Quarta, 15 de Julho de 2020 - 17:00

Certidão Negativa na Pandemia

por Karla Borges

Certidão Negativa na Pandemia
A Prefeitura de Salvador publicou no dia 14 de julho, o Decreto nº 32.576/20, dispondo sobre a prorrogação, em caráter excepcional, do prazo de vigência dos efeitos das Certidões Negativas emitidas pela Secretaria Municipal da Fazenda, e sobre a postergação da cota apenas de agosto do IPTU de 2020, para alguns imóveis não residenciais. As pessoas jurídicas, que tiveram o funcionamento interrompido desde o início dos decretos municipais publicados contra o avanço da COVID-19, seriam beneficiadas.

Leia mais

Terça, 14 de Julho de 2020 - 19:00

Reequilíbrio econômico-financeiro das concessões públicas em tempos de coronavírus

por Silvio Pinheiro

Reequilíbrio econômico-financeiro das concessões públicas em tempos de coronavírus
No início da pandemia, em 26/03/2020, escrevi aqui no Bahia Notícias que dezenas de concessionárias e prestadoras de serviços públicos, independente de repactuação financeira ou garantia prévia de reequilíbrio econômico dos contratos, passaram a espontaneamente prestar apoio ao poder público e investir recursos financeiros, materiais e de pessoas, ajustando, assim, o seu escopo de atuação para assegurar uma pronta resposta no combate à COVID-19.

Leia mais

Transporte público: precisamos discutir acesso ao transporte coletivo de qualidade pós pandemia
O acesso da população à construção e garantia dos seus direitos passa, majoritariamente, pelos parlamentos onde estão os eleitos como representantes públicos. A política, por muitos anos, passou pelo imaginário popular como algo monótono e até mesmo complicado, este último adjetivo criado para  afastar o povo das realizaçõee e decisões políticas.

Leia mais

Quinta, 09 de Julho de 2020 - 14:00

Primeira infância como agente transformador

por Júlia Jungmann

Primeira infância como agente transformador
Diversas áreas do saber como a economia, a educação e a neurociência vêm se aprofundando no tema da primeira infância - etapa que até os 6 anos de idade. Especialistas apontam que esta é uma das fases mais importantes da vida do ser humano, para que ele se desenvolva integralmente, com maior inteligência emocional, habilidades interpessoais e bases de conhecimento sólidas. A neurociência, por exemplo, defende que crianças sejam estimuladas a partir do útero da mãe e não após os seis meses de idade, como 53% dos brasileiros acreditam que seja a idade adequada para as crianças começarem a aprender, de acordo com a cartilha Os primeiros anos em suas mãos, da Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal. 

Leia mais

Segunda, 06 de Julho de 2020 - 11:00

O silêncio da sanfona e o estrago na indústria cultural

por Zé Reinaldo Nagana

O silêncio da sanfona e o estrago na indústria cultural
Quando se fala em festas juninas no Brasil, as maiores referências que vêm à cabeça apontam para as cidades de Campina Grande, no estado da Paraíba e Caruaru, em Pernambuco. Mas esses festejos, que chegaram ao Brasil, através dos portugueses, ainda no período colonial, se incorporaram ao folclore brasileiro, se espalharam por várias regiões, tomando características distintas, a depender da localidade.

Leia mais

Quinta, 02 de Julho de 2020 - 10:00

'Um tiro certo no coração do Júri!'

por César Faria

'Um tiro certo no coração do Júri!'
O escopo deste artigo é tecer uma breve análise crítica da polêmica proposta de Resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que autoriza o uso de videoconferência na realização das sessões de julgamento do Tribunal do Júri, em razão das contingências geradas pela pandemia da COVID-19.

Leia mais

Sexta, 26 de Junho de 2020 - 10:00

'A MP 984 vai acelerar o Bahia!' Será?

por Leandro Barros

'A MP 984 vai acelerar o Bahia!' Será?
O posicionamento do presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, sobre a MP 984 (MP que altera os direitos de transmissão) causou surpresa em alguns torcedores e em alguns setores da imprensa, mas não deveria. Em agosto de 2019 Bellintani esteve no programa Bola da Vez da ESPN e já deixava público o seu posicionamento em favor de uma mudança que desse direitos de transmissão exclusivamente ao mandante, alegando ser esse o modelo utilizado em outros países.

Leia mais

Quinta, 25 de Junho de 2020 - 10:30

Cachoeira, território de libertação

por Manoel Passos Pereira

Cachoeira, território de libertação
O dia 24 de agosto de 1820 foi um dia significativo para o desenrolar do processo que levou o Brasil a se separar de Portugal, quando as tropas e um contingente considerável de portugueses abandonaram a Província da Bahia e voltaram para sua terra natal. A Revolução Vintista representou a queda do Absolutismo Monárquico e o surgimento do liberalismo como um novo modelo de governança. É importante entender o que foi e o que representou o Vintismo neste momento em Portugal, pois esta Revolução se caracterizou como um movimento constitucional que derrubou o absolutismo monárquico, manteve a monarquia com a realeza da família de Bragança e criou as Cortes, que eram uma espécie de parlamento que governava acima dos poderes de El-Rei, cujos deputados assumiram as novas ações executivas do Estado português. Foi um momento de transição em que o capitalismo industrial passou a prevalecer e a classe dominante da burguesia a controlar o poder, colocando o absolutismo monárquico em questão, gerando uma crise ao sistema mercantil. As Cortes chegaram ao ponto, de na sessão de 27 de junho de 1822 os deputados Vintistas discutiram a possibilidade de nomear um novo Regente para o Reino do Brasil que viria a substituir D. Pedro.  

Leia mais

Terça, 23 de Junho de 2020 - 16:00

Cuidar da mente de profissionais de saúde numa pandemia com alta taxa de letalidade

por Joselma Seixas Silva Souza

Cuidar da mente de profissionais de saúde numa pandemia com alta taxa de letalidade
O mundo enfrenta a maior emergência de saúde pública com a pandemia do novo coronavírus (COVID-19). Todos estão preocupados com a saúde física e  com o sofrimento psicológico que pode ser experimentado pela população. 

Leia mais

Segunda, 22 de Junho de 2020 - 16:20

O Baile dos juros altos chegou ao fim. E agora?

por Leonardo Souza

O Baile dos juros altos chegou ao fim. E agora?
Quem não gosta de um baile tradicional? Ambiente chique, pessoas bem vestidas e uma música suave e lenta para as pessoas dançarem. Porém, com o passar dos anos, e as mudanças culturais, o antigo baile foi dando lugar a uma pluralidade de festas, com músicas mais agitadas e passos de danças cada vez mais rápidos. Temos os bailes funks no Sudeste, as festas juninas por todo o Nordeste e as baladas pelo Brasil afora, com suas noites agitadas pela batida das músicas eletrônicas.

Leia mais

Histórico de Conteúdo