Jornalista Carlos Navarro lança livro sobre a situação enfrentada pela cidade de Boquira
Foto: Bahia Notícias / Priscila Melo

O jornalista Carlos Navarro Filho lança seu segundo livro, “Boquira”, nesta quarta-feira (19), na Casa do Comércio,  a partir das 17h. A história fala sobre a exploração de chumbo no sertão da Chapada Diamantina e destaca as consequências enfrentadas pela população do local após a saída de uma mineradora francesa. 

 

Em 1970, Navarro, que era chefe da sucursal do Estadão, decidiu fazer um pool entre o veículo que trabalhava e o Jornal da Tarde, o Diário de Notícias e Jornal da Bahia para cobrir e estudar a situação que estava instalada em Boquira e realizar uma série de reportagens. O jornalista contou ao Bahia Notícias que tudo começou quando um padre visitou a cidade do centro-sul da Bahia e encontrou pedras que tinham um alto teor de chumbo. Depois, ele decidiu fazer um abaixo-assinado, mentindo que seria para reformar uma capela, mas na verdade ele requereu o usucapião das terras e as vendeu.

 

“Começou aí, o padre tomou as terras, e terminou vendendo a exploração para uma empresa do Paraná, que quando avaliou a área chamou essa multinacional francesa, a Peñarroya.  A partir disso aconteceram as coisas cabeludas da história, o governo da Bahia, que na época era chefiada por Antônio Balbino, desapropriou o povoado e deu para a empresa explorá-lo”, contou Navarro.

 

Para tentar amenizar o impacto da chegada da mineradora francesa, o governo criou um  Núcleo de Assistência Rural que iria servir para “garantir o bem estar das pessoas”. Mas segundo Navarro, o Núcleo não conseguiu ajudar praticamente ninguém e “morreu todo mundo”.

 

“Eles construíram um posto de saúde, uma escola, mas controlaram todo o resto. A empresa ficou lá por 20 anos, explorou e depois foi embora. Eles deixaram a cidade lá, toda poluída, a população sem terra e sem água. Até hoje Boquira não tem água potável porque todos os mananciais de lá estão contaminados pela mineração”. 

 

Carlos Navarro lançou o livro na própria cidade de Boquira em julho deste ano, e revelou ao BN que a população do município mudou alguns pensamentos a partir da leitura do livro. Para ele “não existe melhor retorno” do que conseguir fazer com que as pessoas “abram os olhos” para a situação que de fato aconteceu na cidade. 

 

“A população majoritária de Boquira, hoje em dia, está na faixa dos seus 40, 45 anos e conhece a história da cidade pelo que os pais contam, só que a maioria deles trabalhou na empresa, e contava uma história dourada sobre o que aconteceu: ‘não foi bem assim, era o ganha pão da gente'. Quando eles viram o livro, eles abriram os olhos e ficaram revoltados, tanto que o lançamento lá foi um ato na Câmara de Vereadores com centenas de pessoas. E se criou uma entidade e fortaleceu outras para se discutir esse assunto. Pra mim não tem melhor retorno, do que essa ação na própria cidade de Boquira."

 

Além de afetar Boquira, Navarro destaca também em seu livro os problemas deixados em Santo Amaro, no Recôncavo baiano, local em que o chumbo era beneficiado. “A mineradora causou uma poluição terrível. Foram milhões de toneladas de rejeitos com resíduos de chumbo. São mais de 1.200 mortes e dezenas de pessoas doentes e contaminadas até hoje. O caso ainda está na justiça”. Para o jornalista, o livro pode ser resumido como uma "grande denúncia": “o mais importante é fazer com que as pessoas fiquem sabendo da história”. 

 

Carlos Navarro Filho é o responsável pela coluna Literatura, no Bahia Notícias, que traz todos os sábados a melhor seleção de textos de autores como Carlos Ribeiro, Uaçaí de Magalhães Lopes e Ruy Espinheira Filho, além de produções de sua própria autoria (clique aqui para acessar a Coluna Literatura).

 

SERVIÇO
O QUÊ:
Lançamento do livro Boquira - Carlos Navarro
QUANDO: Quarta-feira, 19 de dezembro, a partir das 17h 
ONDE: Casa do Comércio, Av. Tancredo Neves, Salvador-BA

Evento reúne lideranças dos blocos afros e afoxés de Salvador na Caixa Cultural
Vovô do Ilê | Foto: Divulgação / Ricardo Prado

Lideranças de alguns blocos afros e afoxés de Salvador irão se reunir nesta quarta-feira (19), às 19h, na Caixa Cultural para um bate-papo sobre "a importância do conteúdo para preservação da memória dos blocos afros e conexão com o futuro". A entrada é gratuita.

 

Participam da roda de conversa Vovô do Ilê (Ilê Aiyê), Xiko Lima (Filhos de Gandhy), Claudio Araújo (Malê Debalê), Jorge Santos (Muzenza), Viviam Caroline (Didá) e Alberto Pitta (Cortejo Afro).

 

O encontro faz parte das ações da exposição.  "À?? - Poéticas de Empoderamento", que está aberta a visitação no local até 30 de dezembro.

 

A mostra reúne documentos, música, dança, objetos e indumentárias que mostram a história e a luta por afirmação, conhecimento, autoestima, aceitação e valorização das origens afro-brasileiras através das ferramentas poéticas utilizadas por blocos afro e afoxés. A visitação é aberta ao público e acontece de terça a domingo, das 9h às 18h. 

 

SERVIÇO
O QUÊ:
Roda de Conversa
QUANDO: Quarta-feira, 19 de dezembro de 2018, às 19h
ONDE: CAIXA Cultural Salvador (Rua Carlos Gomes, 57 - Centro)
VALOR: Gratuito

Netflix renova O Mundo Sombrio de Sabrina para mais duas temporadas
Foto: Divulgação

A segunda parte ainda não estreiou, mas a Netflix já anunciou que O Mundo Sombrio de Sabrina foi renovada para a terceira e quarta temporada.

 

De acordo com o site Variety, a plataforma de streaming encomendou 16 episódios inéditos. Ainda não há previsão de estreia, mas eles devem começar sua produção em 2019. 

