Quarta, 21 de Outubro de 2015 - 16:20

Em 2015, personagens de filme encontrariam deputados no mesmo cargo há 30 anos

por Rebeca Menezes

Em 2015, personagens de filme encontrariam deputados no mesmo cargo há 30 anos
Fotos: Divulgação
Muita coisa mudou quando os personagens do filme “De Volta Para o Futuro” viajaram 30 anos no tempo em um DeLorean voador. De acordo com o roteiro, o cientista Doc Brown (Cristopher Lloyd), o jovem Marty McFly (Michael J. Fox) e a bela Jennifer Parker (Elisabeth Shue) chegariam no “futuro” no dia 21 de outubro de 2015, mais precisamente às 16h29 desta quarta - daqui a 9 minutos. Algumas apostas sobre as mudanças que ocorreriam podem não ter dado certo, como carros voadores e pizzas instantâneas. Outras quase chegaram lá.

Talvez em 1985, quando o primeiro filme da trilogia foi lançado, ninguém imaginasse que os EUA e Cuba retomariam as relações diplomáticas, nem que um latino-americano seria escolhido como papa. Mas quem apostasse que encontraria os deputados baianos Jutahy Magalhães Jr. (PSDB), Reinaldo Braga (PR) e Jurandy Oliveira (PRP) no mesmo cargo, com certeza ganharia. O tucano foi eleito pela primeira vez como parlamentar em Brasília em 1983, mesmo ano em que Braga e Oliveira passaram a ocupar uma vaga na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). Tanto Braga quanto Oliveira começaram as carreiras políticas durante a ditadura militar, em 1971, quando Arena e MDB eram os únicos partidos políticos existentes.


Jurandy Oliveira, Jutahy Magalhães Jr. e Reinaldo Braga continuam nos mesmos
cargos desde que Marty McFly rumou ao futuro

Procurados pelo Bahia Notícias, apenas o deputado do PR foi encontrado para comentar a curiosidade. Mesmo sem conhecer o filme – considerado um clássico do cinema mundial –, Braga disse ser “interessante” pensar nas mudanças que aconteceriam em 30 anos. “Muitas coisas [mudaram]. Tínhamos apenas dois partidos, o fator econômico não tinha tanta influência na política, as campanhas eram mais baratas e o político era mais por vocação. Hoje a política está corporativista. Tem o seguimento ruralista, o industrial, os sindicatos. O tempo está muito diferente”, avaliou. Questionado sobre se o país está melhor depois de três décadas, ele defendeu que a “evolução é normal”. “Eu imaginava que íamos ter desenvolvimento, superação das dificuldades. A evolução é normal para o ser humano”, resumiu. Se viessem ao Brasil, Doc Bronw, Marty McFly e Jennifer Parker também encontraria outra situação igual: o PMDB, então no comando do país com José Sarney, continua como governo.

Histórico de Conteúdo