Ufba: Metade dos cursos avaliados no Enade tem conceito máximo
Foto: Reprodução / Google Street View

Metade dos cursos avaliados no último ciclo do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) conseguiram o conceito máximo da prova (5). Receberam nota máxima os cursos de Administração, Direito (noturno e diurno), Psicologia (Salvador e Barreiras) e Jornalismo – este sendo o único da Bahia a alcançar este conceito. Outros cinco cursos ficaram com conceito 4 – Ciências Contábeis (noturno e diurno), Design, Secretariado Executivo e Tecnológico em gestão pública; e um deles ficou com o conceito 3 (Ciências Econômicas). A média da universidade nesta edição, referente ao ano de 2015, foi de 4,41, a maior de todas as participações da Ufba no exame. A média vem variando em tendência ascendente: foi de 3,63 em 2012, 3,38 para 2009; e 3,67 em 2006. “Além de saber que a formação que está sendo dada aos estudantes atende a padrões de elevada qualidade, outro ponto positivo dessa avaliação é o fortalecimento da imagem social da instituição, pois se torna público que as notas dos seus cursos são as melhores e quanto melhores os cursos, mais recursos é possível captar junto ao MEC”, salienta o superintendente de Avaliação e Desenvolvimento Institucional (Supad) da UFBA, professor Antonio Virgilio Bastos. Para ele, uma hipótese que explica o “desempenho medíocre que alguns cursos da UFBA tiveram, em edições anteriores do ENADE”, é o boicote dos estudantes ao exame ou ao descompromisso em responder com cuidado a prova.  O coordenador da Comissão Própria de Avaliação (CPA), professor Jorge Luiz de Sales, enxerga, por sua vez, que o aumento do conceito da UFBA no ENADE confirma que as ações realizadas na universidade estão tendo efeito.

Histórico de Conteúdo