Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Cineasta de Jequié lança documentário 'Missão Bolívia' sobre exílio do senador Roger Molina
Dado Galvão | Foto: Reprodução
O documentarista baiano Dado Galvão, natural de Jequié, no sudoeste do estado, lança em julho deste ano o documentário “Missão Bolívia, dialogar e documentar”. Dado ficou conhecido nacionalmente como articulador da vinda da blogueira cubana Yoani Sánchez ao Brasil em 2013, para a exibição de um documentário sobre a vida dela e os movimentos de oposição em Cuba, entre eles as chamadas Damas de Branco. Seu novo filme fala sobre o descaso da política externa brasileira dada ao caso do senador boliviano Roger Pinto Molina, que ficou exilado durante um ano em um quarto da embaixada brasileira em La Paz, na Bolívia. O senador boliviano se diz ser vítima de perseguição política por ter denunciado o envolvimento de membros do governo do presidente Evo Morales com o narcotráfico. O senador foi resgatado em agosto de 2013 em uma operação coordenada pelo diplomata brasileiro Eduardo Saboia, sem conhecimento dos governos brasileiros e bolivianos. O filme, de 110 minutos, ainda foi realizado em parceira com o jornalista Pilar Celi Frias, que fez a pré-produção e pesquisa na Bolívia, e Arlen Cezar, fotógrafo. De acordo com o cineasta, apesar de o lançamento ser em julho, os pedidos de exibições públicas já pode ser solicitados por seu site oficial.



Histórico de Conteúdo