Sexta, 25 de Maio de 2018 - 12:50

Escritor de Ubatã divulga cultura baiana em encontro literário na França

por Jamile Amine

Escritor de Ubatã divulga cultura baiana em encontro literário na França
Rodrigo com a bandeira de Ubatã em rádio francesa | Foto: Arquivo Pessoal

O escritor Rodrigo Dias, de Ubatã, desembarcou em mais um país representando a cultura baiana. Desta vez, ele, que passou por Angola, Itália e Noruega (clique aqui), está em Paris, na França, para divulgar seu livro "Em tempos de e-mail, cartas para Irene”. Durante sua passagem pelo país europeu, ele participou de encontro com a embaixada brasileira; concedeu entrevista à Rádio RFI; e a convite do Alter Brasilis - Institut Culturel Franco Brésilien, Rodrigo se prepara para expor seu livro no  um encontro literário realizado pela jornalista e autora Mazé Torquato Chotil. Atualmente Rodrigo Dias está desenvolvendo ainda a biografia do canoísta Isaquias Queiroz, baiano que conquistou três medalhas nas Olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016.

Fifa lança a música oficial da Copa do Mundo da Rússia com participação de Will Smith
Arte: Divulgação/ Fifa

A Fifa lançou nesta sexta-feira (25) a música oficial da Copa do Mundo da Rússia. A canção intitulada Live it Up é interpretada por Will Smith, Nicky Jam e Era Istrefi e foi produzida pelo Dj e compositor Diplo. Ela será tocada ao vivo, pela primeira vez, antes da final do Mundial marcada para o dia 15 de julho. O astro do cinema falou sobre sua participação. "É uma honra ser convidado para cantar na Copa do Mundo. Esse evento global reúne pessoas de todo o mundo para torcer, rir e experimentar a magia. Colaborar com Nicky, Diplo e Era nesta faixa representa harmonia, sabores ecléticos e gêneros juntos. No fim do dia, só queremos ver o mundo dançar", afirmou Will Smith. A música da Copa se tornou tradição desde o Mundial de 1966, realizado na Inglaterra. A canção oficial da última edição do torneio, que aconteceu em 2014 no Brasil, chamada ‘We are one (Ole Ola)’, composta pelo rapper americano Pitbull, teve a participação da cantora Cláudia Leitte e da americana Jennifer Lopez. Confira a música da Copa do Mundo de 2018:

Flor Serena abre Arraiá do Shopping Piedade nesta sexta 
Foto: Divulgação

A banda Flor Serena, liderada pelo cantor Verlando Gomes, abre o Arraiá do Shopping Piedade, em Salvador, nesta sexta-feira (24), às 17h. A festa gratuita acontece na Praça de Eventos do shopping, situada no piso L2, tendo com atividades como quadrilhas, aulões de forró, trio de forró, pocket shows e comidas típicas. O evento, que segue até o 26 de junho, terá ainda na programação musical nomes como Trio Barnabé, Forró na Chapa, Seu Maxixe, Dan Valente, Genard e Ú Tal do Xote. 

 

SERVIÇO
O QUÊ:
Arraiá do Shopping Piedade
QUANDO: 24 de maio a 26 de junho, às 17h
ONDE: Shopping Piedade - Praça de Eventos do shopping, piso L2 – Salvador (BA)
VALOR: Grátis

Danny Boyle e Daniel Craig são confirmados no próximo ‘James Bond - 007’
Foto: Divulgação

O diretor Danny Boyle e o ator Daniel Craig confirmados oficialmente como parte da equipe do próximo filme da franquia James Bond - 007. "Estamos felizes em anunciar que o excepcionalmente talentoso Danny Boyle dirigirá Daniel Craig em seu quinto filme como James Bond, no 25º longa da franquia. Começaremos a filmar Bond 25 no Pinewood Studios em dezembro, com nossos parceiros na MGM, e estamos animados de ter a Universal como nosso distribuidor internacional", anunciou a EON Productions. O filme tem previsão de estreia para 25 de outubro de 2019, no Reino Unido. 

Sexta, 25 de Maio de 2018 - 09:00

Giro: Forró na Praia do Forte

por Adriana Barreto e Cris Montenegro

Giro: Forró na Praia do Forte
Janete Freitas

A primeira edição do “Forrozando na Praia do Forte” movimenta  o Clube  dos Pescadores da Praia do Forte no dia  02 de junho. Produzida por Márcia Pires e Janete Freitas que convocaram o DJ Eraldo e a Banda Forró Dendê formada pelo vocalista Anton Morais com  Val Rios na sanfona e Tico Franco na zabumba para dar o recado musical durante o agito que vai das 14 às 19h regado a feijoada esperta e bebidas bem geladinhas. Os convites podem ser adquiridos nas lojas Via Paris dos Shoppings Barra e Salvador, na Paradoxus da Rua Afonso Celso, na Barra, no Balcão de Ingressos do Shopping da Bahia e no Sorvete do Forte na PF. A Cerveja Proibida e o Hiper Ideal marcam presença como apoiadores da festa que abre a temporada de festejos juninos da Praia do Forte. (Por Cris Montenegro)

Paola Carosella visita escola no Calabar onde fará projeto em parceria com a ONU e MPT
Foto: Reprodução / Instagram

A chef de cozinha e apresentadora de TV Paola Carosella desembarcou em Salvador para conhecer o local que irá receber oficinas do Cozinha&Voz, projeto de inclusão social em parceria com o Ministério Público do Trabalho (MPT) e da Organização das Nações Unidas (ONU), por meio da Organização Internacional do Trabalho (OIT). A unidade de ensino baiana que receberá o projeto é o Centro Municipal de Educação Infantil Calabar. “Salvador. O que eu senti vendo eles ? Emoção, arrepios, esperança, dor e muita fé neles construindo o futuro do Brasil”, escreveu Paola nas redes sociais, após a visita ao local. Além da escola pública, a chef argentina aproveitou a passagem na capital baiana para degustar a gastronomia local e ainda fez um passeio pela feira de São Joaquim. Em outras duas edições, o projeto "Cozinha e Voz", encampado por Paola, formou transexuais como assistentes de cozinha, com o objetivo de promover inserção desta produção no mercado de trabalho.

 


Paola aproveitou para comer em um restaurante local, acompanhada da nutricionista Neide Rigo e Vovô do Ilê | Foto: Reprodução / Instagram

 

 

No Calabar, Salvador. Fase Salvador do projeto #cozinha&voz

Uma publicação compartilhada por Neide Rigo (@neiderigo) em

 

La vai ela @neiderigo na Feira de São Joaquim e nois seguimos a mestre ??