 

"Louvado seja Santanás! Sou tão agradecido aos meus parceiros da Warner Brothers, da Netflix, da Berlanti Television e da Archie Productions por apoiarem essa versão dark da bruxa adolescente mais famosa do mundo. E estou empolgado para continuar a contar as histórias do mundo sombrio de Sabrina com nossa equipe e elenco incríveis, liderados por nossa incomparável Kiernan Shipka", disse o criador e produtor executivo da série, Roberto Aguirre-Sacasa. 

 

A segunda temporada de O Mundo Sombrio de Sabrina está prevista para ser lançada no dia 5 de abril de 2019. 

 

 

Terça, 18 de Dezembro de 2018 - 19:50

Quentin Tarantino enfrenta assaltantes que invadiram a sua casa em Los Angeles

por Folhapress

Quentin Tarantino enfrenta assaltantes que invadiram a sua casa em Los Angeles
Foto: Divulgação / Shutterstock

O cineasta americano Quentin Tarantino, 55, flagrou assaltantes dentro de sua casa, na madrugada de domingo (16), em Los Angeles. Eles chegaram a levar alguns objetos, mas fugiram ao dar de cara com o diretor. 

 

Tarantino ouviu que homens entravam em sua casa e foi atrás deles, segundo o site TMZ. Assim que o cineasta ficou cara a cara com os ladrões, eles saíram correndo imediatamente. A fonte que contou a história ao site não diz exatamente de que forma Tarantino reagiu ou se os assaltantes apenas de assustaram ao reconhecê-lo.

 

A polícia informou que os suspeitos entraram na casa dele quebrando a janela dos fundos, por volta de meia-noite. Mesmo com a fuga inesperada, os ladrões conseguiram levar algumas joias e outros pertences. Os policiais estão em busca de imagens das câmeras de segurança das casas vizinhas para tentar identificar os ladrões.

Centenário da Capoeira Regional será celebrado com programações gratuitas
Foto: Divulgação

Para celebrar o centenário da Capoeira Regional e promover a formação e a memória do Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade reconhecido pela Unesco, diversos capoeiristas baianos irão se reunir a partir do dia 18 de dezembro. 

 

Até o dia 22 de dezembro, uma programação gratuita que contém seminários para educadores, mesas-redondas, oficinas e rodas de capoeira serão realizadas em espaços do Centro Histórico de Salvador pela Fundação Mestre Bimba (Fumeb). 

 

Atualmente a Fumeb desenvolve o Capoerê, projeto social criado por Frede Abreu e iniciado por Mestre Saguim, que é realizado pela Filhos de Bimba Escola de Capoeira desde o final dos anos 90 e já chegou a atender mais de oito mil crianças em comunidades de Salvador. 

 

Hoje, a Fundação mantém núcleos nas localidades: Nordeste de Amaralina, Cajazeiras, Plataforma, Narandiba, Chapada do Rio Vermelho e no distrito de Baiacu, na ilha de Vera Cruz.

 

Programação completa:
18 de dezembro (terça-feira)
Local: Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos (Pelourinho)
18h - Missa do Bimba

 

19 de dezembro (quarta-feira)
Local: Forte da Capoeira (Santo Antônio Além do Carmo)
14h - Seminário Educadores FdB
19h - Roda de Abertura

 

20 de dezembro (quinta-feira)
Local: Praça Pedro Arcanjo (Pelourinho)
13h - Capoerê
14h30 - Aulão de Capoeira com Mestre Pelicano
15h30 - Oficina de Maculelê
16h - Aulão de Capoeira com Mestre Canguru
17h - Roda
18h - Oficina de Samba com Dona Nalvinha seguido da apresentação de samba de roda

 

21 de dezembro (sexta-feira)
Local: Praça Pedro Arcanjo (Pelourinho)
13h - Puxada de Rede
14h - Aulão de Capoeira com Mestre Garrincha
15h - Mesa Redonda das Tijubinas com Mestra Preguiça
16h - Aulão de Capoeira com Mestre Preguiça
17h - Roda
20h - Show da Banda Regionais do Forró

 

22 de dezembro (sábado)
Local: Teatro Sesc-Senac (Pelourinho)
10h - Formatura
12h - Homenagens
12h15 - Lançamento do Livro "Bimba, um século da Regional"

Terça, 18 de Dezembro de 2018 - 17:50

Atriz e diretora Penny Marshall, de 'Quero Ser Grande', morre aos 75

por Folhapress

Atriz e diretora Penny Marshall, de 'Quero Ser Grande', morre aos 75
Foto: Divulgação / Getty Images

A atriz e diretora Penny Marshall, que atuou na comédia "Laverne & Shirley" e depois dirigiu filmes como "Quero Ser Grande", morreu na segunda-feira (17) à noite, segundo o site Variety. De acordo com o site TMZ, ela estava em sua casa, em Los Angeles, e teve complicações de diabetes.

 

Marshall foi a primeira mulher a dirigir um filme que lucrasse mais de US$ 100 milhões ("Quero Ser Grande") e a segunda diretora a ter um longa indicado ao Oscar de melhor filme ("Tempo de Despertar").

 

A americana primeiro fez sucesso como atriz, na série "Laverne & Shirley" (1976-83), na qual contracenava com Cindy Williams. Depois seguiu carreira na direção e esteve à frente de  "Quero Ser Grande" (1988), que rendeu a Tom Hanks uma indicação ao Oscar de melhor ator, e "Tempo de Despertar" (1990), indicado a três categorias da Academia.

Terça, 18 de Dezembro de 2018 - 16:50

Brasil emplaca drama LGBT com Nanini e documentário no Festival de Berlim

por Guilherme Genestreti | Folhapress

Brasil emplaca drama LGBT com Nanini e documentário no Festival de Berlim
Foto: Divulgação

O cinema brasileiro, mais precisamente o da pujante produção do Nordeste, emplacou dois longas no próximo Festival de Berlim: “Greta” e “Estou me Guardando para Quando o Carnaval Chegar”. Ambos farão parte da mostra Panorama, seção paralela à competição principal do evento.

 

“Greta” marca a estreia do cearense Armando Praça na direção. O drama conta a história de um enfermeiro homossexual, amigo de uma travesti em estado terminal, que se afeiçoa a um jovem com problemas policiais. Marco Nanini e Denise Weinberg fazem parte do elenco.

 

Já o veterano Marcelo Gomes, figura frequente em Berlim, exibe “Estou me Guardando para Quando o Carnaval Chegar”, documentário sobre a cidade de Toritama, em Pernambuco, que se autoproclama como a capital brasileira do jeans. Ali, mostra o filme, os trabalhadores da indústria têxtil só têm descanso na época do Carnaval. Os dois filmes são produzidos pela pernambucana Carnaval Filmes.

