Sábado, 23 de Março de 2019 - 09:30

Coluna Literatura: Leia 'Meu amor de ontem', de Otto Freitas

por Carlos Navarro Filho

Coluna Literatura: Leia 'Meu amor de ontem', de Otto Freitas
Foto: Bahia Notícias / Priscila Melo

Meu amigo Otto Gordo acaba de informar que finaliza um livro, no qual faz uma seleção de sua obra poética para lançá-lo muito em breve. Além de ser considerado por quem é do ramo um dos melhores textos do jornalismo baiano, a poesia do Gordo, já falei aqui, que é sensível, instigante, às vezes direta, dura e provocadora. Mas sempre rica. Enquanto o livro não chega, aproveitemos esses cinco poemas, amostras do que vem por aí. Você vai gostar. Clique aqui e leia a coluna da semana.

Com câncer terminal, jovem foge de hospital, realiza desejo de comer hambúrguer e morre
Foto: Reprodução

Após um ano em tratamento paliativo contra um câncer no intestino, um jovem catarinense de 18 anos fugiu do hospital para realizar último desejo e acabou morrendo.


De acordo com informações do jornal Extra, Wendrik Santos da Sil estava internado no Hospital Municipal São José, em Joinville (SC), com a doença em estado terminal, quando escapou para satisfazer seu desejo. 

 

Segundo a publicação, ele foi a uma lanchonete, mas não tinha como pagar a conta. Wendrik, então, foi até a Câmara de Vereadores, onde sua mãe já havia trabalhado, e pediu dinheiro a conhecidos. Em seguida ele voltou ao fast-food, onde comeu o hambúrguer e bebeu dois refrigerantes.


Depois de realizar seu último desejo, o jovem acabou passando mal, foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado de volta ao hospital, com muitas dores. Wendrik morreu na última terça-feira (19).

Chapada Diamantina: Projeto reúne artesãos a fim de expandir vendas de artesanato local
Foto: Divulgação / ArtChapada

Com o objetivo de promover a visibilidade e expandir as vendas do artesanato produzido na Chapada Diamantina, um grupo de artesãos locais se reuniu para a criação do projeto "ArtChapada" em janeiro deste ano.

 

A iniciativa, idealizada pela artesã e estudante de Administração Horrana Oliveira, 21 anos, juntamente com o professor de informática, Matheus Brito, consiste numa loja colaborativa virtual que vende artesanatos para todo o Brasil. As artes variam do conhecido crochê à peças decorativas feitas com fio de cobre, palha de cipó e licuri.

 

"Faço crochê desde os seis anos e até hoje empreendo com ele. Tive a ideia de criar junto com Matheus uma plataforma de venda. Mas percebi que seria algo muito grande para ter sozinha. Tem tantos artesanatos legais aqui e que eu não vejo serem divulgados. Sempre quis fazer algo pelo artesanato da região. Por isso, pensei em reunir vários artesãos locais e mostrar que a Chapada não é só turismo", explica.

Foto: Divulgação / ArtChapada

Segundo ela, a participação em grupos e divulgação por meio das redes sociais estimularam o interesse dos artesãos pelo projeto. "Conheço muita gente que faz artesanato na região. Além disso, estou em vários grupos, comecei a perguntar e as pessoas foram aparecendo", revela. Até o momento, o projeto conta com a participação de artesãos de Seabra, Palmeiras e Iraquara.

 

Em relação ao trabalho na loja, a artesã destacou que eles se organizam como uma família. "A gente não trabalha com hierarquia, todo mundo tem poder de fala e participa de todas as decisões", reitera.

 

A especialista na área de saboaria natural e estudante de nutrição, Daniela Souza, 27 anos, revelou que o projeto foi a oportunidade para expandir o seu trabalho. "Já fazia sabonetes há um tempo, mas não fazia divulgação. Eu senti que já estava na hora de expandir minhas vendas e vi a solução para esse problema quando conheci o projeto nas redes sociais", relata.

Foto: Divulgação / ArtChapada

VALORIZAR O ARTESANATO

O artesão e mecânico Joilson Pereira, 24 anos, que complementa a sua renda com a venda das suas artes com arame de cobre, acredita que mais projetos para valorizar o artesanato local devem ser criados. "O nosso trabalho precisa ser mais valorizado. É importante fazer um grupo como esse com todos os artesãos e expandir a área de vendas", defende.

Foto: Divulgação / ArtChapada

Além da valorização, a falta de espaço também foi um problema apontado pela artesã Daniela Souza. "Vejo que a galera tem muito potencial, mas não tem espaço. Falta muito essas feiras de artesanato por aqui, seria bacana para a gente mostrar todo o nosso talento. Porque, como sempre digo aos meus clientes, toda vez que virem o símbolo ‘feito à mão’ dêem muito valor, pois ali tem muito esforço, trabalho e dedicação", completa.

Sábado, 23 de Março de 2019 - 00:00

Coletivo investe em rap, solidariedade e educação para 'mudar a cara' de Pernambués

por Lara Teixeira

Coletivo investe em rap, solidariedade e educação para 'mudar a cara' de Pernambués
Foto: Divulgação / Matheus Santos

Misturando rap, educação e valores, o coletivo Hip Hop Pernambués foi criado por cinco jovens em maio de 2018 e tem o intuito de movimentar e mudar a imagem que é passada sobre o bairro de Salvador. 

 

Em entrevista ao Bahia Notícias, Vitoria Cardoso, produtora cultural do coletivo, explicou que projeto começou com a vontade dos integrantes em realizar uma batalha de rimas e de MCs no bairro de Pernambués, mas durante o processo de criação da logística da batalha, o grupo pensou: "por que não fazer algo maior?".

