Segunda, 21 de Janeiro de 2019 - 18:50

Trump e John Travolta disputam Framboesa de Ouro, o Oscar do pior do ano

por Folhapress

Trump e John Travolta disputam Framboesa de Ouro, o Oscar do pior do ano
Foto: Reprodução / Fox News

O presidente americano Donald Trump e os atores John Travolta e Johnny Depp  estão entre os indicados ao Framboesa de Ouro, premiação que homenageia o pior do cinema no ano que passou. A lista foi divulgada nesta segunda-feira (21). 

 

Trump, claro, não concorre por interpretação de nenhum personagem fictício, mas pelo papel de si mesmo em dois documentários: "Death of a Nation" e "Fahrenheit 11/9".

 

O primeiro, idealizado pelo comentarista conservador Dinesh D'Souza, exalta a figura do republicano e desanca o Partido Democrata ao traçar ligações entre os Estados Unidos na era de Abraham Lincoln e o país hoje. Já o outro, dirigido pelo provocador Michael Moore, tem viés ideológico mais à esquerda e faz uma dura crítica à gestão do atual presidente. 

 

Também concorrem nesta categoria os atores Johnny Depp, por sua dublagem na animação "Gnomeu e Julieta", Bruce Willis ("Desejo de Matar"), John Travolta ("Gotti") e Will Ferrelll ("Homes & Watson"). Esses dois últimos filmes, aliás, concorrem ao prêmio de pior longa do ano, assim como "Crimes em Happytime", "Robin Hood - A Origem" e "A Maldição da Casa Winchester".

 

Os vencedores serão conhecidos no dia 23 de fevereiro, na véspera do Oscar.

 

Veja a lista de indicados:

 


PIOR FILME
"Crimes em Happytime"

"Gotti"

"A Maldição da Casa Winchester"

"Holmes & Watson"

"Robin Hood - A Origem"



PIOR ATRIZ
Amanda Seyfried, "The Clapper"

Melissa McCarthy, "Crimes em Happytime" e "Alma da Festa"

Helen Mirren, "A Maldição da Casa Winchester"

Jennifer Garner, "A Justiceira"

Amber Heard, "London Fields"



PIOR ATOR
Johnny Depp, "Gnomeu e Julieta"

Will Ferrell, "Holmes & Watson"

John Travolta, "Gotti"

Donald Trump, "Death of a Nation" e "Fahrenheit 11/9"

Bruce Willis, "Desejo de Matar"



PIOR DIRETOR
Etan Cohen, "Holmes & Watson"

Kevin Connolly, "Gotti"

James Foley, "50 Tons de Liberdade"

Brian Henson, "Crimes em Happytime"

Os Irmãos Spierig, "A Maldição da Casa de Winchester"



PIOR ATOR COADJUVANTE
Jamie Foxx, "Robin Hood - A Origem"

Ludacris, "Show Dogs"

Joel McHale, "Crimes em Happytime"

John C. Reilly, "Holmes & Watson"

Justice Smith, "Jurassic World: Reino Ameaçado"



PIOR ATRIZ COADJUVANTE
Kellyanne Conway, "Fahrenheit 11/9"

Marcia Gay Harden, "50 Tons de Liberdade"

Kelly Preston, "Gotti"

Jaz Sinclair, "Slender Man"

Melania Trump, "Fahrenheit 11/9"



PIOR COMBINAÇÃO
Qualquer combinação de bonecos ou atores (principalmente cenas de sexo) em "Crimes em Happytime"

Johnny Depp e sua carreira declinante em "Gnomeu e Julieta"

Will Ferrell e John C. Reilly em "Holmes & Watson"

Kelly Preston e John Travolta em "Gotti"

Donald Trump em "Death of a Nation" e "Fahrenheit 11/9"



PIOR REMAKE, SEQUÊNCIA OU CÓPIA
"Death of a Nation"

"Desejo de Matar"

"Holmes & Watson"

"The Meg"

"Robin Hood - A Origem"



PIOR ROTEIRO
"Death of a Nation"

"50 Tons de Liberdade"

"Gotti"

"Crimes em Happytime"

"A Maldição da Casa de Winchester"

Àttooxxá participa do Ensaio do Cortejo Afro nesta segunda-feira
Foto: Divulgação / Rafael Ramos

A banda Cortejo Afro realiza mais uma edição do Ensaio, nesta segunda-feira (21), com participação do grupo Àttooxxá e abertura do DJ Pimenta, no Largo Quincas Berro D’Água, no Pelourinho, a partir das 21h.

 

Durante o show, que tem direção artística de Alberto Pitta, a banda irá agitar o público com o som de suas composições, mescladas a releituras de clássicos da MPB, do Pop e da batida percussiva, promovendo experiências estéticas inovadoras que vão unir dança, música e artes visuais em um mesmo espetáculo.

 

Os ingressos custam R$ 60 inteira e R$ 30 meia entrada. Vendas antecipadas nos Restaurantes Odoyá e Portal do Pelô (Pelourinho), no site Samba Vivo e na bilheteria do local, no dia do evento.

 

SERVIÇO
O QUÊ:
Ensaio do Cortejo Afro
QUANDO: Segunda-feira, 21 de janeiro, às 21h
ONDE: Largo Quincas Berro D’Água – Pelourinho, Salvador – Bahia.
VALOR: R$60 (inteira) e R$30 (meia)

Segunda, 21 de Janeiro de 2019 - 17:25

Mangueira apresenta primeira musa transexual da escola

por Folhapress

Mangueira apresenta primeira musa transexual da escola
Foto: Reprodução/ Instagram

A Mangueira, escola de samba do Rio de Janeiro, apresentou sua primeira musa transexual da história, neste sábado (19). A escolhida, Patrícia Souza, 25, é natural de São Cristóvão, na zona oeste da cidade, mas mora em Londres há três anos. 

 

Anunciada durante ensaio na quadra da escola, Patricia comemorou com agradecimentos na rede social Instagram. "Obrigada, Mangueira, por tanto carinho e respeito. Que nossa trajetória siga iluminada e que tenhamos um Carnaval campeão", escreveu a musa na legenda de uma das fotos. 

 

No evento, Patrícia usou dois figurinos. O primeiro vestido foi feito com tule transparente e brilhos nas cores da escola, verde e rosa. O segundo look, escolhido para receber a faixa de musa, também tinha detalhes em tule transparente além de franjas e brilho dourado.

Mulher é agredida por diretor da Vai-Vai em ensaio; escola diz que homem foi afastado
Foto: Reprodução / Twitter

Durante um ensaio técnico no Sambódromo do Anhembi, neste domingo (20), uma mulher foi agredida por um integrante da Vai-Vai. O ato foi filmado e repercutiu nas redes sociais. 

 

De acordo com o site G1, o diretor de bateria que aparece nas imagens foi identificado como Anderson Roberto, conhecido como Pepê. 

 

O vídeo mostra a mulher caminhando na lateral da avenida. Um homem vem logo atrás e a puxa pelos cabelos. Outros integrantes da escola tentam separa-los, mas o homem segue empurrando a mulher. 

