Estudo aponta tratamento para mulheres com histórico de abortos recorrentes
Foto: Reprodução / Romedic
Um novo estudo, publicado pela revista internacional "Fertility and Sterility", pode apontar um tratamento direcionado para mulheres que tiveram dois ou mais abortos espontâneos e tentam engravidar. Trata-se de um tratamento natural com progesterona antes da gestação. A informação foi publicada pelo jornal O Globo, mostrando que a progesterona, "hormônio da gravidez”, é o principal atuante para estabilizar o endométrio e permitir a gestação. Conforme uma das responsáveis pelo estudo, Mary Stephenson, uma em cada 20 mulheres do mundo tem mais de duas gestações abortadas. A médica experimenta o uso da progesterona em ciclos anteriores à gravidez, chegando a considerar que, 70% de um grupo com 116 mulheres que usaram progesterona e tinham histórico de perda de bebês, tiveram sucesso na gestação,  em comparação à 50% de um grupo de mulheres que não receberam o hormônio.

Histórico de Conteúdo