 

Além de Vitória, o grupo é formado também por Anderson Santana, conhecido como 16 Beats, que é MC e responsável pela batalha da Santa Clara; Érick Alves, que é criador de conteúdo visual e grafiteiro do coletivo; Gabriela Bonfim, que atua como social media do grupo; e Pedro Henrique, fotógrafo oficial do coletivo. 

 

"Pensamos em fazer algo que agregasse mais valor à comunidade e foi aí que decidimos fazer o primeiro evento, que foi o 'Hip Hop Pernambués convida'", conta Cardoso. 

 

A primeira edição do evento aconteceu na Praça Santa Clara e, segundo Vitória, o dia contou com atividades para as crianças, feijão comunitário, alguns grupos de rap de Salvador e o destaque foram os três grafiteiros de da capital baiana que grafitaram a praça inteira. Vitória relatou que nesse primeiro evento o vereador do bairro chegou a apoiar, mas foi apenas neste. 

 

 

 

"Fomos percebendo a proporção que o evento tinha tomado no bairro e para se tornar mais formal decidimos criar o Instagram, Facebook e realizar as batalhas de rap às sextas-feiras, quinzenalmente, na mesma praça que foi revitalizada. Decidimos também cobrar doações de alimentos para quem tinha interesse em participar das batalhas. Junto a isso, fomos tendo novas ideias e recebendo ideais do público para realizarmos mais eventos junto com o coletivo". 

 

O segundo evento de maior porte do grupo seria para celebrar o Dia das Crianças, mas um imprevisto aconteceu. "Tínhamos feito todo o projeto, conseguido uma piscina de bolinhas e um pula-pula de graça, convidados todo mundo e, faltando uma semana, estava tendo em Pernambués uma guerra de tráfico. Fomos avisados por eles mesmos que seria desvantagem e para não acontecer coisas agravantes seria melhor cancelar o evento", relembrou Vitória. O coletivo acatou o pedido. A integrante do grupo informou que como eles já tinham muitos brinquedos e comidas, que foram arrecadadas durante as batalhas de rap, decidiram juntar com a última edição especial de 2018, mas desta vez não conseguiram fechar parcerias para os "brinquedões" gratuitos. "Mesmo sem as coisas, foi muito bom, porque as crianças estavam esperando por aquele dia e no final elas gostaram muito". 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Batalha da Santa Clara 11° edição | última do ano #movimentesuafavela Ph: @victorlo.ph

Uma publicação compartilhada por COLETIVO HIP HOP PERNAMBUÉS (@hiphoppernambues) em

 

Além dos eventos de lazer, o coletivo realizou um aulão do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no ano passado em um colégio estadual do bairro. Segundo Vitória, "muitas pessoas se inscreveram, mas as que não foram, ficaram na expectativa para acontecer de novo". 

 

O coletivo já começou a planejar e realizar novos projetos em 2019. Entre eles, tem o cine comunidade, que tem como objetivo levar para a comunidade filmes com tema relacionados à realidade de Pernambués. "Os filmes serão com temáticas negras e sobre o dia a dia da periferia. O primeiro que queremos exibir é 'Pantera Negra', mas pretendemos também colocar alguns filmes brasileiros". Para conseguir realizar o projeto, Vitória confessou que o grupo ainda está buscando ajuda com alguns materiais, como um projetor, para que eles consigam exibir os filmes na própria praça Santa Clara, que foi revitalizada. 

 

Além do cine comunidade, os futuros projetos são: um "baba" beneficente, cobrando alimento como entrada, para conseguir arrecadar mais comidas para entregar para às famílias; o Dia das Crianças; pelo menos quatro aulões para o Enem; rodas de conversas e palestras; e uma "geladeira literária", que ficará na praça para quem quiser pegar um livro, ler e devolver. 

 

"Temos um cronograma montado até junho. Queremos fazer também um mutirão de grafite para revitalizar as outras praças e mostrar para a comunidade de Pernambués o que queremos fazer enquanto coletivo". 

 

Sobre o que o grupo espera conquistar em 2019, Vitória revelou um grande desejo: "Temos o intuito de virar uma ONG". A intenção é alugar um espaço físico para conseguir "firmar" a ONG, além buscar o apoio de alguma empresa que se interesse pelo projeto. "O que estamos carentes mesmo é de captação de recurso. A gente se inscreve em editais, mas nem todo retorno é positivo. Nossa maior angústia e expectativa é saber se vamos conseguir tirar todos os projetos que temos do papel". 

 

A produtora cultural aproveitou o espaço da entrevista para fazer um desabafo sobre a falta de retorno que o grupo sente. “A comunidade já percebe a importância do coletivo, mas as outras pessoas, como os vereadores e políticos, não percebem a importância, acham que são ‘apenas adolescentes fazendo rap’. A praça Santa Clara por exemplo era conhecida como Cracolândia de Pernambués, e depois que nós revitalizamos muitas pessoas foram tirar fotos profissionais, gravar clipe, filmagens, várias coisas, e estávamos nos questionando que até essas pessoas não reconhecem o nosso trabalho, e nós ficaríamos felizes com esse retorno. Depois da revitalização as pessoas perceberam o retorno que o nosso trabalho trouxe. Além das atividades físicas e culturais do bairro, nosso objetivo é que reconheçam que Pernambués tem suas coisas positivas e não é só trafico, drogas, assalto... A gente quer mostrar qual é a cultura do bairro, queremos que nosso bairro seja reconhecido por isso, não somente pelo rap, mas tudo que agregue na cultura do bairro”, relatou. 

Sexta, 22 de Março de 2019 - 19:50

'Supernatural' chega ao fim após 15 temporadas

'Supernatural' chega ao fim após 15 temporadas
Foto: Divulgação

Após quinze temporadas, a série "Supernatural" chegará ao fim. O anuncio foi feito nesta sexta-feira (22) pelo ator Jensen Akles, que interpreta o personagem Dean, ao lado de Misha Collins e Jared Pedalecki, em sua conta do Instagram. 