 

 

 

Em nota, a diretoria da Vavai afirmou que o autor das agressões "está sumariamente afastado de qualquer atividade" da escala. Sobre a vítima, a agremiação informou que não medirá esforços para que ela "fique bem e tenha todos os meios para garantir e legitimar os seus direitos".
 

O presidente da escola, Darly Silva, conhecido como Neguitão também se pronunciou sobre o caso e disse que pedirá a expulsão do agressor. "Pois o que ele fez fere totalmente a nossa ética, a nossa disciplina, nossa honra e principalmente a honra e a integridade da componente que foi agredida". 

 

Segundo o G1, a Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo disse que "jamais foram registradas cenas como as de ontem durante os ensaios técnicos, que são realizados sempre nos meses que antecedem o carnaval, em clima de harmonia e confraternização entre os sambistas”. 

 

"A Liga já abriu uma sindicância para apurar os fatos, e a Escola de Samba Vai-Vai será responsabilizada por este acontecimento lamentável e responderá pela postura de sua diretoria e componentes".

 

Confira os pronunciamentos da Vai-Vai na íntegra: 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por ESCOLA DE SAMBA VAI-VAI (@vaivaioficial) em

 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

”Nós não aceitamos o que o ocorreu com a nossa componente ontem no ensaio. Quero dizer que providências já foram tomadas em relação ao agressor, que fazia parte do nosso quadro de diretores, e que já está excluído de todas as atividades da escola. Por outro lado, vou requerer, junto ao conselho deliberativo, aplicação da pena de expulsão dos quadros de componentes da escola, pois o que ele fez fere totalmente a nossa ética, disciplina e honra e principalmente a dignidade e a integridade física e moral da componente que foi vítima deste ardil. Estou do lado dela. Já entrei em contato com a mesma e não medirei esforços pra que a justiça seja feita. Que isso sirva de exemplo e que fique bem claro que nós não aceitamos covardia com ninguém! Tomarei todas as medidas cabíveis a favor dela e de sua família em relação ao fato covarde ocorrido no ensaio técnico de ontem. Peço desculpas a todas as pessoas que porventura tenham se sentido ofendidas. Seremos submetidos a críticas, mas deixo claro que isso foi um ato isolado e de ordem estritamente pessoal. Informo a toda a comunidade do Vai Vai e também ao mundo do samba em geral que essa atitude mexeu demais conosco, porém essa pessoa será cobrada pelo erro cometido. Agradeço desde já a compreensão de todos e reitero tamanho desconforto em nossos corações. Obrigado Escola do Povo!!! Obrigado povo do samba!!! “ Presidente Darly Silva (Neguitão)

Uma publicação compartilhada por ESCOLA DE SAMBA VAI-VAI (@vaivaioficial) em

A Outra Companhia de Teatro realiza nova edição do Música de Quinta 
Foto: Andrea Magnoni / Divulgação

A Outra Companhia de Teatro realiza mais uma edição da performance-musical Música de Quinta, neste sábado (26), a partir das 15h, , no Calçadão do Politeama, em frente à Casa d’A Outra, em Salvador. No repertório do ensaio de verão, diversos ritmos do carnaval soteropolitano, desde o axé, passando pelo samba, pagode, samba reggae e a música afro da Bahia. Na ocasião, o público poderá conferir novas e antigas canções que fizeram sucesso na voz de nomes como Ivete Sangalo, Jammil, Timbalada, É o Tchan, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Carlinhos Brown, Daniela Mercury, Araketu e Larissa Luz.

 

SERVIÇO
O QUÊ:
Música de Quinta
QUANDO: Sábado, 26 de janeiro, a partir das 15h
ONDE: Calçadão do Politeama, em frente à Casa d’A Outra – Salvador (BA)
VALOR: Pague Quanto Puder

37 anos após morder morcego no palco, Ozzi lança boneco do animal com cabeça removível
Foto: Divulgação

Há 37 anos Ozzy Osbourne surpreendeu o público ao morder um morcego, em cima do palco, durante a turnê “Night of the Living Dead”, na cidade de Des Moines, Iowa, nos Estados Unidos. No aniversário da data do incidente que marcou o mundo do rock, o artista resolveu lançar um boneco colecionável do animal.  "Hoje marca o 37º aniversário de quando eu mordi a cabeça de um morcego! Celebre com este boneco comemorativo com cabeça removível", divulgou Ozzy, em suas redes sociais. O brinquedo está à venda na internet, pelo valor de 40 dólares (clique aqui). 

 

Maria Gadu critica namorado de Fátima Bernardes: 'Caso grave de machismo'
Foto: Instagram | Divulgação

Túlio Gadêlha, namorado de Fátima Bernardes, foi alvo de críticas, após uma postagem em sua conta no Instagram, neste fim de semana. “Namorada boa é aquela que tá contigo até na hora de ordenhar a vaquinha #eueela #nositio”, escreveu o deputado federal pernambucano, junto com uma foto na qual aparece abraçado com Fátima, com algumas vacas ao fundo. A mensagem desagradou a cantora e compositora Maria Gadu, que acusou o rapaz de ser machista. "Dois casos graves de machismo. Namorada boa é namorada que não se condiciona a especifismo algum. Não existe: namorada boa é a que... bla bla bla”, pontuou a artista, que criticou ainda supostos maus-tratos aos animais. “Vaca é feminino e mexer nas tetas também te coloca numa situação delicada. Sem contar as condições e abusos cruéis. Vamos indo juntos até onde?", questionou a cantora. Quem também se somou entre os críticos foi o ator Dado Dolabella, que agora diz ser vegano: “Deixem os animais em paz!", escreveu.

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Namorada boa é aquela que tá contigo até na hora de ordenhar a vaquinha #eueela #nositio

Uma publicação compartilhada por Túlio Gadêlha (@tulio.gadelha) em

Xenia França é escalada para programação de festival americano South by Southwest
Foto: Divulgação

A cantora baiana Xenia França foi escalada para integrar a programação do festival South by Southwest, que acontece entre 8 a 17 de março, em Austin, no Texas, Estados Unidos. A informação é da coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo. Ainda de acordo com a publicação, Xenia acaba de firmar contrato com a agência americana Odelia, que será responsável pela venda dos shows da artista baiana nos Estados Unidos.

 

Antes disso, no entanto, ela se apresenta neste sábado (26), junto com Larissa Luz e Luedji Luna, no projeto Aya Bass, dentro da programação do Festival Sangue Novo (clique aqui e saiba mais).

Segunda, 21 de Janeiro de 2019 - 11:50

Ariana Grande se desculpa após acusações de plágio

por Folhapress

Ariana Grande se desculpa após acusações de plágio
Foto: Divulgação

Em uma série de lançamentos, Ariana Grande liberou na quinta-feira (17) sua mais nova música, "7 Rings". Apesar de fazer a alegria dos fãs, a canção rendeu uma acusação de plágio da cantora Destiny Frasqueri (conhecida por Princess Nokia), que comparou a sua produção "Mine".

Ela chegou a publicar um vídeo dizendo que a música de Ariana soava familiar. Em "7 Rings", Grande canta: "Você gosta do meu cabelo? Obrigada, acabei de comprar. Eu vejo, eu gosto, eu quero, eu tenho". Em sua música, Princess Nokia diz: "Balanço o cabelo, eu sou linda. É meu, eu comprei. É meu, eu comprei".

