Briga na Justiça: Filhas processam Riachão e músico pode perder casa que mora há 50 anos
Foto: Reprodução / Wikipédia

Aos 98 anos, o sambista Riacho está enfrentando uma batalha judicial com duas de suas filhas por conta de uma residência situada no Garcia, Salvador. De acordo com a jornalista Wanda Chase, no site "LeiaMais.Ba",  o processo corre em segredo de Justiça, na 13ª Vara da Família, da Capital, e as herdeiras reivindicam o terreno em que o pai mora há mais de 50 anos. 

 

Em contexto, as duas são fruto de um relacionamento extraconjugal, porém estável, de Riachão com Dalva Maria Paim Barbosa, com quem teve mais outros dois filhos. Tudo isso enquanto era casado com Maria Eulália Seixas Rodrigues. Do matrimônio oficial, o músico teve oito filhos. 

 

Contudo, após a morte da esposa há 23 anos, Riachão casou oficialmente com dona Dalva em 2005. Já em 2008, a própria Dalvinha e dois dos filhos do casal morreram em um acidente de trânsito no Rio de Janeiro.

 

Atualmente, as herdeiras alegam que é propriedade da mãe delas e que o pai não tem direito porque eles teriam se casado em Regime de Separação de Bens. O outro lado da família - Riachão e os filhos dele com Dona Eulália - contesta. 

Sábado, 14 de Dezembro de 2019 - 09:30

Coluna Literatura: Leia 'A velha e o anzol'

por Carlos Navarro Filho

Coluna Literatura: Leia 'A velha e o anzol'
Foto: Acervo pessoal

Um nativo, um turista e a velha pescadora, aliás figura incomum em nossas praias. Catadoras de papa-fumo, chumbinho, lambreta e outros mariscos há muitas. Mulheres em cima das pedras, o vento levantando o vestido rodado de chita estampaa,  o mar batendo, com vara e anzol é raro. Uma dessas mulheres, idosa e de aparência frágil, foi flagrada por Cristiano em andanças habituais vistoriando território no seu Reino do Rio Vermelho. Clique aqui e leia o texto completo.

Última edição do ano da festa O Pente acontece neste sábado em Salvador
Foto: Divulgação

A última edição da festa O Pente acontece neste sábado (14) com a edição "Zona Vermelha". A recomendação é que o publico compareça vestindo trajes vermelhos ou pouca roupa. O evento acontecerá na Casa Charriot, Rua Conselheiro Lafaiete, 05, bairro do Comércio, Salvador, a partir das 22h e seguirá até às 5h do domingo (15).

 

A line up será formada por Oliver Dom Jack, Joana Drunk, Tia Carol, Drico Aragão, Ivy Bad, Lucas Montty, Manigga, Belle, Manoca e Felupz. Os ingressos custam R$ 20 (1º lote) e 30 (porta).

Entidades denunciam 'desmonte' do Iphan após sucessivas nomeações e suspensões no órgão
Foto: Reprodução / iphan.gov.br

Composto por 18 instituições, o Fórum de Entidades em Defesa do Patrimônio Brasileiro pretende divulgar uma nota denunciando "o processo de desmonte do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico (Iphan)". O documento é uma reação às frequentes nomeações e suspensões no órgão.

 

Segundo a coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo, a especialista em historiografia brasileira Kátia Bogéa, que dirigia o Iphan desde 2016, foi exonerada na última quarta-feira (11) em decisão assinada pelo ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. Logo depois, nomearam a arquiteta Luciana Rocha Feres para o posto até que, em edição extra do Diário Oficial da União, no mesmo dia, a indicação foi suspensa (veja aqui).

 

"Essa situação compromete a atuação do Iphan e ameaça a preservação do patrimônio cultural brasileiro. Ele precisa ser conduzido por uma pessoa de perfil técnico", defende o presidente nacional do Instituto de Arquitetos do Brasil, Nivaldo Andrade, de acordo com a coluna.

'Onde o preconceito não toca': Forró consciente acontece uma vez por mês à beira mar
Foto: Reprodução / Facebook

"Gente, olha a Zefa como dança o xaxiado, êita nega da muléstia dão cabelo arrepiado". Quando compôs essa música, Luiz Gonzaga não imaginava que temas como racismo e machismo poderiam estar relacionados aos seus versos. Fora do que é tido como "consciente", a canção não toca, em 2019, no "Particulino à Beira Mar", que acontece mensalmente em espaços públicos da capital baiana. O evento é gratuito.

 

O "Particulino" é uma festa de forró realizada há cinco anos em diversos pontos de Salvador e que não reproduz canções de cunho racista, machista ou qualquer outra que não cumpra a premissa básica de ser "consciente" - ou se preferir, politicamente correta. 

 

A DJ Preta Oster, responsável pela organização da festa, explica o veto: "São [músicas] de outra época, uma época que se podia falar sobre isso. Hoje não dá mais para ter esse tipo de discurso, muito pelo contrário, a gente tem que incentivar a igualdade e o respeito às diferenças".

 


Foto: Reprodução / Facebook

 

Embora "Dona Zefa" não toque no evento organizado por Preta, outras canções do "Rei do Baião" continuam a ser referência para a playlist de Preta. Uma delas é "Asa Branca".

