Sábado, 15 de Dezembro de 2018 - 08:58

A teimosia do repórter

por Paolo Marconi

A teimosia do repórter
O meu livro Boquira será lançado na quarta-feira, 19, na Casa do Comércio. E aproveito esta e a próxima semana para homenagear a figura do repórter, que resiste bravamente à extinção – espada sobre o pescoço aprumada por todo tipo de interesse empresarial, político ou religioso. Sem contar o uso da tecnologia, outra ameaça, pela qual dispensa-se talentos e enche-se as redações de jovens indevidamente preparados e submissos. Assim é hoje o jornalismo que conhecemos, com poucas exceções. Aproveite este texto de Paolo Marconi, produzido à guisa de prefácio do Boquira. Sei de muita gente que se emocionará, sentirá saudade do jornalismo que fazíamos. Carlos Navarro Filho

Leia mais

Sábado, 08 de Dezembro de 2018 - 05:01

O PLANO SECRETO

por Carlos Ribeiro

O PLANO SECRETO
Dirigir táxi deve ser mesmo dureza. Não apenas para quem precisa fazer longas jornadas de trabalho; não apenas por ter de enfrentar ruas, muitas vezes, esburacadas, sem iluminação noturna; não apenas por enfrentar pesados engarrafamentos em determinados horários e locais de Salvador, ou então ouvir leras de passageiro chato ou impaciente... E essa é a parte que pode ser considerada boa da profissão, pois há outros riscos. Assalto por exemplo, mas este não considero que seja o pior porque, com um pouco de atenção e perspicácia, pode ser evitado. O pior mesmo é pegar um maluco. Não falo de um doido de rua, carimbado. Falo de um doido bem vestido, elegante, pasta de executivo, em direção do escritório. Você vai entender e gostar lendo este texto de Carlos Ribeiro. Carlos Navarro Filho

Leia mais

Sábado, 01 de Dezembro de 2018 - 05:02

INGRESIA

por Franciel Cruz

INGRESIA
E o filósofo Franciel chega à coluna com o “Ingresia”, precedido pela fama de marquetagem multidisciplinar, incluindo até uma equipe de sócias, no esforço de vendas, que não divulga o percentual auferido por elas no alto faturamento do produto. A única parte provida de juízo na obra é uma frase de Claudio Leal, na abertura, que consagra “a liberdade das palavras hostis à solenidade do livro”. Vou dizer mais, o livro é de uma gostosa libertinagem vocabular absoluta. Selecionei dois textos. Um homenageia o nosso Vitória, que caiu de pé (leão não senta) e em 2019 não jogará aos domingos; e o outro, uma ode a Odair José ídolo imenso do autor (lá dele) desde a criancice em Irecê. Outros textos estão guardados para próximas oportunidades. Pode começar a rir. Carlos Navarro Filho

Leia mais

Sábado, 24 de Novembro de 2018 - 05:13

O QUE SE OUVE PELA CIDADE

por Elieser Cesar

O QUE SE OUVE PELA CIDADE
Mais um CONVERSA DE RUA do jornalista e poeta Elieser Cesar. Ele usa, com maestria e muita propriedade, a sátira em rápidas pinceladas para criticar o quotidiano social, os políticos, os costumes, a vida, o mundo enfim. Faz blague, em frases curtas e caceteiras, dos malfeitos, dos bem feitos e da falta de feitos das celebridades, odiadas ou endeusadas, e dos anônimos, aqueles que ninguém vê na rua, ninguém vê na multidão, invisíveis para as elites, para os governos, para nós mesmos. Grande Elieser, também assino.Você vai rir e gostar. Carlos Navarro Filho

Leia mais

Domingo, 18 de Novembro de 2018 - 11:46

AS BOTAS PESADAS DOS ROTHSCHILD

por Carlos Navarro Filho

AS BOTAS PESADAS DOS ROTHSCHILD
Esta é a história da fundação da Penarroya, em Paris, que anos 73 anos depois colocaria as pesadas botas dos Rothschild em solo pátrio, para espoliar o povo e matar gente, de morte matada, com violência e de morte matada aos poucos, fazendo penar, por poluição, precisamente em Boquira e em Santo Amaro da Purificação. Estou contando esta história nesta semana para dar a notícia aos amigos, inimigos, e à meia dúzia que lê o que escrevo: finalmente o Boquira será lançado em Salvador. Será no dia 19 de dezembro, na Casa do Comércio. Espero encontrar a todos lá. Farei contato para mais detalhes. Boa leitura. Carlos Navarro Filho

