‘Fevereiros’: Documentário sobre Bethânia terá pré-estreia em Salvador e em Santo Amaro
Foto: Divulgação

Salvador e Santo Amaro irão receber a pré-estreia do documentário "Fevereiros", de Marcio Debellian, que acompanhou Maria Bethânia no desfile da Mangueira em sua homenagem, até sua cidade natal, Santo Amaro. Uma sessão será seguida de debate com o diretor no dia 29 de janeiro, no Espaço Itaú de Cinema Glauber Rocha, em Salvador, e a outra exibição será em praça aberta no dia 31 de janeiro, às 21h, na Praça da Matriz, em Santo Amaro. 

 

O longa-metragem acompanhou a construção do carnaval da Mangueira em 2016. "O que me interessou desde o início, independente do resultado que o carnaval viria a ter, foi o recorte que a Mangueira escolheu para o enredo. Entre as inúmeras possibilidades de se homenagear Maria Bethânia, a escola escolheu tratar da sua devoção religiosa, do seu sincretismo pessoal que junta o candomblé, devoção católica e sabedorias herdadas dos índios", disse o diretor Marcio Debellian. 

 

O filme também estava junto com Maria Bethânia quando ela viajou para o Recôncavo baiano, registrando seu ambiente familiar, religioso e das festas de Santo Amaro da Purificação, conhecendo o universo que inspirou o enredo. "O Recôncavo baiano, região onde Bethânia nasceu, tem a particularidade de ter sido o lugar no Brasil que mais recebeu negros escravizados trazidos da África. A Bahia soube misturar as tradições africanas, indígenas e portuguesas e transformá-las em expressões originais brasileiras em relação à música, religião e festas populares. Esses aspectos vão sendo apresentados no filme conforme nos aproximamos de Santo Amaro e acompanhamos a construção do carnaval da Mangueira", explica Debellian.

Histórico de Conteúdo