 

FOMENTO AO FORRÓ
A proposição da festa, segundo a Preta, surge para proporcionar que mais pessoas acessem o forró e que haja uma desmistificação de que o ritmo só tem espaço no período junino. "O forró é um ritmo nordestino, mas que infelizmente enfrenta algumas barreiras, culturalmente falando, e uma delas é a sazonalidade. Ele é um ritmo que as pessoas costumam lembrar no São João ou no aniversário de Luiz Gonzaga", lembra a agitadora cultural.

 

E se ela pondera a questão da temporalidade musical, é taxativa em dizer que "existem poucos investimentos públicos no forró". "E privados menos ainda", complementa. 

 

O "Particulino" já percorreu pontos de Salvador como a Praça do Farol de Itapuã, a Ponta de Humaitá e o bairro da Barra. Nas redes sociais, mais de 3 mil pessoas acompanham o perfil vinculado ao projeto, o Forró Sound, que tem publicações sobre outras iniciativas da cena "chamegada" da cidade. "É um cenário que é fixo, muita gente dança forró em Salvador", defende.

 


Foto: Reprodução / Facebook


PRÓXIMA EDIÇÃO
A próxima edição do "Particulino à Beira Mar" já tem data marcada. Em alusão ao Dia Nacional do Forró, comemorado nesta sexta-feira (13), e ao aniversário de "Gonzagão", o forró vai ser no Deck da Praia da Paciência, neste domingo (15), a partir das 16h. A organização, que é composta por Preta e o DJ Terranova, espera cerca de 500 pessoas no local.

 

Veja a playlist do evento:

Sexta, 13 de Dezembro de 2019 - 21:50

'Turma da Mônica - Lições' terá escola como temática e ganha primeiro teaser

por Folhapress

'Turma da Mônica - Lições' terá escola como temática e ganha primeiro teaser
Foto: Divulgação

O segundo live-action da Turma da Mônica acaba de ganhar seu primeiro teaser. O vídeo não chega a mostrar os personagens, mas revela que o pano de fundo da produção será a escola.

Com data de estreia marcada para 10 de dezembro de 2020, "Turma da Mônica - Lições" é continuação do sucesso "Laços", que estreou em junho de 2019.

Os atores-mirins do primeiro filme retornam para dar vida aos icônicos personagens dos quadrinhos. As filmagens começam no início de 2020.

Na CCXP 2019, os atores revelaram também o figurino azul que será o uniforme de Mônica, Cebolinha, Cascão e Magali para a sala de aula.

 

Veja:

Juazeiro: Festival Edésio Santos tem final com Geraldo Azevedo
Foto: Divulgação

A atração final do Festival Edésio Santos da Canção (FESC), que acontece neste final de semana em Juazeiro. Esse ano o FESC traz o tema ‘Dois Violões’, numa homenagem aos músicos juazeirenses Neto (José Wyllis) e João Gilberto.

 

“Fizemos questão de diversificar a programação, com o objetivo não só de ampliar o público, mas também encantar quem vem ao Festival. São artistas talentosos que encerrarão noites maravilhosas. Geraldo Azevedo é nascido aqui nas margens no São Francisco, em nossa cidade irmã Petrolina e os juazeirenses estão há anos sem um show seu. Conseguimos que esse fosse o momento certo e temos certeza de que o Festival esse ano, com essa programação, será mais um grande sucesso”, analisa o Assessor de Gabinete e Coordenador de grandes eventos da Prefeitura, Samuel Morais.

 

Um total de 24 canções serão apresentadas no FESC sendo 12 a cada dia. “Dentre as 12 músicas escolhidas para a etapa final, que acontece no sábado (14), as três primeiras músicas colocadas, o melhor intérprete, e o vencedor do Júri Popular receberão as seguintes premiações: 1º Lugar R$ 10 mil, 2º lugar R$ 8 mil, 3º lugar R$ 6 mil. 

 

O melhor intérprete recebe a premiação de R$ 3 mil e prêmio de júri popular será no valor de R$ 2 mil. Todos recebem também o troféu”, explica o secretário de Cultura, Turismo e Esportes, Sérgio Fernandes.

Bloquinho 'Algazarra' realiza ensaio carnavalesco em Vitória da Conquista
Foto: Divulgação

O "Algazarra - O Bloquinho" vai realizar, no próximo dia 21, um abre-alas para o verão de Vitória da Conquista. O evento acontece a partir das 14 horas, no Canto do Sabiá. Na edição do cortejo de pré-carnaval deste ano, cerca de 5 mil pessoas desfilaram ao som de bandas autorais, covers e discotecagens.

 

O bloquinho conquistense reúne artistas e amigos para uma confraternização quase natalina. Desta vez, o evento vai contar com as apresentações da banda Los Froxos, dos cantores e compositores TOFALLINI e Lucas Gerbazi, das drag queens Guilhotina Guinle (Goiânia) e Nagasaki e as discotecagens de Lxst, Rafaé, Paulinha Chernobyl e El Diño.

 

Os ingressos antecipados estão à venda no Sympla.

