Coronel pede que TCM flexibilize regras para analisar contas das Câmaras
Presidentes de Câmaras baianas participaram de encontro | Foto: Vaner Casaes

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Angelo Coronel (PSD), pediu nesta terça-feira (14) que o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) flexibilize as regras para analisar as contas das Câmaras Municipais baianas. “Sei que é uma prerrogativa do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) aprovar e rejeitar contas de presidentes de Câmaras Municipais, mas é preciso criar um mecanismo que dê outra instância de julgamento, para que não transformemos numa 'legião de ladrões' os vereadores”, afirmou Coronel durante o Encontro de Presidentes e Mesas Diretoras de Câmaras de Vereadores, realizado nesta manhã, na União de Vereadores do Brasil-Seção Bahia (UVB-BA). Para o presidente da AL-BA, as regras atuais têm dificultado o fechamento das contas das Câmaras. “O M tem que ser mais sensível a esta questão. Do contrário, os presidentes de Câmaras serão transformados em 'ladrões'. A classe política tem que ser mais corajosa para enfrentar esse problema”, destacou Coronel.

Histórico de Conteúdo