 

A mostra alemã, uma das mais importantes do calendário, acontece de 7 a 17 de fevereiro. Na competição principal, disputam, os novos longas do francês François Ozon (“Grâce à Dieu), do canadense Denis Côté (“Répertoire des Volles Disparues”) e do alemão Fatih Akin (“Der Goldene Handschu”).

 

Curioso notar que a Berlinale, sempre muito aberta à produção brasileira, acolhe mais uma vez um documentário e um drama que aborda sexualidade - gêneros com o qual o país tem se destacado nesse festival. No ano passado, o cearense Karim Aïnouz exibiu o documental “Aeroporto Central”, e os gaúchos Filipe Matzembacher e Marcio Reolon mostraram “Tinta Bruta”, que ganhou o prêmio Teddy, voltado a obras com temática LGBT.

Orquestra de Berimbaus Afinados Dainho Xequerê abre JAM no MAM neste sábado
Foto: Iroko

A Orquestra de Berimbaus Afinados Dainho Xequerê (OBA DX) abrirá a próxima edição da JAM no MAM, realizada neste sábado (22), a partir das 18h, no Solar do Unhão, em Salvador. 


A orquestra de música popular criada em 2011 pelo músico e capoeirista Dainho Xequerê terá em seu repertório composições do próprio fundador e músicas do percussionista Ramiro Musotto, que foi uma referência para a OBA DX e propulsor da primeira orquestra de berimbaus afinados.


Após a apresentação dos convidados, os anfitriões da banda Geleia Solar sobem ao palco para dar continuidade à jam session, que está aberta à participação de músicos interessados em participar do som. Os ingressos custam R$ 8 (inteira) e R$ 4 (meia).

 

SERVIÇO
O QUÊ:
JAM no MAM – Abertura da Orquestra de Berimbaus Afinados Dainho Xequerê
QUANDO: Sábado, 22 de dezembro, às 18h
ONDE: Solar do Unhão – Salvador (BA)
VALOR: R$ 8 (inteira) e R$ 4 (meia)

Websérie sobre violência contra jovens negros é lançada nesta quarta em Salvador
Foto: Divulgação

A websérie “Vidas em Branco”, sobre a violência urbana, sobretudo a cometida contra jovens negros da periferia, será lançada nesta quarta-feira (19), a partir das 8h30, na ocupação Manuel Faustino, localizada na estrada do Derba, BA 528, lado oposto à entrada do bairro de Valéria, em Salvador.


Com base nos dados da pesquisa Índice de Vulnerabilidade Juvenil 2017, a série foi produzida por jovens negros do Subúrbio Ferroviário de Salvador e consiste em um documentário com depoimentos de pessoas que perderam familiares, sofreram processos de violação dos direitos humanos e práticas de racismo.  O lançamento terá início após um Ciclo Formativo com o tema “Panafricanismo: uma estratégia de enfrentamento ao genocídio da juventude negra”. 


A ação é resultado do projeto Juventude Negra e Participação Política, desenvolvido pela CIPÓ – Comunicação Interativa, instituição que integra a Rede de Pontos de Cultura da Bahia.

'Já não aguento mais cantar 'Banho de Cheiro'', diz Elba Ramalho ao lançar 38º disco
Foto: Divulgação

A cantora paraibana Elba Ramalho, que acaba de lançar nos serviços de streaming seu 38 º disco, “O ouro do pó da estrada”, expressou o desejo de se reinventar. “Eu já não aguento mais cantar ‘Banho de cheiro’!”, desabafou a artista, em entrevista ao jornal O Globo, destacando, no entanto, que não deseja se desfazer deste grande hit.

 

“Eu queria fazer um disco dos 40 anos e me desacomodar. Chega uma hora em que você fica plagiando a si mesma. É sempre um novo show com velhas canções. Tenho colegas, contemporâneos, que falam: ‘Ah, não vou mais gravar não, tenho os meus sucessos, tô bem’. Mas se eu ficar quieta, esperando o tempo passar, vou sentir um certo tédio artístico”, explicou Elba, que em 2019, anos que completa quatro décadas de carreira, lançará o novo trabalho em CD e LP.

Terça, 18 de Dezembro de 2018 - 13:40

Baco Exu Do Blues é quinta atração confirmada no Festival Sangue Novo

por Jamile Amine

Baco Exu Do Blues é quinta atração confirmada no Festival Sangue Novo
Foto: Divulgação

A produção do Festival Sangue Novo anunciou, nesta terça-feira (18), o rapper baiano Baco Exu Do Blues como uma das atrações confirmadas na terceira edição do evento, que acontece no dia 26 de janeiro de 2019, no Porto de Salvador. 


Além de Baco, participam do Sangue Novo os baianos do grupo Bayo e o rapper Hiran, além dos pernambucanos Otto e Duda Beat.

 

SERVIÇO
O QUÊ:
3º Festival Sangue Novo
QUANDO: Sábado, 26 de janeiro
ONDE: Porto de Salvador
VALOR: R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia)

Cinemas de Salvador serão obrigados a reservar sessão especial para crianças com autismo
Foto: Roberto Abreu / Divulgação

Os cinemas de Salvador serão obrigados a reservar, pelo menos, uma sessão especial por mês para crianças com transtorno do espectro autista e suas famílias. A lei nº 9.416/2018 foi sancionada pelo prefeito da capital, ACM Neto, e publicada no Diário Oficial do Município desta terça-feira (18).

 

Com a denominação "Sessão Azul", as sessões especiais deverão ser adaptadas com iluminação reduzida, som mais baixo que o volume regular, além da ausência de trailer. O texto define ainda que as crianças com transtorno do espectro autista e seus familiares devem ter acesso irrestrito às salas de cinema, com a possibilidade de entrar e sair ao longo da exibição.

 

O projeto aprovado pela Câmara dos Vereadores de Salvador determinava também que as crianças com o transtorno fossem isentas do pagamento de entrada, enquanto seus familiares teriam direito ao benefício de meia-entrada. No entanto, o artigo foi vetado por ACM Neto.

 

Autor da proposta, o vereador Cezar Leite (PSDB) afirma, em sua justificativa, que "o acesso de crianças com transtorno do espectro autista ao cinema não é uma tarefa fácil", devido às características da condição.