 

"Oi, gente! Jared, Jensen e Misha aqui. Temos grandes notícias que queríamos que vocês ouvissem da gente", disse Padalecki.

 

"Acabamos de contar para a equipe que, apesar de estarmos ansiosos para começar a trabalhar na 15ª temporada, ela será a última", falou Ackles. "15 anos da série que certamente mudou nossas vidas, e queríamos que vocês ouvissem da gente que estamos animados para o próximo ano, mas será o grande final de uma instituição."
"Choramos um pouco, e vamos chorar um pouco mais, mas vamos guardar e colocar toda essa emoção para a temporada final", finalizaram os atores.

 

Ainda sem data para estrear, a temporada final da série terá 20 episódios. No Brasil, "Supernatural é transmitida pelo canal pago Warner Channer.

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Well, it’s official. One more round for the Winchester brothers. Though nothing ever really ends in Supernatural...does it? ????

Uma publicação compartilhada por Jensen Ackles (@jensenackles) em

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

The rest of the vid. #spnfamily for life.

Uma publicação compartilhada por Jensen Ackles (@jensenackles) em

Após 6 anos, Alcione retorna a estúdio para gravar novo álbum
Foto: Reprodução / TV Globo

Após seis anos, Alcione se prepara para gravar em estúdio, ainda neste primeiro semestre de 2019, um álbum com músicas inéditas. 

 

Os últimos lançamentos da cantora foram dois registros de shows em CD e DVD, "Eterna alegria ao vivo", em 2014 e "Boleros ao vivo", em 2017. 

 

De acordo com informações do colunista Mauro Ferreira, do G1, o repertório do novo trabalho da sambista inclui composições de Fred Camacho, Altay Veloso, Serginho Meriti e Toninho Geraes, entre outros autores. 

 

As músicas "O samba ainda é" (Serginho Meriti, Claudemir e Ricardo Moraes) e "Alto Conceito" (Fred Camacho), já estão entre as faixas do novo álbum. O último álbum de estúdio da Marrom foi "Eterna alegria" saiu em 2013.

Sexta, 22 de Março de 2019 - 17:50

Estúdio pode cortar cena gay de filme sobre Elton John

por Folhapress

Estúdio pode cortar cena gay de filme sobre Elton John
Foto: Divulgação

Um trecho de cerca de 40 segundos de "Rocketman", aguardada cinebiografia sobre Elton John, podem ser cortados da versão final. O motivo? Eles mostram o cantor, vivido por Taron Egerton, e seu empresário e amante, interpretado por Richard Madden, juntos e pelados numa cama. As informações são do jornal britânico The Guardian, que atribui os detalhes ao tabloide Daily Mail. 

 

Segundo a publicação, a cena em questão mostra Egerton e Madden deitados, com as nádegas de fora, mas não traz a descrição de um ato sexual em si. Ainda de acordo com o periódico, o diretor Dexter Fletcher estaria sob pressão do estúdio Paramount para deletar o trecho para que o filme receba classificação indicativa de apropriado para maiores de 13 anos nos Estados Unidos. 

 

Elton Johh, entretanto, teria dado carta branca aos realizadores do filme para que mostrassem o que bem entendessem, não importando qual fosse a classificação indicativa final da obra.

 

Fletcher foi quem assumiu a direção de "Bohemian Rhapsody", lançado no ano passado, após a demissão de Bryan Singer, que causou tumultos no set e foi chamuscado por denúncias de ter cometido abuso sexual no passado. O filme, biografia sobre a banda Queen, rendeu o Oscar de melhor ator para Rami Malek. 

 

"Rocketman", que deve ser lançado em maio, se anuncia como uma viagem lisérgica e nada linear na carreira de Elton John, um dos maiores recordistas em vendas de discos da história.

Espetáculo 'Criança Viada' retorna aos palcos para sua 4ª temporada
Foto: Divulgação / Caio Lirio

O espetáculo "Criança viada ou de como me disseram que eu era gay" deu inicio a sua quarta temporada no sábado (16). A peça ficará em cartaz até o dia 31 de março, sempre aos sábados e domingos, às 20h, no Teatro Sesi Rio Vermelho. 

 

A peça une relatos autobiográficos e cenas de ficção escritas por Vinicius Bustani, ator do espetáculo com seu primeiro solo. Ele usa sua história como ponto de partida para discutir a homofobia sofrida por pessoas LGBTQI+ desde a infância ou mesmo por pessoas que não são LGBTQI+, mas que não seguem um padrão definido de gênero e sexualidade.

 

Em 2018, “Criança viada ou de como me disseram que eu era gay” foi homenageada pelo Grupo Gay da Bahia (GGB) como obra artística apoiando a comunidade LGBTQI+. A peça também foi indicada ao Melhores do Ano da atriz transformista drag queen Valerie Ohara, que anualmente homenageia parceiros e personalidades da comunidade ou que a ajudem. Já em 2019, veio a indicação de Vinicius Bustani na categoria Melhor Texto do Prêmio Braskem de Teatro, a maior premiação das artes cênicas da Bahia. 

 

“É uma alegria imensa receber essas indicações porque é o reconhecimento não só da qualidade do espetáculo, mas também da sua importância no cenário LGBTQI+, entre os nossos”, comenta o ator.

 

SERVIÇO
O QUÊ:
“Criança viada ou de como me disseram que eu era gay” 
QUANDO: 16, 17, 23, 24, 30 e 31 de março (sábados e domingos), às 20h 
ONDE: Teatro Sesi Rio Vermelho – Salvador (BA)
VALOR: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia)

Teatro Vila Velha abre inscrições para oficinas de Artes Cênicas
Foto: Divulgação / Márcio Meireles

O Teatro Vila Velha abriu inscrições para suas oficinas de Artes Cênicas, que acontecem a partir da próxima segunda-feira (25).


