Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quinta, 04 de Novembro de 2021 - 10:10

Semestre pavimentado por governança, tecnologia, inovação e sustentabilidade

por Roberto Maynard Frank

Semestre pavimentado por governança, tecnologia, inovação e sustentabilidade
Foto: Divulgação

Assumir a presidência do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia em cenário pandêmico e no ano que antecede as Eleições Gerais de 2022 tem sido um desafio motivador. Seis meses após o início de nossa gestão, podemos notar um saldo bastante positivo.

 

Os resultados alcançados, pela atuação conjunta das equipes, são reflexo do investimento em quatro importantes pilares: governança, tecnologia, inovação e sustentabilidade. Tais apostas contribuem para uma sociedade mais plural e democrática, princípios que norteiam as ações do TRE baiano.

 

Uma de nossas primeiras providências foi criar a Secretaria Judiciária Remota do 1º Grau de Jurisdição, para auxiliar melhor as Zonas Eleitorais, atuando no saneamento dos dados processuais e na orientação e uniformização do uso do Processo Judicial Eletrônico (PJe).

 

Na área da tecnologia e inovação, em junho de 2021, apresentamos ao TSE e demais TREs do país uma plataforma que desenvolvemos de modo pioneiro: o Janus, novo sistema de inteligência artificial que reduz o número de ações repetitivas dos servidores e poderá, num futuro próximo, auxiliar no julgamento do registro de candidaturas, com possibilidade de outros desdobramentos.

 

Em agosto, implantamos o Núcleo de Atendimento Virtual ao Eleitor (NAVE), que permitiu a desburocratização dos serviços eleitorais. Já são mais de 16 mil atendimentos, 11 mil desses pelo chatbot ‘Maia’, presente no site do TRE-BA e no Telegram (@maiatrebot). Além de ser uma ferramenta inclusiva, pois disponibiliza atendimento em Libras, o NAVE possibilitou o pagamento de multas eleitorais com cartão de crédito ou PIX. Uma inovação que muito nos orgulha.

 

Ainda em agosto, ficamos em 2º lugar no Ranking de Transparência do Poder Judiciário. A avaliação é realizada anualmente pelo CNJ para valorizar os Tribunais e Conselhos que se destacam na disponibilização de informação à sociedade.

 

Ciente de sua função social, o TRE-BA passou a integrar a rede nacional de enfrentamento à desinformação, tema sempre em pauta no TSE, uma vez que atinge frontalmente a democracia. Também merecem destaque a criação das Comissões de Enfrentamento ao Assédio Moral e Sexual, em duas instâncias, e a adesão à campanha “Sinal Vermelho contra a Violência Doméstica”.

 

Reafirmando nosso compromisso com a sustentabilidade e a racionalização do uso de recursos públicos, implantamos o projeto de eficiência energética, em parceria com a Coelba, contemplando 14 Zonas Eleitorais.

 

Tão importante quanto planejar e executar projetos para garantir uma gestão eficaz e próxima aos nossos públicos, é mensurar seus impactos sociais. Nesse sentido, celebro e agradeço aos servidores, que atuam com comprometimento, agilidade e competência para uma melhor prestação de serviços, alinhada à missão, visão e aos valores da Justiça Eleitoral baiana.

 

*Roberto Maynard Frank é presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia

 

*Os artigos reproduzidos neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do Bahia Notícias

Histórico de Conteúdo