lucas Araújo, Rodriguinho, Thonny Anderson e Ruiz.

 

As duas equipes voltam a se enfrentar após três dias. No último domingo (25), o Tricolor perdeu para o Galo por 3 a 0.

 

Foto: Divulgação / EC Bahia

 

Confira a escalação do Atlético-MG:

 

Foto: Divulgação / Atlético-MG

Figueiredo aciona Vitória na Justiça e pede rescisão contratual por salários atrasados
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

Cria da base do Vitória, o volante Figueiredo, de 19 anos, acionou o clube na Justiça e pediu a rescisão contratual. O atleta alega ter ficado três meses sem receber salários e não recolhimento de FGTS. Ele é considerado uma das promessas divisões de base do Leão. O vínculo dele é válido até 2025. 

 

Segundo o advogado de Figueiredo, João Henrique Chiminazzo, a audiência já está marcada para setembro, mas a defesa do jogador deseja que ela seja antecipada, pois ele está "parado há dois meses".

 

"Ele tem a família para sustentar, as pessoas dependem dele. O grande problema é não receber. De repente, recebe um tanto e não sabe ao que é referente, não consegue planejar sua vida, isso dificulta a organização pessoal", destacou Chiminazzo, em entrevista ao programa BN Na Bola, da rádio Salvador FM 92,3, apresentado por Emídio Pinto, Glauber Guerra e Ulisses Gama. 

 

O advogado, que já defendeu Alexandre Pato, Muricy Ramalho, Rogério Ceni e outras figuras importantes do futebol, destacou que, após Figueiredo entrar com a ação na Justiça, o Vitória pagou um montante referente a salários atrasados. "Me parece que tinha dinheiro. E talvez não tinha dinheiro para pagar todo mundo, e aí entrou com o pagamento para evitar algo mais grave", afirmou. 

 

Buscar a solução na Justiça foi a última opção após uma série de tentativas de acordo por parte do jogador, relata Chiminazzo. "O Vitória foi procurado antes do ingresso da ação, mas não teve possibilidade de conversa. Entendo e respeito a situação do clube, mas temos que entender o sonho do jogador. O Vitória tinha mais de 3 meses de salários atrasados e FGTS não recolhidos. Pelo atigo 31 da Lei Pelé, isso é motivo para recisão indireta do contrato, e nós entramos com o pedido (...) Figueiredo sempre esteve aberto e estará aberto para conversar quando for preciso. Respeita o Vitória, mas precisa pensar na carreira dele", ressaltou. 

 

Advogado João Henrique Chiminazzo (Foto: Reprodução | ESPN)

 

Figueiredo não deve mais atuar pelo Leão, porque será "mais saudável" para ambas as partes. Ele já recebeu propostas de outros clubes, inclusive, mas a diretoria rubro-negra optou por não ouvir as ofertas e decidiu não negociá-lo por empréstimo, diz o advogado. Caso a rescisão seja estabelecida pela Justiça, o volante estará livre no mercado. 

 

O atleta já integrou a equipe principal do Vitória, e nesta temporada estava alternando entre as equipes sub-20 e sub-23. Confira a entrevista completa: 

 

Volante do Tremendão exalta importância de vencer fora de casa para recuperação na Série D

Após vencer a primeira partida no último domingo (25), contra o ASA, na Arena Cajueiro, o Bahia de Feira espera engatar uma boa sequência no segundo turno da Série D. Foi o que disse o lateral Jarbas, nesta quarta-feira (28), em sonora produzida pelo clube. O Tremendão encara o Itabaiana, no próximo domingo (1º), fora de casa. 

 

"Sabemos da dificuldade que vai ser jogar lá em Itabaiana, mas temos que nos impor. Sabemos que, para conseguir alguma coisa na competição, agora que virou o segundo turno, temos que pontuar fora de casa. Vamos em busca do objetivo maior, que é o triunfo, e se não der para vencer, sair de lá com o empate", afirmou o jogador. 

 

Com oito pontos conquistados em oito jogos, o Bahia de Feira ocupa a quinta colocação do Grupo A4 da Quarta Divisão. São cinco pontos a menos que o Retrô-PE, primeira equipe na zona de classificação para a próxima fase. 

Medalha de prata em Tóquio, Fadinha receberá quantia por conquista; veja
Foto: Divulgação

Fenômeno mundial e orgulho do Brasil inteiro, a skatista Rayssa Leal, a "Fadinha", de apenas 13 anos, que conquistou a medalha de prata no skate street na Olimpíada de Tóquio, vai embolsar R$ 150 mil pelo feito. Esse é o valor que o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) destina àqueles que ficarem em segundo no evento esportivo, segundo o site da BPMoney, parceiro do Bahia Notícias.

 

A decisão de premiar em dinheiro os atletas brasileiros veio da diretoria do COB, como forma de homenagear e reconhecer o trabalho dos esportistas, principais protagonistas do Movimento Olímpico.

 

"Com esta ação, o COB reconhece o esforço, o comprometimento e a disciplina colocados em prática para a conquista de uma medalha olímpica. Essa premiação é oriunda de recursos privados do COB e é fundamentada em um dos nossos pilares: a meritocracia. Desejo a todos um excelente trabalho e tenham em mente, em primeiro lugar, a saúde de vocês”, disse Paulo Wanderley Teieira, presidente da entidade.

