Quarta, 09 de Outubro de 2019 - 17:30

8 de Novembro: Dia Municipal em Memória aos Mártires da Revolta dos Búzios

por Marta Rodrigues

8 de Novembro: Dia Municipal em Memória aos Mártires da Revolta dos Búzios
Foto: Divulgação

Ao longo dos anos, vimos as casas legislativas do País criarem projetos para instituir  diversas datas, das mais estapafúrdias às mais coerentes. No vasto leque constam homenagens à personalidades, nomes de rua - na maioria das vezes desconhecidos da população - datas comemorativas e dias municipais que valorizam acontecimentos e circunstâncias que, muitas vezes, não tem a menor representatividade para o coletivo social.

 

Muitos se perguntam qual a funcionalidade desses projetos e no que eles podem contribuir para a sociedade. A resposta é simples: deveriam servir para o registro da memória e da história, uma tarefa cotidiana de cada cidadão e  instituição pública.

 

Embora nos livros de história espalhados pelo país pouco se fale de quem construiu o processo de liberdade no nosso país fora dos relatos oligárquicos, patriarcais, militares e colonizadores, nós, como representantes eleitos pela povo, temos o dever de fazer valer os princípios democráticos e ressaltar a história construída pela população que ao longo dos anos iniciou  uma série de revoltas populares para combater a elite  e os colonizadores que tentaram nos oprimir e escravizar. Sem falar na tentativa de nos invisibilizar na história do país.

 

Após a suposta abolição da Escravatura, continuamos a ver uma parcela da sociedade que, sob a égide do extremismo, enxerga a história do Brasil sob o olhar do colonizador, recusando o protagonismo Negro para continuar a manutenção das elites brasileiras.


 

Buscando fazer esse registro, foi aprovado na Câmara Municipal, no dia 2 de outubro, um projeto de minha autoria que cria o Dia Municipal em Memória aos Mártires da Revolta dos Búzios. Este dia será comemorado em 8 de novembro, quando os mártires foram mortos, esquartejados e expostos em praça pública.  A Revolta dos Búzios dispensa explicações, mas clama por ser conhecida em todo o Brasil, afinal, os seus ideiais, Liberdade, Igualdade e Fraternidade, foram importantes ontem, há 220 anos, e ainda hoje nos inspira a lutar por uma sociedade mais justa e democrática. 

 

Para apresentar este projeto, foi necessário uma consulta popular que aconteceu no dia 26 de agosto com uma audiência pública  no auditório do Edifício Bahia Center, anexo da Câmara. Importante ressaltar que a demanda foi pautada por diversos segmentos do Movimento Negro.

 

A importância dos heróis dos Búzios na busca de ideais democráticos já consta no Livro Nacional dos Heróis da Pátria, implantado pela presidenta Dilma: resultado de uma mobilização que há muito tempo mostra a necessidade de visibilizar essa Revolução.

 

Precisamos fazer com que a população conheça esta história e saiba quem foram os cinco homens - e muitas mulheres - que, mesmo diante da submissão e da opressão, colocaram suas vidas em risco em prol de um ideal de liberdade.    

 

Nada mais justo do que homenagear com um dia municipal os mártires da Revolta dos Búzios. Este movimento nos incentivou de várias formas a lutar pela nossa independência e pelo fim da escravidão, nos servindo sempre de referência.


Homens que foram esquartejados em via pública, no dia 8 de novembro, e tiveram suas cabeças expostas por dias na Praça da Piedade numa tentativa fracassada de amedrontar a população e fazê-la desistir  de continuar em busca daqueles ideais.

 

São vários os entusiastas desse Dia Municipal e entre eles estão todos os membros do Movimento Negro. Como diz o cineasta Antônio Olavo, essa ação a nível municipal, em Salvador, por onde se passou essa história, é mais um passo para engrandecer essa data, levando a para nível estadual e nacional. Reconhecer nossos mártires é reconhecer nossa história para aqueles que estão para nascer e dar seguimento à democracia, a liberdade e a justiça social. Viva o Dia Municipal em Homenagem aos Mártires da Revolta dos Búzios!

 

*Marta Rodrigues é vereadora de Salvador pelo PT

 

*Os artigos reproduzidos neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do Bahia Notícias

Histórico de Conteúdo