Com turmas de até quinze participantes, os cursos têm duração média de três meses e podem ser feitos por atores, diretores, bailarinos, estudantes e pessoas interessadas nas áreas de dança, história do teatro, dramaturgia ou teatro para iniciantes.


As inscrições podem ser feitas no site www.sympla.com.br/teatrovilavelha. A programação completa com todas os cursos oferecidos está disponível no site do Teatro Vila Velha (clique aqui).

Feira da Cidade promove 2ª edição do Festival Ruas Vivas no fim de semana em Salvador
Foto: Divulgação

Realizado pela Feira da Cidade, o Festival Ruas Vivas chega à sua segunda edição neste fim de semana, no Beco Messe do Amor, situado na Pituba. 


O evento, que tem como objetivo promover encontros inéditos, unindo nomes conhecidos a novos nomes da música, terá uma programação variada. No sábado (23), se apresentam Musiquim, Ronei Jorge, Sonora Amaralina e Ana Paula Albuquerque. Já no domingo (24), o evento será animado por Janela Brasileira, Pipoca Bacana, Isabela e Verona, Maitê Perê e Priscila Magalhães, Aice e Márcia Short.


Além da programação musical do Festival Ruas Vivas, a Feira da Cidade terá ainda gastronomia, manufaturas e atividades infantis.

 

Veja a programação:

II Festival Internacional de Dança de Porto Alegre abre inscrições para todo país
Foto: Divulgação / Daniel Martins

Estão abertas as inscrições (clique aqui) para a segunda edição do Festival Internacional de Dança de Porto Alegre, que acontece de 7 a 15 de junho, no Theatro São Pedro, na capital gaúcha. Na edição anterior, o evento distribuiu 87 prêmios e bolsas para escolas e grupos de dança do Brasil e do exterior.


Voltado para dançarinos do Brasil e do exterior, o evento é dividido em três modalidades: 

Na Mostra Competitiva do FIDPOA, os participantes podem escolher entre ballet clássico, dança contemporânea e jazz. Todos podem fazer apresentações solo, dupla, trio ou conjunto. Haverá seleção por vídeo para essa etapa e o prazo para se inscrever vai até o dia 30 de abril.


Para o FIDKIDS, podem se inscrever crianças de 7 a 9 anos, podendo fazer performances em ballet clássico e jazz. Com vagas limitadas, as inscrições para esta modalidade vão até o dia 15 de maio. 


Já o Experiência FIDPOA é uma maneira de incentivar aqueles que desejam participar e receber avaliações em uma mostra não-competitiva. Essa categoria é voltada para bailarinos de 10 a 25 anos, que também poderão concorrer a bolsas nacionais e prêmios especiais. Os estilos são os mesmos da Mostra Competitiva e passam por ballet clássico, dança contemporânea e jazz. As inscrições são até 5 de maio.

STJ mantém multa da Tickets for Fun por venda antecipada e cobrança indevida 
Foto: Divulgação

A 2ª turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou recurso da Tickets for Fun, que buscava reverter uma multa de mais de R$ 1 milhão aplicada pelo Procon-SP pela cobrança indevida na venda de shows e eventos.

 

A multa do Procon se deu pela venda antecipada limitada a determinados consumidores para os shows de Zeca Pagodinho, Metallica e Coldplay, além da cobrança de taxa de conveniência.

 

A empresa ajuizou uma ação declaratória para suspender a multa e anular o processo administrativo. O juízo de primeiro grau julgou parcialmente procedente o pedido, mas o TJ-SP reformou a decisão, ao concluir que a venda antecipada para determinado grupo detentor de cartões de crédito específicos impede que os demais consumidores concorram em condições de igualdade. O TJ decidiu ainda que a taxa de conveniência representa lucro da empresa sem uma devida contraprestação, configurando, desta forma, uma prática abusiva.

 

A Tickets for Fun recorreu ao STJ, mas o relator, ministro Mauro Campbell, apontou que para acolher a tese da recorrente de inexistência de prática abusiva, "seria indispensável o revolvimento de conteúdo fático-probatório já analisado, o que é vedado pela súmula 7 da Corte, que proíbe o reexame dos fatos e provas".


O ministro falou ainda sobre a proporcionalidade do valor da multa. "Em relação à proporcionalidade da multa arbitrada, também questionada pela empresa, para avaliar a questão seria imprescindível a análise da portaria 26/06, do Procon, e a interpretação da fórmula matemática constante, sendo impossível tal procedimento uma vez que o ato administrativo não se enquadrada em conceito de lei Federal ou tratado", explicou.

Família faz vaquinha para funeral de cantor que morreu após tiro acidental durante clipe
Foto: Divulgação

A família do cantor americano Justin Carter lançou uma vaquinha virtual para cobrir os gastos com o funeral do artista, que morreu no último sábado (16), aos 35 anos, após disparar contra si mesmo, acidentalmente, durante a gravação de um clipe, em Houston, no Texas.


De acordo com informações do G1, o dinheiro arrecadado na campanha deve ser usado para transferir o corpo do cantor country para a cidade San Antonio, onde ele será sepultado. 


O apelo dos familiares aos amigos e fãs foi feito na página do próprio artista, no Facebook. A publicação diz que a família também abriu uma campanha de doações em um site de financiamento coletivo, mas ela deve tardar semanas para ser aprovada.

Sexta, 22 de Março de 2019 - 11:30

Resenha BN: 'Leaving Neverland' não prova que Michael Jackson era um pedófilo

por Deivide Souza

Resenha BN: 'Leaving Neverland' não prova que Michael Jackson era um pedófilo
Foto: Divulgação

O documentário “Leaving Neverland” (HBO) dirigido por Dan Reed, têm causado polêmica em todo o mundo.  O longa-metragem trás relatos “detalhados” dos abusos sexuais sofridos por Wade Robson e James Safechuck por Michael Jackson. Nos minutos iniciais da obra, Dan Reed se preocupa em romantizar as descrições das vítimas, estabelecendo uma relação intima entre o telespectador e os personagens, abordando memórias familiares, infância e o primeiro contato de Robson e Safechuck com Jackson. 