 

"A hiperatividade, a sensibilidade auditiva e visual, torna uma sessão convencional de cinema em algo bastante complicado. A escuridão, o som alto e a necessidade de permanecer sentado e em silêncio durante o filme faz com que muitas famílias se privem e não levem os filhos, irmão e amigos ao cinema", pontua o texto.

 

As salas de exibição de cinema terão prazo de 90 dias para se adequarem à lei.

Danniel Vieira e Neojiba animam festa gratuita de Natal na Arena Fonte Nova
Foto: Divulgação

O cantor Danniel Vieira fará participação especial, no show da Neojiba, no Fonte de Natal, evento que, pelo segundo ano, acontece na Arena Fonte Nova, em Salvador. A festa será na quarta-feira (19), a partir das 17h, na Praça Sul.  O acesso será gratuito, mas quem quiser poderá levar um quilo de alimento não perecível que será doado para instituições beneficentes do entorno da Arena.

 

O Fonte de Natal será aberto pela fanfarra A Barca Tricolor que, cantando marchinhas de Natal, dará as boas-vindas as cinco mil pessoas que são esperadas no evento. Na sequência, os truques de ilusionismo de Cortez - O Mágico irão entreter a plateia. Às 18h30, as 40 crianças e adolescentes, de 7 a 14 anos, que integram o coral Neojibá subirão ao palco com a regência do maestro Alcides Lisboa. Eles irão apresentar um repertório com 17 canções, que mesclam o repertório de músicas clássicas, composições folclóricas e infantis, além de músicas natalinas tradicionais.

 

O sertanejo cantará os sucessos “Bate o Sino” e “Noite Feliz”. O grupo Filó Brincante dará continuação a festa e às 20h, irá apresentar o Auto de Natal O Boi e o Burro a caminho da Felicidade. As crianças, ainda, poderão se divertir nos brinquedos infláveis do parque infantil do Tio Paulinho, além de participarem das oficinas de pintura de rosto e mosaico.

Terça, 18 de Dezembro de 2018 - 12:50

‘Turma da Mônica - Laços’ ganha primeiro trailer oficial; veja vídeo

por Jamile Amine

‘Turma da Mônica - Laços’ ganha primeiro trailer oficial; veja vídeo
Foto: Reprodução / Facebook

Foi divulgado, nesta terça-feira (18), o primeiro trailer oficial do live-action “Turma da Mônica – Laços”, que tem lançamento previsto para 27 de junho de 2019. O vídeo mostra os preparativos da turminha para executar um “plano infalível” para resgatar Floquinho, após o sumiço do cachorro de Cebolinha . Para a empreitada, Mônica (Giulia Benitte), Cebolinha (Kevin Vechiatto), Magali (Laura Rauseo) e Cascão (Gabriel Moreira) unem habilidades como força, capacidade de irritar as pessoas, magreza e velocidade para encontrar o cachorrinho. No trailer aparece ainda Rodrigo Santoro no papel do Louco. O elenco do filme, com direção de Daniel Rezende, terá ainda Monica Iozzi, Paulo Vilhena e Ravel Cabral.

 

Veja o trailer:

Presentes e cartas enviadas a Lula na cadeia farão parte de exposição em 2019
Foto: Leonardo Fernandes / Brasil de Fato

Os presentes, mensagens e cartas recebidos pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso na sede da Polícia Federal, em Curitiba, desde abril, irão integrar uma exposição em janeiro de 2019. De acordo com informações da coluna de Anselmo Gois, no jornal O Globo, a mostra com o material enviado por milhares de fãs do petista é organizada pelo Instituto Lula.

Grafite feito por Malala em homenagem a Marielle no Rio é vandalizado
Foto: Reprodução

Um grafite feito pela paquistanesa ganhadora do Nobel da Paz, Malala Yousafzai, em homenagem a Marielle Franco amanheceu vandalizado nesta segunda-feira (18). De acordo com informações da coluna de Ancelo Gois, no jornal O Globo, o desenho disposto em um muro da comunidade de Tavares Bastos, no Rio de Janeiro, foi pintado de preto. Ainda segundo a publicação, foi a viúva de Marielle, Monica Benicio, que constatou o vandalismo e se ofereceu para fazer um novo grafite no lugar. A arte integra o Nami, um museu a céu aberto localizado na comunidade e organizado pela grafiteira Panmela Castro.

 

Marielle Franco e seu motorista, Anderson Gomes, foram executados a tiros em março deste ano no Rio de Janeiro (clique aqui e saiba mais). Na última semana uma quadrilha de clonagem de veículos teve mandados de prisão expedidos pelo envolvimento nas mortes (clique aqui). O vereador Marcello Siciliano (PHS) também foi alvo de mandado de busca e apreensão pelo mesmo motivo (clique aqui).

 

Um ex-Policial Militar foi preso nesta terça-feira (18), suspeito de integrar milícia responsável pelos assassinatos (clique aqui).

Wagner Tiso faz show intimista no restaurante Amado nesta quinta
Foto: Divulgação

O arranjador, regente, pianista e compositor mineiro Wagner Tiso se apresenta nesta quinta-feira (20), a partir das 20h, no restaurante Amado, situado no Comércio, em Salvador. Em formato solo, o artista faz um show intimista para homenagear os maiores compositores brasileiros, a exemplo de Tom Jobim e Villa Lobos. Majoritariamente instrumental, o espetáculo conta ainda com participação da filha do artista, India Tiso, que interpretará  clássicos, como as canções de Dolores Duran. O couvert artístico custa de R$50.

 

SERVIÇO
O QUÊ:
Wagner Tiso
QUANDO: Quinta-feira, 20 de dezembro, às 20h
ONDE: Restaurante Amado – Comércio – Salvador (BA)
VALOR: Couvert artístico de R$ 50

Produção de filme biográfico de Hebe vai entrevistar Maluf para um documentário
Foto: Divulgação

A produção do filme biográfico de Hebe Camargo, estrelado por Andréa Beltrão (clique aqui e saiba mais), foi autorizada pela Justiça a entrevistar Paulo Maluf para um documentário. A informação é da coluna de Mônica Bergamo, na Folha de São Paulo. Segundo a publicação, o ex-deputado - que teve prisão decretada em 2017 por lavagem de dinheiro - era muito amigo da apresentadora, que o apoiou em diversas campanhas políticas. Os dois acabaram se afastando posteriormente e Hebe chegou a dizer que a amizade era “interesseira”. A entrevista com Maluf ainda não foi marcada por que ele está internado no hospital Sírio Libanês, em São Paulo, para tratar um câncer.