 

Medalhistas de ouro em provas individuais recebem R$ 250 mil, e de bronze R$ 100 mil. Em equipes com até seis atletas, a bonificação é de R$ 500 mil (ouro), R$ 300 mil (prata) e R$ 200 mil (bronze). As que possuem sete ou mais atletas ficam com R$ 750 mil (ouro), R$ 450 mil (prata) e R$ 300 mil (bronze). 
 

 

 

a

Dia 6 em Tóquio: Brasil pode medalhar na ginástica e no judô; boxe tem mais um baiano
Foto: Divulgação / CBG

Após uma noite, madrugada e manhã cheias de frustrações nos Jogos Olímpicos de Tóquio, o Brasil começa o dia 6 do evento com esperanças renovadas. Afinal, a partir das 7h50 (de Brasília) desta quinta-feira (29), a ginasta Rebeca Andrade se apresenta como uma das favoritas a conquistar o ouro no individual geral. Após a desistência de Simone Biles, estrela americana (lembre aqui), a brasileira tem a melhor nota entre as participantes da decisão, conquistada na semifinal. 

 

A americana Sunisa Lee e as russas Angelina Melnikova e Vladislava Urazova são as principais adversárias de Rebeca, que deve fazer a mesma apresentação da semifinal, que lhe garantiu a nota de 57,399.

 

Quem também estreia é a principal esperança de medalha no judô, Mayra Aguiar, na categoria até 78 quilos. A brasileira vem de dois bronzes olímpicos seguidos, em Londres-2012 e na Rio-2016, e também é bicampeã mundial. Uma lesão no último ano atrapalhou sua preparação para Tóquio, mas ela acredita estar pronta para subir ao pódio novamente.

 

No boxe, Hebert Conceição tenta manter a invencibilidade da Bahia na modalidade até agora. Na madrugada desta quarta-feira (28), Keno Marley venceu o chinês Chen Daxiang por nocaute técnico, no segundo round (saiba mais aqui). Medalhista de prata no Pan-Americano de Lima e quarto colocado no ranking mundial, Conceição lutará contra o também chinês Tuoheta Erbieke, na categoria até 75 quilos.

 

O brasileiro Guilherme Costa representará o Brasil na final dos 800 metros livre da natação, a partir de 22h30. 

 

Além disso, a equipe de handebol feminino joga contra a Espanha, às 23h, o vôlei feminino encara o Japão, às 7h40 de quinta, e as duplas Agatha e Duda e Alison e Álvaro tentam se recuperar das derrotas sofridas na última rodada do vôlei de praia a partir de 9h.

 

Confira a agenda completa: 

Rúgbi de 7 feminino: 

21h30 - Brasil x Canadá 

5h - França x Brasil

 

Ciclismo BMX: 

22h06 - Renato Rezende (quartas de final) 

22h27 - Priscila Carnaval (quartas de final)

 

Natação: 

22h30 - Guilherme Costa (final dos 800 metros livre) 

7h51 - Matheus Gonche (classificatória dos 100 metros borboleta masculino)

7h59 - Vinicius Lanza (classificatória dos 100 metros borboleta masculino)

8h21 - Revezamento 4x100 metros medley

 

Handebol feminino: 

23h - Espanha x Brasil (fase de grupos)

 

Remo: 

23h - Lucas Verthein (semifinal skiff simples)

 

Judô: 

23h35 - Rafael Buzacarini (BRA) x Toma Nikiforov (BEL) (fase 1/16 avos da categoria até 100 kg) 

00h40 - Mayra Aguiar (BRA) x Adversária a definir (oitavas de final da categoria até 78 kg)

 

Vela: 

A partir de 00h05 - Ana Barbachan e Fernanda Oliveira (classe 470 feminino)

A partir de 00h05 - Robert Scheidt (classe laser)

A partir de 00h05 - Gabriela Nicolino e Samuel Albrecht (classe Nacra 17 misto)  

A partir de 00h05 - Marco Grael e Gabriel Borges (classe 49er)

A partir de 1h15 - Patrícia Freitas (classe RS:X feminino)

A partir de 2h35 - Jorge Zarif (classe finn)  

A partir de 03h05 - Henrique Haddad e Bruno Bethlem (classe 470 masculino)

 

Canoagem Slalom: 

2h - Ana Sátila (semifinal da categoria C-1)

 

Boxe: 

5h - Hebert Conceição (BRA) x Erbieke Tuoheta (CHI) 

7h24 - Graziele de Jesus (BRA) x Tsukimi Namiki (JAP)

 

Tiro com arco: 

5h57 - Ane Marcelle dos Santos (BRA) x Ana Vazquez (MEX) (primeira rodada do individual)

 

Vôlei feminino: 

7h40 - Japão x Brasil (rodada 3 da fase de grupos)

 

Ginástica artística: 

7h50 - Rebeca Andrade (final do individual geral feminino

 

Vôlei de praia: 

9h - Agatha e Duda (BRA) x Bansley e Brandie (CAN) 

10h - Alison e Álvaro Filho (BRA) x Brouwer e Meeuwsen (HOL) 

Denunciado por gestão fraudulenta, Rodolfo Landim terá poder de demitir diretores da CBF
Foto: Divulgação / Flamengo

O presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, terá o poder de demitir diretores da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) no período que estiver atuando como interventor da entidade (saiba mais aqui), após a anulação da eleição de Rogério Caboclo à presidência.

 

A decisão foi tomada nesta quarta-feira (28), pelo juiz Mario Cunha Olinto Filho, da 2ª Vara Cível da Vara da Tijuca, no Rio de Janeiro, e se estende também ao presidente da Federação Paulista de Futebol (FPF), Reinaldo Carneiro Bastos, o outro interventor. A CBF vai recorrer, segundo o site ge.globo.

