Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Congresso 'Frequências Preciosas' destaca artistas negras e afro-ameríndias
Foto: Divulgação

Entre os dias 26 e 28 de março, o Frequências Preciosas vai realizar seu 1º Congresso, que tem como foco principal cantoras e compositoras negras e afro-ameríndias. Em três dias de programação, com palestras e mesas-redondas abertas ao público, serão abordados assuntos ligados à gestão de carreira na música independente, entre outros temas que permeiam a ideia do projeto.

 

Idealizadora da ação, a cantora e produtora cultural Viviane Pitaya pontua que o encontro é oriundo da criação da Frequências Preciosas, plataforma de ações culturais que desenvolve um importante trabalho de mapeamento e divulgação de trabalhos musicais de cantoras e compositoras brasileiras da música independente. O congresso, assim, tem como missão dar visibilidade aos trabalhos e produção musical feitos por mulheres negras e afro-ameríndias que não são vistos e que não chegam ao grande público.

 

"Após desenvolver um projeto em parceria com outros artistas independentes, fiquei com vontade de pesquisar artistas como eu, negras, cantoras, compositoras, de outras cidades e de Salvador também, para saber como elas estavam fazendo para difundir sua arte. Daí surgiu o desejo de criar a plataforma e, agora, do congresso", resumiu. O Congresso Frequências Preciosas é contemplado por um dos prêmios da Fundação Gregório de Mattos (FGM), por meio da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, com recursos oriundos do governo federal.

 

Entre os participantes, nomes importantes do cenário cultural nacional como Dani Ribas, Cristhiane Faria, Dani Rodrigues, Ítala Herta, Thiago Felix, Indy Naise, Alex Pinto, entre outros. Além deles, o encontro tem como madrinha uma grande representante da música brasileira, que há anos conduz a carreira de forma independente, inspirando outras artistas: Margareth Menezes, cantora e compositora com mais de 30 anos de carreira e ícone do AfroPop.

 

Programação
A sequência de atividades será iniciada com a palestra da diretora da Sonar Cultural Consultoria e professora de música business, Dani Ribas, na próxima sexta-feira (26), às 10h, através da plataforma Zoom. Na ocaisão, será abordada a importância de dominar e conhecer os números no streaming e nas redes sociais para artistas independentes. A participação é gratuita e pode ser agendada por meio do link (clique aqui).

 

Às 15h do mesmo dia, a jornalista especializada em produção e gestão cultural Silvia Abreu e a multiartista Bia Nogueira são as convidadas da mesa redonda "Coletividade e o Mercado Cultural". Com mediação da produtora cultural Carol Morena, Silvia e Bia irão debater sobre a importância da coletividade nas produções culturais, como os coletivos dialogam com o mercado da música e os artistas independentes podem se fortalecer coletivamente, entre outros assuntos ligados à temática.

 

No sábado (27), a programação começa com Dani Rodrigues, diretora da Foco na Missão Produções e Merchandising, que fala sobre “Gestão de carreira para uma artista independente”, em momento mediado pela artista Iane Gonzaga. Às 15h, é a vez da mesa-redonda “Afroempreendedorismo feminino para gestão artística e cultural periférica em 2021”, com mediação de Udi Santos, rapper e idealizadora do selo musical EUMELANINA Produções, e tendo como convidadas Cristhiane Faria, fundadora da Griot Assessoria, agência de Comunicação especializada em artistas, eventos, afroempreendedores e criadores de conteúdo negros, e Indy Naise, cantora e compositora.

 

A maratona de atividades se encerra no domingo (28), com o produtor musical e fundador da produtora ISÉ, Alex Pinto, abordando as “Tendências do mercado independente e relacionamento com marcas”, com mediação da artista baiana Aiace. Ela também mediará à tarde, às 15h, o papo entre a consultora e empreendedora social Ítala Herta e o produtor musical e gestor de carreira Thiago Félix sobre “Empreendedorismo e Inovação para impulsionar carreiras e negócios criativos”.

Histórico de Conteúdo