Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Sábado, 11 de Setembro de 2021 - 00:00

Curta gravado em Salvador representará o Brasil no Festival Audiovisual Mercosul

por Matheus Lens

Curta gravado em Salvador representará o Brasil no Festival Audiovisual Mercosul
Foto: Divulgação

O curta-metragem baiano “Quantos Mais?”,  gravado em Salvador, vai representar o Brasil na 25ª edição do Festival Internacional de Cinema Florianópolis Audiovisual Mercosul (FAM), que acontece de 23 a 29 de setembro, no formato virtual. A obra conta a história de um jovem que deseja montar um projeto social em sua comunidade para mudar a realidade das crianças, mas tem esse sonho interrompido.

 

O diretor Lucas de Jesus, natural de São Mateus (ES), conta que o roteiro do filme surgiu em 2020, durante as manifestações do movimento do Black Lives Matter (Vidas Negras Importam), que repercutiu após um policial branco assassinar George Floyd, um homem negro, ao ajoelhar em seu pescoço durante oito minutos e quarenta e seis segundos, na cidade de  Minneapolis (EUA) (relembre aqui). “Juntamente com toda sequência de violências e atrocidades que diariamente eram noticiadas, senti que precisava gritar de alguma forma nas telas, e assim surgiu o roteiro. O filme é totalmente construído em cima de notícias e fatos verídicos, nele está impresso toda uma camada de violência e opressão que nós negros sofremos diariamente. É mais que um filme, é um manifesto”, diz o diretor.

 

Nesse meio tempo de lançamento, o filme já passou por mais de 13 festivais nacionais e internacionais, totalizando sete países diferentes e conquistando os prêmios de: Melhor Filme no Bluez Dolphins, Short Film Festival, em Nova Déli (Índia); e Melhor Diretor no Best Istanbul Film Festival, em Istambul (Turquia). Além disso, já foi indicado em diversas categorias, dentre elas Melhor Roteiro, Melhor Ator e Melhor Mensagem Social. Desta vez a obra participa da Mostra Curtas do FAM 2021, que vai apresentar 10 curtas-metragens vindos de 10 países diferentes, indicados por alguns dos principais festivais latino-americanos.

 

 

Lucas conta que não soube conter a emoção quando recebeu a notícia através de uma ligação num sábado à noite da coordenadora de programação do festival, Marilha Naccari. “É muito gratificante quando você vê seu trabalho sendo reconhecido, e representar o Brasil nesta mostra competitiva em que participam no total 10 países e cada país só envia um representante. Mostra que a gente está no caminho certo do nosso fazer cinematográfico. Ver o cinema negro representar um país inteiro em um festival de tamanha longevidade e importância é, sem sombra de dúvidas, uma grande vitória. As expectativas para a competição são as melhores e a programação está ótima. Com certeza o Brasil estará bem representado”.

 

O elenco conta com os atores Wesley Guimarães , o Saci da série “Cidade Invisível”, da Netflix, Heraldo de Deus, Sérgio Laurentino, Andréia Fábia e Adili Pita. Sem nenhum tipo de financiamento de terceiros, “Quantos Mais?”  foi realizado de forma independente, com o auxílio do coletivo Sujeito Filmes e da produtora Cinemas Possíveis.

 

“Nosso maior desafio de produção foi o de gravar o filme em meio a uma pandemia e dar a garantia de segurança para todos. As locações foram em casa de amigos e familiares e ao ar livre, e todos os envolvidos diretamente no filme fizeram o teste para Covid-19 um dia antes das gravações presenciais, além de seguirmos os protocolos de segurança e corrermos pra gravar tudo em apenas dois dias”, conta Lucas.

 

Wesley Guimarães, que interpreta João, que foi indicado como Melhor Ator no 4º FestiCine Pedra Azul, relatou sobre o sucesso da iniciativa: “Fiquei bem feliz com a repercussão do nosso filme em vários festivais, ainda mais com a minha primeira indicação a melhor ator em um deles. É muito gratificante fazer parte desse filme que diz muita coisa que eu, Wesley, quero propagar pro mundo através do meu trabalho. E assim que li o roteiro, vi o João como uma grande oportunidade de fazer isso. Agora vendo o filme rodando o mundo, ganhando prêmios, sendo exibido pra tanta gente de vários lugares e culturas diferentes, eu posso dizer que a missão está caminhando para ser cumprida… Viva o cinema brasileiro!”.

 

Heraldo de Deus, que interpreta Miguel, também deu seu relato sobre os desdobramentos que o filme vem ganhando: “A sensação é de muita felicidade! Pra mim, que sou ator e co-produtor do curta, ver um trabalho viajando pelo mundo dá um sentimento de dever cumprido, principalmente quando a obra traz uma mensagem tão importante como a de 'Quantos Mais?'. Dá a certeza da potência do encontro e da construção coletiva. Que venha mais! Caminhos abertos!”.

 

Lucas de Jesus faz questão de ressaltar que foi graças à seleção no 25º FAM que o filme recebeu o convite direto para participar da 16ª edição do Festival de Cine Latino-americano de La Plata, na Argentina, no final de 2021.

 

“Quantos Mais?” abre a programação na quinta-feira (23), às 18h da 25ª edição do FAM. A programação completa está disponível no site www.famdetodos.com.br/programacao.

Histórico de Conteúdo