Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Ana Paula Albuquerque comemora um ano do seu segundo álbum com volta aos palcos
Foto: Caroline Paternostro / Divulgação

A cantora e professora Ana Paula Albuquerque volta aos palcos um ano depois do lançamento do seu segundo disco. O show especial vai acontecer na Arena do Teatro Sesc Pelourinho, na sexta (27), às 19h. A apresentação faz parte do projeto Sons da Bahia e conta com a participação da cantora e compositora Alissan, participante do The Voice Brasil 2020.

 

Os ingressos custam R$ 5 (meia), R$ 8 (comerciários) e R$ 10 (inteira). O espaço é aberto e conta com uma série de medidas, para garantir o distanciamento: a capacidade da arena foi reduzida de 440 para 70 pessoas; os assentos são marcados com distanciamento de 1,5 metros entre eles; marcas organizadoras de fila foram feitas para garantir o distanciamento entre as pessoas; álcool em gel está disponível em todo o espaço; os sanitários também foram adaptados para minimizar a quantidade de usuários ao mesmo tempo; o uso de máscara é obrigatório para todos (público e funcionários); e, no acesso à Arena, todos passam por medição de temperatura e recebem álcool em gel para higienização das mãos.

 

O show traz o repertório do álbum, que tem a força das águas e o feminino como motes.  O trabalho é resultado do projeto que a artista desenvolve desde 2015 e apresenta uma sonoridade marcada pela fusão entre a identidade brasileira e a música afrobaiana. A banda que acompanha a cantora é formada por Ivan Huol (bateria), Bruno Aranha (teclado), Marcos Sampaio (contrabaixo) e Felipe Guedes (guitarra).

 

O fio condutor de Omaremim é a relação da artista com o mar, sempre com foco na perspectiva feminina. Um dos destaques do trabalho é a valorização de cantautoras de diferentes gerações, como Regina Machado, Déa Trancoso e as baianas Sandra Simões, Ivana Gaya e Pamela. O álbum também conta com músicas de Gil Vicente Tavares, Juliano Holanda, uma parceira de Ana Paula com José Carlos Capinan e Gabriel Póvoas e ainda saúda mestres como Dorival Caymmi, Roberto Mendes e Dona Ivone Lara.

 

“Eu sou muito grata por esse projeto, que há muitos anos vem me trazendo alegrias. Lembro que ano passado, o lançamento do álbum com show na Sala do Coro do TCA foi um dia incri?vel, cheio de realizac?o?es. Essa apresentação especial para comemorar um ano quero que seja um momento para matar a saudade dos palcos e que ajude todo mundo a aliviar ao menos um pouco as pressões que temos vivido neste ano”, afirma Ana Paula Albuquerque.

 

Alissan, convidada da noite, foi a aluna de Ana Paula no curso de Música Popular da UFBA e na Escola Baiana de Canto Popular.  A convidada ganhou visibilidade nacional no final de outubro, quando participou das audições às cegas no The Voice. Contudo, a carreira da artista vem de antes e Ana Paula tem um papel importante na sua construção artística. “Ana é aquela professora, aquela artista, que não leva em consideração só a questão técnica. A emoção e a técnica pra ela são duas coisas que acabam se fundindo e uma auxilia a outra. Ela busca desenvolver no aluno o autoconhecimento e a identidade vocal, que é tão desejada. Essa é uma busca muito pessoal e ela estimula o aluno a ter esse encontro consigo mesmo”, afirma Alissan.

Histórico de Conteúdo