 

SERVIÇO
O QUÊ: Ensaio do Algazarra – O Bloquinho 
ONDE: Canto do Sabiá - Vitória da Conquista
QUANDO: 21 de dezembro (sábado) - 14h
QUANTO: R$ 15

Sexta, 13 de Dezembro de 2019 - 16:50

Dia Nacional do Forró celebra raiz do gênero que une sanfona, triângulo e zabumba

por Fabiana Schiavon | Folhapress

Dia Nacional do Forró celebra raiz do gênero que une sanfona, triângulo e zabumba
Foto: Chico Albuquerque/Acervo IMS

O rei do Baião, Luiz Gonzaga (1913-1989), foi o responsável por popularizar o forró e levar o gênero que nasceu no sertão nordestino para todo o Brasil. Não à toa, a data de nascimento do músico pernambucano, 13 de dezembro, serviu de inspiração para a criação do Dia Nacional do Forró -instituído por uma lei federal pela deputada federal Luiza Erundina (PSOL), em 2005.

Clássicos como "Asa Branca", "O Xote das Meninas" e "A Vida do Viajante" foram regravados à exaustão por diversos artistas, e Gonzaga deixou seguidores, como o sanfoneiro Dominguinhos, morto em 2013 aos 72 anos. Este, por sua vez, foi parceiro e marido de Anastácia, 79, compositora e cantora, considerada a rainha do Forró, criadora de sucessos como "Só Quero um Xodó". 

Anastácia também escreveu "Saudade Matadeira" e "Alegria de Pé de Serra", gravadas por Luiz Gonzaga. Entre 800 composições, 200 delas foram feitas em parceria com Dominguinhos. Prestes a completar 80 anos, em maio de 2020, ela ainda está na ativa, participa, nesta sexta-feira (13), do Festival "Baião in Lisboa" e será homenageada na Europa, no Dia do Forró.

"O forró está vivo e não só no Brasil. A Europa tem mais de 50 festivais do gênero", conta ela. "É muito bom fazer parte, mais uma vez, dessa celebração por ser uma das únicas mulheres ainda vivas que representam o forró. Sou da época de Marinês [1935-2007] e outras cantoras que marcaram época e de outros ícones como Jackson do Pandeiro [1919-1982]", conta Anastácia.

A pernambucana afirma que fazia letras sempre pensando em levar a vida e a visão do sertanejo nordestino às metrópoles. "Como eu estava em São Paulo, eu queria levar a vida do sertanejo para as músicas, mas urbanizei as letras para que pudesse ser ouvida fora do Nordeste. Uma das formas de fazer isso foi falar de amor, como em 'Só Quero um Xodó', que toca até hoje", explica a artista, que tem quase 40 discos gravados. 

No ano que vem, quando completar 80 anos, Anastácia gravará um disco com convidados, entre eles Zeca Baleiro, Amelinha e Alceu Valença.

EM DEFESA DAS RAÍZES

O forró tradicional exige uma sanfona, um triângulo e uma zabumba, por isso há muitos trios tradicionais, como Trio Nordestino, Trio Virgulino, entre outros. O gênero é formado por outros subgêneros, como o xote, baião, arrasta-pé e o xaxado, que têm também seus passos de dança típicos.

Com o tempo, músicos e bandas foram incorporando outros instrumentos ao forró, como guitarra, bateria e baixo. Alceu Valença, Elba Ramalho, Geraldo Azevedo e Zé Ramalho são alguns dos exemplos. 

Já nos anos 1990, nasceu o forró universitário, que tem como principal ícone a banda Falamansa, que fez sucesso com as músicas "Rindo à Toa" e "Xote dos Milagres". Outros grupos como Bicho de Pé e Rastapé fizeram parte dessa fase.

"O forró genuíno é o gonzaguiano, com bumba, sanfona e triângulo. É claro que com a tecnologia, fomos incluindo outros instrumentos. Eu mesma já gravei com baixo, guitarra e até flauta", diz a cantora Anástacia. 

Foi nos anos 2000 que o gênero abraçou a modernidade e os sons eletrônicos, com bandas como Aviões do Forró, Calcinha Preta e Garota Safada -essa última é a antiga banda de Wesley Safadão, artista que provoca ainda novas misturas, fazendo parcerias com sertanejos e funkeiros e se afastando cada vez mais da sonoridade original. 

"Esses grupos tinham de ter inventado um novo nome, porque isso não deveria ser chamado de forró. E, olha, os jovens gostam também do forró tradicional", afirma a artista. Ela conta que, em seus shows, jovens pedem músicas de seus primeiros discos, da década de 1960. "Nem lembro a letra, mas eles pedem e eu faço uma cola para cantar na hora."

E não só pela antiga geração que o forró raiz se mantém na ativa, com festas e casas dedicadas ao gênero. Em São Paulo, a agenda do Canto da Ema está sempre cheia, e no Rio de Janeiro, um dos exemplos é o Forró da Gávea. O músico Pedro Miranda, 43, se uniu a colegas para fazer noites semanais dedicadas ao gênero.

"Nós nos espelhamos no forró tradicional com sanfona, zabumba e triângulo, mas tem violão e fazemos bastante improviso, tocamos músicas instrumentais de Dominguinhos. Não é só forró para dançar, mas para curtir a banda mesmo", afirma Miranda, que também abre espaço para a nova geração autoral do forró. "Tem muita gente boa, como o Thiago da Serrinha."