Uma publicação compartilhada por Paola Carosella (@paolacarosella) em

Espaço Xisto Bahia recebe espetáculo Dona Felicidade nesta sexta
Foto: Walmir Cirne

O espetáculo Dona Felicidade faz única apresentação nesta sexta-feira (25), às 15h, no Espaço Xisto Bahia, situado nos Barris, em Salvador. A peça conta a história de Sofia, uma menina ranzinza que vive com o Vovô e com a Tia Josefina. A trama se dá, quando em uma noite ela é convocada para a mais importante aventura de sua vida: resgatar a Dona Felicidade, que desapareceu do planeta.  A garota embarca em uma aventura, enfrentando bruxos e piradas, indo da China à lua, mergulhando nas profundezas do oceano, viajando através do tempo, tudo isso em uma noite. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

 

SERVIÇO
O QUÊ:
Espetáculo Dona Felicidade
QUANDO: Sexta-feira, 25 de maio, às 15h
ONDE: Espaço Xisto Bahia – Barris – Salvador (BA)
VALOR: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)

Em show no TCA, Vanessa da Mata assume papel de ‘contadora de histórias musicadas’
Foto: Marcos Hermes / Divulgação

De volta a Salvador nesta sexta-feira (25), Vanessa da Mata apresentará pela primeira vez na capital baiana a turnê “Caixinha de Música”, em cartaz, a partir das 21h, na sala principal do Teatro Castro Alves. O show, que rendeu um CD e um DVD ao vivo, tem como proposta proporcionar um ambiente de aconchego. “É uma grande caixa musical de assuntos, uma grande sala, um caminho dialogando com o público ao mesmo tempo. Mas ainda na ideia de todos estarem dentro da caixa, protegidos, embevecidos nos diálogos, participando e ouvindo uma contadora de histórias musicadas que sou eu”, explica a cantora e compositora mato-grossense, que lembra ainda como se deu a definição das músicas que entrariam para o show. “Esse repertório foi difícil definir, mesmo porque tenho apenas um DVD e a ideia era ser abrangente e ao mesmo tempo termos um DVD harmônico com momentos definidos e não cansativos. Então não era a ideia de amontoar músicas ou apenas registrar. Elas tinham que ser, estar frescas, com uma sensação novidadeira, jovem!”, conta Vanessa, acrescentando que escolheu canções que o público cantaria, mas que ficassem em harmonia com os instrumentos eletrônicos, além das mensagens “dos assuntos imprescindíveis que algumas abordavam”. 

 

Para alcançar o objetivo a cantora selecionou 24 músicas e um making off no DVD e 14 faixas para o CD, tudo isso registrado em áudio e vídeo em São Paulo, na Casa Natural Musical, espaço cultural de propriedade da própria artista, em sociedade com outros empresários. Por ser o segundo DVD ao vivo da artista, ela buscou um diferencial. “Bom, era um DVD que precisava registrar músicas ainda não registradas em imagem. Essa era uma prioridade! Muitos artistas tem para cada disco, um DVD. Esse era apenas o meu segundo e já com cinco discos de carreira autoral!”, explica a cantora. Neste contexto entraram, então, sucessos de várias fases de sua carreira, como "Vermelho", "Ainda Bem", "Não Me Deixe Só", "Ai Ai Ai", "Baú", "Boa Sorte" e "Segue o Som" – faixa-título de seu último CD de inéditas, de 2014 -; e três regravações: “Impossível Acreditar Que Perdi Você” (de Márcio Greyck e Cobel), “Vá Pro Inferno Com Seu Amor” (composta por Mineirinho e gravada pela dupla Milionário e José Rico) e “Mágoas De Caboclo” (de autoria de J. Cascata e Leonel Azevedo, e gravada por Orlando Silva). O projeto tem ainda quatro novas canções autorais, "Caixinha de Música", "Orgulho e Nada Mais", "Gente Feliz" e “É tudo o que eu quero ter”, sendo as duas últimas em parceria com o BaianaSystem e Felguk, respectivamente. “Felguk fez a parceria nos arranjos eletrônicos de uma música minha. Gosto muito do que eles fizeram. Danço com eles. Baiana veio depois e é uma explosão. Gosto da força musical deles, do eletrônico junto ao folclórico, com as letras necessárias, a doçura dos meninos nada injetados na capacidade que o mercado tem de tentar nos colocar, etc.”, elogia Vanessa da Mata. “Felguk foi apresentado por meu empresário. Baiana foi enquanto eu me maquiava em um festival onde eles estavam tocando, me preparando para entrar logo depois, prestei atenção e fui ficando impressionada com a força musical deles! Feliz pela aparição de artistas assim”, conta a cantora.

 

Confira o vídeo oficial do encontro de Vanessa com o BaianaSystem em "Gente Felis":

 

Na canção inédita, “Caixinha de Música”, Vanessa da Mata retoma com força a veia poética,  transportando o público àquele lugar de aconchego e proteção usado por ela para descrever o novo projeto. “Um segundo / Foi o que precisou / Pra mudar como eu estava / Eu já não queria amar mais / Voltei a cantar”: em alguns versos, a artista canta um amor redentor e a beleza das relações humanas, mesmo em um momento de polarizações e violência no Brasil e no mundo. “Esse amor guardado nesse silêncio precisa estar vivo. Acho que é uma essência de todos nós e depende dele termos paz, quietude e um contato com um encantamento mais puro, sem estratégia de mercado, desilusões, facebooks, distorções. É o que nos causa encantamento pra viver e precisa estar puro, guardado para quando precisamos e buscamos! Nos encantarmos pela vida e com nós mesmos é fundamental!”, avalia a compositora.

 

Por outro lado, dentro deste mesmo trabalho, Vanessa da Mata faz uma leitura bem crítica sobre a contemporaneidade. “Pois é. ‘Mágoas de caboclo’ invoca o cuidado com o outro no dizer não. Mostrando a ele que nada é pessoal e aquele ‘fora’ não tem nada a ver com gostar ou não daquela pessoa. ‘Orgulho e nada mais’ tem a ver com a era de não termos o cuidado com o outro! Dar o ‘fora’ querendo que o outro se curve, numa eterna autoafirmação pessoal, tentando fugas de um ser humano egocêntrico mal estruturado que busca na tristeza do outro o fortalecimento próprio e não percebe que o defeito de não se garantir está nele! O cuidado com o outro está cada vez mais largado”, declara a cantora. “O importante é o self service da boa foto falsa autoafirmativa vendendo o vencedor permanente que não existe”, ironiza. 

