Segunda, 13 de Julho de 2020 - 14:25

Salvador terá Centro de Recuperação do Turismo e retomada gradual da cultura 

por Jamile Amine

Salvador terá Centro de Recuperação do Turismo e retomada gradual da cultura 
Foto: Bahia Notícias

Empossado como secretário municipal de Cultura e Turismo de Salvador no início da pandemia do novo coronavírus (clique aqui e relembre), Pablo Barrozo falou sobre o desafio inédito enquanto gestor público, durante uma live do Bahia Notícias, no início da tarde desta segunda-feira (13).

 

“Esse trabalho de reestruturação da cidade para o turismo continuou. Aliado a ele, nós começamos a bolar e hoje está tudo pronto - esperando o momento certo para as pessoas voltarem às ruas - para o Centro de Recuperação do Turismo, que vai funcionar aqui no Hub Salvador, no Comércio. Terá um balcão para atendimento da Sefaz e Sedur, para facilitar o acesso de todo setor do turismo com relação aos serviços da prefeitura. Terá balcão também do Sebrae, com diversos cursos importantíssimos para essas empresas, principalmente as pequenas e médias empresas da área do turismo que vão sentir mais dificuldade agora com essa crise”, contou o secretário.

 

Barrozo lembrou também que algumas obras que já haviam sido iniciadas tiveram continuidade, mesmo com a pandemia, a exemplo do Arquivo Público Municipal e a Casa da História, além da Praça Cayru, que será inaugurada nesta semana. Ele comentou também sobre o Monumento à Cidade de Salvador, obra de autoria de Mário Cravo Jr., que passou por um incêndio no fim de 2019 (relembre aqui). Com o compromisso de refazer o monumento tão emblemático no imaginário soteropolitano, o titular disse que negocia com a família do artista plástico para recuperar a escultura.

 

Um outro destaque do bate-papo foi a campanha “Uma saudade chamada Salvador”, lançada nesta segunda-feira (13), dando início às ações específicas da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo para a retomada das atividades econômicas, dentro do planejamento estratégico da prefeitura. A iniciativa, que inclui vídeos promocionais, ações nas internet e playlists especiais sobre diversos pontos turísticos da cidade, está disponível nas redes sociais da Secult.

 

Durante a entrevista, Barrozo falou ainda sobre a implementação da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, que aguarda regulamentação do governo federal para que o auxílio de R$ 600 seja pago aos trabalhadores da cultura. Para este fim, o secretário destacou o esforço conjunto que vem sendo realizado pelas gestões municipal e estadual, e lembrou que a Fundação Gregório de Mattos (FGM) tem cadastrado os trabalhadores que necessitam desta política pública.

 

Confira o bate-papo completo:

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Site Bahia Notícias (@bahianoticias) em

Histórico de Conteúdo