Palacete das Artes recebe exposição 'Eliana Kertész – Fartura e Abundância'
Foto: Divulgação

O Palacete das Artes recebe, a partir do dia 18 de dezembro, a exposição “Eliana Kertész – Fartura e Abundância”, sobre a vida e obra da artista plástica. Com entrada gratuita, a mostra fica em cartaz até 8 de março de 2020.


Na mostra, além do trabalho, o público vai conhecer a intimidade da escultora. A visitação começa numa representação do ateliê da artista, com objetos pessoais, fotos e moldes, o local onde ela se inspirava. “O público vai ver como era sua cabeça e depois ver sua obra e assim perceber que a obra é a extensão da pessoa”, explica Gringo Cardia, artista multimídia curador da exposição. “É um desejo que todo mundo conheça melhor a autora de obras que são uma marca de Salvador. A memória tem que ser cultivada através de exposições e é o meu papel ser o tradutor para mostrar a arte dessa escultora para o público”, acrescenta.


Dentre as mais conhecidas obras de Eliana está a instalação “Meninas do Brasil”, localizadas na Rua Adhemar de Barros, em Salvador, e mais conhecida como as gordinhas de Ondina.

 

SERVIÇO
O QUÊ:
Exposição Eliana Kertész – Fartura e Abundância
QUANDO: 18 de dezembro a 8 de março de 2020. Terça a sexta, das 13h às 19 e sábados, domingos e feriados, das 14h às 18h
ONDE: Palacete das Artes – Graça – Salvador (BA)
VALOR: Gratuito

Sexta, 13 de Dezembro de 2019 - 15:00

Anitta e Melim lançam parceria com música e clipe de 'Meu Mel'

por Folhapress

Anitta e Melim lançam parceria com música e clipe de 'Meu Mel'
Foto: Reprodução / YouTube

A primeira parceria entre Anitta e o grupo Melim foi lançada na madrugada desta sexta-feira (13) nas plataformas digitais. 

A nova música "Meu Mel" faz parte agora do projeto "Brasileirinha" da cantora carioca. Nele já foram apresentadas, também, as canções "Some Que Ele Vem Atrás", com Marília Mendonça, e "Combatchy", com Lexa, Luisa Sonza & MC Rebecca.

O videoclipe da faixa foi gravado em uma espécie de navio, e foi lançado na tarde desta sexta.

A composição de Pablo Bispo, Ruxell e Sérgio Santos segue mais o estilo musical dos irmãos, puxado para um "pop-reggae", do que o da cantora. Inclusive, Rodrigo, Diogo e Gabi Melim participam da composição.

Essa é mais uma das parcerias musicais de Anitta, que aposta, com sucesso, na tendência há algum tempo. O trio também também não fica por fora da onda e já tem músicas gravadas com Ivete Sangalo, Sandy, Rael e Nando Reis.

Confira o clipe de "Meu Mel": 

Illy lança versão de 'Fascinação' e anuncia nome de disco com repertório de Elis Regina
Foto: Divulgação / Julia Pavi

Após gravar "Alô, Alô Marciano", a cantora baiana Illy lançou, nesta sexta-feira (12) um novo single com sua versão para o clássico “Fascinação”, de Armando Louzada, eternizado na voz de Elis Regina. A faixa, que está disponível nas principais plataformas digitais, foi produzida pela própria artista, ao lado de Gabriel Loddo e Guilherme Lírio. 


"Notamos que no meio daquela dramaticidade linda e intensa despejada por Elis na gravação, havia versos felizes e apostamos nisso. Afinal, estamos precisando de alegria para nossa cultura, não é mesmo?", avalia Illy, destacando que o projeto tem como propósito "com todo respeito e capricho que Elis merece, ajudar a manter vivo para novas gerações um dos repertórios mais ricos que existem na história da nossa música".


A cantora baiana também anunciou o título do álbum no qual interpretará o repertório de Elis Regina. Com lançamento previsto para março de 2020, o novo disco se chamará "Te adorando pelo avesso". "O nome já diz muita coisa. É um projeto de adoração à Elis, mas feito do nosso jeito, buscando inovações à obra da maior cantora que este país já teve", explica.

 

Confira a versão de Illy para "Fascinação":

Josyara faz show do disco 'Mansa Fúria' no Commons Studio Bar
Foto: Divulgação / Natalia Arjones

Radicada em São Paulo, a cantora e compositora baiana Josyara se apresenta no dia 21 de dezembro, a partir das 20h, no Commons Studio Bar, dentro do projeto Intercenas Musicais. 


Na ocasião, a artista apresentará ao público o show de seu segundo álbum, “Mansa Fúria”, lançado em agosto de 2018, pela Natura Musical (clique aqui e saiba mais sobre o disco). Durante o espetáculo, Josyara recebe ainda a cearense Soledad como convidada especial. 


Os custam entre R$ 10 e R$ 20.