Academia divulga finalistas do Oscar; Brasil fica de fora com ‘O Grande Circo Místico’
Foto: Divulgação

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas divulgou, nesta segunda-feira (17), a lista dos finalistas para a disputa da próxima edição do Oscar, cuja cerimônia acontece no dia 24 de fevereiro de 2019, em Los Angeles, nos Estados Unidos. 


O filme escolhido para representar o Brasil, “O Grande Circo Místico”, de Cacá Diegues, ficou de fora da lista dos nove finalistas que concorrerão às cinco vagas de melhor longa estrangeiro. Esta é a 20ª vez consecutiva que o país não integra a disputa. A última vez que concorreu foi em 1999, com “Central do Brasil”, de Walter Salles.

 

Veja a lista de finalistas:
Melhor filme estrangeiro

"Em Chamas", de Lee Chang-dong (Coreia do Sul)
"Culpa", de Gustav Möller (Dinamarca)
"Assunto de Família", de Hirokazu Kore-Eda (Japão)
"Ayka", de Sergei Dvortsevoy (Cazaquistão)
"Cafarnaum", de Nadine Labaki (Líbano)
"Roma", de Alfonso Cuarón (México)
"Guerra Fria", de Pawel Pawlikowski (Polônia)
"Pássaros de Verão", de Cristina Gallego e Ciro Guerra (Colômbia)
"Werk Ohne Autor", de Florian Henckel von Donnersmarck (Alemanha)

 

Melhor documentário em longa-metragem
“Charm City”, de Marilyn Ness (EUA)
Communion”, de Austin Burns (EUA)
“Crime + Punishment”, de Stpehen Maing (EUA)
“Dark Money”, de Kimberly Reed (EUA)
“The Distant Barking of Dogs”, de Simon Lereng Wilmont (Dinamarca)
“Free Solo”, de Jimmy Chin e Elizabeth Chai Vasarhelyi (EUA)
“Hale County This Morning, This Evening”
“Minding the Gap”, de RaMell Ross (EUA)
“Of Fathers and Sons”, de Talal Derki (Alemanha, EUA, Síria, Líbano,
Holanda, Qatar)
“On Her Shoulders”, de Alexandria Bombach (EUA)
“RBG”, de Julia Cohen e Betsy West (EUA)
“Shirkers”de Sandi Tan (EUA)
“The Silence of Others”, de Robert Bahar e Almudena Carracedo (EUA,
Espanha, Canadá, França)
“Three Identical Strangers”, de Tim Wardle (Reino Unido)
“Won’t You Be My Neighbor?”, de Morgan Neville (EUA)


Melhor documentário em curta-metragem
“Black Sheep”, de Ed Perkins
“End Game”, de Rob Epstein e Jeffrey Friedman
“Lifeboat”, de Josefine Kirkeskov
“Los Comandos”, de Joshua Bennett e Juliana Schatz
“My Dead Dad’s Porno Tapes”, de Charlie Tyrell
“A Night at the Garden”, de Marshall Curry
“Period. End of Sentence.”, de Rayka Zehtabchi
“’63 Boycott”, de Gordon Quinn
“Women of the Gulag”, de Marianna Yarovskaya
“Zion”, de Floyd Russ


Melhor maquiagem e penteado
“Pantera Negra”
“Bohemian Rhapsody”
“Border”
“Duas Rainhass”
“Stan & Ollie”
“Suspiria”
“Vice”


Melhor trilha sonora
“Aniquilação”
“Vingadores: Guerra Infinita”
“A Balada de Buster Scruggs”
“Pantera Negra”
“Infiltrado na Klan”
“Podres de Ricos”
“A Morte de Stalin”
“Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald”
“Primeiro Homem”
“Se a Rua Beale Falasse”
“Ilha dos Cachorros”
“O retorno de Mary Poppins”
“Um Lugar Silencioso”
“Jogador Nº 1”
“Vice”


Canção Original
“When A Cowboy Trades His Spurs For Wings”, de “A Balada
de Buster Scruggs”
“Treasure”, de “Querido Menino”
“All The Stars", de “Pantera Negra”
“Revelation”, de “Boy Erased”
“Girl In The Movies”, de “Dumplin’”
“We Won’t Move”, de "O Ódio que Você Semeia”
“The Place Where Lost Things Go”, de “O Retorno de Mary Poppins”
“Trip A Little Light Fantastic”, de de “O Retorno de Mary Poppins”
“Keep Reachin'”, de “Quincy”
“I’ll Fight”, de “RBG”
“A Place Called Slaughter Race”, de "WiFiRalph: Quebrando a Internet"
“OYAHYTT”, de “Sorry to Bother You”
“Shallow”, de “Nasce uma Estrela”
“Suspirium”, de “Suspiria”
“The Big Unknown”, de “As Viúvas”


Curta de animação
“Age of Sail”, de John Kahrs
“Animal Behaviour”, de David Fine e Alison Snowden
“Bao”, de Domee Shi
“Bilby”, de Pierre Perifel, JP Sans e Liron Topaz
“Bird Karma”, de William Salazar
“Late Afternoon”, de Louise Bagnall
“Lost & Found”, de Andrew Goldsmith e Bradley Slabe
“One Small Step”´, de Andrew Chesworth e Bobby Pontillas
“Pépé le Morse”, de Lucrèce Andreae
“Weekends”, de Trevor Jimenez


Curta-metragem
“Caroline”, de Logan George e Celinde Held
“Chuchotage”, de Barnabás Tóth
“Detainment”, de Trina McGee
“Fauve”, de Jeremy Conte
“Icare”, de Nicolas Boucart
“Marguerite”, de Marianne Farley
“May Day”, de Fedrik De Beul e Olivier Magis
“Mother”, de Rodrigo Sorogoyen
“Skin”, de Guy Nattiv
“Wale”, de Barnaby Blackburn


Efeitos visuais
“Homem-Formiga e a Vespa”
“Vingadores: Guerra Infinita”
“Pantera Negra"
“Christopher Robin”
“Primeiro Homem”
“Jurassic World: Reino Ameaçado”
“O Retorno de Mary Poppins”
“Jogador Nº 1”
“Han Solo: Uma História Star Wars”
“Bem-Vindos a Marwen” 

Segunda, 17 de Dezembro de 2018 - 20:50

Atriz de 'Orange Is The New Black' acusa ator Geoffrey Rush de assédio

por Folhapress

Atriz de 'Orange Is The New Black' acusa ator Geoffrey Rush de assédio
Foto: Divulgação / Getty Images

Em entrevista ao jornal The New York Times, a atriz Yael Stone afirmou que o ator australiano Geoffrey Rush agiu de "maneira inapropriada" quando ambos estavam em cartaz com a peça teatral "The Diary of a Madman", em 2010. 

