São Félix: Prefeito explica uso de policiais e não contratação de concursados
O prefeito de São Félix, Duda Macedo (PSB), explicou a utilização de policiais para evitar que candidatos aprovados em concurso da prefeitura local entrassem na sede da administração na última terça-feira (22). Segundo o gestor, ele não estava no município no dia e os policiais foram acionados para manter a ordem, porque a porta do predo teria sido chutada, assim como para evitar maiores danos ao patrimônio público. Em nota enviada ao Bahia Notícias, o prefeito argumentou que a gestão anterior nomeou indiscriminadamente os concursados, de forma ilícita. “Minha intenção como gestor não foi e nunca será prejudicar nenhum concursado e sim efetuar os atos em conformidade com o Código Penal e a Lei de Responsabilidade Fiscal, que de forma clara trazem a luz do conhecimento que não é permitido que nos 180 dias do encerramento do mandato nenhum gestor possa promover ato que aumente a despesa com pessoal”, afirmou Macedo. De acordo com o socialista, ele encontrou a administração municipal no patamar de alerta de despesas com pessoal e já há uma notificação do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) referente a julho de 2012, na qual a Corte aponta que os limites estão acima do permitido, de 61,28%.

Histórico de Conteúdo