Após a acusação, Ariana replicou o Stories de uma usuária que dizia que "mulheres brancas falando sobre seus cabelos é como nós vamos resolver o racismo". Em seguida, ela apagou a publicação de seu perfil no Instagram e se explicou em uma resposta ao perfil The Shade Room. 

Ela disse que pensou que a intenção do post replicado era comemorar uma pessoa branca desassociando estereótipos relacionados à cultura negra. Em seguida, Ariana se desculpou por sua mensagem ter sido interpretada de forma errada e agradeceu pela conversa aberta. "Nunca foi minha intenção ofender ninguém."

Além de Nokia, o rapper Soulja Boy acusou Ariana de se inspirar em sua música "Pretty Boy Swag" em "7 Rings". Ele chegou a chamar a cantora de "ladra" através de sua conta no Twitter.

Apesar das polêmicas, a nova música de Grande bateu o recorde de maior estreia feminina na plataforma musical Spotify, com 8,55 milhões de reproduções no período de 24 horas, desde o momento em que foi lançada.

O recorde anterior era de "Look What You Made Me Do", da Taylor Swift, com 7,91 milhões. Apesar de só ter conseguido o primeiro lugar na última semana, Grande é detentora de seis das oito músicas com maior reprodução no período de 24 horas pós lançamento.

"Thank u, next' é a terceira colocada da lista, seguida de "No Tears Left to Cry". "Breathin", "Imagine" e "God Is a Woman", todas da cantora, ocupam respectivamente os sexto, sétimo e oitavo lugares.

Segunda, 21 de Janeiro de 2019 - 10:50

Brasileiros ‘invadem’ Instagram de Madonna para pedir boicote a Anitta

por Jamile Amine

Brasileiros ‘invadem’ Instagram de Madonna para pedir boicote a Anitta
Foto: Reprodução / Instagram

Após Nego do Borel subir ao palco, durante show de Anitta (clique aqui e saiba mais), vários brasileiros “invadiram” o Instagram de Madonna, para pedir que a diva pop aborte a parceria musical com a cantora carioca em seu novo disco (clique aqui). Isto porque recentemente o funqueiro foi acusado de fazer comentários transfóbicos, contra Luisa Marilac (clique aqui). 


“Madonna, cancele a parceria com Anitta. Ela não merece, porque ela não respeita a classe LGBT. Ela não merece você, existem cantoras mais talentosas que ela aqui no Brasil”, comentou um internauta. “Anitta apoia artista tranfóbico, por favor, não faça isso”, escreveu outro. “Caso você cancele a colaboração com Anitta, por favor, eu quero te apresentar Iza”, sugeriu outra pessoa.


Por outro lado, houve quem defendesse a cantora brasileira. “A comunidade hipócrita que pede paz que pede pra não morrer que pede liberdade que pede para pararem de julgar ela. É a mesma comunidade que no final fazem o mesmo que muitos homofóbicos. São podres, escrotos e cruéis a ponto de machucar as pessoas com palavras escritas. Essa é a comunidade LGBTQ+ Que prega o amor”, escreveu um seguidor.

Dia de Iemanjá: Lalá realiza oitava edição do Festival Oferendas
Fotos: Divulgação

O Lálá Casa de Arte, situado no bairro do Rio Vermelho, em Salvador, realizará a oitava edição do Festival Oferendas no dia de Iemanjá, 2 de fevereiro, a partir de 0h. Por causa da proibição da prefeitura, diferente dos anos anteriores, o evento não acontecerá com as atrações voltadas para a rua. “Com a impossibilidade de realizar o evento voltado para a rua, de acordo com sua vocação e tradição, resolvemos manter nossa celebração dentro do Lálá”, explica Luiz Ricardo Dantas, idealizador do festival, que contará com a participação de cerca de 100 artistas e colaboradores. “O Oferendas é um grande bordado feito a várias mãos, com a contribuição de artistas e público, um presente delicado e cuidadoso para Yemanjá. Não poderíamos interromper esta trajetória. Caso haja uma mudança de posicionamento dos órgãos municipais, voltaremos para a rua”, acrescenta.


Dentre os artistas participantes estão Marcia Castro, Illy, Josyara, Bárbara Eugênia, Giovani Cidreira, além dos DJs Catarina (BA), Riffs (BA), Rodrigo Bento (SP), Tutu Moraes (SP), Ubunto (BA-SP), Camilo Fróes (BA), el Cabong (BA), Jerônimo Sodré (BA) e Grace Kelly (Alemanha). Os ingressos custam R$50 para acesso em um dos turnos e R$80 para os dois turnos da festa.

 

Confira a programação:

Manhã
00h00 Preamar
00h30 DJ Patricktor4 e Mozart (PE)
01h00 Hiran (BA) e Convidados: Illy (BA)
02h00 Marcia Castro e Convidados
05h00 Performance Lavagem

 

Tarde
12h00 DJ Catarina (BA)
12h40 DJ Riffs (BA)
13h40 DJ Rodrigo Bento (SP)
14h40 Josyara (BA) e Convidadas: Bárbara Eugênia (SP), Julia Branco (MG), Giovani Cidreira (BA), Benke Ferraz (GO) e Anais Sylla (FR - Senegal)
16h00 DJ Tutu Moraes (SP)
17h00 Ubunto (BA-SP)
19h00 DJ Camilo Fróes e DJ el Cabong
20h00 DJ Jerônimo Sodré (BA) e DJ Grace Kelly (Alemanha)

Após incêndio, BNDES libera R$ 3,3 milhões para a reconstrução do Museu Nacional
Foto: Reprodução / TV Globo

Após o incêndio que destruiu parte do acervo e instalações do Museu Nacional (clique aqui), o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) liberou R$ 3,3 milhões e aprovou novas condições para a reconstrução da instituição. De acordo com informações da coluna de Mônica Bergamo, o contrato de apoio foi assinado em junho de 2018, antes da tragédia, mas um aditivo vai deve ser assinado nos próximos dias, para permitir o uso do dinheiro para a recuperação do museu. 


Ainda segundo a publicação, o valor total da operação é de R$ 21,7 milhões, destinados ao Programa de Reconstrução do Museu Nacional. Deste valor, R$ 13,7 vão para a recuperação da instituição, sendo que R$ 3,3 milhões já foram liberados. De acordo com a colunista, do restantes, R$ 7,7 milhões serão para a elaboração de projeto arquitetônico, reforma e readequação do prédio da biblioteca central e R$ 368 mil para reestruturarum fundo patrimonial que contribua para a sustentabilidade do museu.

Carnaval de Salvador: Comcar terá pela primeira vez observatório no circuito
Foto: Divulgação

O Conselho Municipal do Carnaval (Comcar) terá, pela primeira vez, um observatório para os seus associados no circuito Barra-Ondina, durante Carnaval de Salvador.

O Observatório do Carnaval terá como público-alvo dirigentes das 32 entidades associadas, além de seus patrocinadores e artistas. Terá como objetivo monitorar e fiscalizar a execução da festa.