 

Em "Caixinha de Música", Vanessa canta um novo amor:

 

Exceto as canções inéditas gravadas no “Caixinha de Música”, as últimas composições próprias de Vanessa saíram no livro “A Filha das Flores”, de 2013, e no disco “Segue o Som”, de 2014. Mesmo assim, ela, que diz estar cada vez mais convencida de que é de trabalhos autorais, revela estar disfrutando o papel de intérprete. “Funcionar em histórias alheias me fez me divertir e passear em mundos diferentes, letras, histórias, percepções”, avalia. O público, no entanto, pode aguardar, porque a Vanessa da Mata compositora segue mais viva do que nunca. “Já tenho ideias e muitas melodias! Não sei se esse ano, pois minhas turnês são de geralmente dois anos, mas quem sabe daqui a pouco teremos novidades em disco e ou livro? Acho que sim!”, diz a artista, mantendo um ar de mistério. 

 

SERVIÇO
O QUÊ:
Vanessa da Mata - Caixinha da Música
QUANDO: Sexta-feira, 25 de maio, às 21h
ONDE: Teatro Castro Alves – Sala principal – Salvador (BA)
VALOR: A a P - R$ 150 (inteira) e R$ 75 (meia) | Q a Z6 - R$ 120 (inteira) e R$ 60 (meia) | Z7 a Z1 - R$ 90 (inteira) e R$ 45 (meia)

'Trago Seu Amor de Volta' destaca importância de parcerias no atual cenário do país
Foto: Divulgação / Marcelo - Além do Ter

O coletivo OliberatØ anunciou em suas redes sociais, nesta semana, a mudança do seu nome para "Trago Seu Amor de Volta". O grupo, que está junto há 4 anos e ganhou o prêmio de melhor banda do Festival de Música Universitária de Salvador (Musa) em 2016, realiza nesta sexta-feira (25), no Portela Café, às 22h, um evento para oficializar a troca do nome. Em conversa com o Bahia Notícias, o grupo formado por Cezar Araújo - bateria, Daniel Santos - baixo, Igor Liberato - voz e guitarra, Jorge Victor Lima - teclado, Lomanto Oliveira - percussão e Cristina Ribeiro - produção, contou que a decisão foi tomada após o grupo perceber certo incômodo por ser conhecido pelo sobrenome do vocalista. Segundo Jorge Victor, a intenção do coletivo agora é assumir uma nova identidade visual juntamente com novos integrantes. O grupo realizou no ano passado três edições do Festival Todas as Cores, que tem como intuito atender além do seu público usual, pessoas mais jovens que se interessam pelo grupo. A iniciativa, inclusive, deve se repetir com outras edição do festival em 2018.  

 


Festival Todas as Cores | Foto: Divulgação / Marcelo - Além do Ter

 

"Trago Seu Amor de Volta", enquanto OliberatØ, divulgou algumas canções entre o final do ano passado e o início deste ano como “Coisas Inúteis”, “Céu do Som”, “Universo de Amor”, entre outras. Com relação a essas músicas, Igor Liberato disse que a partir do momento em que elas foram disponibilizadas, eles iriam poder começar o novo projeto de uma maneira diferente, mas não pensam em descartá-las. “Essas músicas que foram lançadas já estavam gravadas há um tempo e a gente resolveu soltar as que estavam acumuladas para o público poder ter e ouvir na internet, e para a gente poder começar o outro projeto de outra forma. Mas as músicas que a gente estava fazendo durante esse tempo estão aí, e a gente pode trabalhar elas quando bem quiser, não serão músicas que serão apagadas”.

 

A partir da nova identidade que o coletivo está assumindo, Lomanto Oliveira comemorou as possibilidades de parcerias em novas músicas. “Com certeza a gente pretende gravar música com outros parceiros, outros artistas, inclusive gravamos uma música agora com Illy, e vamos lançar como próxima música”, ressalta. Além disso, o percussionista falou sobre a relevância dos artistas apoiarem os projetos uns dos outros: “No período artístico e político que é muito delicado para o país, é muito importante a gente estar cercado de parceiros, está trabalhando sempre o coletivo, um promovendo o outro, e assim a gente cria uma biosfera em que todo mundo sai ganhando. Então essa coletividade é muito importante para o nosso trabalho hoje”.  Ainda falando sobre outros artistas, para o evento desta sexta-feira, o coletivo convidou as bandas Flerte Flamingo, Rubatosis, Mondaze e o cantor Filipe Lorenzo para participarem durante o show. A produtora Cristina Ribeiro contou ao BN que a festa, que leva o mesmo nome atual do grupo, está sendo realizada para comemorar a música em geral: “A participação dos artistas vai funcionar no decorrer do show. Porque o que queremos é fazer uma grande confraternização com bandas que temos uma identificação sonora e admiração pelo trabalho também. Inclusive com a Rubatosis que fez parte de uma das edições do Festival Todas As Cores. Nós queremos fazer justamente isso, celebrar a música”. “No final é todo mundo junto”, complementou a produtora.

 


Foto: Reprodução / Instagram 

 

César Araújo, baterista do "Trago Seu Amor de Volta", contou que o grupo, que traz em suas composições autorais o reggae, a MPB, o rock e o pop de uma forma descontraída, decidiu que iria mudar o seu som em janeiro e desde lá estão realizando esse processo. “Nós como músicos sempre estamos na busca de algo. Acho que com OliberatØ também não foi muito diferente disso. A gente estava na busca de se assumir como um movimento, não só como uma banda. E o que é importante disso tudo, é que a gente nesse processo entrou em estúdio e falou: ‘vamos tirar o novo trabalho’, e após o Carnaval, precisamente, a gente teve muitas reuniões”, relata. Sobre o show que contará com a abertura da dupla de DJs Ferloma, o baterista disse que o público pode esperar um repertório muito diferente do que o OliberatØ apresentava: “É uma proposta nova, são basicamente sentimentos. Porque os sentimentos se faz de um acúmulo de observações ao longo do tempo, e na nossa opinião a gente está curtindo muito esse repertório. Estamos muito felizes em poder apresentá-lo e eu espero que a galera também sinta isso.  E vamos ver, sexta-feira a gente vai botar para descer”. 

