Concremassa: Operação Beton prende pai e filho; investigação mira dívida de R$ 73 mi
O dono da Concremassa, José Cardoso | Foto: Divulgação / Concremassa

Além de Raul Cardoso, dono da academia Well Primer, em Jardim de Alah, foram presos na manhã desta quinta-feira (19), durante a operação Beton, o pai dele, José Alberto Cardoso, proprietário da Concremassa; o contador da empresa, José Humberto Lira de Almeida, e Otoniel Leal Andrade. A operação, deflagrada por uma força-tarefa composta pelo Ministério Público do Estado (MP-BA), pela Polícia Civil e pela Secretaria da Fazenda (Sefaz), tinha como objetivo investigar evidências de sonegação, concorrência desleal, acumulação de patrimônio irregular, além de um débito de cerca de R$ 73 milhões. Os quatro mandados de prisão e 14 de busca e apreensão foram emitidos pela 1ª Vara Criminal de Salvador. As empresas envolvidas na apuração estavam sendo acompanhadas e autuadas pela Sefaz-Ba, por meio de ações fiscais, mas passaram a ser investigadas pela força-tarefa após ser constatada a prática de sonegação fiscal. 

Histórico de Conteúdo