“É um espaço para o associado que muitas vezes está tão envolvido com o desfile da sua entidade, que não consegue ter uma visão do planejamento da festa como um todo. Queremos proporcionar este espaço”, afirmou o coordenador executivo do Comcar, Cassini Monteiro.

A estrutura será erguida no bairro de Ondina e terá 300 metros quadrados. O espaço terá sala de imprensa, além de uma estrutura de transmissão ao vivo da festa pela internet.

Para viabilizar o Observatório do Carnaval, Cassini Monteiro reuniu-se nesta quinta-feira (17) com o vice-prefeito de Salvador, Bruno Reis. Também participou da reunião o vereador Maurício Trindade, que apoia o pleito da entidade.

O Comcar pediu que a entidade seja dispensada de taxas municipais para a instalação do observatório.

Domingo, 20 de Janeiro de 2019 - 16:00

Ágil e afiado, filme 'Brexit' encena os bastidores do plesbicito

por Tony Goes | Folhapress

Ágil e afiado, filme 'Brexit' encena os bastidores do plesbicito
Foto: Divulgação

"Todo mundo sabe quem ganhou", diz Benedict Cumberbatch, olhando para a câmera. "Mas nem todos sabem como foi."

E rolam os créditos de abertura de "Brexit", um telefilme sobre o plebiscito que decidiu, em junho de 2016, que o Reino Unido deveria sair da União Europeia.

O ator interpreta Dominic Cummings, o marqueteiro da campanha Vote Leave, que pregava a saída do país da UE.

É do ponto de vista desse consultor político, tido como o maior responsável pela vitória de sua coligação, que se desenrola grande parte do longa de Toby Haynes - que dirige Cumberbatch na série "Sherlock" e também assina o episódio "USS Callister", da série "Black Mirror".

O afiado roteiro de "Brexit" é de James Graham, um jovem dramaturgo que vem se destacando na cena teatral londrina com suas peças de cunho político. Aqui, ele não se furta de deixar implícita sua opinião: o "brexit" vai ser um desastre.

Mas o filme em si é ágil, divertido e, como se espera de qualquer produção britânica, cheio de boas interpretações. 

Claro que também é superficial: não é possível dar cabo de um assunto tão complexo em apenas 90 minutos. Mas quem já tiver alguma informação vai se entreter. 

E entender um pouco como a extrema direita conseguiu avançar tanto, tão rápido e em países tão distintos.

O plebiscito do "brexit" foi o primeiro sinal claro de que alguma coisa estava em transformação no planeta. 

Convocada em 2015 pelo então premiê britânico David Cameron como uma maneira de mantê-lo no poder e calar a oposição que pregava havia décadas a saída do país da União Europeia, a votação teve um resultado oposto ao esperado, e seu desfecho ainda está em aberto.

Cummings é retratado em "Brexit" como um sujeito brilhante e sem convicções políticas firmes. Só um vago desejo de mudar "tudo isso que está aí". 

Na primeira metade do filme, somos levados a torcer por ele. Estamos diante de  um cara inteligente e antenado, que vai contra as ideias antiquadas dos figurões do Ukip, o Partido da Independência do Reino Unido. 

É ele quem faz com que o foco da campanha se desloque da mídia tradicional para a internet, graças aos algoritmos fornecidos por empresas como a Cambridge Analytica.

Como todo grande publicitário, Cummings conversa com pessoas comuns, tem insights fortíssimos e cria slogans contagiosos. 

Também é um tanto maluco: em uma cena marcante, deita-se no asfalto de uma estrada para "ouvir" a nação. Os escrúpulos não chegam a atrapalhar.

Seu grande antagonista é o coordenador da campanha Remain In, que briga pela permanência dos britânicos na União Europeia. 

Craig Oliver (o ator Rory Kinnear, da série "Penny Dreadful"), diretor de comunicação de David Cameron e seguidor da cartilha tradicional do marketing político, domina o terço final de "Brexit".

Oliver percebe seu erro tarde demais, no que talvez seja o melhor momento do filme: um grupo focal com eleitores que descamba para acusações, xingamentos e lágrimas. Um microcosmo da divisão que rachou o Reino Unido - e muitos outros países, é claro. 

Como não poderia deixar de ser, "Brexit" foi recebido com controvérsia no Reino Unido, onde foi exibido no dia 7 de janeiro. Houve quem reclamasse da suposta precocidade da obra. Ainda seria cedo demais para lançar um filme sobre um processo tão complicado, que parece ainda estar longe de terminar.

Já nos Estados Unidos, o filme" foi visto como uma espécie de trailer do que acometeu os americanos com a eleição de Donald Trump, em novembro de 2016.

O fato é que o longa se inscreve em uma saudável tradição anglo-saxã: a dramatização de acontecimentos políticos recentes. 

Um gênero que só há pouco tempo começou a ser abordado pelos roteiristas brasileiros, em longas como "Polícia Federal: A Lei é para Todos" ou "Real: O Plano por Trás da História".

Mas, pelo jeito, assunto não vai nos faltar.



BREXIT (BREXIT: THE UNCIVIL WAR)

QUANDO Estreia em 2 de fevereiro no canal HBO e na HBOGo, às 22h

CLASSIFICAÇÃO 14 anos

ELENCO Benedict Cumberbatch, Rory Kinnear, Sarah Belcher

PRODUÇÃO Reino Unido, 2019

DIREÇÃO Toby Haynes

AVALIAÇÃO Muito bom

Série ‘Uma Família da Pesada’ vai abolir piadas homofóbicas em próxima temporada
Foto: Reprodução / Fox

Criada há 17 anos, a série animada “Uma Família da Pesada” não fará mais piadas homofóbicas em suas próximas temporadas. Com o nome original de “Family Guy”, o desenho tem como principais marcas escrachar os personagens deficientes físicos, além das falas racista e homofóbicas. 

 

O anúncio da mudança, de acordo com a Caras, foi feito pelos produtores do desenho Alec Sulkin e Rich Appel. Sulkin, inclusive fez um comparativo com as temporadas de 13, 14 anos atrás com as mais recentes, para mostrar o quanto eles mudaram na abordagem dos assuntos: "Se você olha para o programa de 2005 ou 2006 lado a lado com as temporadas de 2018 ou 2019, verá grandes diferenças.Lá atrás fazíamos brincadeiras com alguns assuntos que, agora, entendemos não serem aceitáveis". 

 

Appel também concorda com a adaptação e argumenta que ela se faz necessária ao notar que quem assiste a série e até mesmo eles que produzem estão em constante mudança. "Se um programa está no ar há 20 anos, a cultura muda. Nós mudamos também. O clima é diferente, a cultura é diferente e nossa visão é diferente", disse.  

Multi-instrumentista e compositor do Olodum, Bira Reis morre aos 64 anos
Foto: Reprodução / Facebook

Morreu no sábado (19), aos 64 anos vítima de um infarto fulminante, o multi-instrumentista e compositor Bira Reis. De acordo com G1, um dos primeiros arranjadores do grupo percussivo Olodum passou mal enquanto andava pelas ruas do Pelourinho, no Centro Histórico. 

