Com Samuel Celestino

Receba Notícias do BN

Nome
E-mail *

Curtas do Poder

Curtas do poder

A pesquisa Ibope saiu na última quarta, mas trago hoje meus comentários sobre os números. Começo alertando que o DataNilo, o instituto de Marcelo Nilo que não é dele, mais uma vez enganou o Galego (JW). Falando em galego, me lembrei do propagandista Sidônio, que com a pesquisa e a derrota do Bahia deve ter tido uma das piores noites de sua vida. Posso definir a pesquisa com a mesma sensação que eu tive com Alemanha 5 e Brasil 0 aos 30 minutos do primeiro tempo. Não deixe de ler as Curtas do poder!

Veja mais

Pérola do dia

Paulo Azi

"É inacreditável como a Bahia vem perdendo prestígio e investimentos para outros estados brasileiros por conta da ineficiência desse governo".

Deputado estadual (DEM), sobre a possível transferência da fábrica da JAC Motors da Bahia para o Rio de Janeiro.

Veja mais

Francamente

Supremo adia eleição que definirá novo presidente do tribunal

O STF vai ficar entregue...,quando esse país vai mudar?????

01/08/2014 - 23:13

Francisco

Veja mais

Entrevistas

Maurício Barbosa

O secretário de Segurança Pública da Bahia, Maurício Barbosa, está desde o início da gestão Jaques Wagner ligado ao governo do estado. Quatro anos como chefe de inteligência e os últimos quatro no comando da pasta de segurança, uma das criticadas, especialmente pelos rivais do governador baiano, que apontam a violência como um dos principais problemas a serem enfrentados nos próximos anos. Barbosa não deixa de reconhecer que ainda precisa se avançar muito no tema da segurança na Bahia, mas responde aos críticos que já estiveram no governo em outras gestões. "Falta? Falta muito. Mas nenhum outro governo contratou tantos policiais quanto o nosso. Temos indicadores para provar que nossa gestão na segurança pública foi muito melhor do que as gestões anteriores. Antigamente não se tinha gestão de segurança. Não vou entrar em seara de outros governadores que passaram porque segurança pública era feita por medidas meramente de respostas daquilo que estava acontecendo. Não tinha planejamento, não tinha absolutamente nada", diz em entrevista ao Bahia Notícias. O titular da SSP, que passou por duas greves de policiais, em 2012 e 2014, também alerta para o caráter eleitoral das paralisações e o risco de novos casos. "Já tivemos aqui duas greves, em outros estados até três greves. Vamos esperar o quê para tomarmos uma providência em relação a isso? Independentemente do governo que venha, daqui para frente está arriscado ter outra greve". Seja qual for o resultado das eleições em outubro, Barbosa indica que não deve continuar no cargo em caso de uma vitória da chapa da situação. "Tenho mais 15 anos na Polícia Federal. Então acho que tenho que procurar uma projeção de fazer algo diferente na minha carreira". Leia a entrevista completa:

Veja mais

Multimidia

Veja os lances de Vitória 0x0 Corinthians

Veja mais

Quinta, 29 de Novembro de 2012 - 00:00

Prefeito de Cansanção contratou empresa em nome de sobrinho; vereador acusa gestor de montar esquema

por Rodrigo Aguiar

Prefeito de Cansanção contratou empresa em nome de sobrinho; vereador acusa gestor de montar esquema
O prefeito reeleito de Cansanção, Ranulfo Gomes (PSD), contratou por diversos meios de licitação a empresa G. S. Informática – de nome empresarial G. S. de Oliveira ME – para prestar uma série de serviços à administração municipal, desde o fornecimento de material de expediente ou didático até aparelhos de ar condicionado, ou mesmo suprimentos de informática. Nos contratos com a prefeitura, a empresa é representada por Gabriel Santos de Oliveira, sobrinho da primeira-dama Vilma Rosa de Oliveira Gomes, também secretária de Saúde. Uma publicação do Diário Oficial da prefeitura de Cansanção no dia 6 de abril de 2011 dá uma ideia da quantidade de recursos obtidos pela G. S. Informática. De acordo com homologação do pregão presencial 021/2011, a empresa foi vencedora de 10 lotes para “suprir necessidades das secretarias municipais”, o que representava aproximadamente R$ 385 mil. A proximidade entre o gestor e seu sobrinho é tanta que, em 2 de dezembro de 2009, Gabriel constituiu Ranulfo seu procurador e lhe conferiu autoridade para movimentar sua conta bancária no Banco Bradesco, segundo certidão do Cartório 1º do Tabelionato de Notas com Funções de Protestos da Comarca de Cansanção. O fato levantou a suspeita de que Gabriel poderia atuar como laranja do político, que seria o verdadeiro proprietário da G. S. Informática. Em extrato do contrato 003/2011, o endereço informado como sede da empresa (Avenida Monte Santo, 346) é o mesmo do prefeito e de Gabriel. Segundo o vereador Cirilo Damasceno (PSDC), em entrevista ao Bahia Notícias, o gestor montou um esquema que incluiria outras empresas para se beneficiar em contratos com a prefeitura. “Todas as licitações são vencidas pelas empresas do próprio gestor, que estão em nomes de laranjas. Ele está beneficiando ele e a família; compra dele mesmo. É um prefeito procurador”, acusou Damasceno, que entrou com representações no Ministério Público Estadual e uma notícia-crime no Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). De acordo com o vereador, também fariam parte do esquema as empresas M Neves de Oliveira – contratada para locação de veículos – e a E. S. de Oliveira ME, que forneceu combustível para a prefeitura.

Comentar

   

Histórico de Conteudo

Agosto / 2014

Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Site Auditado pelo IVC - Bahia Noticias

Enquete

Qual a principal mudança a ser atendida na licitação de ônibus?