SERVIÇO
O QUÊ:
Intercenas Musicais - show de Josyara e Soledad
QUANDO: Sábado, 21 de dezembro, às 21h
ONDE: Commons Studio Bar – Rio Vermelho – Salvador (BA)
VALOR: R$ 10 (lote promocional) / R$ 15 (lista) / R$ 20 no local

Alceu Valença apresenta show inédito 'Amigo da Arte' em abril no TCA
Foto: Divulgação

O cantor e compositor Alceu Valença retorna a Salvador com um show inédito, em única apresentação na sala principal do Teatro Castro Alves, no dia 18 de abril de 2020.


O espetáculo reúne canções, muitas delas grandes sucessos, que ressaltam o diálogo entre sua obra e suas referências na arte, em especial na literatura. “São músicas em que menciono escritores, poetas, filósofos, cineastas, artistas em geral. É uma tentativa de mostrar a grandeza, diria mesmo iluminista do pensamento humano e como ele pode dialogar com a canção popular”, explica o artista pernambucano.


Dentre os autores que inspiraram Alceu está o baiano Jorge Amado, cuja obra ganhou “contornos olindenses” em “Chuva de Cajus” (“Estação da Luz”, 1985), na qual canta os versos “pastores da noite / meu são Jorge Amado / livrai-me do ódio dos apaixonados”. Jorge, por sua vez, retribuiu: “Canto de pássaro, grito de guerra, a caatinga Arida e o verde canavial, o povo nos limites da vida, eis a música de Alceu Valença, terno e profundo menestrel do nordeste”, escreveu.


Figuram ainda entre as referências de Alceu nomes como Ariano Suassuna, Guimarães Rosa, Mario de Andrade, Rubem Braga, Carlos Drummond de Andrade, Gabriel García Márquez, Fernando Pessoa, Luis Buñuel, Van Gogh, Sérgio de Lemos, Thomas Hobbes e Gilberto Freyre.


SERVIÇO
O QUÊ:
Alceu Valença – “Amigo da Arte”
QUANDO: Sábado, 18 de abril, às 21h
ONDE: Sala Principal do Teatro Castro Alves – Salvador (BA)
VALOR: A a P - R$ 150 (inteira) e R$ 75 (meia) | Q a Z6 - R$ 120 (inteira) e R$ 60 (meia) | Z7 a Z11 - R$ 100 (inteira) e R$ 50 (meia)

Com show de Gil, Festival de Música Educadora será transmitido ao vivo na TVE
Foto: Divulgação

A cerimônia de premiação do 17º Festival de Música Educadora FM, realizada neste domingo (15), a partir das 18h, na Concha Acústica do Teatro Castro Alves, será transmitida ao vivo na TVE Bahia e na rádio Educadora.


Com abertura da cantora e compositora baiana Josyara, o evento contará ainda com um show de Gilberto Gil, que sobe ao palco com um repertório de sucessos como “Andar com fé”, “Realce”, ”Toda menina”, “Esperando na Janela”, “Palco”, “Aquele Abraço”, “Tempo Rei”, “Drão”, “A Paz”, “A Novidade”, “Vamos Fugir” e “Não Chore”.


Sob a coordenação do jornalista e comunicador Renato Cordeiro, o festival este ano teve 435 participantes e mais de 600 gravações, entre músicas com letra e instrumentais, avaliadas pela Comissão Julgadora, formada pelo maestro Carlos Prazeres, as cantoras Larissa Luz e Marcela Bellas, e o compositor Manno Góes. Os selecionados receberão uma premiação que varia de R$ 1 mil a R$ 12 mil, totalizando R$ 60 mil em prêmios.

Sexta, 13 de Dezembro de 2019 - 11:32

Com dia de cada show, confira a grade completa do Festival Virada Salvador

por Júnior Moreira Bordalo / João Brandão

Com dia de cada show, confira a grade completa do Festival Virada Salvador
Foto: Divulgação

A prefeitura de Salvador divulgou nesta sexta-feira (13) a grade completa do Festival Virada Salvador, que vai ocorrer entre os dias 28 e 1° de janeiro, na Arena Daniela Mercury, na Boca do Rio.

 

A gestão municipal divulgou ainda diversos serviços que serão oferecidos ao público durante o festival (saiba mais aqui). Veja abaixo as atrações e os dias de cada apresentação:

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Site Bahia Notícias (@bahianoticias) em

Governo amplia para R$ 10 milhões teto de captação via Lei Rouanet para musicais 
Alvim bateu o martelo após reunião na Fiesp | Foto: Divulgação / Ronaldo Caldas

Após o secretário especial da Cultura, Roberto Alvim, sinalizar no sentido de subir o teto para captação de recursos via Lei Rouanet para espetáculos musicais de R$ 1 milhão a pelo menos R$ 5 milhões (clique aqui), o governo bateu o martelo por uma ampliação ainda maior.


Alvim anunciou a mudança do teto para R$ 10 milhões, nesta quinta-feira (12), durante um almoço com representantes do setor cultural, na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), em São Paulo.


"Como diretor teatral, eu sei que não é possível fazer teatro musical com R$ 1 milhão. Estamos aqui para consertar esse equívoco, que pode comprometer uma área importante, responsável por gerar inúmeros empregos e por dinamizar a economia", destacou o secretário.


A alteração do teto para o atual patamar acontece na contramão de decisão anterior do governo Bolsonaro, que reduziu de R$ 60 milhões para R$ 1 milhão o valor máximo de captação de recursos via Lei Rouanet para manifestações culturais em geral.

