Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Livro do ministro Barroso chega ao topo da lista de mais vendidos na Amazon
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O livro “Sem Data Venia: Um Olhar Sobre o Brasil e o Mundo”, de autoria do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso, aparenta ser um sucesso de vendas.

 

De acordo com informações da coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo, na semana passada a obra chegou ao topo da lista de mais vendidos da Amazon na categoria Democracia Política e Ciências Sociais.

 

Classificado como “uma reflexão incisiva, reveladora e fundamentalmente otimista do professor e Ministro do STF”, a publicação aborda temas como desigualdade, impunidade, meio ambiente, corrupção, racismo e educação.

 


Veja a descrição completa do livro do ministro Barroso:


“Uma reflexão incisiva, reveladora e fundamentalmente otimista do professor e Ministro do STF.

Luís Roberto Barroso se tornou conhecido dos brasileiros por sua atuação corajosa, lúcida e invariavelmente comprometida com o interesse público como ministro do Supremo Tribunal Federal. Mas seus horizontes intelectuais transcendem as responsabilidades como juiz. Ele é, há décadas, um estudioso das grandes questões da vida brasileira e mundial.

 

Em Sem data venia, Barroso escreve pela primeira vez para um público amplo, não acadêmico, sobre nossos problemas mais candentes: a desigualdade, a polarização político-ideológica, a perda de representatividade dos partidos, os desafios na preservação do meio ambiente e na educação, o racismo estrutural e as ameaças à liberdade de expressão. Sem mencionar o que ele descreve na Introdução como “o desencontro ético do país, que se evidenciou no Mensalão e explodiu com a Operação Lava Jato. Uma espantosa naturalização das coisas erradas, que se materializavam em desvios de dinheiro público, propinas e achaques”.

 

De uma perspectiva própria, fundamentada em evidências e de amplo horizonte, Barroso aborda a realidade atual sem escamotear a gravidade dos problemas ou a urgência de enfrentá-los. Mas, diferentemente de muitos, também enfatiza o quanto avançamos nas últimas décadas e afirma que somos, sim, capazes de encontrar o caminho para uma sociedade justa, próspera e moderna. Nas palavras dele, “o Brasil vive um momento de refundação. Há uma velha ordem sendo empurrada para a margem da história e uma nova ordem chegando como luz ao final da madrugada. Não me refiro a governos, sejam eles quais forem, mas à cidadania e suas novas atitudes. O dia começa a nascer quando a noite é mais profunda. A claridade, porém, não é imediata. A elevação da ética pública e da ética privada no Brasil é trabalho para mais de uma geração. A notícia boa é que já começou”.

Histórico de Conteúdo