 

Além de ter registrado em sua carreira os trabalhos realizados junto com o Olodum, Bira se destacava como artista plástico, educador e construtor de instrumentos musicais. 

 

Ao G1, o Olodum se pronunciou por meio de nota sobre a perda do músico, que tem espaço importante na história do grupo: "Bira era um homem extraordinário da cultura da música e que deu a instituição e ao Samba Reggae a harmonia dos sopros de uma forma criativa e inovadora. Uma tristeza enorme invade o coração de todos". 

Filho de Chorão reúne Charlie Brown Jr. e anuncia volta da banda no aniversário de SP
Foto: Reprodução / Instagram

Quase seis anos depois da morte dos músicos Alexandre Magno Abrão, o Chorão (1970-2013), e de Luiz Carlos Leão Duarte Junior, o baixista Champignon (1978-2013), o Charlie Brown Jr. anunciou na tarde deste sábado (19) o retorno da banda. 

A ideia de trazer novamente a banda foi de Alexandre Aragão, filho de Chorão, junto com os músicos Marcão Britto e Thiago Castanho (guitarras), Heitor Gomes (baixo) e Pinguim Ruas (bateria). A estreia acontecerá no dia 25 de janeiro, aniversário de São Paulo, no Vale do Anhangabaú, centro de São Paulo.

"O Chorão é único e insubstituível. Dia 25 teremos intérpretes e convidados especiais para serem porta-vozes dos grandes sucessos da banda, que marcaram gerações", disse filho de Chorão a reportagem. 

A grande novidade é que não haverá um vocalista fixo na banda. De acordo com Alexandre Aragão, a ideia é convidar intérpretes para cantar os sucessos do Charlie Brown Jr., além de os músicos se revezarem nos vocais. Para o show no Anhangabaú, a banda terá participação de Dinho Ouro Preto (Capital Inicial), Di Ferreiro, Digão (Raimundos), Supla e Panda (La Raza) -esse último deve acompanhar a banda nas turnês, previstas para começar em abril.  

No repertório do show, a banda tocará canções dos dois primeiros discos "Transpiração Contínua Prolongada" (1997) e "Preço Curto...Prazo Longo" (1999), que foram lançados há cerca de 20 anos. O Charlie Brown Jr. encerrou as atividades em 2013, depois da morte de Chorão e Champignon.

Em 2013, Champignon foi encontrado morto em seu apartamento em São Paulo. Segundo laudo posterior, ele cometeu suicídio com um tiro na boca e foi encontrado por um morador de um apartamento vizinho. Ele morava no Jardim Caboré, na zona oeste de São Paulo. A morte de Champignon ocorreu pouco mais de seis meses após a do vocalista Chorão, encontrado morto em seu apartamento em Pinheiros, na zona oeste de São Paulo.

O grupo colecionou hits entre o fim dos anos 1990 e o início dos anos 2000, como "Proibida pra Mim", regravada pelo cantor Zeca Baleiro, "Quinta-Feira", "Zoio de Lula", Só por uma Noite" e "Te Levar Daqui" --que foi tema de abertura da novela teen "Malhação", da Globo, entre 1999 e 2006.

 

‘50 Formas de Amar, Uma É Matar’: Presidente do partido de Bolsonaro finaliza livro ‘picante’ 
Foto: Divulgação

Luciano Bivar, presidente do PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, está finalizando um livro intitulado “50 Formas de Amar, Uma É Matar”. “Será um romance bem picante. O cenário é Nova York”, contou Bivar, em entrevista à coluna de Mônica Bergamo, na Folha de São Paulo. Ainda segundo a jornalista, ele revelou que se reuniu com um agente literário na cidade americana e pretende lançar a publicação primeiro nos Estados Unidos.

Sábado, 19 de Janeiro de 2019 - 09:00

Michelle Obama desbanca 'Cinquenta Tons de Cinza' e tem livro mais vendido na Amazon

por Leonardo Volpato | Folhapress

Michelle Obama desbanca 'Cinquenta Tons de Cinza' e tem livro mais vendido na Amazon
Foto: Divulgação

Ex-primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama mostra que ainda é bastante querida pelo público. O livro publicado por ela, "Minha História", é o mais vendido da Amazon em todos os formatos e quebrou o recorde de 47 dias no topo.

A publicação, lançada há dois meses, desbancou o best-seller "Cinquenta Tons de Cinza", escrito por E. L. James e publicado em 2012. O livro virou filme e fez sucesso de bilheterias pelos Estados Unidos e Brasil. Até então, "Cinquenta Tons" estava há 46 dias em primeiro lugar. 

A obra de Michelle revela desde sua infância, em Chicago, até os anos em que passou pela Casa Branca e atuou com o cargo mais importante do país ao lado do presidente da república. Há também uma parte em que ela conta o espanto ao ver Donald Trump no poder. O livro é publicado pela editora Objetiva aqui no Brasil.

Fundador d'O Rappa, Marcelo Yuka, morre aos 53 anos no Rio de Janeiro
Foto: Divulgação

Um dos fundadores da banda O Rappa, o músico e compositor Marcelo Yuka, morreu no fim da noite de sexta-feira (18), aos 53 anos, no Rio de Janeiro. 

 

Yuka estava internado em estado grave com um quadro de infecção generalizada. O músico sofreu um acidente vascular-cerebral (AVC) no começo do ano. 

 

De acordo com o G1, no meio do ano passado, Yuka já havia tido outro AVC. Em 2000, ele ficou paraplégico ao ser atingido por nove tiros enquanto acontecia um assalto a uma mulher na Tijuca, na Zona Norte do Rio.

 


O músico nasceu em 1965 e era o baterista e principal compositor até sua saída, em 2001.

 

Como conta a reportagem, Yuka escreveu letras sobre temas como violência urbana, racismo e desigualdades sociais. “Minha alma (a paz que eu não quero)”, “Me deixa” e “Todo camburão tem um pouco de navio negreiro”, por exemplo, foram compostas por ele.

Sábado, 19 de Janeiro de 2019 - 00:00

Com disco em produção, Lazzo experimenta músicas novas no show do 'Toca!'

por Lara Teixeira

Com disco em produção, Lazzo experimenta músicas novas no show do 'Toca!'
Foto: Divulgação

O cantor e compositor Lazzo Matumbi, conhecido por suas canções de pegada afro, soul, reggae e samba, abrirá a temporada de verão do projeto "Toca!" que acontecerá neste sábado (26), no Goethe-Institut Salvador, a partir das 18h. 

 

Em outubro de 2018, Lazzo fez uma participação especial no show do grupo IFÁ, realizado na primeira edição do "Toca!". Em conversa com o Bahia Notícias, o cantor informou os pontos positivos do Goeth e revelou um pouco sobre o que o público poderá encontrar. 

 

"Eu achei o lugar muito bacana, até porque não existe palco, existe um espaço em que você fica muito olho no olho com o público, muito família. Para mim é interessante porque lima aquela imagem de ‘o artista que está lá em cima e o público lá em baixo’, e se torna na verdade uma grande festa. Eu gosto muito disso, me faz bem", conta Lazzo. 

