Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Sábado, 26 de Setembro de 2020 - 09:30

Coluna Literatura: Leia 'Uma rádio perigosa'

por Carlos Navarro Filho

Coluna Literatura: Leia 'Uma rádio perigosa'
Foto: Reprodução

Esta semana publicamos tópicos do livro “Murro em faca de ponta – o barrete contra o quepe”, lançado pelo jornalista Biaggio Talento sobre um sacerdote fichado no SNI e monitorado pela ditadura: Dom Nivaldo Monte, arcebispo de Natal entre 1967 e 1988. Enfrentou uma fase dura daqueles anos, em que a Igreja abrigou opositores do regime e depois passou a denunciar torturas e assassinatos políticos. Dom Nivaldo, que foi o primeiro capelão do Exército no começo dos anos 1940, morreu em 2006 aos 88 anos. Jornalista profissional, criou emissoras de rádio das quais foi apresentador de programas e participou do Celam, na Colômbia, em 1968. Você vai ver que alguns pontos desse texto lembram muito os tempos atuais. É um interessante documento para ler e consultar. Você vai gostar. Clique aqui e leia o texto.



Histórico de Conteúdo