Terça, 31 de Janeiro de 2017 - 10:55

Trump: A caricatura do Nero moderno

por Samuel Celestino

Trump: A caricatura do Nero moderno
Foto: Reprodução/ White House Facebook
Em artigo publicado no “Financial Time” na sua edição de hoje, o jornalista Gideon Rachiman compara o presidente americano Donald Trump como uma espécie semelhante ao imperador Nero, da Roma antiga. O jornalista desenvolve seu texto estabelecendo o que a primeira-ministra britânica Thereza May encontrou na Casa Branca, numa viagem rápida, e, sem ser informada de absolutamente nada sobre o dia seguinte, quando Trump gerou total desconforto ao proibir o ingresso nos Estados Unidos de integrantes de sete países, a partir de um decreto anti-imigração. “O presidente americano assumiu o poder em Washington enquanto os britânicos estão a sorrir e aplaudir. Trump incendeia e está em busca da sua harpa”, numa referência ao imperador Nero. A questão, segundo o jornalista, será qual a possível saída - já em andamento - do Reino Unido na União Europeia, ou “Brexit”, e o que poderá vir a acontecer no futuro que não está distante. O Reino Unido poderá ficar atrelado ao governo de Trump, quando já há processos de revolta dentro dos EUA? A Alemanha, com Ângela Merkel, procura se distanciar, e a Europa, de maneira geral, passou a ser um bloco de países unidos, com exceção da Inglaterra. A pergunta que Gideon Rachiman deixa no ar no final do seu artigo diz respeito à comparação com Nero, que representaria Trump. E se o Reino Unido ficar atrelado às loucuras do Nero moderno? Poderá voltará a se aproximar dos países europeus? Como se vê, trata-se de uma sinuca de bico.

Histórico de Conteúdo