Grupo Botequim faz roda de samba nesta sexta no Santo Antônio 
Foto: Divulgação

O Grupo Botequim realiza mais uma edição de sua tradicional roda de samba, nesta sexta-feira (13), a partir das 21h, no pátio da igreja do Santo Antônio Além do Campo Grande, no Centro Histórico de Salvador.


Na ocasião, a banda terá como convidado o compositor baiano Tom Barreto, cujo trabalho evoca a beleza da natureza e do povo de sua terra, Salinas das Margaridas. No repertório não vão faltar “Marisqueira” e “Saudade a Vapor”, canções de sua autoria, com pegada regional.


Já o grupo anfitrião da casa promete um encontro memorável, ao som de grandes clássicos do samba e canções autorais do grupo. No repertório, músicas de nomes do samba tradicional da Bahia como Batatinha, Roque Ferreira, Edil Pacheco, Riachão, Nelson Rufino e Walmir Lima, além de brasileiros como Cartola, Nelson Cavaquinho, Paulinho da Viola, Clementina de Jesus, Noel Rosa, Dona Ivone Lara e Adoniran Barbosa.

 

SERVIÇO
O QUÊ:
Grupo Botequim – Última Roda de 2019
QUANDO: Sexta-feira, 13 de dezembro, às 21h
ONDE: Pátio da Igreja do Santo Antônio Além do Carmo – Salvador (BA)
VALOR: R$ 20

Sexta, 13 de Dezembro de 2019 - 09:00

Giro: Coleção Despertar

por Adriana Barreto e Cris Montenegro

Giro: Coleção  Despertar
Adriana Régis e Daniel Montheiro | Foto: Álem Silva

A empresária da marca Thereza Priore, Adriana Régis, promoveu um almoço de confraternização, na última quarta-feira (11), no restaurante DAS, na Bahia Marina. Com um cardápio exclusivo para o evento, a decoração com o tema Natal-Resort foi assinada pela Florella e os itens de mesa por Manuela Vilas Boas. Em seu segundo ano, o evento recebeu 70 convidadas, e celebrou o ano de 2019 e as conquistas da marca. Após o encontro, as mulheres presentes conheceram, na loja da marca na Bahia Marina, a coleção cápsula 'Despertar', exclusiva para o Réveillon, que promete dar o tom das comemorações de final de ano com a elegância e originalidade características da marca. (por Adriana Barreto)

Banda Herbert & Richard e Renata Bastos animam último Biergarten de 2019
Foto: Divulgação

O Biergarten realiza sua última edição de 2019 neste domingo (15), a partir das 15h, no Trapiche Barnabé, em Salvador.


A programação musical ficará por conta banda Herbert & Richard, famosa por relembrar as trilhas sonoras de produções cinematográficas; da cantora Renata Bastos, expoente do reggae feminino na Bahia; e o DJ Leandro Vitrola.

 
O público poderá experimentar ainda mais de 20 rótulos de cervejas artesanais, além de adquirir produtos exclusivos na lojinha.


SERVIÇO
O QUÊ:
Biergarten
QUANDO: Domingo, 15 de dezembro, às 15h
ONDE: Trapiche Barnabé – Comércio – Salvador (BA)
VALOR: R$ 50

Governo abre inscrições para edital Carnaval Ouro Negro 2020
Foto: Secom / Eloi Correa

Estão abertas, até 13 de janeiro do próximo ano, as inscrições para o Carnaval Ouro Negro 2020. O edital foi publicado no Diário Oficial do Estado pelas secretarias de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) e  de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi).


Podem participar da seleção organizações de matriz africana dos segmentos afro, afoxé, samba, reggae e de índio, que desfilam no Carnaval de Salvador. Os procedimentos, critérios, normas e documentos exigidos, além de informações adicionais sobre o processo estão descritos no edital, que está disponível nos sites www.cultura.ba.gov.br  e  www.sepromi.ba.gov.br.


A inscrição deve ser realizada exclusivamente de forma presencial, na sede da Secult, situada no Palácio Rio Branco, Praça Thomé de Souza, s/n – Centro, CEP 40.020-010, Salvador – Bahia, das 9h às 12h e das 14h às 17h, exceto dia 13 de janeiro, no último dia, que se dará das 9h até 12h. Ao se inscrever, a entidade deve entregar a documentação completa exigida em um envelope lacrado.

Final de semana tem shows gratuitos da Ara Ketu e Pagodart no Comércio
Foto: Divulgação

Sete shows gratuitos vão ser realizados neste final de semana no Comércio. As apresentações acontecem na Praça da Inglaterra, neste sábado (14) e domingo (15). Elas fazem parte do projeto da prefeitura #vemprocentro.

 

No sábado, os espectadores vão contar, a partir das 18h, com as bandas Os My Friends, Quabales e a Ara Ketu, que levará muito axé para animar ainda mais o público do local.

 

O #vemprocentro do domingo conta com o show do Afrodisíaco, às 17h. Em seguida quem faz o show é o Park Sonoro, por volta das 18h, seguido do show do grupo Bambeia. O último show fica por conta do pagode da banda Pagodart.

