Segunda, 20 de Março de 2017 - 11:16

A guerra entre Rui e ACM Neto

por Samuel Celestino

A guerra entre Rui e ACM Neto
Foto: Max Haack/ Secom/ PMS

Um dos maiores urbanistas de Salvador é, sem a menor dúvida, o arquiteto Paulo Ormindo, também integrante da Academia de Letras da Bahia. O BN nesta segunda-feira procurou saber o que se esperar do BRT (veja aqui), já com projetos prontos e recursos assegurados pelo governo federal. Ormindo, que integra o Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU-BA), informou o que lhe compete fazer críticas ao projeto do BRT considerando-o “até certo ponto megalomaníaco”. A Prefeitura de Salvador deveria ter consultado os arquitetos ao invés de realizar projetos que poderão não ser adequados para a cidade e que irá de encontro a uma das avenidas mais bonitas da capital, a Juracy Magalhaes Jr. Pelo projeto municipal, o BRT passará pelo canteiro central da avenida, destruindo a verde. Além do mais ainda surgirão alguns viadutos, não se sabe quantos, até chegar à Estação da Lapa. Isso se não bastasse o que está a acontecer na Av. Paralela, cujo canteiro central, antes belíssimo, estará reservado ao metrô que chegará ao município de Lauro de Freitas. O que vai acontecer com Salvador passa a ser uma incógnita. De certa forma o que se vê é que os governos – estadual  e municipal – querem modernizar a cidade e o que está a acontecer entre prefeito ACM Neto e o governador Rui Costa é uma competição pelo governo do estado em 2018.

Histórico de Conteúdo