 

Ao mesmo tempo, de acordo com informações do jornal O Globo, Landim foi denunciado pelo Ministério Público Federal de Brasília por gestão fraudulenta. O caso envolve uma operação financeira que teria gerado R$ 100 milhões de prejuízo a fundos de pensão de funcionários estatais. A defesa do mandatário flamenguista afirmou ainda não ter tomado conhecimento da denúncia.

 

A denúncia apresenta um comunicado feito por autoridades da Suíça sobre suspeitas de lavagem de dinheiro em uma conta no banco Credit Suisse, que pertencia a Landim, entre 2008 e 2012. A Polícia Federal investiga o caso, por meio da Operação Greenfield.

 

Quando o presidente do Flamengo geria o Fundo de Investimento em Participações Brasil Petróleo 1, responsável por captar recursos da Funcev (Caixa), Petros (Petrobras) e Previ (Banco do Brasil), esses três fundos tiveram prejuízo. Foram R$ 92 milhões para a Funcev, R$ 92 mi para a Petros e R$ 69 mi para a Previ, que investiram R$ 102 milhões, R$ 102 mi e R$ 76 mi, respectivamente.

 

A partir de uma manobra ilegal, o FIP Brasil Petróleo 1 teria destinado os recursos para uma empresa dos Estados Unidos (EUA). Tal ato é proibido pelo regulamento da Comissão de Valores Mobiliários, e ele aconteceu a partir de aval de Landim.

 

Caso comprovado o crime, o presidente do Flamengo pode pegar de três a doze anos de reclusão e pagar uma multa.

 

A decisão da Justiça do Rio sobre a CBF, neste momento, amplia os poderes de Landim e Carneiro Bastos como interventores. Anteriormente, eles só atuariam na organização de uma nova eleição. 

Quarta, 28 de Julho de 2021 - 15:30

Melo reclama de comportamento provocativo de Djokovic: 'Pra que isso?'

por Demétrio Vecchioli | Folhapress

Melo reclama de comportamento provocativo de Djokovic: 'Pra que isso?'
Foto: Gaspar Nóbrega / COB

Marcelo Melo ficou bastante incomodado com a postura de Novak Djokovic no duelo entre Brasil e Sérvia, nas duplas mistas, nesta quarta-feira (28), nas Olimpíadas de Tóquio, vencido pelos europeus. Na saída da quadra onde jogou ao lado de Luisa Stefani, Melo deixou claro esse descontentamento.
 

"Me impressionou da maneira negativa. Sendo bem sincero, não tinha necessidade alguma. Dois dias atrás ele estava fazendo vídeo falando do Brasil, da energia do Brasil e hoje joga dessa maneira. Teve um smash que ele deu nas minhas costas de maneira desnecessária. Enfim, é jogo de tênis. Cada um procura jogar da maneira que quiser, mas eu jamais faria isso", disse.
 

No lance citado por Melo, o brasileiro estava bem próximo à rede, virou de costas desistindo do ponto, mas recebeu uma bolada de Djokovic, que venceu o jogo por 2 sets a 1 ao lado de Nina Stojanovic, no que ele disse ter sido seu primeiro jogo "oficial" de duplas mistas.
 

Perguntado sobre um lance em que Djoko comemorou voltado ao lugar da arquibancada onde estava a comissão técnica do Brasil, Melo voltou a demonstrar descontentamento. "Tem certas coisas que eu não consigo entender para que e por que. Não fizemos nada. Uma vez quase acertou a Luisa. Logicamente entrou na quadra tem que fazer o que for pra jogar, mas tem que ter certos limites. Muita gente vai pensar o que quiser e pronto, mas não quero criar polemicas."
 

Reforçando que não pretendia criar confusão, Melo indicou que há algo a mais para se falar. "Eu não vou começar a criar polemica, mas quem viu o jogo entende muito bem o que eu quero dizer nas entrelinhas. Outras coisas também. Todo mundo entende nas entrelinhas o que rolou também."
 

Ao sair do jogo, Djokovic e Stojanovic pararam com paciência diante de cada equipe de televisão que estava na zona mista. Depois, atenderam pacientemente a imprensa escrita. Na última pergunta, as reclamações de Melo. Djoko confirmou se Melo tinha mesmo chiado, recebeu o sim como resposta, afirmou que não tinha nada a comentar e saiu.

Quarta, 28 de Julho de 2021 - 15:15

Ídolo do Vitória, ex-atacante André Catimba morre aos 74 anos

por Glauber Guerra

Ídolo do Vitória, ex-atacante André Catimba morre aos 74 anos
Foto: Glauber Guerra/ Bahia Notícias

Ídolo do Vitória, André Catimba morreu nesta quarta-feira (28), em Salvador (BA), aos 74 anos. A causa da morte ainda não foi divulgada pela família do ex-atacante rubro-negro.

 

Natural de Salvador, André deu seus primeiros passos no futebol no Ypiranga. Ele desembarcou no Vitória em 1972 e fez parte da equipe que conquistou o Baianão daquele ano ao lado de nomes como Mário Sérgio e Osni. 

 

André marcou 82 gols pelo Vitória e ficou no clube rubro-negro até 1975, quando se transferiu para o Guarani. O ex-atacante também passou pelo Galícia, Bahia, Náutico, Grêmio, entre outros. 

