Quarta, 17 de Dezembro de 2014 - 14:53

Coluna Vida Saudável: Cuidados com o Sol

Coluna Vida Saudável: Cuidados com o Sol

Juliana Feroldi escreve sua coluna para o BN às quartas-feiras

Não podemos dizer que o sol é um vilão, já que ele traz benefícios à saúde, mas, quando ocorre a exposição solar indevida, ele pode nos causar queimaduras, envelhecimento, câncer de pele, danos oculares, alergias, desconforto e alterações imunológicas.
 
Os motivos dessa exposição indevida são os mais variados: desejo pelo corpo bronzeado, aquele baba na praia, um simples passeio. E quase sempre esquecemos o protetor solar.
 
Durante o verão, os efeitos nocivos do sol afetam principalmente a pele da face, pescoço, colo e braços, que são as partes mais expostas do corpo. Os raios ultravioletas (UV) também são prejudiciais. Existem dois tipos principais para a pele: o UVA, que penetra mais profundamente e é o maior responsável pelo envelhecimento, e o UVB, que penetra menos e é responsável pelas manchas e pelo câncer de pele. Para se proteger destes raios, que trazem malefícios pra pele, deve-se tomar os seguintes cuidados:
 
– Aplicar filtro solar com fator de proteção solar (FPS) acima de fator 15 e espalhar em camadas fartas pelas áreas mais afetadas, reaplicando a cada três horas;
 
– Usar barreiras físicas como chapéus, bonés e camisas de tecido escuro, para evitar a radiação solar. Hoje existem roupas e chapéus com proteção apropriadas para exposição ao sol
 
– Ficar em ambientes frescos e com roupas leves;
 
– Evitar o excesso de exposição ao sol das 10:00h às 16:00h.
 
Existem filtros modernos com grande aderência na pele e que saem pouco dentro da água. Por isso, crianças devem sempre usá-los, principalmente quando na praia ou piscina. As pessoas que tem a pele muito oleosa ou com espinhas, devem usar filtros ou hidratantes leves em gel ou sem óleo, para evitar o agravamento da acne. Já quem possui manchas escuras (melasma ou cloasma) devem ter cuidado redobrado com o sol e usar filtros com FPS de 45 a 60.
 
Lembrando que a fotoproteção oral também é uma saída para quem quer proteger-se dos raios solares. O ideal é consultar um dermatologista que irá prescrever o filtro mais adequado de acordo com sua necessidade.
 
Não menos importante que todos esses cuidados é manter a hidratação da pele, ingerindo bastante água.

Histórico de Conteúdo