Para fortalecer Álvaro Dias, Podemos busca filiar membros do PMDB e até Dallagnol
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

O partido Podemos, ex-PTN, busca novos membros para tentar fortalecer a candidatura do senador Álvaro Dias (PR) à presidência da República. Segundo informações da Folha de S. Paulo, a legenda renomeada há pouco tempo tenta a filiação de dissidentes do PMDB e até mesmo de procuradores da força-tarefa da Operação Lava Jato, incluindo o chefe do grupo, Deltan Dallagnol. "Me sinto constrangido de fazer o convite, mas queria muito", reconheceu Dias, que esteve em Salvador nesta sexta-feira (18) para receber o título de cidadão baiano (veja mais). No entanto, Dallagnol nega a intenção de entrar na política no momento. A assessoria de imprensa do Ministério Público Federal em Curitiba assegura que nenhum dos procuradores vai concorrer nas eleições de 2018. Entre os dissidentes do PMDB que devem chegar ao Podemos estão a senadora Kátia Abreu (TO) e o deputado Sérgio Zveiter (RJ). A primeira se desgastou no partido por conta da defesa a ex-presidente Dilma Rousseff. Ainda segundo informações da Folha de S. Paulo, o Podemos teria oferecido a possibilidade de disputar o governo de Tocantins no ano que vem. Já Zveiter foi relator da denúncia contra o presidente Michel Temer na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara e votou pelo prosseguimento da acusação por corrupção passiva.

Histórico de Conteúdo