Felipão fica satisfeito com vantagem, mas alerta ao Grêmio: 'Nada está decidido'
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

O Grêmio construiu uma boa vantagem no confronto das oitavas de final da Copa do Brasil ao vencer o Vitória por 3 a 0, no primeiro encontro realizado nesta terça-feira (27) no Barradão. O técnico Felipão ficou satisfeito com o placar, mas alertou ao Tricolor Gaúcho que a classificação ainda não está decidida.

 

"A equipe teve participação melhor no jogo de hoje, um crescimento maior dos meninos que vinham jogando, ajuda um pouco mais de um ou dois jogadores experientes para dar mais tranquilidade. Ganhamos, o resultado foi muito bom, foi interessante, sempre falamos que é um jogo de 180 minutos, nada está decidido, mas levamos uma boa vantagem", afirmou na entrevista coletiva.

 

O Tricolor gaúcho foi para a capital baiana recheado de baixas por problemas físicos, como o zagueiro Kannemann, o lateral Rafinha e o atacante Diego Souza. O outro defensor, Geromel, viajou com a delegação, mas não entrou em campo. Também preocupado com a situação no Brasileirão, onde briga contra rebaixamento ocupando a vice-lanterna com sete pontos, o comandante ainda optou por poupar alguns atletas que têm se firmado entre os titulares como o lateral Guilherme Guedes, os meias Fernando Henrique e Victor Bobsin.

 

"Alguns jogadores, jogando quatro ou cinco partidas seguidas, vão ter problemas. Tivemos muitos com Geromel, Kannemann, tudo mais, vamos ter que administrar algum jogo, embora sejam jovens, para que fiquem fora. Poderíamos ter uma reincidência de lesão para sábado e não queremos correr esse risco", comentou Felipão.

 

Com os 3 a 0, o Grêmio pode perder por até dois gols de diferença no jogo de volta na próxima terça (3), às 19h, na Arena do Grêmio. Enquanto o Vitória precisa vencer por quatro tentos a mais para ficar com a vaga nas quartas de final. Se o time baiano devolver o triunfo pelo mesmo placar leva a decisão para os pênaltis.

 

Mas antes de pensar na Copa do Brasil, o Tricolor gaúcho visita o Red Bull Bragantino, no Nabi Abi Chedid, sábado (31), às 21h, pela 14ª rodada do Brasileirão. No mesmo dia, mas às 16h30, o Rubro-Negro recebe o Avaí, novamente no Barradão, pela 15ª rodada da Série B. A equipe baiana está no 15º lugar com 12 pontos.

Jardine descarta favoritismo do Brasil nas quartas de final: 'Camisa por si só não joga'
Foto: Lucas Figueiredo / CBF

O Brasil vai encarar o Egito nas quartas de final do torneio de futebol masculino dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. A seleção brasileira terminou na primeira colocação do Grupo D, enquanto os egípcios ultrapassaram a Argentina na chave C ficando com o segundo lugar. O técnico André Jardine descartou o favoritismo do time Canarinho na reta decisiva da briga pela medalha de ouro.

 

"Se a gente analisar as três partidas que fizemos na primeira fase, a gente percebe que a camisa por si só não joga. As seleções com menos tradição fizeram jogos tão difíceis e duros quanto a Alemanha. Fizemos uma grande estreia, talvez a melhor atuação, no primeiro jogo, contra o time de mais tradição. O segredo é o que a gente vem falando desde a primeira partida, respeitar todo mundo da mesma maneira, nos preparar demais, estudar o adversário em todos os seus detalhes e focar muito na gente, no nosso espírito, nossa maneira de jogar, e dar condição à equipe de se impor contra o adversário, independente de quem seja, que prevaleça a seleção brasileira, suas ideias e seus jogadores. Que respeite todo mundo, mas se imponha no jogo", afirmou.

 

Na manhã desta quarta-feira (28), o Brasil empatava com a Arábia Saudita até os 30 minutos do segundo tempo, quando Richarlison marcou duas vezes decretando a vitória brasileira por 3 a 1. Antes do compromisso contra os árabes, o time Canarinho havia empatado em 0 a 0 com a Costa do Marfim, que se classificou na segunda posição superando a Alemanha, que terminou em terceiro.

 

Em novembro do ano passado, Brasil e Egito disputaram um jogo amistoso. Os egípcios levaram a melhor sobre os brasileiros ganhando o duelo por 2 a 1. Nas quartas de final em Tóquio, as duas seleções se enfrentam no próximo sábado (31), às 7h no horário de Brasília, em Saitama.

Quarta, 28 de Julho de 2021 - 12:45

Bahia contrata volante camaronês para o time sub-20

por Ulisses Gama

Bahia contrata volante camaronês para o time sub-20
Foto: Reprodução / Instagram

O Bahia contratou o volante camaronês Williams Kouame, de 19 anos, para compor o time sub-20. Na última terça-feira (27), o contrato do jogador com o Tricolor foi publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O Bahia Notícias apurou que ele fechou vínculo até o dia 31 de janeiro de 2022.

 

Com passagem pelo Union Sportive de Douala, de Camarões, Kouame morava no interior de São Paulo e estava em treinamentos com a Ponte Preta antes de chegar ao CT Evaristo de Macedo. O seu contrato dá a possibilidade de mais seis meses de renovação.

 

Treinada por Eduardo Guadagnucci, a equipe júnior do Bahia entra em campo nesta quarta-feira (28), às 16h, para enfrentar o Vasco pelo Campeonato Brasileiro da categoria.