‘Bozo’: Revista em quadrinhos do Batman menciona Jair Bolsonaro como vilão
Foto: Reprodução / DC Comics

Retratado como um vilão e mencionado como uma figura que promove a violência. Essa foi a maneira como o presidente Jair Bolsonaro apareceu na nova edição de uma história do Batman - que faz parte da série "The Dark Knight Returns". Nas páginas da HQ, o político aparece em um perfil fictício do Twitter, identificado como 'JM. Bozo'.  

 

Abaixo do personagem há uma frase, em inglês, que seria uma mensagem publicada pelo perfil: "Se dependesse de mim, todo cidadão de bem teria uma arma de fogo em sua residência". Donald Trump também é outro líder mundial citado. 

 

Conforme publicou O Globo, a edição da revista é publicada pela DC Comics e foi escrita pelo roteirista Frank Miller. As ilustrações são do artista brasileiro Rafael Grampá.

'Possível abuso de liberdade de expressão': Juiz manda D2 remover tuítes contra Doria
Foto: Reprodução / Revista Fórum

Três publicações do cantor Marcelo D2 no Twitter críticos ao governador de São Paulo, João Doria (PSDB), deverão ser apagados por determinação do desembargador Luiz Antônio de Godoy, da 1.ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo. Os tuítes chamam o gestor de "assassino" e afirmam que ele seria o "mandante" da ação policial que matou nove jovens em Paraisópolis no início de dezembro.

 

O magistrado afirmou que D2 cometeu um "possível abuso do direito de liberdade de expressão" e proibiu que o artista vincule o nome do político como o responsável pelo ocorrido. Godoy anotou que há, ainda, perigo de dano a Doria "tendo em vista a repercussão gerada por suas publicações".

 

A permanência das mensagens no perfil do cantor pode render R$ 500 em multa para cada dia no ar. As informações são do Estadão.

Ex-secretário municipal de São Paulo, André Sturm será novo secretário do Audiovisual
Foto: Reprodução / Rádio Cultura

O ex-secretário municipal de Cultura de São Paulo, André Sturm, foi convidado pelo secretário especial da Cultura, Roberto Alvim, para ocupar o cargo como secretário do Audiovisual do governo federal. O convite foi feito em um almoço com cerca de 30 representantes do setor cultural, realizado nesta quinta (12), em São Paulo na Fiesp, foi aceito na hora.

 

André Sturm é o quarto a ocupar a cadeira durante o governo Jair Bolsonaro. Ele entra no lugar de Katiane Gouvêa, exonerada na última quarta-feira (11). Sturm é programador do cinema Petra Belas Artes, em SP. Retirado do cargo de secretário municipal da Cultura de São Paulo no começo deste ano, afirmou ter sido "perseguido" durante o tempo que esteve à frente da pasta.

 

De acordo com a Folha de S. Paulo, enquanto secretário municipal, Sturm respondeu a investigações no Ministério Público e disse ter sofrido desgastes pessoais por conta dos processos burocráticos da administração pública.

Anitta visita Arlindo Cruz e esposa de sambista festeja presença de funkeira
Foto: Reprodução/Instagram

A cantora Anitta visitou o sambista Arlindo Cruz, na última quarta-feira (11), e posou sorridente ao lado do músico, acamado desde que sofreu um acidente vascular cerebral em março de 2017 (relembre aqui). 

 

No clique, publicado no perfil da esposa do cantor Babi Cruz, a funkeira aparece ao lado do artista. Para celebrar o momento, as duas formaram um coração com os braços em volta de Arlindo. 

 

Na legenda da publicação, Babi agradeceu a presença da Anitta: “Carinho não se agradece, só se retribuiu. Obrigado pelo carinho de sempre. Você trouxe muita alegria para nós”. Anitta também apareceu juntamente com o filho do casal, o também cantor Arlindinho. 

 

No último mês de outubro, de acordo com o programa “Fofocalizando”, do SBT, Arlindo foi mais um vez hospitalizado após sofrer de pneumonia. Atualmente, ele ainda se encontra em estágio de recuperação da doença (relembre aqui). 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

CARINHO não se Agradece, SÓ se RETRIBUI, OBRIGADO PELO CARINHO DE SEMPRE, VOCÊ Trouxe, MUITA Alegria, PRA NÓS ????????????????????

Uma publicação compartilhada por Babi Cruz (@babicruz10) em

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Que reencontro especial , essa mulher é pura LUZ ????.

Uma publicação compartilhada por Arlindinho Cruz (@arlindinhooficial) em

Gal Costa ressalta prazer em ajudar durante participação em show beneficente do Martagão
Foto: Divulgação

O Hospital Martagão Gesteira realizou nesta quarta-feira (11) mais uma edição do “Jantar do Bem”, com o objetivo de arrecadar recursos para o programa de transplante de órgãos da unidade de saúde.

 

A cantora Gal Costa foi a grande atração da noite e subiu ao palco montado na Chácara Baluarte.  “É uma causa generosa, uma causa humanitária”, disse Gal ao comentar o trabalho realizado pelo Martagão. “É muito bom, muito prazeroso poder ajudar as pessoas. Eu acho que todo artista deve fazer isso. Tem muitos que fazem. Muitos que montam organizações. Me convidaram eu fiz com maior carinho, com maior amor porque eu acho que faz muito bem pra gente fazer bem às pessoas”, comentou a artista.