 

SERVIÇO
O QUÊ:
Trago Seu Amor de Volta
QUANDO: Sexta-feira, 25 de maio, às 22h
ONDE: Portela Café
VALOR: R$ 15 sympla ou com nome na lista e R$ 20 na porta

Quinta, 24 de Maio de 2018 - 20:00

Cineasta Harvey Weinstein pode se entregar à polícia

Cineasta Harvey Weinstein pode se entregar à polícia
Foto: Reprodução / Instagram

Após ser denunciado por mais de 60 mulheres, Harvey Weinstein deve se entregar à polícia nesta sexta-feira (25), de acordo com o The New York Times. A decisão do produtor de cinema foi veiculada depois de ter sido acusado formalmente pela Justiça norte-americana referente aos casos de abuso sexual. 

 

O escândalo surgiu no final de 2017 e motivou a criação do #MeToo. O movimento levou atrizes, cineastas, produtoras e outras profissionais da área relatarem à imprensa que foram assediadas pelo cineasta.

 

Após as denúncias, o produtor foi demitido da própria empresa e expulso das academias que participava, como o Oscar e o BAFTA. Dentre as 60 vítimas que denunciaram, estão as atrizes Angelina Jolie, Gwyneth Paltrow, Cara Delevigne, Lea Seydoux e Alice Evans.

Quinta, 24 de Maio de 2018 - 17:00

Frida Kahlo ganha exposição virtual em plataforma do Google

por Estadão Conteúdo

Frida Kahlo ganha exposição virtual em plataforma do Google
Foto: Reprodução / Pinterest

A pintora mexicana Frida Kahlo é tema de uma exposição gigantesca, que reúne mais de 800 peças, entre obras, imagens, cartas e retratos. A mostra, porém, não é em algum museu ou galeria, e sim na plataforma digital "Google Arts & Culture", voltada para o mundo das artes.

Ao todo, o Google contou com mais de 30 parceiros para montar a exposição, que conta com obras de arte e peças raras da pintora mexicana. Entre as obras de coleções particulares, que raramente vão à público, está "View of New York", em que Kahlo desenhou o que via pela janela do Barbizon Plaza Hotel, em 1932.

Dentro da mostra, é possível visitar cinco lugares virtualmente por meio da ferramenta "Street View", além de ver 20 obras com tecnologia de super alta definição, que permite enxergar detalhes que passariam despercebidos a olho nu. Um exemplo é a obra "Autorretrato" dedicada a Leon Trotsky, em que é possível ver uma carta de Frida escondida na obra.


Para a exposição, a artista Alexa Meade, a cantora Ely Guerra e a fotógrafa Cristina Kahlo, sobrinha-neta da pintora, desenvolveram uma seção chamada "Frida e Eu", que mostra a importância da artista nas artes mexicanas, como música e fotografia, até os dias de hoje.

A mostra virtual está disponível no site do Google Arts & Culture.

Nova animação de criador de 'Os Simpsons' estreia em agosto na Netflix
Foto: Divulgação / Netflix

Os Simpsons é a animação com mais tempo na TV - já são mais de 20 anos - e, com tamanho sucesso, o criador Matt Groening não arriscou em outros projetos. Até agora. Na última quarta-feira, 23, sua nova animação ganhou data de estreia. No Twitter, foi apresentado um pouco dos personagens de Disenchantment, série que vai estrear com exclusividade na Netflix no dia 17 de agosto. A animação tem uma temática de fantasia medieval e será uma comédia, inicialmente com dez episódios. Disenchantment vai mostrar as aventuras de Bean, "uma jovem princesa alcoólatra, seu elfo chamado Elfo e sua 'demônia' pessoal Luci". Em sua jornada, o trio encontra "ogros, espíritos, trolls, harpias, diabinhos e muitos tolos humanos. Será sobre vida e morte, amor e sexo, e como manter-se rindo em um mundo cheio de sofrimento e idiotas, apesar do que os magos e sábios e outros idiotas falam pra você", Groening disse em um comunicado no ano passado.

 

Ronei Jorge faz show de lançamento de CD solo com participação de Moreno Veloso
Foto: Natália Arjones / Divulgação

O canto e compositor baiano Ronei Jorge faz show de lançamento de seu primeiro disco solo, “Entrevista”, no dia 13 de junho, a partir das 20h, no Teatro Sesc-Senac Pelourinho. A apresentação contará com a participação especial de Moreno Veloso, que também deu contribuições no disco, que conta com 10 faixas inéditas e autorais.  “É uma ideia que venho amadurecendo há um tempo, desde o fim da Ladrões de Bicicleta”, explica o artista, em referência ao Ronei Jorge e Os Ladrões de Bicicleta, grupo liderado por ele entre 2003 e 2010. “É um trabalho que se desdobra a partir do que eu muito vinha revirando e ouvindo. As vozes femininas presentes em trabalhos de Tom Jobim, Arrigo Barnabé, Itamar Assumpção e Caetano Veloso acabaram por ser inspiração para um desejo novo. Vem dessas vozes o ponto de partida estético, assim como a influência mineira e a brasilidade passível de ser colocada no rock”, descreve Ronei Jorge. 

 

SERVIÇO
O QUÊ:
Ronei Jorge - Show de lançamento do disco “Entrevista”
QUANDO: Quarta-feira, 13 de junho, às 20h
ONDE: Teatro do Sesc-Senac Pelourinho – Salvador (BA)
VALOR: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)

Quinta, 24 de Maio de 2018 - 14:00

Giro: Cardápio Amor e Solidariedade

por Adriana Barreto e Cris Montenegro

Giro: Cardápio Amor e Solidariedade
Edinho Engel/Foto: Uran Rodrigues

“Nunca foi tão gostoso ajudar!”. Esse é o slogan da ação que celebra a parceria entre a Apae Salvador e o restaurante Amado. Em virtude das comemorações dos 50 anos da Associação, com o Cardápio Amor & Solidariedade, os clientes que desejam ajudar a Apae Salvador podem doar o valor de R$5,00 na sua conta até o dia 10 de junho e ajudar milhares de pessoas com deficiência intelectual. (Por Cris Montenegro)

 

Quinta, 24 de Maio de 2018 - 13:50

Por causa de auditoria do TCU, Ancine pode paralisar distribuição de verba

por Fábio Grellet | Estadão Conteúdo

Por causa de auditoria do TCU, Ancine pode paralisar distribuição de verba
Foto: Divulgação

Três meses após anunciar investimentos de R$ 1,2 bilhão em filmes e outras obras audiovisuais por meio do Programa Audiovisual Gera Futuro, que distribuirá verbas do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), a Agência Nacional de Cinema (Ancine) enfrenta uma ameaça de paralisação na aplicação da verba. Responsável por auditar anualmente as contas da Ancine, o Tribunal de Contas da União (TCU) acusa a agência reguladora de, em anos anteriores, ter aplicado, sem nenhum controle, mais de R$ 1 bilhão com a mesma finalidade. Por isso, iniciou procedimento administrativo para analisar se a Ancine terá condições de controlar o investimento de 2018 que, para o TCU, pode ter caráter eleitoreiro. Se considerar a agência incapaz de controlar esses gastos, nas próximas semanas poderá suspendê-los. A medida paralisaria cerca de 50 produções em andamento e afetaria outras 250 que poderiam começar a ser desenvolvidas.