Leonardo de Deus lamenta ficar sem medalha na natação, mas sai de 'cabeça erguida'
Foto: Sátiro Sodré / SSPress / CBDA

Largando na raia cinco após fazer o segundo melhor tempo da semifinal e o melhor da sua carreira, 1min54s83, o nadador Leonardo de Deus lamentou ter ficado sem medalha na final dos 200m livre masculino da natação nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. A disputa aconteceu na noite desta terça-feira (27) e o brasileiro terminou na sexta colocação com 1min55s19.

 

"Busquei entregar o meu melhor nessa minha terceira edição de Jogos Olímpicos. Uma das coisas que desde o início estava procurando era minha final olímpica. É uma coisa que eu achava que era totalmente "fazível", e a gente classificou na raia 5, com esperança. A gente viu Daiya Seto de fora, Zach Harting de fora, então o sonho com a medalha olímpica ficou bem mais próximo, e acabou que deixei tudo na água, sexto do mundo, final olímpica, melhor tempo da minha vida nas eliminatórias. Saio daqui de cabeça erguida, muito feliz, satisfeito. Lógico que a gente sempre quer a medalha, sempre quer viver essa experiência, mas saio como um vitorioso dos meus objetivos pessoais", afirmou.

 

Grande favorito da prova, o húngaro Kristof Milak conquistou a medalha de ouro e, de quebra, estabeleceu o novo recorde olímpico em 1min51s25 superando a marca do lendário Michael Phelps, que era de 1min52s03. O nadador da Hungria também é o dono do recorde mundial com 1min50s73. A medalha de prata ficou com o japonês Tomoru Honda, com 1min53s73, enquanto o italiano Federico Burdisso fechou o pódio com o bronze em 1min54s45.

Brasil é derrotado pela Rússia no vôlei masculino dos Jogos de Tóquio
Foto: Gaspar Nóbrega / COB

O Brasil perdeu para a Rússia por 3 sets a 0, com parciais de 25/22, 25/20 e 25/20, na manhã desta quarta-feira (28), pelo torneio de vôlei masculino dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Esta foi a primeira derrota da seleção brasileira na competição.

 

Os russos jogaram com o nome de Comitê Olímpico Russo (ROC), devido a punição imposta em decorrência do escândalo de doping. Mas mesmo assim voltaram a vencer o Brasil pelo mesmo placar do encontro válido pela Liga das Nações, há pouco mais de um mês. Porém, naquela ocasião, os brasileiros já estavam com a vaga nas finais encaminhada. Diferente da situação atual.

 

A derrota deixa o Brasil na terceira colocação com duas vitórias e cinco pontos no Grupo B do torneio olímpico, atrás dos Estados Unidos. Invictos, os russos lideram a chave com folga. Apenas os quatro melhores avançam para as quartas de final em Tóquio. Nesta quinta (29), às 23h05 no horário de Brasília, a seleção brasileira volta à quadra para encarar os americanos. Na última rodada, o adversário será a França.

Quarta, 28 de Julho de 2021 - 12:05

CBF detalha Série B até a 23ª rodada; veja as datas dos jogos do Vitória

por Glauber Guerra

CBF detalha Série B até a 23ª rodada; veja as datas dos jogos do Vitória
Foto: Max Haack/ Ag. Haack/ Bahia Notícias

O Vitória já sabe como será a tabela de jogos até 23ª rodada da Série B. O detalhamento foi divulgado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) nesta quarta-feira (28).

 

Antes, a CBF já havia detalhado até a 16ª rodada, quando a equipe pega o Vasco, no dia 7 de agosto, um sábado, às 19h30, no Barradão.

 

O mês de agosto terá seis rodadas para o Vitória. A 17ª será no dia 11, uma quarta, contra o Cruzeiro, às 19h, no Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

 

O próximo jogo do Vitória é contra o Avaí, sábado (31), às 16h30, no Barradão, válido pela 15ª rodada. O time rubro-negro tem 12 pontos e ocupa a 15ª posição.

 

JOGOS DO VITÓRIA

17ª rodada
Data: 11 de agosto (quarta)
Hora: 19 horas – Cruzeiro x Vitória – Mineirão, Belo Horizonte (MG)

 

18ª rodada
Data: 15 de agosto (domingo)
Hora: 20h30 – Vitória x CRB – Barradão, Salvador (BA)

 

19ª rodada
Data: 18 de agosto (quarta)
Hora: 19 horas – Vila Nova  x Vitória – Onésio Alvarenga, Goiânia (GO)

 

20ª rodada
Data: 21 de agosto (sábado)
Hora: 16h30 – Vitória x Guarani – Barradão, Salvador (BA)

 

21ª rodada
Data: 29 de agosto (domingo)
Hora: 16 horas – Náutico x Vitória – Arruda, Recife (PE)

 

22ª rodada
Data: 4 de setembro (sábado)
Hora: 11 horas – Operário x Vitória –Germano Kruger, Ponta Grossa (PR)

 

23ª rodada
Data: 11 de setembro (sábado)
Hora: 19 horas – Vitória x Remo – Barradão, Salvador (BA)

Vitória x Avaí: Ivan da Silva Guimarães Júnior apita jogo no Barradão
Foto: Antônio Assis/FAF

O Vitória pega o Avaí no sábado (31), às 16h30, no Barradão, válido pela 15ª rodada da Série B. E o árbitro amazonense Ivan da Silva Guimarães Júnior será o dono do apito no duelo.

