Sexta, 13 de Setembro de 2013 - 21:20

Morre em SP Luiz Gushiken, um dos fundadores do PT e inocentado no caso do Mensalão

por Sandro Freitas / Evilásio Jr.

Morre em SP Luiz Gushiken, um dos fundadores do PT e inocentado no caso do Mensalão
Foto: Antônio Milena / AE
Faleceu, aos 63 anos, no início da noite desta sexta-feira (13), no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, o ex-ministro Luiz Gushiken. Ele foi o primeiro réu no caso do mensalão a ser absolvido pelo Supremo Tribunal Federal (STF), no ano passado. A informação foi dada ao Bahia Notícias por membros do PT, partido ao qual Gushiken era filiado e foi deputado federal por três vezes. Formado em administração de empresas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), ele foi um dos fundadores da legenda, após uma carreira como sindicalista e na luta estudantil, tendo sido preso durante a ditadura. Gushiken também coordenou as campanhas do ex-presidente Lula para o Palácio do Planalto em 98 e 99, e chegou a ser chefe da Secretaria de Comunicação da Presidência da República. Em 2005, o petista foi acusado de ser um dos quarenta envolvidos no Mensalão, mas acabou absolvido. "Os aspectos deletérios daquela crise [do mensalão] também não podem ser esquecidos. Na voragem das denúncias abalou-se um dos pilares do Estado de Direito, o da presunção de inocência, uma vez que a mera acusação foi transformada no equivalente à prova de culpa", afirmou em uma carta relacionada às acusações. Ele também foi alvo de denúncias, nunca provadas, de uso ilegal de verbas públicas e teve a casa atacada por vândalos. O ex-ministro Luiz Gushiken deixou a política em 2006 para se tratar de um câncer. Ele morreu por volta das 19h desta sexta e o enterro está marcado para este sábado (14), em Indaiatuba, no interior paulista.

Histórico de Conteúdo