Militantes tiram vídeo antigo de contexto e dizem que Adnet humilha trabalhadores
Foto: Reprodução

Grupos contrários ao isolamento têm propagado na internet um vídeo antigo de Marcelo Adnet, para insinuar que o humorista tenta humilhar empresários e trabalhadores diante da crise econômica provocada pela pandemia do novo coronavírus. Na esquete para o “Tá no Ar”, exibida em 2017, entretanto, o comediante faz uma crítica a reforma trabalhista e ironiza as demissões em massa.

 

“Os Comunas acham engraçado a dor alheia, Vejam o que Globolixo faz com a cara do Empresário e com trabalhador”, publicou um homem que se autodeclara “conservador nos costumes, kardecista cristão, branco, macho alfa, pró-vida de direita e patriota”, junto com o vídeo de 2017.

 

“Estou observando isso. Patéticos, coitados. Em várias redes o mesmo vídeo de anos atrás tratado como se fosse hoje (???) para dar a impressão de que eu ‘humilho o povo brasileiro nesta difícil situação’”, comentou o comediante, no Twitter, em referência ao vídeo descontextualizado. “‘A verdade é filha do tempo, não da autoridade’. Boa tarde e, mesmo de casa, ao trabalho!”, acrescentou Adnet, respondendo a postagens que atribuem ao chamado Gabinete do Ódio a disseminação da informação falsa.

Histórico de Conteúdo