 

Marcos Santos Vieira e Uesclei Regison Pereira dos Santos, que também são filiados à Federação Amazonense de Futebol (FAF).

 

Professor de educação física, Ivan tem 29 anos e ingressou em dezembro de 2015 na Seleção Nacional de Árbitros de Futebol (Senaf).

 

Com 12 pontos, o Vitória ocupa a 15ª posição, enquanto o Avaí tem 22 e aparece em sétimo.

 

FICHA TÉCNICA
Vitória x Avaí
Série B - 15ª rodada
Local:
Barradão, em Salvador (BA)
Data: 31/07/2021 (sábado)
Horário: 16h30
Árbitro: Ivan da Silva Guimarães Júnior (AM)
Assistentes: Marcos Santos Vieira (AM) e Uesclei Regison Pereira dos Santos (AM)
Quarto Árbitro: Edvalter Marinho dos Santos (BA)
Analista de Campo: Ademilton Piedade Carigé (BA)
 

 

Artilheiro dos Jogos Olímpicos, Richarlison diz se inspirar em Ronaldo Fenômeno: 'Ídolo'
Foto: Lucas Figueiredo / CBF

O atacante Richarlison foi decisivo na vitória do Brasil sobre a Arábia Saudita por 3 a 1, na manhã desta quarta-feira (28), em Saitama, pela terceira rodada do torneio de futebol masculino nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. O camisa 10 marcou mais dois gols e chegou aos cinco assumindo a artilharia da competição. Após o apito final, ele disse se inspirar no ex-atacante Ronaldo Fenômeno, que brilhou na conquista do pentacampeonato do time Canarinho na Copa do Mundo de 2002.

 

"Quando cheguei no estádio em Yokohama, nos deparamos com as fotos dos gols dele com a Alemanha, é de arrepiar. O Ronaldo é nosso ídolo, do futebol brasileiro, e a gente tenta se inspirar ao máximo nele", afirmou na entrevista ao canal SporTV.

 

Na carreira, Ronaldo Fenômeno marcou cinco gols em torneios olímpicos, mesma quantidade anotada por Richarlison. Os dois estão no top-5 dos artilheiros do Brasil. Com oito, Bebeto é líder da lista, seguido por Romário e Neymar com sete. O quarto lugar é de Leandro Damião que balançou as redes seis vezes.

 

Na estreia da seleção brasileira olímpica em Tóquio, Richarlison marcou três gols na vitória sobre a Alemanha por 4 a 2. Nesta quarta, ele desempatou o jogo ao balançar as redes aos 30 e 47 minutos do segundo tempo.

 

"Fico muito feliz de marcar gols. Tenho que agradecer meus companheiros, que estão fazendo excelente trabalho, a bola está chegando redonda na frente. Estou aproveitando as oportunidades. Estamos crescendo na competição e agora é mata-mata, temos que errar o menos possível para sair vitoriosos. Vamos focar nas quartas de final, ver quem vamos pegar e estar focado nos próximos jogos", disse o Pombo, como é apelidado.

 

A vitória garantiu ao Brasil a primeira colocação do Grupo D com sete pontos. Nas quartas de final, o time Canarinho enfrenta o Egito, novamente em Saitama, no próximo sábado (31), às 7h no horário de Brasília.

Quarta, 28 de Julho de 2021 - 11:23

Stefani e Pigossi vencem e igualam melhor marca do Brasil no tênis em Olimpíadas

por João Gabriel | Folhapress

Stefani e Pigossi vencem e igualam melhor marca do Brasil no tênis em Olimpíadas
Foto: Gaspar Nóbrega / COB

As brasileiras Luisa Stefani e Laura Pigossi igualaram a melhor marca da história do tênis brasileiro em Olimpíadas.
 

Na madrugada desta quarta-feira (28), elas venceram a dupla dos Estados Unidos, Bethanie Mattek-Sands e Jessica Pegula, nas quartas de final de Tóquio-2020, por 2 sets a 1. Parciais de 1/6, 6/3 e 10/8 no super tie-break.
 

Agora, elas avançam à semifinal.
 

Até aqui, o melhor resultado do Brasil em Jogos havia sido conquistado por Fernando Meligeni, na chave de simples masculino.
 

Ele também chegou à semifinal em Atlanta-1996, perdeu e depois perdeu também a disputa pela medalha de bronze, encerrando na quarta posição.
 

Agora, Stefani e Pigossi avançam também às semis e, no mínimo, vão igualar o feito de Meligeni.
 

As brasileiras já fizeram história apenas por chegar nesta fase do torneio.
 

Antes, elas venceram duas partidas para alcançar as quartas de final, o que já é um recorde considerando as disputas femininas de dupla.
 

Até então, os melhores resultados do país nesta categoria haviam sido um único triunfo, tanto nos Jogos de Sidney, em 2000, como nos Jogos de Barcelona, em 1986.
 

Stefani, 23, é a melhor tenista brasileira atualmente. Ocupa a 23ª posição do ranking mundial.
 

Neste ano, ela chegou em sua primeira final de WTA torneios 1.000.
 

Também se tornou a brasileira mais bem colocada, superando Maria Esther Bueno, vencedora de 19 Grand Slams. Vale lembrar que, quando o ranking foi criado, Bueno já tinha 36 anos e estava no fim de sua carreira.