Uma das principais atribuições da Ancine é administrar o Fundo Setorial do Audiovisual (FSA). Seu valor em 2018, R$ 1,2 bilhão, é recorde, alcançado porque parte da verba de 2017 foi congelada e somou aos valores deste ano. Esse dinheiro é investido na produção de diversos produtos audiovisuais, principalmente filmes, séries e programas de TV. Também é aplicado na construção e reforma de salas de cinema. Quem recebe os investimentos precisa prestar contas da sua aplicação, e cabe à Ancine cobrar e analisar essas contas. Ao analisar as contas de 2016 da Ancine, uma auditoria concluída em 2017 pelo ministro do TCU Marcos Bemquerer Costa identificou 20 problemas que deveriam ser corrigidos. Os mais graves eram demoras excessivas para analisar projetos e processos externos e para resolver questões internas. Apesar das ressalvas, o TCU não interveio na administração da Ancine.

O TCU já concluiu a análise das contas de 2017 da Ancine. As ressalvas permaneceram. Desta vez, no entanto, a Secretaria de Controle Externo no Rio de Janeiro (órgão que representa o TCU no Estado) propôs que as verbas do FSA fossem bloqueadas. Segundo a auditoria, entre 2008 e 2016, a Ancine distribuiu mais de R$ 1 bilhão do FSA a cerca de 1.500 projetos. Centenas foram concluídos, mas nenhum teve a prestação de contas analisada. Segundo relato do ministro do TCU André Luís de Carvalho, em 2015 a agência instituiu uma metodologia de análise por amostragem - Ancine+Simples - que submete apenas 5% dos projetos ao detalhamento considerado adequado pelo tribunal. Com essa facilidade, em 2016 foram analisadas 118 prestações de contas de projetos fomentados com outras verbas da Ancine (que não do FSA). No início de 2017, havia 1.816 prestações aguardando análise, mas, ao longo do ano, só 175 foram submetidas a apreciação.

A Secretaria de Controle Externo no Rio propôs que todas as contas aprovadas com base nos critérios de 2015 fossem analisadas novamente. A Ancine argumenta que essa metodologia foi submetida e aprovada pela Controladoria Geral da União e pelo próprio TCU, que relatou condutas que considerou suspeitas, como pagamentos feitos por uma empresa a outra que tem os mesmos sócios e endereço idêntico. O órgão também criticou o momento em que o investimento para 2018 foi anunciado. "Chama a atenção o fato de o lançamento do Programa Audiovisual Gera Futuro, com previsão de aporte de R$ 1,2 bilhão ainda este ano, (...) ocorrer em pleno ano eleitoral e, para perplexidade, em um cenário de grave crise fiscal que aflige o País, no qual carecem recursos para as funções de governo mais básicas, como a saúde, a educação e a segurança públicas. Tampouco se tem destinado recursos desta monta para (...) estratégias de segurança no Estado do Rio de Janeiro, ainda que na circunstância de intervenção da União", escreveu o ministro Carvalho, relator do caso, no despacho de 2 de maio em que dá sequência à investigação sobre a Ancine.


A Ancine já apresentou sua primeira resposta à essa análise do TCU. O órgão admitiu falhas no controle dos investimentos, mas alegou que já havia feito esse diagnóstico e que trabalha para melhorar o sistema de prestação de contas. A principal iniciativa é uma parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para adaptar às especificidades da Ancine um sistema eletrônico já utilizado pelo banco para controlar os financiamentos. A Ancine pede que o pedido de bloqueio das contas seja substituído por um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), documento usualmente firmado para estabelecer medidas a serem cumpridas em prazo determinado, sob pena de adoção de medidas mais graves. Neste caso, a Ancine se comprometeria a melhorar o controle das prestações de contas. Se não cumprisse o plano no prazo a ser definido, ocorreria o bloqueio das contas do FSA.

Nos próximos dias, a Ancine deve apresentar mais uma resposta, que será analisada pela Secretaria de Controle Externo do TCU no Rio de Janeiro. Caso aceite as alegações da Ancine, a secretaria pode, por iniciativa própria, retirar o pedido de bloqueio das contas do FSA. Se não considerá-las suficientes, a unidade estadual do TCU manterá o pedido de bloqueio, que voltaráà análise do ministro Carvalho. Caberá a ele, como relator do processo, decidir se o FSA será ou não bloqueado. A decisão tem efeito imediato, embora possa ser cassada judicialmente. As verbas do FSA permaneceriam bloqueadas até que terminassem de ser analisadas todas as prestações de contas pendentes. Isso poderia demorar dois anos, segundo estimam técnicos do setor. Nesse período, ficaria bloqueada a verba de R$ 1,2 bilhão destinada a projetos que devem começar em 2018 e cerca de R$ 1 bilhão em produções ou iniciativas (a reforma de salas, por exemplo) já em andamento. Entre os projetos já iniciados, estão cerca de 50 filmes, séries ou programas de TV. Calculando que cada produção empregue cerca de 100 pessoas, o número de desempregados deve chegar a 5 mil, em um cálculo hipotético.

Morgan Freeman é acusado de assédio sexual e conduta inapropriada por 16 mulheres
Foto: Divulgação

Aos 80 anos, o ator Morgan Freeman foi acusado de assédio sexual e de "comportamento inapropriado" por 16 mulheres. As denúncias foram feiras em entrevista à CNN, que publicou o conteúdo das declarações nesta quinta-feira (24), em seu site. Um dos casos relatados é o de uma assistente de produção que, em 2015, trabalhou no filme "Despedida em grande estilo" (2017), estrelado por Freeman, Michael Caine e Alan Arkin. Segundo a mulher, em um dos incidentes Morgan Freeman "ficou tentando levantar minha saia e perguntando se eu estava usando calcinha". A jovem, no entanto, diz que apesar do assédio, ele não chegou a conseguir o que pretendia. "Alan [Arkin] fez um comentário pedindo que ele [Freeman] parasse. Morgan ficou apavorado e não sabia o que dizer", contou a assistente. 

