Vereador reclama de atraso em distribuição de suplementos para intolerância à lactose
O vereador de Salvador Júnior Borges (DEM) apresentou, na sessão desta terça-feira (19), uma indicação ao Executivo de um projeto de lei que regulamente a distribuição de fórmulas e suplementos especiais para intolerantes à lactose. Ele se reuniu com um grupo de pais e mães com filhos no último dia 8 de novembro. De acordo com o democrata, cerca de 90 crianças que têm intolerância à lactose estão sem receber os suplementos que substituem o leite comum. “Essas crianças estão vivendo dias horríveis sem a alimentação adequada. Antes que isso aconteça precisamos tomar uma providência urgente”, salientou Júnior. O vereador afirma que o alimento foi distribuído regularmente só até o final do ano passado. “Até dezembro tudo foi bem, mas desde o início do ano os problemas para a entrega começaram, e em abril o leite deixou de ser entregue definitivamente”, relatou. A principal dificuldade em manter a alimentação das crianças com alergia à lactose é o preço dos suplementos substitutos, que podem chegar a R$ 400, segundo o vereador. A indicação feita pelo edil seguirá para o Executivo e dependerá do prefeito para ser atendida.

Histórico de Conteúdo