Calderano perde de virada para alemão no tênis de mesa e dá adeus aos Jogos de Tóquio
Foto: Wander Roberto / COB

Primeiro mesatenista brasileiro a chegar nas quartas de final dos Jogos Olímpicos, o carioca Hugo Calderano não resistiu ao alemão Dimitrij Ovtcharov e foi eliminado na manhã desta quarta-feira (28) de Tóquio-2020.
 

Hugo perdeu, de virada, por 4 sets 2 (11/7, 11/5, 8/11, 7/11, 8/11 e 2/11), no Ginásio Metropolitano, e dá adeus às Olimpíadas.
 

A partida começou bem equilibrada. O alemão venceu os dois primeiros pontos e, em momento tenso do jogo, Calderano tirou uma chiquita da cartola para passar à frente, 5 a 4.
 

Na segunda parcial, o brasileiro emplacou dois pontos no saque e liderou a contagem desde o início. Com jogo bem agressivo, Calderano chegou a fazer 8 a 4 na terceira parcial, mas tomou uma virada: 11 a 8 para Ovtcharov.
 

Calderano sentiu o golpe. Tanto que, na terceira parcial, ficou três vezes na rede e viu o alemão empatar a partida.
 

A classificação às quartas já havia sido enaltecida como um feito inédito da modalidade no Brasil.
 

O tenista superou a sua própria campanha nas Olimpíadas do Rio-2016 e a de Hugo Hoyama em Atlanta-1996 -ambos caíram nas oitavas.
 

O tênis de mesa entrou para programação das Olimpíadas desde os Jogos de Seul-1988.

Quarta, 28 de Julho de 2021 - 10:45

CBF confirma Bahia x Atlético-MG no Joia da Princesa

por Ulisses Gama

CBF confirma Bahia x Atlético-MG no Joia da Princesa
Foto: Valdenir Lima / Secom FSA

Conforme adiantado pelo Bahia Notícias (veja aqui), a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) oficializou a mudança do local do jogo entre Bahia e Atlético-MG na próxima quarta (4), às 21h30, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Para cumprir a perda do mando de campo imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o jogo será no Joia da Princesa, em Feira de Santana.

 

O Bahia foi punido pelo tribunal por conta da confusão na final da Copa do Nordeste. Mesmo se tratando de uma equipe visitante na decisão, os membros da Comissão Disciplinar tomaram essa medida.

 

A primeira partida entre as duas equipes por esta competição será na noite desta quarta (28), às 21h30, no Mineirão.

Quarta, 28 de Julho de 2021 - 10:35

CBF detalha o Brasileirão até a 20ª rodada; confira os jogos do Bahia

por Ulisses Gama

CBF detalha o Brasileirão até a 20ª rodada; confira os jogos do Bahia
Foto: Felipe Oliveira/ Divulgação /EC Bahia

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou a tabela detalhada de mais cinco rodadas do Campeonato Brasileiro. Agora, a competição está traçada até a 20ª rodada.

 

No período desmembrado, o Bahia vai enfrentar Atlético-GO, Grêmio, Fluminense, Fortaleza e Santos. Serão duas partidas como mandante e três como visitante.

 

Pela competição nacional, a equipe volta a jogar no próximo domingo (1º), contra o Sport, pela 14ª rodada. Confira a programação:

 

16ª rodada
15/08 (domingo), às 18h15 - Bahia x Atlético-GO - Pituaçu

 

17ª rodada
21/08 (sábado), às 19h - Grêmio x Bahia - Arena do Grêmio

 

18ª rodada
29/08 (domingo), às 18h15 - Fluminense x Bahia - Maracanã


 
19ª rodada
04/09 (sábado), às 21h - Bahia x Fortaleza - Pituaçu


 
20ª rodada
11/09 (sábado), às 21h - Santos x Bahia - Vila Belmiro

Argentina empata com Espanha e é eliminada da Olimpíada; Brasil pega Egito nas quartas
Foto: Divulgação / Seleção da Argentina

A Argentina está eliminada do torneio de futebol masculino dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. A Albiceleste ficou no empate em 1 a 1 com a Espanha na manhã desta quarta-feira (28), em Saitama, pela terceira rodada, e terminou na terceira posição do Grupo C. Enquanto o Egito venceu a Austrália por 2 a 0, em Miyagi, assumiu a segunda posição e será o adversário do Brasil nas quartas de final. 

 

Com uma vitória, uma derrota e um empate, os argentinos somaram quatro pontos, mesma pontuação dos egipcios, mas ficaram em desvantagem no saldo de gols. A Espanha avançou de fase como na primeira colocação da chave com cinco pontos.

 

Nas quartas de final, a Espanha vai encarar a Costa do Marfim, no sábado (31), às 5h no horário de Brasília, em Miyagi. Em seguida, às 7h, Brasil e Egito se enfrentam em Saitama.

'Recorde olímpico' negativo: Tóquio registra o maior número diário de casos de Covid-19
Foto: Leandro Aragão / Bahia Notícias

Sede dos Jogos Olímpicos 2020, Tóquio registrou um novo recorde de casos de Covid-19 em um dia só desde o início da pandemia. Nesta quarta-feira (28), foram contabilizadas 3.177 pessoas infectadas. A nova marca supera os 2.848 diagnósticos positivos da doença registrada na última terça (27).

 

Entre as pessoas ligadas diretamente ao evento esportivo, 16 teste deram positivo nas últimas 24 horas, mas nenhum foi de atleta. Na terça, foi registrado sete casos, número mais baixo desde o dia 19 de julho, quando foi registrada as três primeiras ocorrências. No total, são contabilizados 176 diagnósticos com a doença, sendo 18 competidores.