Grupo baiano comemora 10 anos com leitura inspirada na biografia de Pagu
Foto: Jande Marques / Divulgação

Celebrando seus dez anos de trajetóia, o grupo de teatro baiano A Panacéia fará uma leitura musicada inspirada na biografia de Patrícia Galvão, a Pagu, nesta quinta-feira (24), às 19h e no domingo (27), às 17h, na Casa Preta, situada no bairro de Dois de Julho, em Salvador. O experimento “EU PAGU” faz um recorte da vida de Pagu até os vinte e cinco anos, período em que militou pelo Partido Comunista, foi casada com Oswald de Andrade e esteve envolvida nas revoluções artísticas e movimentos políticos que movimentaram o país nos anos 1930. Em cena, as atrizes Ana Luisa Fidalgo, Camila Guilera, Larissa Lacerda e Lílith Marques se unem às instrumentistas Tatiana Trad e Laura Franco para abordar a relação de Pagu com a militância, a maternidade, com os homens, a intelectualidade e com a escrita. A leitura musical será ainda entremeada por canções de Jadsa Castro, Larissa Lacerda e Sandra Simões.

Nascido em 2008, A Panacéia é um grupo de teatro composto por criadoras-pesquisadoras, que tem as mulheres como foco da cena e das discussões. Elas realizam uma ampla gama de atividades em produção, pesquisa e difusão das artes cênicas, tais como criação e circulação de espetáculos, apresentações artísticas, debates, oficinas, publicações virtuais e organização de eventos. 

 

SERVIÇO
O QUÊ:
EU PAGU – leitura musicada inspirada na biografia de Patrícia Galvão
QUANDO: Quinta-feira, 24 de maio, às 19h
ONDE: Casa Preta - Dois de Julho – Salvador (BA)
VALOR: Pague quanto puder

Obra dos Racionais MC´s entra para lista obrigatória de leitura em vestibular da Unicamp
Foto: Divulgação

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), que é uma da instituições de ensino do país com mais prestígio, incluiu o disco "Sobrevivendo no Inferno",  dos Racionais MC´s, na lista de leitura obrigatória para o vestibular de 2020. A iniciativa é um marco na história da universidade, já que é a primeira vez que um disco de música é recomendado para o processo seletivo. De acordo com informações do Uol, o grupo figura na categoria de “Poesia”, ao lado de sonetos de Luís de Camões e o livro "A Teus Pés", da poetisa carioca Ana Cristina Cesar, que integravam o programa de 2019. Para a Unicamp, as obras expressam "diferentes gêneros e extensões, de autores das literaturas brasileira e portuguesa" e "possuem relevância estética, cultural e pedagógica para a formação dos estudantes do ensino médio". Os Racionais MC´s, por sua vez, comemoraram o reconhecimento do trabalho, e um dos integrantes, o DJ KL Jay, afirmou que 'Sobrevivendo no Inferno' é um ótimo livro de história”.

'Se beneficia é quem prega o medo', diz produtor de show cancelado por Gil em Israel
Foto: Divulgação

O brasileiro Daniel Ring, produtor do show que Gilberto Gil realizaria em Tel Aviv, Israel, pediu que o músico baiano reconsidere a decisão de cancelar a apresentação (clique aqui e saiba mais). “Não sei se foi um boicote, mas quem se beneficia com o cancelamento são setores que pregam o medo e que se mantêm no poder com essa estratégia”, escreveu ele, por meio das redes sociais. "O sentimento geral de todos é o de apreensão, porque Israel está atravessando um momento delicado", informou a produção de Gil, para justificar o cancelamento da apresentação. A decisão ocorre pouco tempo após o Exército israelense matar cerca de 60 palestinos durante protestos na faixa de Gaza. Há mais de 11 anos vivendo em Israel, o Daniel Ring questionou o argumento, em entrevista à Folha de S. Paulo. "Se fosse assim, teria de boicotar também o Brasil, pela situação política e de desrespeito aos direitos humanos. Teria de boicotar os EUA, a Venezuela, Cuba", contestou o produtor, que disse ter tomado conhecimento do cancelamento pela imprensa. Destacando seu respeito e admiração, ele fez ainda um apelo final a Gilberto Gil: “Há uns 20 anos meu pai me colocou pra ouvir o disco 'Expresso 2222'. Em uma das músicas você diz assim: 'O sonho acabou/ Quem não dormiu no sleeping bag nem sequer sonhou'. Peço que reconsidere a decisão. Até lá, vou dormindo no sleeping bag...”.

Quinta, 24 de Maio de 2018 - 09:50

Ariana Grande responde a fã que a criticou por terminar com Mac Miller

por Estadão Conteúdo

Ariana Grande responde a fã que a criticou por terminar com Mac Miller
Foto: Reprodução / Instagram

No início deste mês, veio à tona a notícia de que Ariana Grande e Mac Miller terminaram o namoro, o que deixou alguns fãs do casal chateados. Um exemplo foi um usuário do Twitter, que disse ter ficado decepcionado com a cantora por terminar com alguém que fez um álbum totalmente dedicado à ela, e ainda insinuou que ela estaria com outro. "Saber que Ariana Grande o largou por outro cara depois que ele abriu seu coração em um álbum de dez músicas para ela chamado The Divine Feminine de 2016 é a coisa mais triste que aconteceu em Hollywood", tuitou ele. 

 

Para sua surpresa, a cantora viu a mensagem e fez questão de responder, com um grande sermão sobre mulheres que se mantém em relacionamentos ruins por medo do que os outros vão pensar. "É absurdo você minimizar o próprio respeito e valor feminino ao dizer que alguém deveria ficar em um relacionamento tóxico porque ele escreveu um álbum sobre ela, o que não é o caso, inclusive (apenas Cinderella é sobre mim). Eu não sou uma babá ou uma mãe e nenhuma mulher deveria sentir como se tivesse que ser", disse Ariana na nota. "Eu sempre me preocupei com ele e tentei apoiar sua sobriedade e orei para que ele ficasse melhor por anos (e sempre irei, é claro), mas envergonhar/culpar uma mulher pela incapacidade de um homem de lidar com suas questões é um problema muito maior. Vamos, por favor, parar de fazer isso. É claro que eu não compartilhei o quão difícil e assustador foi enquanto estava acontecendo, mas foi. Eu vou continuar a orar, do fundo do meu coração, que ele resolva tudo e que qualquer outra mulher nesta posição faça o mesmo", concluiu a cantora. Posteriormente, o usuário que publicou o tuíte pediu desculpas para a cantora. "Minhas sinceras desculpas, Ariana", ao que ela respondeu: "Obrigada por me ouvir, eu aprecio muito sua resposta. Eu te envio amor".