Em pouco mais de duas horas, Michael é pintado como um pedófilo, explorador sexual altamente calculista, mas o longa deixa de explorar outros aspectos importantes, como as possíveis marcas, sinais, mudanças comportamentais e traumas psíquicos deixados nas vítimas, e que indicasse aos seus pais os abusos sofridos. 


Os personagens não expressam pesar, muito pelo contraio, uma sensação perturbadora de que as vítimas gostavam da relação pedófilo x vítima emerge a todo o momento, James Safechuck chega a explanar “o gênio criativo me achou especial, como eu não iria gostar?”.


Entre pausas, silêncios e palavras bem ponderadas, Wade Robson e James Safechuck narram como os abusos aconteciam, segundo eles, em todos os cantos do rancho em Neverland, muitas vezes “sob” o olhar dos familiares, experiências sexuais descritas por Safechuck, como “perigosas, mas muito excitantes.”, prática “doentia, mas que parecia uma relação entre namorados.” What?


James Safechuck relata também que aceitava joias em troca das fantasias sexuais de Michael Jackson (lol, crianças não gostam de brinquedos?), objetos estes guardados por ele até hoje em um porta joias. O ápice é quando a narrativa descreve que Jackson utilizava brigas maritais dos pais de James para causar uma espécie de “alienação ao sexo feminino”, e quando sugere que Michael mudava de parceiro a cada 12 meses, mesmo sob as alegações das vítimas que diziam que teriam sido abusadas por anos.


O documentário foi construído de forma minuciosa, de modo a levantar dúvidas a quem assiste. Relatos incompletos, que se se entrelaçam a descrições desconexas e fora de contexto. O telespectador precisa pensar rápido, e é forçado a tirar conclusões e a sentenciar Michael Jackson com base no conteúdo da obra. A impressão que fica é de que “uma mentira mil vezes contada, torna-se verdade”. A única certeza que nós, expectadores desse massacre público ao Michael, chamado “Leaving Neverland”, temos, são as provas documentais com quase 300 páginas, relativas aos processos de abuso sexual de crianças lançados contra Michael em 1994 e 2004, episódios em que Jackson foi vítima de tentativas de extorsão, e os relatos testemunhais de quem convivia e o conhecia intimamente. As investigações duraram 10 anos, e teve a assistência do Departamento Federal de Investigação (FBI). Após assistir o longa, fica claro que um orçamento elevado e boas técnicas de edição, podem fazer até algo falso parecer verdade. 

Sandy & Junior anunciam shows extra em São Paulo e Rio de Janeiro
Foto: Divulgação

Após a grande procura de ingressos para a turnê “Nossa História”, que celebra os 30 anos de carreira de Sandy & Junior, a dupla anunciou datas extra para as apresentações em São Paulo e no Rio de Janeiro.

 

Na capital paulista, além do show no dia 24, os fãs terão a oportunidade de conferir mais uma apresentação, no dia 25 de agosto. 

 

Já na capital fluminense, a dupla, que já se apresentaria no dia 3, abriu uma data extra para 2 de agosto.

 

Em Salvador, Sandy & Junior se apresentam em 13 de julho, na Arena Fonte Nova (clique aqui e saiba mais).

 

Museu da Misericórdia sedia bate-papo sobre 470 anos de Salvador
Foto: Divulgação

Em homenagem ao aniversário da capital baiana, o Museu da Misericórdia sedia, no dia 27 de março, às 17h, a roda de conversa "470 anos da Santa Casa da Bahia nos 470 anos da cidade de Salvador".


Com entrada gratuita, o evento será conduzido pelo escritor e pesquisador colombiano Nelson Cadena e pelo arquiteto historiador Francisco Senna. Durante o bate-papo, eles abordarão fatos que demonstram o papel da Santa Casa na formação da sociedade soteropolitana, desde questões sociais e políticas, até culturais e econômicas. Eles farão ainda uma análise dos contextos de cada época. 


SERVIÇO
O QUÊ:
Roda de Conversa "470 anos da Santa Casa da Bahia nos 470 anos da cidade de Salvador”
QUANDO: Quarta-feira, 27 de março, às 17h 
ONDE: Museu da Misericórdia – Rua da Misericórdia, nº 6. Pelourinho 
VALOR: Entrada gratuita

Secult divulga pré-selecionados no Edital de Mobilidade Artística e Cultural 
Foto: Divulgação

A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult) divulgou, no Diário Oficial do Estado publicado nesta sexta-feira (22), a lista de propostas selecionadas pela análise de mérito da chamada única do Edital de Mobilidade Artística e Cultural 2019.


Os pré-selecionados nesta etapa são: Gestoras.BA: Intercâmbio Cultural em Montevidéu - Uruguai; Áttomos Gira Europa; #NPCV24h 2019; Nós Somos Pares; Formação e criação artística do corpo do ator em Hamlet- Estudo sobre Shakespeare de artistas do litoral sul da Bahia; Vandex no Umbria Jazz Clinics 2019; Rasgos na Imagem: residência de montagem; Caravana Sertão; Circulação Sonora Laia Gaiatta 2019; Efó: Circulação educativa 2019; Infusão 2019; Virgínia Rodrigues – Lusofonia - Cada Voz é Uma Mulher; Fecisla-Cinema e Sal: Mostra Especial e Oficina – Intercâmbio Brasil Colômbia; Tokyo Art Book Fair 2019; Livros de artista baianos na ARCOLisboa; Isso não é um close: Residências Pandeo 2019; pIAR 2019; Circulação Artística e Cultural Coletivo Poético Afro-feminino ZeferinaS 2019; Santini & Trio Circula em Portugal; Itinerâncias Poéticas: Circulação Internacional; GIRO_arti?stico, ilustrativo e editorial na SGABF2019; Guerreiros Folcloricos no Big Festival; Irmandade da Boa morte: Resistência e Fé; Conexão Semiárido – Do Sertão da Bahia ao Deserto da Espanha: Intercâmbio de luteria na construção de instrumentos musicais com Agave; e Coletivo Casa 4 no XX Encuentro Internacional “Manta por la Danza”. A lista completa está disponível na internet (clique aqui).