Leia mais

Sábado, 10 de Novembro de 2018 - 05:01

PALAVRAS-CHAVE

por Ednaldo Soares

PALAVRAS-CHAVE
A coluna tem a satisfação de apresentar mais um poeta baiano, Ednaldo Soares, nesse trabalho selecionado do livro “palavras-chave – versos e prosa”, com poemas lançados inicialmente na Itália, onde o autor viveu, e este ano no Brasil. Ednaldo, natural de Alagoinhas, é um misto de executivo de grande empresa, doutor em Administração, professor, contista e poeta; em Roma, publicou os livros “di parola in parola” e “sogni, quase-misteri” elogiados pelos críticos, incluindo Luciana Stegagno Pichhio, a quem homenageia em um dos poemas, poeta e tradutora das obras de Jorge Amado e Carlos Drumond de Andrade para o italiano. Carlos Navarro Filho

Leia mais

Sábado, 03 de Novembro de 2018 - 05:03

ROMEU E JÚLIO – A HISTÓRIA DO AMOR (II)

por Lázaro Carvalho

ROMEU E JÚLIO – A HISTÓRIA DO AMOR (II)
Este é o segundo “turno” da história de Lázaro Carvalho sobre a política e os políticos brasileiros, e baianos. O político que só pensa nos próprios interesses, que só pensa em levar vantagem, que pensa que é mais ardiloso que os concorrentes. Também nesta etapa da história, o protagonista gasta o tempo elucubrando de como, com a ajuda do filho, será a gestão de governador do estado e, em seguida, de presidente da República. Lázaro tem um texto bom de ler, você vai rir. Recomendo. Carlos Navarro Filho

Leia mais

Sábado, 27 de Outubro de 2018 - 05:05

ROMEU E JÚLIO – A HISTÓRIA DO AMOR (I)

por Lázaro Carvalho

ROMEU E JÚLIO – A HISTÓRIA DO AMOR (I)
Nada a ver com a votação do segundo turno, mas Lázaro Carvalho apresenta nesta semana o primeiro “turno” de uma história sobre a política e os políticos brasileiros, e baianos. O político que só pensa nos próprios interesses, que só pensa em levar vantagem, que pensa que é mais ardiloso que os concorrentes. Nesta etapa da história, o protagonista gasta o tempo elucubrando de como, com a importante ajuda do filho e do restante da família, ganhará a eleição de governador do estado e, no pleito seguinte, ganhará a eleição de presidente da República. Lázaro tem um texto bom de ler. Recomendo, você vai rir. Carlos Navarro Filho

Leia mais

Sábado, 20 de Outubro de 2018 - 05:03

Maloca das almas

por José de Jesus Barreto

 Maloca das almas
Esbanjando criatividade, como fez, por exemplo, no livro Treze Contos Reais, Barretinho nos brinda nessa viagem com uma prosa que é pura poesia falando das matas, dos seres animados e inanimados da floresta e falando de alma, do ir e vir da alma. "A nossa mente precisa saber escutar e entender o que a alma nos diz. A alma é como um passarinho. Chega um dia, uma hora que ela quer sair, voar, ir embora ... Então, é melhor libertá-la, deixá-la ir de volta pra o lugar de onde veio... Esse lugar pode ser o ar... ou o tempo, que nem vemos..." É bom de ler, você vai gostar. Carlos Navarro Filho

Leia mais

Sábado, 13 de Outubro de 2018 - 05:01

O Elevador Peba

por Carlos Navarro Filho

O Elevador Peba
Imagine-se em um avião lotado, o que lhe impede de buscar lugares vazios onde possa estirar as pernas, em uma apertada classe econômica na qual o espaço entre os assentos pressiona-lhe os joelhos. De repente você descobre, duas fileiras à frente, uma socialite, figura carimbada nas colunas soteropolitanas. De início vem a dúvida, será que é? É. Ela mesma entre os pobres mortais. Mas ela não só viaja em executiva ou primeira classe? Viajava. Tá difícil pra todo mundo. Carlos Navarro Filho

Leia mais

Histórico de Conteúdo