Quinta, 24 de Maio de 2018 - 09:00

Giro: Evento Multitemático

por Adriana Barreto e Cris Montenegro

Giro:  Evento Multitemático
Rafael Dantas e Luana Rebouças | Foto: Divulgação

Faltando menos de 20 dias para o início da Copa do Mundo, a EcoSquare sai na frente e promove neste sábado, dia 26, seu primeiro evento multitemático – misturando moda, música, gastronomia e futebol. Segundo os sócios da 1ª vila de containers de Salvador, os jovens empreendedores Rafael Dantas e Luana Rebouças, a proposta é reunir todas as tribos para curtir uma programação variada nesse descolado espaço de entretenimento no Rio Vermelho.  E a tarde já começa animada com a transmissão da final da Liga dos Campeões da Europa, com a aguardada disputa entre os times do Real Madrid e Liverpool, exibida a partir das 14h, ao vivo. No intervalo e depois do jogo, os clientes poderão conhecer uma coleção de t-shirts exclusivas, todas voltadas para torcer para o Brasil na Copa e criadas pela marca baiana Every – que montou uma pop up store especialmente para esse evento da Ecosquare. Completando o agito, a partir das 18h vai rolar muita música nas pick-ups da Kombisoul. De dentro de uma Kombi estacionada no local, o DJ Daniel Preto vai soltar suas playlists para divertir a galera até altas horas. E mais: todas as sete operações que compõem a Vila de Containers Ecosquare estarão em funcionamento: a Muu Hamburgueria, o GinBar, o Modera Brechó, o América Pub, o Açaí Loko & Salads, a (Bar)bearia e o Teca Café by Tereza Varjão. A entrada é gratuita. Mais detalhes no Instagram @ecosquareoficial (por Adriana Barreto)

Quinta, 24 de Maio de 2018 - 09:00

Giro: Aládio Marques muda o nome de sua marca e aparece no figurino de novela

por Adriana Barreto e Cris Montenegro

Giro: Aládio Marques muda o nome de sua marca e aparece no figurino de novela
Foto: Divulgação

O estilista Aládio Marques, founder e diretor criativo, realizou profundos estudos sobre o rumo que tomaria a sua marca homônima, e, com sua visão empreendedora, percebeu novas demandas do mercado consumidor, expandindo os horizontes da marca e criando uma nova label: bem mais diversificada e feita para atender um público ainda maior. A marca não apenas mudou de nome, ela passou para uma nova fase, uma renovação de conceitos, visão e valores. A brand que sempre foi símbolo de modelos exclusivos e autorais, conta agora com novas linhas deprodutos para atender a diversos segmentos.

Aládio veste o personagem Remy, de Vladimir Brichta

 

Batizada de AÉLE, a marca já nasce brilhando na novela Segundo Sol, vestindo alguns dos looks solares e estampados do personagem Remy – interpretado pelo ator baiano Vladimir Brichta. No efervescente mercado de moda, a AÉLE vai trabalhar com quatro linhas de produtos: a AÉLE Consciente, que vai prezar pelo consumo consciente em suas peças; a AÉLE Básico, que vai trabalhar roupas não tão básicas para o day by day; a AÉLE Like, que vai apostar nas tendências mundiais para sintetizar suas criações  finais; e a  AÉLE por Aládio Marques, que será a linha mais conceitual dentro deste novo universo. Outra novidade bacana é que a AÉLE vai contar também com acessórios exclusivos como bolsas, calçados e mochilas, incrementando o mix de escolhas independentes. (Por Cris Montenegro)

Frejat revela por que decidiu cantar ‘Ideologia’ pela 1ª vez: ‘Encanava com uma frase da letra’
Foto: Divulgação

Em carreira solo, o ex-Barão Vermelho Frejat incluiu em seus shows a música “Ideologia”, composta por ele em parceria com Cazuza. Em entrevista à revista Rolling Stone Brasil, o músico revelou o motivo de cantar a canção pela primeira vez na nova turnê “Tudo se Transforma”. “Nunca tinha tocado ao vivo, nunca tinha colocado no meu repertório até essa turnê. Na verdade, eu encanava com uma frase da letra – 'meus heróis morreram de overdose’ –, mas consegui resolver agora. Não tenho heróis, então como eu vou cantar que ‘meus heróis morreram de overdose’?”, explica Frejat. Para solucionar o entrave ele faz uma pequena alteração. “Consegui resolver cantando ‘seus heróis’, fazendo analogia com ‘o garoto que queria mudar o mundo’. Eu não tenho heróis, não tenho relação de idolatria com ninguém. Mesmo as pessoas que eu mais admiro – seja na área humana, na história da civilização, ou na música, os guitarristas que adoro –, não tenho relação de idolatria com nenhum deles”, diz o músico. “O Cazuza, sim, ele tinha essa relação de idolatria, então ele se sentia muito à vontade de cantar”, revela o artista, contando que ficou em paz após resolver a questão da leta. “Já eu tive que ficar achando uma maneira de encaixar. Mas, agora que encontrei essa solução, estou tranquilão, posso cantar [essa música] pelo resto da vida [risos]”, conclui.

Encerram nesta sexta inscrições para edição especial do #OcupeSeuEspaço em Conquista
Foto: Divulgação

Encerram nesta sexta-feira (25) as inscrições para a edição especial ReConquista do Ocupe Seu Espaço, direcionado para a ocupação de pautas artístico-culturais no Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima, em Vitória da Conquista. Podem participar projetos de variadas linguagens artísticas, como teatro, circo, música, dança, artes visuais, artesanato, literatura, audiovisual, videomapping, performances, discotecagem, culturas digitais, economia criativa, culturas populares, culturas identitárias, formação artística e/ou cultural. Voltado para artistas e produtores de todo país, a convocatória tem inscrições online (clique aqui). Os selecionados farão a ocupação do Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima entre 12 de junho a 31 de julho de 2018.

Quarta, 23 de Maio de 2018 - 20:50

Christina Aguilera e Demi Lovato lançam clipe da música 'Fall In Line'

por Estadão Conteúdo

Christina Aguilera e Demi Lovato lançam clipe da música 'Fall In Line'
Foto: Divulgação

As cantoras Christina Aguilera e Demi Lovato publicaram nesta quarta-feira, 23, o clipe de Fall In Line, primeiro encontro musical entre as duas. A música, que já havia sido apresentada no último domingo, ao vivo, na premiação Billboard Music Awards, ganhou um vídeo em que as cantoras aparecem como duas vítimas que se rebelam contra um sistema opressor masculino. Fall In Line fará parte do próximo álbum de Christina Aguilera, Liberation, o primeiro da cantora desde Lotus (2012). O lançamento do disco está marcado para o dia 15 de junho.