 

"Eu vou fazer um show dançante, com músicas dos discos velhos, colocar também uma música nova, ‘14 de maio’, e uma música inédita para experimentar um pouco com o público. Vou fazer um show em que as pessoas possam aproveitar, já que estamos no verão, e se deleitar com uma festa pra cima, astral, que possam se sentir bem. Eu quero me sentir feliz, fazendo as pessoas felizes". 

 

Lazzo está há dois anos produzindo o seu novo disco. O cantor disse que esse trabalho terá materiais inéditos "que estavam guardados na gaveta", 2 releituras e também uma música de Chico César, que ele chegou a gravar para o disco do artista, mas que desta vez terá sua "leitura e forma de cantar”.

 

"Eu nunca tive esse histórico de fazer disco na forma muito rápida, eu sempre fui muito tranquilo fazendo na energia astral, então eu continuo fazendo isso. Como não tenho essa necessidade imediata de lançar, eu acredito que o disco vai chegando em um estágio do perfeccionismo, de estar cada vez olhando e pensar 'precisa dar uma lapidada melhor aqui, precisa melhorar isso ali'. E acredito que quando colocarmos isso para fora vai sair uma coisa bacana, graças a Deus". 

 

Sobre os assuntos abordados no novo disco, Matumbi revela que suas músicas normalmente apresentam uma "reflexão" do momento em que ele está vivendo. "É sobre o que eu estou vendo no meu entorno. Mesmo que eu não traga uma coisa direcionada para o governo atual, tem um conteúdo que de certo modo diz respeito sobre tudo isso que estamos vivendo". 

 

Em setembro de 2018, Lazzo realizou três shows em homenagem ao cantor Luiz Melodia e teve uma resposta positiva do público. As apresentações foram lotadas. Por isso, Matumbi pretende fazer novas edições do show em 2019 e também realizá-lo em outros países. 

 

"O resultado dos shows foi um pouco surpreendente, porque quando eu fiz a primeira releitura, foi no Teatro Rubi e tivemos que fazer um dia extra porque lotou. Aí houve um convite para fazermos no Teatro Castro Alves e lotou novamente. As pessoas falavam para mim: ‘Lazzo, que show maravilhoso, que show bonito, por que você não repete?’. Então assim, já que o público sinalizou que tá aprovado e foi uma coisa boa, com certeza isso não saiu da minha cabeça e eu já falei várias vezes para minha produção para colocarmos em prática e correr o mundo, porque eu acho muito interessante", apontou.  

 

Está previsto, também para este ano, o lançamento de um disco com a releitura do álbum "Atrás do Por do Sol" (o não uso do acento em “pôr” é proposital), de Lazzo Matumbi, em que artistas do atual cenário da música serão os responsáveis pelas gravações. Lazzo contou ao BN que esse projeto só aconteceu porque o jornalista Peu Araujo inscreveu a ideia no Edital da Natura Musical.

 

"Eu dei uma entrevista para o Peu e durante a nossa conversa ele ficou impressionado com o disco e falou: ‘pô Lazzo, esse disco poderia ter sido estourado no Brasil, porque o conteúdo dele é tão atual’. O disco está completando 30 anos, e na época que ele foi lançado não teve esse sucesso todo. E aí ele falou: 'que tal você fazer uma releitura?'. Eu achei muito interessante. Não sei se ele inscreveu com a pretensão de passar, mas passou, demos a sorte. A partir de março, abril, nós começamos a retomar essa produção, então acho que no final do ano já conseguimos lançar esse disco". 

 

"Como é um disco de uma ideia da cabeça do Peu, ele falou que queria trazer pessoas da cena atual para fazer uma homenagem para mim. Ele citou alguns nomes como Luedji Luna, Russo Passapusso. Se realmente acontecer eu já estou muito feliz", completou Lazzo. 

 

O compositor listou ainda os artistas mais jovens que ele tem acompanhado e deu sua opinião sobre o cenário musical. "Outro dia eu ouvi muito o som de Larissa Luz, mas foi na época que ela estava fazendo o trabalho com a Elza Soares, e na nossa participação juntos no Pérolas Negras eu falei: ‘pô, que legal, poucas pessoas estão trazendo essas vertentes parecidas com as de Karol Conka, letras que empoderam a mulher negra’. Eu achei muito interessante. E outra que estou bastante feliz de ouvir é Luedji Luna, que vem com uma pegada moderna, mas com o tempero baiano, que é meio um ‘olha, eu tô aqui, mas não perdi minha identidade cultural’. Isso para mim é tão bacana", disse o cantor. "O Russo, eu já conhecia há bastante tempo, porque desde o início eu já participei do disco do Baiana System. Então, tem uma galera nova que merece o maior respeito. Os meninos da Ifá, eu tenho o maior carinho. Eles estão chegando em uma onda da releitura do afrobeat, mas de um certo modo trazendo a assinatura e identidade deles. Eu acho que tem uma galera nova que está trazendo uma música boa e de qualidade para a Bahia e que merece todo o meu respeito e aplauso". 

 

SERVIÇO
O QUÊ:
Toca! Verão - Lazzo Matumbi
QUANDO: Sábado, 19 de janeiro, às 20h
ONDE: Pátio do Goethe-Institut Salvador (BA)
VALOR: Lote 2 - R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia)

Grupo feminista Pussy Riot realiza dois shows no Brasil em abril
Foto: Divulgação / Daniel Garzon Herazo / Getty Images

O grupo feminista russo Pussy Rio irá se apresentar no Brasil. A banda fará show no festival recifense Abril Pro Rock, no dia 19 de abril e no Fabrique Club, dia 20 de abril, casa de shows em São Paulo. 

 

Conhecido pelo seu ativismo, o coletivo de artistas foi formado em 2011 já com objetivo de fazer vídeos e performances rápidas em que misturam arte e política. Na maioria das vezes, de forma não autorizada. As integrantes do grupo geralmente se apresentam com os rostos cobertos por balaclavas, espécie de touca ninja. 

 

Em 2018, a banda invadiu o campo na final da Copa do Mundo e em 2012, cinco de suas integrantes foram presas por incitação ao ódio religioso e baderna após tocarem uma música intitulada Virgem Maria, Tire o Putin do Poder dentro da Catedral de Cristo Salvador, em Moscou.

 

De acordo com o site Veja, elas foram liberadas em 2014, e desde então, não costumam se apresentar juntas. No Brasil, Nadya Tolokonnikova irá liderar o grupo.
 

Espaço Cultural da Barroquinha recebe o 'Recital da Onça' de Regina Casé
Foto: Divulgação

Regina Casé irá apresentar o espetáculo “Recital da Onça” em Salvador. O solo da artista acontece no Espaço Cultural da Barroquinha, no dia 23 de janeiro, às 19h. 

 

O monólogo marca o retorno de Regina Casé aos palcos teatrais depois de mais de 25 anos. No espetáculo, a personagem recebeu convite de Harvard para inventar um novo formato pop para palestras sobre literatura brasileira para estudantes estrangeiros. Ela precisa ensaiar suas propostas antes da viagem, a partir de textos de grandes autores. A peça é exatamente esse “ensaio”.