 

Segundo a atriz, que interpreta Lorna em "Orange Is The New Black", o ator chegou a colocar um espelho debaixo dela enquanto ela tomava banho no camarim, dançou pelado na frente dela, enviou mensagens eróticas e chegou a tocar as costas dela de uma "forma muito sensual". 

 

Rush divulgou um comunicado afirmando que as queixas de Stone são "incorretas e em alguns casos completamente tiradas de seu contexto."Ele disse ainda que Yael ficou emburrada na ocasião pelo "entusiasmo espirituoso" que ele traz aos trabalhos.

 

Na entrevista ao jornal americano, ela conta que ambos dividiram o camarim e que os chuveiros eram contíguos. Em uma certa ocasião, lembra, notou um pequeno espelho de barbear implantado no box.

 

"Eu estava nessa zona limite entre ter de manejar essas situações desconfortáveis sem ofendê-lo", disse. "Não considerei falar com ninguém a respeito. Ele era um astro enorme. O que fariam? Demitiram Geoffrey para me manter?"

 

Essa não é a primeira vez que Rush responde por denúncias do tipo. Em dezembro do ano passado, o ator de "Piratas do Caribe" e vencedor do Oscar por "Shine" pediu demissão da Academia de Cinema da Austrália, que presidia. A decisão foi tomada porque o intérprete de 67 anos teria praticado "condutas impróprias" enquanto trabalhava na Companhia de Teatro de Sydney.

 

Não há detalhes mais específicos sobre o que ele teria feito nem sobre quem é a vítima que o acusa, mas a imprensa australiana indicou que as queixas se referiam ao período em que Rush estava em cartaz com "Rei Lear", entre 2015 e 2016. O ator negou as acusações.

 

"Desde o momento em que soube dos rumores de denúncia, falei imediatamente com a direção da Companhia de Teatro de Sydney pedindo um esclarecimento dos detalhes do comunicado. Eles se negaram a me dar detalhes", disse, em comunicado divulgado pela rede ABC.

 

Rush é um premiado ator. Além do Oscar, já ganhou os prêmios Emmy (voltado à TV) e Tony (do teatro).

Segunda, 17 de Dezembro de 2018 - 19:40

Campanha para valorizar ofício das baianas de acarajé é lançada em Salvador

por Lara Teixeira

Campanha para valorizar ofício das baianas de acarajé é lançada em Salvador
Foto: Bahia Notícias / Lara Teixeira

A pedido da Associação Nacional das Baianas do Acarajé (Abam) foi criada uma campanha, lançada nesta segunda-feira (17), no Espaço Cultural da Barroquinha, sobre a valorização do Ofício das Baianas de Acarajé. O projeto contou com o apoio do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) do Ministério da Cultura e com diversas parcerias como Margareth Menezes, que cedeu sua imagem e voz para o documentário, além da agência de publicidade NBS, que ajudou a articular e engajar apoiadores em Salvador para a produção dos produtos. 

 

Durante a coletiva de imprensa de lançamento da campanha que aconteceu nesta segunda, o superintendente do Iphan na Bahia, Bruno Tavares, explicou que o objetivo principal da iniciativa é manter a "tradição e ancestralidade" das baianas de acarajé. Ele destacou que "essas são as duas coisas que precisam ser prezadas" no momento de produção do alimento. Tavares ainda afirmou que sem a tradição e a ancestralidade o acarajé é apenas um "bolinho de feijão". Para ele, como se trata de algo cultural, esses dois aspectos destacados são fundamentais para a criação da comida de matriz africana. 

 

Também presente na coletiva, a presidente da Abam, Rita Santos afirmou que a campanha é "muito importante para as baianas" e para preservar o ofício das baianas de acarajé, que se tornou Patrimônio Cultural do Brasil desde 2005. Além disso, Rita informou que são poucas as baianas que vendem de fato acarajé, e durante um ano só conseguiu entregar o selo a 20 baianas. "As baianas precisam estar dentro do contexto. Existe um decreto municipal da prefeitura dizendo que a baiana tem que estar de bata, saia e torso e se não estiver ela recebe uma multa. Mas isso não é fiscalizado pela prefeitura", explica Rita. 

 

Como resultado da campanha, a presidente da Abam espera que a população passe a "cobrar e vigiar" as profissionais de Salvador. "Salvador é o lugar onde tudo nasceu e tudo está se perdendo. A campanha chega como um resgate para as verdadeiras vendedoras baianas que lutaram para que o acarajé tivesse o nome que tem. Está difícil achar uma baiana tradicional na cidade", aponta Santos. 

 

O diretor do Departamento de Patrimônio Imaterial Hermano Queiroz ressaltou na coletiva que "as baianas são os nossos patrimônios vivos". E sobre o registro do ofício das baianas de acarajé, ele destacou que é "um dos bens culturais mais representativos do Brasil". 

 

"O registro é um instrumento de luta política e garante direitos para as baianas. O acarajé não é uma comida qualquer, ele é um símbolo identitário do nosso estado e do Brasil". 

 

Já o secretário de Cultura e Turismo de Salvador Cláudio Tinoco falou sobre a importância de fazer com que a campanha chegue até os turistas. "Pessoas que pretendem vir a Salvador normalmente faz buscas, então nada melhor do que eles encontrarem a campanha e quando forem consumir o acarajé, eles já podem entender a importância de se dirigir à baiana tradicional".  

 

O secretário ainda informou que os vídeos e as peças publicitárias serão disponibilizadas nas redes sociais da prefeitura. 

Participantes do 'Corra pro Abraço' lançam CD sobre vulnerabilidade social
Foto: Divulgação

Os participantes do programa “Corra pro Abraço”, da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia, lança nesta terça-feira (18), às 17h, o álbum musical “Outros Caminhos São Possíveis”. O lançamento acontecerá na sala Walter da Silveira, na Biblioteca Pública, nos Barris, em Salvador. As canções foram escritas pelos próprios beneficiários do programa, ao longo dos seus cinco anos de existência, durante as oficinas de arte-educação e redução de danos. 