Das 57 propostas inscritas, 25 foram pré-aprovadas como titulares e outras três são suplentes. Os não aprovados ainda podem interpor recursos de 25 de março a 3 de abril. 


A convocação dos aprovados para a entrega da documentação obrigatória deve ocorrer entre os dias 2 e 11 de abril. O edital prevê o investimento de R$ 400 mil, aplicado em projetos nas áreas de Intercâmbio e Difusão; Residência Artística e Formação Cultural, para atividades que devem ocorrer fora do estado ou país.

Salvador recebe III Encontro de Filosofia e Teatro de Rua da Bahia
Foto: Divulgação

Salvador recebe a terceira edição do Encontro de Filosofia e Teatro de Rua da Bahia entre os dias 26 e 31 de março, com abertura às 9h, no Auditório do PAF 5, em Ondina.


Realizado pela Universidade Federal da Bahia (Ufba) e co-realizado pela Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), o evento abriga o XXII Encontro da Rede Brasileira de Teatro de Rua e a Mostra Nordestina de Teatro de Rua.

 
Com programação em diversos pontos da cidade, o encontro inclui espetáculos, performances, esquetes e demais intervenções artísticas, além de rodas de conversa sobre temas como raça, pesquisa, comunicação e políticas culturais. Confira a programação completa (clique aqui).

Núcleo Liberdade disponibiliza 75 vagas para alunos interessados a participar do Neojiba
Foto: Divulgação

O Núcleo de Prática Musical Liberdade abriu 75 vagas para crianças, adolescentes e jovens que desejam participar dos programas dos Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia (Neojiba). As inscrições se iniciam nesta sexta-feira (22) e ficam disponíveis até o dia 29 de março. 

 

As atividades oferecidas envolvem diversas formações musicais e são voltadas para turmas de faixa etária variável. As modalidades incluem Iniciação Musical, Orquestra Infantil, Orquestra Pedagógica Experimental e Coro Infantil. A partir do lema ‘aprende quem ensina’, em todas as unidades, os alunos são estimulados a compartilhar os seus conhecimentos com os colegas, realizando um movimento em rede para formar cidadãos solidários e multiplicadores. 

 

Para os que tiverem interesse em ingressar no programa Neojiba, vale lembrar que tanto as atividades quanto as inscrições são gratuitas e devem ser realizadas diretamente nos núcleos. O local das inscrições é o OAF, na rua do Queimado, 17, na Liberdade, em Salvador e os horários  para fazer as inscrições são das 9h às 12h30 e das 13h30 às 18h. 

 

Os responsáveis precisam levar os seguintes documentos no ato da inscrição: cópia da identidade e CPF do(a) ingressante; cópia da identidade e CPF do(a) responsável, comprovante de residência, comprovante de matrícula ou boletim escolar do ingressante, número do NIS/CadÚnico, cartão do SUS e duas fotos 3x4.

Documentário ‘A Origem’ tem o artista plástico Menelaw Sete como personagem principal
Foto: Divulgação

O Teatro Molière da Aliança Francesa Salvador recebe a estreia do filme "A Origem - A lenda do nascimento do Brasil moderno", do diretor documentarista francês Pierre Meynadier, no dia 28 de março, às 19h. A sessão de estreia será seguida de bate-papo com o elenco e o diretor, e também contará com uma exposição com as peças criadas durante a produção do longa-metragem. 

 

O filme documenta uma ficção, em torno do artista soteropolitano Menelaw Sete, considerado o "Picasso brasileiro" pela crítica internacional. Ele conta, pintando, um que sonho que teve e que lembra a lenda do nascimento do Brasil, no cenário em que poderia ter acontecido - o Recôncavo Baiano. Uma jovem indígena, sobrevivente de uma tribo dizimada, encontra um jovem africano, fugido das plantações, às margens do Rio Paraguaçu, surgindo o amor que simboliza o grande cruzamento que escreveu a construção do país.

 

“A vida, uma obra de arte e um filme têm em comum o fato de que não sabemos nada sobre sua origem. Eles nascem da improbabilidade e só existem graças à importância que lhes é dada. ‘A Origem’ reúne os três: o nascimento de um povo – o do Brasil moderno –, de uma coleção que será um marco na rica história da arte contemporânea e de um filme que não sabemos mais se é a ilustração dessas histórias ou se é ele mesmo o genitor”, avalia Pierre Meynadier.

 

Em “A Origem”, entre imagens que recriam a narrativa ficcional, com um elenco de representatividade efetiva – indígenas e negros interpretam os personagens, tendo a índia Anahi e Mountaga Bayo como atores principais –, a realidade se desenrola enquanto Menelaw conhece Dona Cadu, mestra da cerâmica tradicional, que, aos 99 anos, é tida como a mais antiga ceramista em atividade.

 

Juntos, eles criam uma coleção de grande valor artístico e antropológico, moldadas do barro em técnica milenar por Cadu, de origem indígena, e coloridas por Menelaw, afrodescendente. Foram 212 peças pintadas durante as gravações. São estas obras que, numa seleção especial, compõem a exposição montada para a estreia.

