Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Cinemateca: Governo não quer responsabilidade por atestado dos bombeiros 
Foto: Divulgação

O governo Bolsonaro e o Ministério Público Federal (MPF) não ainda não chegaram a um consenso sobre a situação da Cinemateca Brasileira. 

 

De acordo com informações da coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo, durante audiência de conciliação com representantes da Secretaria Especial da Cultura (Secult) e o MPF, nesta quarta-feira (20), o governo federal se negou a assumir diretamente a responsabilidade pela obtenção do Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) do equipamento cultural. O documento em questão é obrigatório e atesta que os edifícios são seguros contra incêndio.

 

Ainda segundo a publicação, a União alega que a tarefa exigirá esforço técnico e burocrático e diz que a incumbência deve ser da organização que assumir a gestão do espaço. A assunto voltará a ser discutido em um próximo encontro entre governo federal, Secult e MPF.

 

Representantes da sociedade civil que estiveram presentes na audiência de quarta, relataram à coluna que alertaram sobre o risco de incêndios e lembraram do incidente que ocorreu em um depósito da Cinemateca em julho deste ano.

Histórico de Conteúdo