 

 

Quarta, 23 de Maio de 2018 - 19:50

Castello Branco e Phill Veras se apresentam juntos em Salvador

por Lara Teixeira

Castello Branco e Phill Veras se apresentam juntos em Salvador
Foto: Reprodução / Facebook

O Teatro Jorge Amado irá receber dois artistas da nova geração do cenário musical nacional, o carioca Castello Branco e o maranhense Phill Veras, no dia 3 de junho, às 19h. Somando a força das duas vozes que encantam o público com seus violões, a dupla irá apresentar obras musicais dos seus álbuns.  Os dois artistas já possuem fãs por todo o Brasil e também pela Europa. Os ingressos custam R$ 60 a inteira e R$ 30 a meia entrada, e a classificação do show é de 16 anos.

 

SERVIÇO
O QUÊ: Show de Castello Branco e Phill Veras em Salvador
QUANDO: Domingo, 3 de junho, às 19h
ONDE: Teatro Jorge Amado, Av. Manoel Dias da Silva, Pituba, Salvador - BA
VALOR: R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia)

Ian McKellen já perdeu papel por ser gay: ‘Homens gays não existem para Hollywood’
Foto: Divulgação

O ator Ian McKellen irá participar de um documentário no qual estarão presentes temas delicados. Em entrevista à “Time Out”, o ator falou sobre “McKellen: Playing the Part”, dirigido por Joe Stephenson, e além disso, falou sobre como revelou ser homossexual. “Harold Pinter me queria em um filme de 1983, “Betrayal”, e ele me levou para conhecer o produtor, Sam Spiegel. Quando fui ao seu escritório, eu acabei comentando que ia para Nova York. Ele disse: ‘Vai levar a família’. Eu respondi: ‘Não tenho família, sou gay’. Acho que foi a primeira vez que admiti ser gay a alguém. Bem, eu estava fora do escritório em dois minutos”, relatou o ator. “Levou 25 anos para Pinter se desculpar por não se manter firme comigo. Mas jovens atores de Londres agora se revelam há anos. Este é o futuro”, disse Ian McKelley. O ator ainda foi questionado sobre o jovem Dumbledore não ser explicitamente gay no filme “Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald” e se ele achava que existem poucos papéis com personagens homossexuais. “Ele, não é? É uma pena. Bom, ninguém vê os filmes de Hollywood para comentários sociais, vê? Eles só agoram descobriram que há pessoas negras no mundo. Hollywood maltratou mulheres de todas as formas possíveis em sua história. Homens gays não existem (para Hollywood). ‘Deuses e Monstros’, eu acho, foi o início de Hollywood admitir que há gays, mesmo que metade de Hollywood seja gay”, criticou Ian McKelley. 

 

Biblioteca Central recebe encontro de jovens apreciadores da cultura coreana
Foto: Divulgação

A Biblioteca Central do Estado da Bahia (Bceb), irá receber o Kpop Meeting Bahia 2018 neste sábado (26), das 10h às 18h. O evento tem como intuito unir e integrar apreciadores da cultura, música pop, danças e costumes coreanos. A programação conta com apresentações de grupos de dança locais com coreografias de grupos musicais coreanos; sala de karaokê com temática coreana; espaço livre para dança onde o público pode selecionar as músicas que desejam. Além disso no evento irá ocorrer exposições de CDs, DVDs, pôsteres e outros produtos originais relacionados ao Kpop e à cultura do país; pequenos stands de vendas de produtos temáticos (bottons, pôsteres); aula introdutória da Língua coreana; comida; palestras; oficinas; entre outras programações ligadas ao tema.

 

SERVIÇO
O QUÊ: Kpop Meeting Bahia 2018
QUANDO: Sábado, 26 de maio, das 10h às 18h;
ONDE: Biblioteca Central do Estado da Bahia, Barris, Salvador-BA
VALOR: Gratuito

Música inédita sobre a Copa com trechos de Dinho, dos Mamonas Assassinas, é lançada
Foto: Divulgação

Uma música escrita por Dinho, dos Mamonas Assassinas, se torna canção inédita sobre a Copa do Mundo. Após 22 anos da sua morte, foi lançada nesta terça-feira a canção “Vai Aê”, com versos escritos por Dinho que foram encontrados em um sítio da família do mesmo. De acordo com informações do UOL, Jorge Santana, primo do vocalista dos Mamonas, é o responsável por gerir o legado e os projetos que levam o nome de Dinho. Em entrevista ao UOL, Santana informou que quando estava procurando materiais inéditos no sítio do cantor, para ajudar no roteiro do longa-metragem que está sendo produzido sobre os Mamonas, encontrou algumas anotações que poderiam render músicas inéditas. Entre elas, existia uma com o título “Futi” que se tornou a música “Vai Aê”, que foi uma composição de Ruy Brissac, que deu voz a Dinho no espetáculo “O Musical Mamonas”. “O Dinho era apaixonado por futebol, corintiano. Talvez não fosse uma música, mas achamos outras coisas anotadas com “Copa”, “1998”. Acho que ele faria algo para a Copa de 1998. E ele falava de futebol, mesmo no Mamonas, quando diz que o ‘o Brasil é tetracampeão’”, diz Santana ao site.

 

 

 

Espetáculo ‘O Cidadão de Papel’ faz duas apresentações no Espaço Cultural Alagados
Foto: Divulgação

O Espaço Cultural Alagados, em Salvador, receberá o espetáculo “O Cidadão de Papel” neste sábado (26) e domingo (27), às 18h. Inspirada no livro homônimo do jornalista Gilberto Dimenstein, a montagem encenada pelo grupo Novos Arteiros é composta por esquetes que buscam discutir questões fundamentais para o exercício da cidadania, como respeito, tolerância, direitos humanos, entre outros. O espetáculo, que tem classificação indicativa de 12 anos, foi criado a partir de um processo de formação nas áreas de teatro, música, mímica corporal dramática e cidadania, realizado com jovens de escolas públicas de Salvador. Os ingressos custam R$ 6 (inteira) e R$ 3 (meia).


SERVIÇO
O QUÊ:
Espetáculo “O Cidadão de Papel”
QUANDO: Sábado e domingo, 26 a 27 de maio, às 18h
ONDE: Espaço Cultural dos Alagados – Salvador (BA)
VALOR: R$ 6 (inteira) e R$ 3 (meia)

Histórico de Conteúdo