 

O IV Jantar do Bem ainda contou com apresentação da cantora Ju Moraes, a gastronomia da chef Tereza Paim e a poesia de Edgard.

 

O diretor-presidente da Liga Álvaro Bahia Contra a Mortalidade Infantil, entidade mantenedora do Martagão, Carlos Emanuel Melo, comemorou a arrecadação e adiantou os planos da unidade para 2020. “Vamos começar três programas de transplantes no ano que vem. Primeiro o de medula óssea. É um serviço que não é oferecido no nosso estado ainda para crianças de ate 14 anos na rede de saúde pública. Nossas crianças precisam ser aguardadas em filas para serem atendidas em outros estados. Segundo, o de fígado, que também não é disponível no sistema de saúde aqui no estado da Bahia e que as crianças também aguardam para fazer em outro estado. Vamos também iniciar o programa de transplante de rim. Esse já existe, mas vamos entrar como serviço complementar à rede”, acrescentou.

 

Gestores de cultura do Nordeste se reúnem durante fórum em Salvador
Foto: Reprodução / Secult

O Fórum dos Secretários e Dirigentes de Cultura do Nordeste reuniu nesta quinta-feira (12), no Memorial do Teatro Castro Alves (TCA), representantes de Alagoas, Bahia, Paraíba, Pernambuco, Sergipe e Rio Grande do Norte para discutir políticas públicas e ações de planejamento para o próximo ano. Esse é a terceira edição do encontro.

 

“O Fórum está tendo uma representatividade e um peso maior, pois recebemos a sociedade civil, que já nos demanda. A Fundação Getúlio Vargas [FGV] nos procurou oferecendo serviços para que a cultura tenha cada vez mais visibilidade em um momento de crise como esse”, declarou a secretária de Cultura da Bahia, Arany Santana. Dentre os assuntos pautados estão a proposta de criação de festivais unindo os estados nordestinos e dando sustentabilidade ao setor. 

 

Adriana Paiva, consultora da FGV, explicou que a proposta apresentada busca dar subsídios às administrações estaduais a partir da geração de indicadores no campo da cultura. “É importante saber mensurar e, atualmente, existem muitas tecnologias. A intenção aqui é unir os estados para que a gente monte uma tecnologia e consiga estabelecer um diálogo em conjunto com os governos estaduais e com o nacional, buscando estabelecer políticas culturais saudáveis e que sejam efetivas para a população", contou.

 

A secretária executiva de Cultura de Pernambuco, Silvana Meireles, disse acreditar que o fórum vem cumprindo o papel de preparar os estados para enfrentar as dificuldades provocadas pelo cenário nacional. “Isso pode se tornar uma oportunidade de pensarmos em políticas estaduais e regionais. Neste sentido, a gente tem dialogado entre os estados e com instituições, como foi agora o diálogo com a FGV”, afirmou.

Bailinho de Quinta recebe Magary e Gerônimo em festa de Réveillon 
Foto: Divulgação / Lucas Rion

O Bailinho de Quinta recebe os cantores Magary e Gerônimo em sua festa de Réveillon, realizada a partir da 21h, no dia 31 de dezembro, na Chácara Baluarte, situado no Santo Antônio Além do Carmo, em Salvador.


Comemorando 10 anos de estrada, o Bailinho apresentará um repertório animado, com músicas como “Balança o Saco”, já conhecida pelo público, e hits do momento, a exemplo de “Bang”, da cantora Anitta. O evento terá ainda discotecagem do DJ Pureza.


O Réveillon do Bailinho contará com open bar de uísque, vodca, cerveja puro malte, refrigerante e água. O segundo lote de ingressos está à venda no Sympla e na loja Elementais, por R$ 280. 

 

SERVIÇO
O QUÊ:
Réveillon do Bailinho
QUANDO: Terça-feira, 31 de dezembro, às 21h
ONDE: Chácara Baluarte – Santo Antônio Além do Carmo – Salvador (BA)
VALOR: R$ 280

Biblioteca Central recebe feira de artes negras neste fim de semana
Foto: Divulgação

A Biblioteca Central do Estado da Bahia (BCEB), situada no bairro dos Barris, em Salvador, recebe, nesta sexta-feira (13) e no sábado (14), a primeira edição do projeto Odu: Xirê de Artes Negras, que consiste em uma feira de artes negras com atividades de diferentes linguagens. 


Com entrada gratuita, o evento ocorrerá no quadrilátero da BCEB, na sala Walter da Silveira e no Bar Velho Espanha (na frente da Biblioteca). A programação da feira contempla a participação de nomes locais e nacionais do campo da poesia, música, artes e produção. Lubi Prates, Cássia Vale, Jorge Washington, Dão, Ryane Leão, o Coletivo ZeferinaS, e as Bandas 07UM e Kalunduh são alguns dos artistas confirmados.


De acordo com a poeta e professora Lívia Natália, coordenadora do projeto, o evento tem como propósito “valorizar ainda mais o espaço da Biblioteca Central da Bahia, e reafirmá-lo como ambiente incentivador de atividades culturais intensas e relevantes para a comunidade”.

Histórico de Conteúdo