Quinta, 16 de Dezembro de 2010 - 12:51

Garoto Joel morreu com tiro de arma de PM

Foto: Reprodução

O menino Joel da Conceição Castro, 10, morreu com um tiro de pistola ponto 40, que partiu da arma do policial militar Eraldo Menezes de Souza, que trabalhava na corporação há 14 anos. É o que revela a perícia realizada pelo Departamento de Polícia Técnica de Salvador, que teve o resultado divulgado nesta quinta-feira (15). O secretário de Segurança Pública da Bahia, César Nunes, foi à 28ª delegacia, no Nordeste de Amaralina, pessoalmente nesta manhã para verificar o resultado e os procedimentos que serão adotados após a nova evidência. No total, nove policiais participavam da operação que teve como consequência a morte do garoto, no último dia 21 de novembro. Inicialmente, os PMs haviam informado que participavam de uma troca de tiros com traficantes, mas os relatórios apontaram que não houve confronto no local, porque só foram encontrados apenas estojos de projéteis dos militares da 40ª CIPM. Dois deles ainda vão responder por omissão de socorro, pois o pai da criança os reconheceu como os policiais que se negaram a levar o menino ao hospital após os disparos. Os militares estão afastados das ruas. Informações do Correio.

Histórico de Conteúdo