 

O programa atende pessoas fazem uso abusivo de drogas em contextos de vulnerabilidade, ou afetadas por problemas relacionados a criminalização das drogas, tais como a população em situação de rua e jovens que residem e transitam em territórios com altos índices de violência. O CD, gravado em abril nos estúdios do bloco afro Ilê Aiyê, surgiu da necessidade de dar visibilidade às composições destes artistas, participantes do programa, que se encontram em contextos de vulnerabilidade. 

 

“A partir das oficinas de música e teatro, eles e elas começaram a produzir letras e arranjos e constatamos que seria importante preservar essa memória. As letras das oito canções trazem mensagens que são muito relevantes: ‘o futuro está em nós’, ‘sou ser humano, com direito, alma e coração’, ‘moro na rua, mas sou cidadão, trabalho todo dia para ganhar um pão’. Nos mostram os desafios enfrentados por cada uma dessas pessoas, que estão nas ruas”, destaca Tricia Calmon, coordenadora Geral do Corra pro Abraço.

 

O evento contará com os arte-educadores: Dainho Xequerê e Merry Batista, na abertura do lançamento, que serão também os mestres de cerimônia da noite, apresentação dos cantores, compositores e percussionistas do álbum, presença de representantes governamentais, movimentos sociais, academia, entre outros convidados e apoiadores do Corra pro Abraço.

Osba encerra temporada de 2018 com concertos em Feira de Santana e Salvador
Foto: Divulgação / Wendell Wagner

A Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba) encerra suas atividades de 2018 com dois concertos nesta semana que antecede o recesso natalino, sendo um no interior e outro na capital. 

 

O primeiro será em Feira de Santana, em mais uma participação no “Natal Encantado” nesta terça-feira, 18 de dezembro, às 19h, na Praça Padre Ovídio. O repertório diversificado apresenta algumas preciosidades do universo da música de concerto como a “Suíte Bela Adormecida, Op. 66a (Valsa)” e “O Lago dos Cisnes: Op. 20a (Scene)” do russo P. I. Tchaikovsky, além do clássico “Bolero”, de M. Ravel, “Dança Hungara nº 5”, de J. Brahms, além das “Bachianas Brasileiras nº 7”, de H. Villa-Lobos. O público aprecia ainda o clássico natalino “Noite Feliz”, dos austríacos J. Mohr e F. X. Gruber e ainda belíssimas obras de Suppé, Dvo?ák e Massenet.


 
A próxima apresentação da Osba será no tradicional “Concerto de Natal” no dia 21 de dezembro, às 19h, na Concha Acústica do Teatro Castro Alves. Com o tema “Transbordando Sonhos”, o concerto acontece sob a regência do maestro Carlos Prazeres, a apresentação traz solos do jovem pianista Cristian Budu, e também da violinista Priscila Plata Rato, atual spalla da OSBA, além das participações especiais do ator Jackson Costa, do Corpo de Baile Sonho de Valsa e do cantor Sidney Magal que interpreta alguns dos seus sucessos como "Sandra Rosa Madalena”, "O Meu Sangue Ferve Por Você".

 

O concerto em Feira de Santana será gratuito e os ingressos para apresentação na Concha, custam R$ 10 inteira e R$ 5 meia e já estão à venda nas bilheterias do Teatro Castro Alves, postos de vendas dos SAC´s Barra e Bela Vista ou no site da Ingresso Rápido (acesse aqui). 

 

SERVIÇO
O QUÊ:
Osba no "Natal Encantado"
QUANDO: Terça-feira, 18 de dezembro, às 19h
ONDE: Praça Padre Ovídio, Feira de Santana
VALOR: Gratuito 

 

O QUÊ: "Natal da Osba - Transbordando sonhos"
QUANDO: Sexta-feira, 21 de dezembro, às 19h
ONDE: Concha Acústica do Teatro Castro Alves
VALOR: R$ 10 (inteira) | R$ 5 (meia)

Segunda, 17 de Dezembro de 2018 - 16:50

Filme mostra ligação de Bethânia e escola de samba Mangueira

por Folhapress

Filme mostra ligação de Bethânia e escola de samba Mangueira
Foto: Reprodução / Instagram

"Olhei, e tava entrando a Verde e Rosa. O sol tava batendo, e tinha muito ouro, muito verde e muito rosa. Eu morri de emoção e falei: 'Então, essa escola é a minha, sou mangueirense'."

A declaração de Maria Bethânia, presente no documentário "Fevereiros", ajuda a explicar a relação da cantora baiana com a escola de samba carioca Mangueira.

O filme de Marcio Debellian, que rodou por mostras estrangeiras e foi premiado no último festival In-Edit, mostra os bastidores do desfile de 2016, com o qual a agremiação homenageou Bethânia e saiu vencedora daquele ano.

O diretor comenta que se interessou pelo fato de a Mangueira ter enfocado a devoção religiosa da cantora, sincretismo que mistura catolicismo e matrizes africanas e ameríndias. Esse é um dos aspectos que ele trata no filme, que conta ainda com cenas de shows e depoimentos de músicos como Caetano Veloso e Chico Buarque. 

"Fevereiros" estreia em 31 de janeiro.

Espetáculo sobre universo da Disneylândia faz duas apresentações no TCA
Foto: Divulgação

O espetáculo “Feel The Magic – Disney”, da Studio A, faz duas apresentações nesta quinta (20) e sexta-feira (21), às 20h, na sala principal do Teatro Castro Alves, em Salvador. Com a proposta de mostrar o universo da Disneylândia, a montagem retrata a aventura do Mickey, que resolve testar novas poções para tornar o mundo da Disney mais mágico e encantados. A magia acaba falhando e os personagens ficam às avessas. Os ingressos, que custam R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia), estão à venda na bilheteria do local, nos SAC’s Barra e Bela Vista ou nas plataformas digitais do Ingresso Rápido.
 

