Com Samuel Celestino

Receba Notícias do BN

Nome
E-mail *

Curtas do Poder

Curtas do Poder

Acho que Geddel está de dengo com o Soberano. Depois de sua ausência e de Lúcio, o Gordo, na Lavagem do Bonfim, o ex-candidato ao Senado disse que o governo de Neto é razoável e que espera ser chamado para conversar sobre o futuro. Ou seja, vice-prefeitura. Já as filhas do Galego (JW) não tem dado sorte nos empregos. Não deixe de ler as curtas e venenosas do Poder!

Veja mais

Pérola do dia

Cid Gomes

"Temos que parar de dar prioridade à ação de tentar descobrir a pólvora."

Ministro de Educação ao dizer que pasta não sofrerá com cortes de verbas.

Veja mais

Multimidia

Veja os gols de Bahia 3x2 Shakhtar

Veja mais

Segunda, 08 de Novembro de 2010 - 11:07

ACOMPANHE O TRÂNSITO DE SALVADOR EM TEMPO REAL

Para você que sai agora do seu escritório, ou de casa, já conta com recurso de câmeras instaladas em locais estratégicos estipulados pela prefeitura de Salvador para se informar sobre as condições do tráfego nessas vias. Clique no banner intitulado "Trânsito ao vivo", na lateral deste site, e confira! 


Comentar

   

Histórico de Conteudo

Janeiro / 2015

Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031
Site Auditado pelo IVC - Bahia Noticias

Enquete

Mesmo no começo de 2015, políticos já falam de 2016. Eleições são prioridade?

Artigos

Karla Borges
Outra análise do IPTU 2014 e 2015

O recente balanço da arrecadação do IPTU de Salvador em 2014 divulgado pela Secretaria Municipal da Fazenda - SEFAZ apontou uma inadimplência de 23% entre os pagantes. Entretanto, de acordo com os dados do Portal Transparência publicado no site da SEFAZ, a previsão de receita do IPTU para o exercício de 2014 era de R$ 892.419.000,00 e foram arrecadados R$ 461.793.950,08, correspondendo, portanto, a uma inadimplência de 48,25% entre os contribuintes do imposto.

Veja mais

Viagem no tempo

Samuel Celestino, anos atrás
Publicada no Jornal 'A Tarde' em 05 de março de 1985: A Bahia no ministério

Depois de longos anos de participação discreta nos governos revolucionários, a Bahia retoma o seu prestígio político no cenário nacional se efetivamente for confirmada a destinação de três ministérios para políticos baianos, como tudo parece indicar. Há, ainda, algumas dúvidas sobre a formação do primeiro escalão do futuro governo e, dentre elas, informava-se ontem que não estava tão certa a presença de Fernando Lyra no gabinete da Casa Civil e que Waldir Pires permanecia entre a Previdência Social e o Ministério da Justiça.

Veja mais