Quinta, 22 de Outubro de 2020 - 10:00

Dose de Conhecimento: Cachaça, muito prazer!

por Raimundo Freire

Dose de Conhecimento: Cachaça, muito prazer!
Foto: Divulgação

O que você sabe sobre cachaça? Já experimentou? Gostou? Fez careta? Desceu queimando? Tem preconceitos? Eu começo com essas perguntas por ser um bom ponto de partida para nossos próximos encontros. Pois é, a partir de agora temos um compromisso marcado quinzenalmente, sempre às quintas feiras, para falarmos sobre a mais brasileira das bebidas.


Ela é tão popular que pensamos conhecê-la bem, quando, no fundo, mal sabemos ao certo como degustá-la ou até mesmo como escolher um bom rótulo. Cachaça se degusta? Cachaça pode ser gourmet? Que tal você aprender a degustar cachaça? 


Ao longo da vida nós aprendemos tudo: Andar, falar, comer... Aprendemos a tomar vinho, fazemos cursos para conhecermos detalhes sobre cervejas artesanais, participamos de clubes de whisky para aprender a apreciar a bebida. Com a cachaça não pode ser diferente!


A cachaça é um destilado genuinamente brasileiro, e pasmem! A bebida é muito mais versátil que outros destilados que são armazenados unicamente em barril de carvalho, já a nossa cachaça, além do carvalho, aceita uma variedade muito grande de madeiras. Há aproximadamente 40 madeiras em que pode se envelhecer cachaça, e cada uma vai dar um aroma e um sabor diferente. Não podemos esquecer os Blends, que são as misturas de cachaças envelhecidas em diferentes tipos de madeiras.


A sua história se confunde com a do próprio Brasil e ao longo da sua trajetória ela ganhou alguns nomes e apelidos tais como, Parati, branquinha, aguardente, pinga, água que passarinho não bebe, entre outras. Isso é, sem dúvida, reflexo de anos de intimidade com esse destilado da cana-de-açúcar, bebida muito presente na vida dos brasileiros. 


Continua enganado quem pensa que a cachaça só serve apenas para preparar caipirinha. Na panela, ela é capaz de realçar pratos e ingredientes nacionais como a linguicinha até clássicos estrangeiros como o estrogonofe, que ganha sabor diferente com uma dose da bebida. A aguardente na comida agrega maciez, acentua sabor e ajuda a cortar o teor de gordura. Ainda traz nuances ao prato como o perfume das diversas madeiras que ela é armazenada.


Mesmo com todos os argumentos você ainda insiste em torcer o nariz para a cachaça, saiba que com a sua intolerância você pode deixar de impressionar muita gente! Fazer um bom drink não é para qualquer um. E os que dominam as receitas e as técnicas têm mais chance até na hora de conquistar alguém. É verdade! 


Uma das características de um bom bebedor é sempre compartilhar conhecimentos – vou dar dicas de drinks feitos com cachaça que vão fazer o maior sucesso com seus amigos. E o melhor de tudo: além de deliciosos, são fáceis de fazer, você utilizará poucos ingredientes e mesmo que tenha duas mãos esquerdas, conseguirá.


O objetivo dessa coluna é disseminar a cultura do destilado, transmitir uma visão geral do que é a cachaça, desde a história, as formas de produção, o uso de madeiras, o mercado, a degustação, aspectos sensoriais e aspectos gastronômicos. Até a preparação de drinks com receitas fáceis, para você fazer em casa e surpreender seus amigos. 


Beba Menos – Beba Melhor – Beba Água – Aproveite Mais

 

SAIBA MAIS
Utilize o espaço dos comentários para mandar suas dúvidas e sugestões de novos artigos.


ONDE APRECIAR
*   Bar quintal do Raso da Catarina
*    Mini Bar Gem
*    Origem
*    Zambi Bar
*    Barraca do Loro
*    Boteco do Tomé
*    Di Mainha


ONDE COMPRAR 
*    Kikaxassa
*    Companhia da Cachaça
*    Kachaça Porreta
 
*Raimundo Freire é Cachaceiro e Sócio da Kikaxassa 

Histórico de Conteúdo