 

SERVIÇO
O QUÊ:
Estreia do Filme "A Origem - A lenda do nascimento do Brasil moderno"
QUANDO: Quinta-feira, 28 de março, a partir das 19h
ONDE: Teatro Molière da Aliança Francesa Salvador
VALOR: Gratuito

Orquestra Sinfônica da Ufba convida o violoncelista Matias Pinto para concerto
Matias Pinta | Foto: Divulgação

A Orquestra Sinfônica da Universidade Federal da Bahia (Ufba) realizará uma apresentação nesta sexta-feira (22), no Salão Nobre da Reitoria da Universidade, no Canela, às 19h. O concerto irá contar com a participação do violoncelista paulista, radicado na Alemanha, Matias Pinto. 

 

Com a regência do maestro José Maurício Brandão, a apresentação marca a abertura da temporada 2019 de concertos da orquestra e será a estreia da obra "Cavalo Marinho para Cello e Cordas", do compositor baiano de música contemporânea Paulo Costa Lima. 

 

SERVIÇO
O QUÊ:
Concerto da Orquestra Sinfônica da Ufba
QUANDO: Sexta-feira, 22 de março, às 19h
ONDE: Salão Nobre da Reitoria da universidade, Canela
VALOR: Gratuito

Emilia Clarke revela que operou dois aneurismas durante gravações de GOT
Foto: Divulgação

Emilia Clark, a Daenerys Targaryen de "Game of Thones", revelou ter sofrido duas hemorragias cerebrais graves desde o início de 2011, ano em que a série estreou na HBO. De acordo com o relato em primeira pessoa que foi publicado na revista "The New Yorker", a atriz britânica diz que passou por duas cirurgias para tratar os aneurismas. 

 

"Quando todos os meus sonhos de infância pareciam se tornar realidade, eu quase perdi a cabeça e depois a minha vida", escreveu a atriz. "Eu nunca contei essa história publicamente, mas agora é a hora". 

 

Emilia falou, no artigo intitulado "Uma batalha pela minha vida", que lembra como descobriu a doença após sentir uma "dor aguda, penetrante e construtiva", no crânio durante exercícios físicos. "Em algum nível, eu sabia o que estava acontecendo: meu cérebro estava danificado", disse. 

 

"Por alguns momentos, tentei afastar a dor e a náusea. Disse para mim mesma: 'Eu não vou ficar paralisada'. Para manter minha memória viva, tentei lembrar, entre outras coisas, de algumas falas de 'Game of Thrones'."

 

No processo pós-operatório, uma enfermeira lhe pediu que dissesse seu próprio nome completo. "Eu não conseguia me lembrar", contou. "Palavras sem sentido saíram da minha boca e eu entrei em pânico. Eu sou uma atriz, precisava lembrar das minhas falas, e agora eu não cosneguia lembrar meu próprio nome". 

 

Depois de um mês Clarke voltou ao trabalhar, mas um segundo aneurisma menor foi detectado no seu cérebro. A nova cirurgia foi realizada em 2013. "A recuperação foi ainda mais dolorosa do que a da primeira cirurgia", escreveu. "Parecia que eu tinha passado por uma guerra pior do que qualquer uma que Daenerys tenha experimentado". 

 

No artigo, Clarke anunciou a criação da organização de caridade SameYou, que promoverá cuidados de recuperação neurológica para jovens adultos que sofrem lesões ou derrames cerebrais.

João Bosco faz única apresentação no Teatro Castro Alves
Foto: Divulgação / Flora Pimentel

O Teatro Castro Alves irá receber o show de João Bosco no dia 8 de junho, às 21h. 

 

O artista apresentará o repertório do seu mais novo disco "Mano Que Zuera", que foi lançado em meio à homenagem da Academia Latina da Gravação, em Las Vegas, momento em que ele recebeu o Prêmio a Excelência da Obra, parte de destaque das celebrações do Grammy Latino 2017. 

 

As vendas dos ingressos começam nesta sexta-feira (22), e custam das filas A a W R$ 160 inteira e R$ 80 meia, das filas X a Z5 R$ 120 inteira e R$ 60 meia  e das filas Z6 a Z11 R$ 80 inteira e R$ 40.

 

SERVIÇO

O QUÊ: "Mano Que Zuera" - João Bosco 

QUANDO: Sábado, 8 de junho, às 21h

ONDE: Teatro Castro Alves, Campo Grande

VALOR: Filas A a W - R$ 160 inteira e R$ 80 meia | Filas X a Z5 - R$ 120 inteira e R$ 60 meia | Filas Z6 a Z11- R$ 80 inteira e R$ 40

Marvel irá leiloar objetos e roupas das suas séries na Netflix
Foto: Reprodução / Marvel

A Marvel e a Netflix decidiram, em parceria com a Prop Store, leiloar diversos objetos utilizados em séries da companhia, incluindo partes dos uniformes e decorações dos sets de Luke Cage, Jessica Jones, Justiceiro, Demolidor e Punho de Ferro. 

 

Enquanto a lista completa de peças ainda não foi divulgada, o site oficial da Marvel publicou alguns dos itens, incluindo o braço robótico de Misty Knight, o uniforme completo do Demolidor, a placa do escritório de advocacia Nelson & Murdock, o pote de palavrões do Pop e a máscara do Punho de Ferro. 

 

O leilão contará com 750 peças e irá acontecer em agosto, sem data definida até então. Será possível dar lances pela internet, no site oficial (acesse aqui) ou pela loja da Prop Store em Los Angeles, nos EUA.

Biblioteca Central recebe Kpop Meeting Bahia 2019 neste sábado
Foto: Divulgação

A Biblioteca Central do Estado da Bahia recebe, neste sábado (23), das 8h30 às 18h, a quinta edição do Kpop Meeting Bahia. 


Voltado para jovens de 15 a 25 anos, amantes da cultura da Coréia, o evento contará com atividades como exibição de filmes, dança, curso de coreano, comidas típicas, venda de acessórios, além de música. A entrada é gratuita.


