Sexta, 18 de Outubro de 2019 - 19:00

Giro: 10º Encontro Baiano de Laticinistas será realizado em Salvador

por Adriana Barreto e Cris Montenegro

Giro: 10º Encontro Baiano de Laticinistas será realizado em Salvador
Foto: Divulgação

O Sindicato das Indústrias de Laticínios e Produtos Derivados do Leite do Estado da Bahia (Sindileite), filiado à Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB), realizará entre os dias 25 e 26 deste mês, no Hotel Deville, no bairro de Itapuã, seu 10º encontro anual. Durante dois dias, mais de 80 associados poderão assistir palestras sobre temas relacionados ao mercado de lácteos e derivados, participar de mesas redondas e ainda debaterem sobre os rumos e perspectivas do setor. O EBL se tornou um evento interessante não somente para os laticinistas baianos. O formato inovador e que promove uma total integração entre os participantes já chamou a atenção de outros proprietários de laticínios que, este ano, virão para Salvador para acompanhar, de perto, o 10º EBL.

 

As entidades públicas, como a Secretaria da Agricultura do Estado da Bahia, indústrias, fornecedores, bem como presidentes de sindicatos de laticínios de outros estados, terão papel de destaque no encontro anual. Para a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB), a cadeia produtiva do leite, tamanha a sua importância para alimentação e para o agronegócio, deve ser tratada com um olhar voltado para a produtividade, qualidade e competitividade. Segundo o órgão, para manter a evolução do setor é imprescindível instituir um elevado nível de competitividade em termos de custos, preços, qualidade, condizente com os padrões do dinâmico mercado moderno, o que torna cada dia mais necessária a eficiência em todas as áreas impostas à atividade.

 

Para atingir resultados satisfatórios, todos esses fatores são necessários pois a população baiana potencialmente consumidora de produtos lácteos é ávida por saúde e produtos de qualidade. De acordo com o Sindileite, o 10º Encontro Baiano dos Laticinistas é mais uma oportunidade para fortalecer a cadeia produtiva no estado, tornando as empresas mais eficazes. Para se ter uma ideia da importância desse encontro, as cotas de patrocínio e Stands se esgotaram em tempo recorde. Isso só comprova que o formato exclusivo do EBL tem total apoio dos laticinistas baianos. Atualmente, o segmento possui aproximadamente 200 indústrias na Bahia. Além disso, o evento pretende incentivar as empresas na produção com maior valor agregado, aproximando as instituições de apoio ao desenvolvimento industrial e subsidiando-as com informações técnicas. (Por Cris Montenegro)

Histórico de Conteúdo