Chega a 100 número de policiais militares mortos no Rio de Janeiro neste ano
Centésima vítima foi sargento | Foto: Arquivo Pessoal

Chegou a 100 o número de policiais mortos no Rio de Janeiro entre janeiro e agosto de 2017. O centésimo agente foi o sargento José Cavalcante e Sá, baleado na cabeça com um tiro de fuzil na manhã deste sábado (26). A vítima estava na porta de casa, em São José de Meriti, na Baixada Fluminense. De acordo com a Folha, as circunstâncias do crime se assemelham às que já ocorreram: fora de serviço, no final de semana e na Baixada. O policial não estava uniformizado no momento do crime, nem se sabe ainda se ele estava de folga ou se ia ou voltava do trabalho. O motivo do crime também é desconhecido. Apenas neste ano o estado do Rio de Janeiro registra uma média um policial militar morto a cada dois dias. O número inclui mortos em serviço, em folga e inativos. Todos foram vítimas de ações violentas. Em comparação à PM paulista, que tem quase o dobro do efetivo do Rio - 87 mil, ante 45 mil -, o número de mortes choca mais: São Paulo registrou 22 policiais mortos de folga ou em serviço no primeiro semestre deste ano. 

Histórico de Conteúdo