 

A plateia tem a tarefa de ajuda-la a escolher os textos mais adequados para a missão e a enfrentar seu pavor de aeroportos, da imigração americana e do frio do inverno em Harvard. 

 

O espetáculo acontece também nos dias 24, 30 e 31 de janeiro e 6 e 7 de fevereiro, sempre às 19h. Os ingressos custam R$ 100 inteira e R$ 50 meia entrada e estão à venda no Sympla. 
 

 

SERVIÇO
O QUÊ:
"Recital da Onça” - Regina Casé
QUANDO: 23, 24, 30 e 31 de janeiro e 6 e 7 de fevereiro, às 19h
ONDE: Espaço Cultural da Barroquinha, Salvador-BA
VALOR: R$ 100 inteira e R$ 50 meia 

Sexta, 18 de Janeiro de 2019 - 19:00

Giro: Bonfim com Fé reuniu convidados no píer do Soho da Bahia Marina

por Adriana Barreto e Cris Montenegro

Giro: Bonfim com Fé reuniu convidados no píer do Soho da Bahia Marina
Roberta Roma/Fotos - Elias Dantas

Antes de seguir o Cortejo do Bonfim do Comércio até a Colina Sagrada, 200 convidados se reuniram às 07h da manhã no Píer do Restaurante Soho, na Bahia Marina, para prestigiar e curtir a chegada do “Bonfim com Fé”, evento que proporcionou uma caminhada acompanhada de fanfarra, diversão e uma estrutura que contou com todo suporte, de SPA para os pés aos cuidados com a pele. 

Lia Ferreira

Os 200 convidados estavam usando uma camisa exclusiva, assinada pela Litoraneus empresa líder nacional em roupas com proteção UV. A realização do evento ficou por conta da Hash, marca de t-shirts customizadas, e da Cristal Eventos, empresa de live marketing. Na caminhada, os participantes do “Bonfim com Fé” ainda contaram com carrinhos com água mineral, brindes, mimos e ações especiais. (Por Cris Montenegro)

Glauco Campos e Juliana Madeira

Sexta, 18 de Janeiro de 2019 - 18:40

Nova HQ do Demolidor associa vilão que espalha 'fake news' a Bolsonaro

por Maurício Meireles | Folhapress

Nova HQ do Demolidor associa vilão que espalha 'fake news' a Bolsonaro
Foto: Reprodução / HQ do Demolidor

Depois de todos terem esquecido sua identidade, o Demolidor volta para Nova York e para o exercício da advocacia, mas logo encontra um cenário que o assusta. Wilson Fisk, o Rei do Crime, seu arqui-inimigo, foi eleito prefeito da cidade.

 

Já na primeira cena, Matt Murdock, verdadeira identidade do herói, pergunta a um amigo como os eleitores escolheram o vilão. "Os outros candidatos eram a mesma coisa de sempre. Fisk parecia diferente. Ele lançou uma candidatura independente, sem filiação partidária, não tinha o rabo preso com ninguém", responde o amigo.

 

A passagem está no volume 17 da HQ do Demolidor que acaba de chegar às bancas, pela editora Panini, e já causou uma polêmica entre fãs. Em um quadro no meio da história, há uma manifestação de partidários. Na versão brasileira, dois deles seguram placas que dizem "Fisk mito" —numa clara referência ao presidente Jair Bolsonaro (PSL).

 

No original em inglês, as placas diziam "Fisk rules", que poderia ser traduzido como "Fisk governa" ou "comanda". O assunto tomou os fóruns de quadrinhos nos últimos dias —boa parte elogiava a solução, mas outros afirmavam que o tradutor tentou inserir sua ideologia na história.

 

A Panini, em nota, afirmou que o cartaz não faz referência a nenhum político brasileiro. "A editora esclarece que a tradução se apropria do termo 'mito' para se referir a alguém que as pessoas admiram, como é o caso do personagem Wilson Fisk."

 

O tradutor da edição, Paulo França, explica melhor sua decisão. Ele diz que traduzir "rules" por "governa" seria pouco natural em português —e que escolheu "mito" pensando na idolatria que os seguidores têm pelo personagem.

 

"Temos um paralelo de um político que é idolatrado no Brasil, achei que seria algo próximo do leitor. Apelidaram o sujeito [Bolsonaro] de mito, mas ele não se apropriou da palavra", afirma.

 

"Mas não é uma alusão direta. É uma tradução aberta à interpretação. O pessoal que é eleitor do Bolsonaro está doído achando que é uma comparação com o vilão -—mas pensei muito mais na questão da idolatria do que numa associação tão direta [de associá-lo a um vilão]. Comparação direta é algo meio raso."

 

Ainda que com muitas diferenças —o presidente americano não é um mafioso do submundo nova-iorquino como Fisk— a história original faz uma clara associação entre o inimigo do Demolidor e Donald Trump.

 

Na série da Netflix, por exemplo, o Rei do Crime se safa de um processo judicial e ataca a imprensa. Diz que o povo foi manipulado por "fake news" dos jornalistas, que tentaram convencer todos de que ele era um criminoso. Tudo porque ele, Wilson Fisk, "desafia o sistema".

 

É o próprio Fisk quem espalha notícias falsas. Nos quadrinhos, o herói conseguiu junto à Suprema Corte que os super-heróis tivessem legitimidade no sistema legal. Mas o vilão quer criminalizá-los.

 

"Impossível não fazer uma associação com a notícias [das 'fake news'] espalhadas por WhatsApp [pela campanha de Bolsonaro]", diz França. "Vejo paralelos, mas é a minha visão. Eu não coloquei uma alusão direta a nenhum político do Brasil."

 

Por exemplo, um grupo de policiais é assassinado e o prefeito culpa o Justiceiro. Em dado momento, o Homem Aranha faz um autorretrato em um prédio acompanhado da frase "Não sou um criminoso".

 

"A cidade está em polvorosa. As pessoas estão irritadas. Elas querem segurança... e Fisk está lhes prometendo isso e mais", diz um personagem da HQ. "Gostei da solução", diz o tradutor Fábio Bonillo. "Não é preguiçosa. Só o seria se a HQ fosse do começo do século, aí sim seria ridículo forçar uma associação. O tradutor vive e trabalha em um período histórico do qual não dá para fugir."

 

Vale dizer que não há na tradução de Paulo França, contudo, nenhuma associação entre os heróis e o PT.

Mariene de Castro apresenta nova edição do projeto 'Santo de Casa' em Salvador
Foto: Divulgação

Mariene de Castro volta a Salvador com o projeto "Santo de Casa". O show irá acontecer no Espaço Cultural da Barroquinha, e tem sua primeira apresentação marcada para o dia 25 de janeiro, a partir das 18h. 

 

O evento contará com a participação da cantora Elba Ramalho e Filhos de Gandhy. No repertório, Mariene resgata sambas clássicos da música brasileira, além de canções autorais. Os ingressos custam R$ 80 inteira e R$ 40 meia entrada, e estarão disponíveis no site da Safe Ticket 

 

Outros três shows fazem parte da temporada nos dias 8 e 22 de fevereiro e 8 de março. 

