Investigação aponta que pessoas ligadas a Cabral montam dossiê contra juiz Bretas
Foto: Reprodução/ EBC

Uma investigação sigilosa feita pela Polícia Federal está apurando a possível montagem de um dossiê contra o juiz Marcelo Bretas, titular da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, e sua esposa, que também é juíza, por parte de um grupo relacionado com o ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral. A informação foi revelada pelo Jornal Hoje. De acordo com a polícia, foram identificadas consultas suspeitas a registros de ocorrências contra os dois juízes em pelo menos três delegacias do Rio de Janeiro. Também foram identificadas consultas no sistema da Secretaria de Segurança Pública, por parte de um inspetor da Polícia Civil, lotado da 22ª Delegacia de Polícia. Os acessos teriam acontecido após Sérgio Cabral ser preso, em novembro de 2016. De acordo com a Folha de S. Paulo, o advogado do ex-governador, Rodrigo Roca, afirmou que o caso "é uma mentira criada com nítido propósito de criar intriga entre o ex-governador e o magistrado, para incitá-lo a determinar nova transferência para um presídio federal".

Histórico de Conteúdo