 

A cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 está marcada para o dia 8 de agosto, um domingo.

Na chegada ao Brasil, Rayssa Leal anda de skate no saguão do aeroporto de São Paulo
Foto: Reprodução / TV Globo

A medalhista de prata nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, Rayssa Leal, de 13 anos, já está em solo brasileiro. A Fadinha, como é apelidada, desceu do avião andando de skate no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, na manhã desta quarta-feira (28). Ela deve seguir viagem para Imperatriz, no Maranhão, onde nasceu e mora com a família.

 

"Chegamos no Brasil! Cansados mas passando bem! Fizemos amizades no voo! Que nome devemos dar pra ela? Mande sugestões", escreveu a skatista mostrando a foto de ursinhos de pelúcia.

 

No aeroporto paulista, muitos jornalistas aguardavam Rayssa no saguão. Ela não concedeu entrevistas e foi recebida com flores, inclusive o skatista hexacampeão mundial Sandro Dias, o Mineirinho, marcou presença para cumprimentar a medalhista olímpica no skate street.

 

A cidade de Imperatriz fica cerca de 626km da capital São Luís. O desembarque da Fadinha está previsto para às 11h. Estava previsto um desfile pelas principais ruas em um carro aberto do Corpo de Bombeiros do Maranhão (CBMMA) até a praça Mané Garrincha, mas a jovem medalhista olímpica cancelou por conta da pandemia do novo coronavírus.

 

"Galera por estarmos em um momento ainda delicado quando ao Covid-19 eu decidi cancelar a minha recepção de chegada em Imperatriz, para evitar aglomerações, então evitem ir até o aeroporto, eu queria muito receber o carinho de vocês, mas esse não é o momento, agradeço demais todo o carinho, mas se cuidem, usem máscaras, álcool e tomem a vacina, tenho certeza que em breve vamos vencer esse vírus", anunciou a skatista.

'Lei do Ex' em campo?: Atacante da Juazeirense, Kesley reencontra o Santos
Foto: Divulgação / Juazeirense

A famosa "Lei do Ex" pode pintar na Vila Belmiro, na noite desta quarta-feira (28). Santos e Juazeirense iniciam o confronto das oitavas de final da Copa do Brasil a partir das 19h15. Será a primeira vez que o atacante Kesley, de 26 anos, vai reencontrar o Peixe vestindo a camisa do Cancão de Fogo.

 

Kesley passou pelo time sub-23 do Peixe em 2016, após se destacar no Penapolense. No entanto, a passagem pela Vila foi rápida deixando poucos registros. Depois, ele voltou para o Penapolense, defendeu o Oeste, Doce Mel, URT, ABC até chegar no clube de Juazeiro no início da temporada. Em 21 jogos, marcou cinco gols, porém a última vez que balançou as redes foi em maio na segunda partida da semifinal do Baianão contra o Atlético de Alagoinhas, quando fez o único tento do duelo levando a decisão para os pênaltis. Porém, naquela ocasião, o Cancão de Fogo acabou sendo eliminado ao perder por 3 a 2.

 

O jogo de volta do confronto entre Juazeirense e Santos será no dia 5 de agosto, na outra quinta, no Estádio Adauto Moraes.

Quarta, 28 de Julho de 2021 - 07:10

Djokovic domina espanhol e vai às quartas do tênis masculino em Tóquio

por Folhapress

Djokovic domina espanhol e vai às quartas do tênis masculino em Tóquio
Foto: Richard Callis /Fotoarena/Folhapress

Mais um jogo, mais uma vitória, e o tenista Novak Djokovic continua superfavorito ao ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020. Nesta quarta-feira, o número 1 do mundo bateu o espanhol Alejandro Davidovich Fokina, 34º do ranking, por 6/3 e 6/1, e avançou às quartas de final na chave de simples.
 

O sérvio agora soma 21 triunfos consecutivos e não perde desde a final do Masters 1000 de Roma, quando foi superado por Rafael Nadal. Desde então, Djokovic foi campeão de Roland Garros e Wimbledon e segue com chances de se tornar o primeiro homem da história do tênis a conquistar o Golden Slam - feito que envolve a conquista dos quatro títulos do Grand Slam (Australian Open, Roland Garros, Wimbledon e US Open) e mais a medalha de ouro olímpica em simples.
 

Djokovic já venceu os três primeiros slams de 2021 e tem na medalha seu próximo objetivo. Seu rival nas quartas de final será o japonês Kei Nishikori, ex-top 5 e atual número 69, que superou nesta quarta o bielorrusso Ilya Ivashka (66) por 7/6(7) e 6/0.
 

De modo geral, Djokovic foi muito superior a Fokina em todos os quesitos, mas o espanhol teve uma pequena chance de abrir vantagem no placar. Aconteceu no terceiro game do primeiro set, quando Nole sacou em 15/40, com dois break points para Fokina.
 

O espanhol no entanto, cometeu dois erros não forçados em sequência e desperdiçou a oportunidade. Djokovic rapidamente fechou a janela e, logo no quarto game, converteu seu terceiro break point, quebrou o rival e disparou na frente fazendo 4/1 com seu serviço pouco depois.
 

Após ficar atrás no placar, o espanhol jamais teve chance de reequilibrar as ações. Djokovic fechou o primeiro set por 6/3, quebrou o espanhol no terceiro game do segundo set e disparou na frente mais uma vez.

Histórico de Conteúdo