 

SERVIÇO
O QUÊ:
Mariene de Castro "Santo de Casa"
QUANDO: 25 de janeiro, a partir das 18h
ONDE: Espaço Cultural da Barroquinha, Centro, Salvador-BA
VALOR: R$ 80 inteira e R$ 40 meia

Sexta, 18 de Janeiro de 2019 - 16:50

Beto Barbosa se recupera em UTI após sucesso em cirurgia

Beto Barbosa se recupera em UTI após sucesso em cirurgia
Foto: Reprodução/ Instagram

O cantor e compositor Beto Barbosa teve sucesso na cirurgia que se submeteu nesta quinta-feira (17) em São Paulo. De acordo com a coluna de Ricardo Feltrin do site UOL, na operação que durou cerca de oito horas, os médicos retiraram a próstata e também retiraram e reconstruíram a bexiga do artista. 

 

"Graças a Deus estou bem", informou à coluna nesta sexta-feira (18). Ainda abatido, o cantor está internado na UTI da Beneficência Portuguesa em São Paulo. Se a recuperação for boa, ele deve ser transferido para um quarto normal até domingo. 

 

Beto Barbosa foi diagnosticado ano passado com um câncer na bexiga que já estava se espalhando para a próstata e uretra. Mesmo tendo realizado quimioterapia ele teve que retirar os órgãos atingidos (veja aqui).

Sexta, 18 de Janeiro de 2019 - 15:50

Filme sobre sequestro de Silvio Santos e Patricia Abravanel estreia em dezembro

por Folhapress

Filme sobre sequestro de Silvio Santos e Patricia Abravanel estreia em dezembro
Foto: Divulgação

O filme "Silvio Santos - O Sequestro" com Rodrigo Faro no papel do apresentador vai estrear no dia 12 de dezembro nos cinemas. 

 

As filmagens já começaram. A história terá como linha central um dos episódios mais marcantes da vida de Silvio: em agosto de 2001, um sequestrador invadiu a sua casa e o manteve refém por sete horas. Algumas semanas antes, sua filha Patricia também havia sido sequestrada.

 

Em visita que fez a Silvio, Faro já teve aprovação do apresentador para representá-lo. "Você foi bem escolhido, porque é apresentador de programa de televisão e tem um bom talento artístico. Agradeço a você e parabenizo quem te escolheu para me representar", afirmou Silvio ao lado de Faro.

 

A direção será de Maurício Eça, que comandou, entre outras produções, "Carrossel - O Filme" e "Carrossel 2 - O Sumiço de Maria Joaquina". Ainda não há data para a estreia.

 

SEQUESTRO
Em 22 de agosto de 2001, a filha do apresentador Patrícia Abravanel foi sequestrada quando se preparava para sair da casa no Morumbi. Ela foi dominada e levada em seu próprio carro, um Passat alemão blindado, e libertada somente sete dias depois após pagamento do resgate. Ela voltou para a casa dirigindo seu carro.

 

No dia seguinte, a polícia descobriu que o mentor do sequestro, Fernando Dutra Pinto, estava hospedado com nome falso em flat em Barueri, na Grande São Paulo. À noite ele escapa do cerco. Dois policiais são mortos no flat. O crime é atribuído a Dutra Pinto.

 

Na manhã do dia 30, o sequestrador invadiu a casa de Silvio Santos. A mulher e suas filhas foram libertadas, mas o apresentador foi mantido refém. O então governador Geraldo Alckmin (PSDB) e o então secretário da Segurança Pública Marco Vinício Petrelluzzi estiveram na casa. Sete horas depois, o sequestrador se rendeu.

 

Em janeiro de 2002, Dutra Pinto foi encontrado morto no ambulatório do CDP (Centro de Detenção Provisória), no Belém, em São Paulo. Ele morreu devido a uma infecção generalizada, causada por um ferimento profundo nas costas.

 

Relatório elaborado pela ONG Comissão Teotônio Vilela de Direitos Humanos apontou que o sequestrador morreu em consequência de tortura e negligência. 

Sexta, 18 de Janeiro de 2019 - 15:00

GastrôBahia: Saladas e carnes brancas são dicas do Outback para o Verão

por Cris Montenegro

GastrôBahia: Saladas e carnes brancas são dicas do Outback para o Verão
Tilápia Filet J. Woodhouse Style

O Verão chegou com força no Brasil e a expectativa é de que as temperaturas continuem acima da média, pelo menos, até fevereiro. Nos dias mais quentes, é bom poder contar com alimentos leves e bebidas refrescantes para atenuar os efeitos do calor. Por isso, o Outback Salvador reuniu dicas de pratos no cardápio do restaurante que combinam bem com o momento.

Grilled Chicken Caesar Salad

 

Algumas das melhores pedidas estão no menu de saladas especiais da casa. Uma delas é a Herb Filet Caesar Salad (R$45,90), uma salada Caesar com cortes de um filet supermacio realçados pelo sabor de ervas finas. Para os que preferem carne branca, a Grilled Chicken Caesar Salad (R$43,90) vem acompanhada por um suculento peito de frango temperado e grelhado. Também faz sucesso a El Rancho Salad (R$43,90): peito de frango temperado e grelhado, servido sobre uma combinação de alface, cenoura, repolho roxo, mix de queijos, bacon e crocantes tiras de nachos. Tudo regado com o exclusivo molho Barbecue Ranch.

Suco Lara Mora

 

Outro prato que mescla sabor e leveza é o South American Salmon (R$62,50). Nele, salmão (rico em ômega-3, vitamida D e selênio) finamente temperado e grelhado e servido com molho Remoulade. Como acompanhamento, os legumes ao vapor são uma ótima escolha. Eles também são bons acompanhamentos para outros pratos, como o Tilapia Filet J. Woodhouse Style (R$57,50), um filé de peixe coberto por champignons e espinafres frescos, com toque especial de conhaque e Chardonnay.

E nesta época do ano é ainda mais importante se manter hidratado. A sugestão para as bebidas é pedir um dos famosos chás gelados da casa, que existem nos sabores tradiconal, limão, pêssego e cranberry (R$11). Para quem prefere frutas, a rede também oferece sucos (R$11), incluindo o Laramora, suco especial de laranja com morango. Um pedida certa para o Verão.

Arquivo Público da Bahia tem atendimento ao público suspenso para execução de obras
Foto: Divulgação

O Arquivo Público do Estado da Bahia (APEB) teve o atendimento ao público suspenso, desde esta quinta-feira (17), para a execução das obras de restauração e requalificação do Solar da Quinta do Tanque, onde está localizada sua sede, na Baixa de Quintas, em Salvador. A ordem de serviço para as obras foi assinada no dia 13 de dezembro de 2018 (clique aqui). O contrato firmado pela Fundação Pedro Calmon (FPC) e a Marsou Engenharia Eireli, no valor de R$ 2.301.585,96, prevê a construção de refeitório, depósitos e sanitários, além de reforma nas instalações elétricas e hidrossanitárias, instalação de circuito fechado de TV, pintura, recuperação de janelas, portas e esquadrias, iluminação externa, restauração dos elementos arquitetônicos e bens artísticos, recuperação da estrutura e cobertura e instalações mecânicas.

Histórico de Conteúdo