Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quinta, 17 de Dezembro de 2020 - 10:50

Dose de Conhecimento: Você sabe cozinhar com cachaça?

por Raimundo Freire

Dose de Conhecimento: Você sabe cozinhar com cachaça?
Foto: Divulgação

A cachaça é um ícone brasileiro e já conquistou o status de um bom destilado ao redor do mundo. Deixou de ser uma bebida popular e hoje circula em diversos ambientes – da mesa dos bares mais simples até ao setor de ingredientes das cozinhas mais requintadas. Confira algumas dicas importantes de como aproveitar o melhor desse verdadeiro patrimônio nacional.


1 – Cuidados básicos na hora de preparar receitas
O sabor da cachaça é marcante e, portanto, é preciso usar na dose certa para não estragar uma receita com seu sabor sobressaindo ao da carne e dos demais ingredientes.


2 – Pontos positivos
A cachaça pode agregar maciez em carnes, cortar o teor de gordura de alguns pratos e ainda criar um sabor inesquecível. Isso pode variar muito de acordo com a cachaça escolhida. A tradicional, branca, é mais fresca e mais pronunciada. Já a amarelinha o ouro é a envelhecida geralmente em tonéis e isso traz a ela nuances amadeiradas. É importante que você conheça as diferenças dos sabores das cachaças armazenadas, esse conhecimento será fundamental para você dar um toque pessoal a seus pratos.


3 – Momento certo de usar
Dependendo do resultado esperado, dá para colocar a bebida no início da receita ou em outros momentos e ir reduzindo junto ao cozimento, ajudando neste caso a amaciar uma carne, por exemplo. Quando a cachaça é levada ao fogo, ela pode ser adicionada no final, se quiser flambar. Esse processo trará características diferenciadas para a finalização, pois o álcool evapora (mas não todo ele) e o que fica é o sabor adocicado da cana. Dá para flambar um filé em uma cachaça envelhecida em tonéis de Bálsamo, que vai dar um toque amadeirado na carne. A técnica é usada também em pratos como estrogonofe, que, por tradição, leva conhaque, mas pode ser substituído por cachaça envelhecida no Carvalho.


4 – Carne bovina marinada na cachaça
A cachaça mais indicada para marinar carnes é a branca. O álcool, neste caso, é indispensável, assim como um ingrediente ácido, ervas, especiarias e até legumes.


5 – Aproveite a marinada
Leve o líquido da marinada para o forno ou panela juntamente com a carne, isso rende um molho que vai reduzir com o fogo.


6 – Carnes que mais combinam com cachaça como ingrediente culinário
Muitos cortes combinam com uma boa cachaça, o que felizmente nacionaliza cada vez mais a nossa culinária. Mas, os principais que vão bem com a cachaça na panela são a maminha, a picanha, a costela, o assado de tira e o filé mignon.


7 – A cachaça ideal
Escolha sempre uma cachaça de boa qualidade. Lembre-se, matéria prima de qualidade sempre! Uma dica é reparar no fundo da garrafa para verificar se não há depósitos decorrentes dos processos da cachaça, pois esses resíduos podem acabar indo para a comida.


8 – Cozinhas que harmonizam com cachaça
Culinárias típicas regionais casam muito bem com a bebida. Por exemplo, a cachaça tradicional servida junto com uma rabada dá um toque ainda mais brasileiro ao prato. Ela sempre vai ressaltar o sabor e aguçar ainda mais o paladar além de agregar novas nuance por conta dessa harmonização.


9 – Coquetéis com cachaça
Churrasco vai muito bem com caipirinhas de frutas cítricas. A tradicional, com limão vai bem também com costela bovina no bafo, servida com manteiga aromatizada com ervas, quebrando muito bem a gordura desta carne e fazendo uma combinação perfeita. Já um drinque como o rabo de galo, vai bem com o bom e velho contrafilé acebolado.


10 – Cachaça e a culinária sofisticada
Um prato leve pede uma cachaça com menor teor alcoólico, ao passo que uma preparação mais encorpada, pede uma de grau dosagem de álcool maior. Comidas condimentadas pedem uma aguardente mais aromática; pratos gordurosos pedem cachaças com toque amadeirado mais marcantes.


11 - Frutos do mar
A bebida também combina com carne de porco, frango ou frutos do mar. Dica de preparo das delícias marítimas: coloque a aguardente para ferver e, com uma vaporeira, cozinhe os itens no vapor por 3 minutos. Divino!

 

12 - Na xícara

Tem combinação mais brasileira do que cachaça e café? Com um garfo, bata um copo de chantilly com uma tampinha de cachaça. Coloque a espuma sobre o café e delicie-se!

 

13 - Recheio turbinado
Vai colocar frutas secas no recheio do bolo? Deixe as passas, damascos e Cia. de molho na cachaça durante uma hora antes de rechear. Incrível como dá um toque especial de sabor!

 

Agora seus problemas acabaram...


Depois de todas essas dicas, você pode, e deve usar a nossa boa cachaça também para produzir suas deliciosas receitas.


Se ainda restam dúvidas, entre em contato, será um prazer poder colaborar em suas experiências culinárias.

 

**Se por algum motivo seu convidado não puder consumir álcool, evite utilizar, pois sempre ficará resíduos dele no final da cocção.

 

 

Beba Menos – Beba Melhor – Beba Água – Aproveite Mais

 

SAIBA MAIS
Utilize o espaço dos comentários para mandar suas dúvidas e sugestões de novos artigos.


ONDE APRECIAR
*   Bar quintal do Raso da Catarina
*    Mini Bar Gem
*    Origem
*    Zambi Bar
*    Barraca do Loro
*    Boteco do Tomé
*    Di Mainha


ONDE COMPRAR 
*    Kikaxassa
*    Companhia da Cachaça
*    Kachaça Porreta

Histórico de Conteúdo