SERVIÇO
O QUÊ:
Kpop Meeting Bahia 2019
QUANDO: Sábado, 23 de março, das 8h30 às 18h
ONDE: Biblioteca Central do Estado da Bahia – Salvador (BA)
VALOR: Entrada gratuita

Nos EUA, Whindersson Nunes se monta como drag queen em festa com Pabllo Vittar
Foto: Reprodução / Instagram

O youtuber Whindersson Nunes, que está fazendo um série de apresentações no exterior, desembarcou em Nova York, nos Estados Unidos, e ao lado de Pabllo Vittar, nesta q uarta-feira (20), se montou como drag queen e foi performar em uma bolate LGBT da cidade.

 

Nas redes sociais, o marido de Luisa Sonza compartilhou alguns momentos do evento e brincou sobre o look: "Básica". Os dois, que também chegaram a encontrar a também drag Pietra Parker, ainda soltaram a voz, improvisando um dueto em público. Ao que tudo indica, toda a experiência vivida será divulgada posteriormente pelo humorista. Confira  a foto compartilhada por ele:

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Básica

Uma publicação compartilhada por Whindersson Nunes (@whinderssonnunes) em

Banda Zé de Tonha comemora 17 anos de carreira em show neste domingo em Salvador
Foto: Divulgação

Comemorando 17 anos de carreira, a banda Zé de Tonha faz show neste domingo (24), a partir das 18h, no Coliseu do Forró, no bairro do Rio Vermelho, em Salvador. Batizada de “Forró das Seis”, a noite também contará com show da Flor Serena.


Formada por Super Tom (violão e voz) Pedro Mutti (acordeom), Zé de Ouriçangas (zabumba), Alex Ferreira (contrabaixo) e Gilson Conceição (triângulo e efeitos) a banda Zé da Tonha apresentará um show que mescla arranjos e paródias inteligentes com humor e improviso.


No repertório, músicas autorais, a exemplo de “Tio Lima”, “Vamo pra lua cheia”, “Café Expresso” e “Eh Coração”, além de sucessos de Luiz Gonzaga, Flávio José e Santana “Timbalada, Tenisson Del Rei, Jau, Skank, Cidade Negra e Moraes Moreira.


SERVIÇO
O QUÊ:
Forró das seis
QUANDO: Domingo, 24 de março, às 18h
ONDE: Coliseu do Forró – Rio Vermelho – Salvador (BA)
VALOR:  R$ 30 (homem) e R$ 20 (mulher)

Banda Sons de Mercúrio faz show de lançamento de primeiro disco em Feira
Foto: Divulgação

A banda baiana Sons de Mercúrio faz show de lançamento de seu primeiro disco, “Entre Crendices e Amores Pagãos”, nesta sexta-feira (22), a partir das 20h, na Cervejaria Sertões, em Feira de Santana.


Formado por Mohzah Nascimento (voz, violão e guitarra), Cartre Sans (voz, violão e piano), Thiago Matos (voz, guitarra e contrabaixo), Débora de Carvalho (contrabaixo e violão) e Marquinhos Menezes (bateria), o grupo apresentará ao público o repertório do disco que reúne 13 canções autorais. O som da banda traz traços presentes na World Music, somados a elementos do rock, folk, indie e MPB. As harmonias vocais lembram antigos cantos de rituais, e os violões cigano-seresteiros bebem do regionalismo plural brasileiro.


O disco “Entre Crendices e Amores Pagãos” será lançado também na sexta-feira (22), nas plataformas digitais.

Grupo Botequim faz roda de samba em homenagem às mulheres nesta sexta
Foto: Divulgação

O Grupo Botequim celebra o Mês da Mulher com uma roda de samba, nesta sexta-feira (22), a partir das 21h, no pátio da Igreja do Santo Antônio Além do Carmo, no Centro Histórico de Salvador.


A proposta do evento é reverenciar as mulheres através das grandes sambistas do país. “Já é praxe a noite ser recheada de canções de grandes compositoras, mas na roda comemorativa desta sexta-feira o repertório vai se debruçar com carinho nessas vozes que nos acolhem e nos inspiram, como a de Dona Ivone Lara, Clara Nunes, Claudete Macêdo, Alcione, Clementina de Jesus e outras”, comenta Roberto Ribeiro, cavaquinista e um dos fundadores do grupo.


O evento terá ainda as participações das baianas Soninha, Kika Bastos e a sambadeira Dona Salvadora. 


SERVIÇO
O QUÊ:
Grupo Botequim – Roda em homenagem ao Mês da Mulher
QUANDO: Sexta-feira, 22 de março, às 21h
ONDE: Pátio da Igreja do Santo Antônio Além do Carmo – Salvador (BA)
VALOR: R$ 15

Em tributo a Makota Valdina, TVE exibirá série de produções com a participação da ativista
Foto: Divulgação

Em homenagem a Makota Valdina, morta na última terça-feira (19) (clique aqui), a TVE Bahia exibirá uma série de produções com a participação da ativista, educadora e líder religiosa, referência na luta contra o racismo e intolerância religiosa e na preservação e valorização do patrimônio cultural afro-brasileiro.


Nesta sexta-feira (22), às 22h15, a emissora exibe o documentário “O que aprendi com minhas mais velhas”, sobre a fé no candomblé e sua transmissão de geração em geração. No sábado (23), às 20h30, será exibido “O samba que mora aqui”, no qual Makota esclarece, entre outras questões, os ritmos existentes nos terreiros de nação Angola, sobretudo o Cabula. 


Na segunda-feira (25), 22h15, a TVE transmite o Polêmicas Contemporâneas com Makota Valdina, “Tecnologias Modernas e o Candomblé”. Na quarta-feira (27), às 21h15, o programa Perfil e Opinião vai relembrar mais uma participação da militante na TVE. 

Histórico de Conteúdo