Jovem com câncer é acusada de apropriação cultural por usar turbante; veja desabafo
Foto: Reprodução / Facebook
“Vou contar o que houve ontem, pra entenderem o porquê de eu estar brava com esse lance de apropriação cultural”, assim iniciou seu relato, a jovem Thauane Cordeiro, que sofre de leucemia mieloide aguda. Em uma postagem no Facebook ela, que por conta do tratamento da doença usa adereços para disfarçar a queda de cabelo, contou ter sofrido repressão ao usar uma destas peças típicas da cultura afro. “Eu estava na estação com o turbante toda linda, me sentindo diva. E eu comecei a reparar que tinha bastante mulheres negras, lindas aliás, que tavam me olhando torto, tipo ‘olha lá a branquinha se apropriando dá nossa cultura’”, lembrou a jovem de Curitiba. “Enfim, veio uma falar comigo e dizer que eu não deveria usar turbante porque eu era branca. Tirei o turbante e falei ‘tá vendo essa careca, isso se chama câncer, então eu uso o que eu quero! Adeus.’, Peguei e sai e ela ficou com cara de tacho. E sinceramente, não vejo qual o PROBLEMA dessa nossa sociedade em, meu Deus!”, desabafou Thauane, em uma postagem com uma foto em que aparece com o adereço. “#VaiTerTodosDeTurbanteSim. Foto dá negra branca mais chave que vocês conhecem, Juro que tentei tirar uma foto decente, mas não deu. Foi mal!”, finalizou.

Histórico de Conteúdo