SERVIÇO
O QUÊ:
“Feel The Magic – Disney”
QUANDO: Quinta e sexta-feira, 20 e 21 de dezembro, às 20h
ONDE: Sala principal do Teatro Castro Alves – Salvador (BA)
VALOR: R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia)

Sarau Bem Black homenageia Mestre Moa do Katendê nesta quarta no Pelourinho
Foto: Divulgação

Em sua última edição de 2018, nesta quarta-feira (19), o Sarau Bem Black fará uma homenagem a Mestre Moa do Katendê, artista baiano assassinado em outubro deste ano, após uma briga sobre política. Comandado pelo poeta Nelson Maca, o evento acontece a partir das 19h, na Oficina de Investigação Musical, situada no Largo do Pelourinho, em Salvador. Na ocasião, o sarau irá revisitar o legado de Moa, marcado pelo forte traço de negritude afrobaiana, e seus desdobramentos na música popular brasileira.


Entre os convidados desta edição especial estão o percussionista Jorjão Bafafé, que foi parceiro de Moa na criação do Afaxé Badauê, 1978; e os participantes do clipe “Moço Lindo do Badauê”, que será lançado no Sarau. Homenagem a Moa, o clipe tem concepção musical e base de Dj Gug e AquaHertz.


Além das homenagens, o Bem Black segue com sua estrutura tradicional, alternando os poetas da casa, os da plateia e a discotecagem. 

 


SERVIÇO
O QUÊ:
Sarau Bem Black – Homenagem a Moa do Katendê
QUANDO: Quarta-feira, 19 de dezembro, às 19h
ONDE: Oficina de Investigação Musical – Pelourinho – Salvador (BA)
VALOR: Entrada Gratuita       

Dom Murilo Krieger lança livro nesta terça na Assembleia Legislativa da Bahia
Foto: Divulgação

O Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, lança, nesta terça-feira (18), na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), o livro “Deus é amor: passos de um catarinense em terras baianas”. O evento de lançamento acontece a partir das 14h30, no saguão Deputado Nestor Duarte, da AL-BA.


A obra conta com artigos sobre os sete anos de atuação de Dom Murilo na Arquidiocese de Salvador. O livro fala ainda sobre pessoas que se destacaram em ações de amor ao próximo, como Irmã Dulce; e também sobre fatos relevantes para a sociedade baiana, a exemplo das greves da Polícia Militar ocorridas no estado. 


SERVIÇO
O QUÊ
: Lançamento do livro “Deus é amor: passos de um catarinense em terras baianas”
QUANDO: Terça-feira, 18 de dezembro, às 14h30
ONDE: Saguão Deputado Nestor Duarte - Assembleia Legislativa da Bahia – CAB – Salvador (BA)

Galeria Pierre Verger sedia exposição internacional Falun Dafa
Foto: Divulgação

Composta por 25 quadros de pinturas produzidos por 18 artistas chineses, a exposição “Quadros Internacionais de Arte de Falun Dafa” foi aberta nesta segunda-feira (17), às 9h, na Galeria Pierre Verger, situada nos Barris, em Salvador. A mostra, que segue em cartaz até 17 de janeiro de 2019, retrata a vivência de artistas chineses em um ambiente - a China - sem liberdade de expressão e de crença.

 

"Fala sobre valores como verdade, bondade e tolerância, e leva aos visitantes uma mensagem de otimismo, coragem e retidão diante de adversidades", diz o representante da Associação Falun Dafa no Brasil, João Marchesini Junior. "Também são obras que não têm como objetivo simplesmente o entretenimento, mas, também, provocar reflexões. É uma arte criada visando despertar e informar as pessoas. É uma exibição de arte que entretém, educa e leva a uma reflexão sobre a condição humana. São obras que mostram com realismo os acontecimentos vivenciados pelos adeptos do Falun Dafa, perseguidos pelo regime comunista chinês", acrescenta.


SERVIÇO
O QUÊ:
Quadros Internacionais de Arte de Falun Dafa
QUANDO: 17 de dezembro de 2018 a 17 de janeiro de 2019. Visitação de segunda a domingo, das 9h às 19h
ONDE: Galeria Pierre Verger (subsolo da Biblioteca Pública dos Barris) – Salvador (BA)
VALOR: Gratuito

A pedido de Michelle Bolsonaro, obras sacras sairão do Palácio da Alvorada para o Jaburu
Foto: Ichiro Guerra / Divulgação

Residência oficial do presidente da república, o Palácio da Alvorada deixará de abrigar obras de arte com imagens sacras após a posse de Jair Bolsonaro. De acordo com informações da Folha de S. Paulo, cinco peças de simbologia católica - um par de anjos barrocos tocheiros e quatro estátuas de santos – serão transferidas para o Palácio do Jaburu. Uma das obras que devem deixar o espaço é uma imagem de Santa Bárbara em madeira, datada do século 18. "Ela é, inclusive, padroeira da artilharia”, disse o vice-presidente eleito, Hamilton Mourão, confirmando o recebimento da escultura. O general e sua mulher são católicos.


Ainda segundo a publicação, três funcionários do Palácio do Planalto informaram que a transferência acontece a pedido da primeira-dama, Michelle Bolsonaro. A mulher do presidente eleito frequenta a igreja evangélica Batista Atitude, cuja linha religiosa defende que esculturas de santos não devem ser adoradas.


Diante da decisão, o ex-curador da Presidência da República Rogério Carvalho, afirma que a futura primeira-dama tem sido mal assessorada. Para ele, é natural que o novo presidente faça mudanças na área privativa, cujo acesso não é público. “Mas, na parte pública, o ideal é que as peças de arte sejam mantidas para preservar a leitura histórica”, argumentou.

Dão faz show no Café-Teatro Rubi com repertório de Roberto Carlos 
Foto: Divulgação

O cantor e compositor baiano Dão se apresenta nos dias 11 e 12 de janeiro, às 20h30, no Café-Teatro Rubi, dentro do projeto “Verão Rubi”. Na ocasião, o artista apresenta o show “Dão canta Roberto”, que conta com um repertório de Roberto Carlos.

 

O set-list será centrado nas composições da década de 1970, quando o homenageado se envolveu com os ritmos da black music. Dão subirá ao palco ao lado de Jackson Almeida (guitarras e violões), Paulo Bass (baixo) e Ivan Torres (bateria). O couvert artístico custa R$ 50.

 

SERVIÇO
O QUÊ:
“Dão canta Roberto”
QUANDO: Sexta-feira e sábado, 11 e 12 de janeiro de 2019, às 20h30
ONDE: Café-Teatro Rubi – Salvador (BA)
VALOR: R$ 50

Histórico de Conteúdo