Com Samuel Celestino

Receba Notícias do BN

Nome
E-mail *

Curtas do Poder

Curtas do poder

Nessa denúncia do Instituto Brasil a revista Veja parece um pouco sádica. Vai aos poucos falando os nomes de envolvidos. Queria ouvir a explicação da deputada Maria Del Carmen, que apareceu nessa última. Foi chefe dela na prefeitura e fez contratos com a Dalva Sele Paiva na sua passagem pela Conder. Será que ele vai 'guentar' pressão? Porque Paulo Fontana, coitado, foi parar no hospital de tanto estresse com os baixinhos. E o CQC, que foi tentar resolver se Salvador é Salvador ou se é Lauro de Freitas? Ficou veio pro povo lá de Lauro, pois Silvinho, o Terrível, saiu bem da fita. Não vou falar da pesquisa Bapesp - muito menos da falta dos dados para o Senado. Lavareda, que é homem sério, até recusou fazer uma nova pesquisa aqui.

Veja mais

Pérola do dia

Zé Neto

"Está claro que a revista é anti-petista, direcionada para interesses partidários e não tem credibilidade”

Zé Neto (PT), líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia, ao falar sobre a Revista Veja, que divulgou o já chamado "mensalinho baiano".

Veja mais

Comentários

Veja aponta novos nomes do PT baiano ligados a irregularidades do Instituto Brasil

O candidato é néscio, mas seu patrãozinho tem a diabrura no DNA.

23/09/2014 - 11:56

Paulo

Instituto Brasil teve contratos irregulares em pelo menos três cidades, aponta TCM

O MP deveria investigar os contratos feitos pela a empresa Sele Gestão LTDA. do filho da Delatora neste caso citado pela revista.

23/09/2014 - 11:51

NEIDSON CRUZ

Veja mais

Entrevistas

Da Luz

Foco na gestão pública. Esse é o principal lema do discurso do candidato ao governo do estado pelo PRTB, Rogério Tadeu da Luz. Em entrevista ao Bahia Notícias, Da Luz afirmou que todos os problemas do estado estão ligados a gestão e a valorização do funcionário público: “A gestão faz com que falte o recurso humano. Porque se gasta muito dinheiro alocado em áreas onde não tem a atividade final para a população... O servidor e os serviços públicos realmente precisam ser encarados como prioridade, para que eles possam prestar um bom serviço para a população, que é quem paga essa conta com os impostos”. Entre as propostas de Da Luz estão a criação do cartão saúde da família, que terá convênios com hospitais particulares para emergências, educação em período integral e o fim de secretarias como a Casa Civil e Relações Institucionais. “São dois grandes exemplos de secretarias que nada fazem para a população. Durante o governo PT na Bahia serão gastos nelas quase R$ 1,5 bilhão. Daria para construir 28 ‘Hospitais do Subúrbio”. Por fim, Da Luz diz estar preparado para assumir o cargo e pede uma chance para algo diferente no cenário político baiano.”Quero dizer ao povo da Bahia que eu não sou um sonhador, eu sou um lutador. A cada eleição eu venho me preparando para poder assumir esse estado, fazer uma gestão técnica, e resolver esses problemas que há 40 anos não se resolvem. Eles prometem, mas não cumprem. Me dê oportunidade que cumprirei”. Leia a entrevista completa.

Veja mais

Multimidia

Veja os gols de Vitória 1 X 2 Flamengo

Veja mais

Terça, 10 de Dezembro de 2013 - 21:20

Prefeitura de Salvador promete ao MP convocar mais de 600 professores em 2014

Prefeitura de Salvador promete ao MP convocar mais de 600 professores em 2014
Mais de 600 professores aprovados em concurso público de 2010, feito pela prefeitura de Salvador, terão que ser convocados em 2014. O compromisso foi assumido pelo prefeito ACM Neto (DEM) e pelos secretários de Educação, Jorge Khoury, e de Gestão, Alexandre Paupério, junto ao Ministério Público da Bahia (MP-BA), através de Termo de Compromisso de Ajustamento de Conduta (TAC). No documento, foi estabelecido um cronograma de convocação de todos os aprovados ainda remanescentes. Serão chamados 495 educadores da área infantil até o 5º ano e 117 de áreas específicas: História, Geografia, Música, Dança, Teatro, Artes Plásticas, Filosofia e Ciências Sociais. As duas últimas disciplinas, aliás, explica Adriano Assis, foram colocadas no concurso sem constar na grade das escolas. De acordo com o promotor de Justiça, a nomeação dos docentes eliminará a utilização irregular de terceirizados e estagiários em sala de aula. Tais irregularidades foram apuradas em procedimentos administrativos, que chegaram a casos de contratações fraudulentas envolvendo a Fundação Escola de Administração da Universidade Federal da Bahia (FEA) e a ONG Pierre Bourdieu.

Comentar

   

Histórico de Conteudo

Site Auditado pelo IVC - Bahia Noticias

Enquete

A delação premiada do ex-diretor da Petrobras pode respingar nas eleições 2014?