Prefeitura de Salvador promete ao MP convocar mais de 600 professores em 2014
Mais de 600 professores aprovados em concurso público de 2010, feito pela prefeitura de Salvador, terão que ser convocados em 2014. O compromisso foi assumido pelo prefeito ACM Neto (DEM) e pelos secretários de Educação, Jorge Khoury, e de Gestão, Alexandre Paupério, junto ao Ministério Público da Bahia (MP-BA), através de Termo de Compromisso de Ajustamento de Conduta (TAC). No documento, foi estabelecido um cronograma de convocação de todos os aprovados ainda remanescentes. Serão chamados 495 educadores da área infantil até o 5º ano e 117 de áreas específicas: História, Geografia, Música, Dança, Teatro, Artes Plásticas, Filosofia e Ciências Sociais. As duas últimas disciplinas, aliás, explica Adriano Assis, foram colocadas no concurso sem constar na grade das escolas. De acordo com o promotor de Justiça, a nomeação dos docentes eliminará a utilização irregular de terceirizados e estagiários em sala de aula. Tais irregularidades foram apuradas em procedimentos administrativos, que chegaram a casos de contratações fraudulentas envolvendo a Fundação Escola de Administração da Universidade Federal da Bahia (FEA) e a ONG Pierre Bourdieu.

Histórico de Conteúdo