Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Justiça manda Eduardo Leite apagar vídeo que cita Chico Buarque e prevê multa de R$ 5 mil
Fotos: Divulgação

Após denúncia de Chico Buarque por uso indevido de sua imagem e seu nome em um vídeo de propaganda política (saiba mais), a Justiça do Rio de Janeiro determinou que o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, retire o material imediatamente das redes sociais.

 

De acordo com informações da coluna de Lauro Jardim, no jornal O Globo, a sentença é do juiz Fernando Rocha Lovisi, que estipulou ainda uma multa diária no valor de R$ 5 mil em caso de descumprimento.

 

Na propaganda postada nas redes sociais de Leite no dia 7 de setembro, o gaúcho defende que o país "precisa voltar para o centro" e deixar de lado "essa guerra aí de um lado contra o outro", em referência ao embate polarizado entre Lula e o presidente Jair Bolsonaro, que lideram as pesquisas eleitorais para a presidência no próximo pleito.

 

Em certo momento, Eduardo Leite cita Chico, junto com Sérgio Reis, sertanejo que convocou atos antidemocráticos em defesa de Bolsonaro. "Não precisamos pensar todos iguais para sermos todos o mesmo Brasil. Basta aceitar, respeitar, conversar com as nossas diferenças. Basta ver no Chico Buarque e no Sérgio Reis duas belezas musicais e não só duas escolhas políticas. Basta lembrar que nós, assim como eles, somos todos brasileiros", diz o governador do Rio Grande do Sul, que fala ainda de Caetano Veloso e Gilberto Gil no vídeo.

Histórico de Conteúdo