Com Samuel Celestino

Receba Notícias do BN

Nome
E-mail *

Curtas do Poder

Curtas do poder

Essa semana, a gente viu que Tony Brito não ficou feliz com o fim do financiamento das campanhas, e muita gente na torcida para que Bruno Reis não dê nem o primeiro passo. Já o Rui “Correria” Costa está sendo atrasado por gente de sua própria equipe. E eu aproveito para solucionar a maior parte desses problemas com uma sugestão de troca. Quer ver mais?

Veja mais

Pérola do dia

Eduardo Cunha

"Dilma saiu da máquina. É a primeira presidente da República que não foi parlamentar. Ela não conhece o Congresso."

Deputado federal pelo PMDB-RJ e presidente da Câmara Federal, em mais um arroubo de sinceridade contra a presidente Dilma Rousseff (PT)

Veja mais

Comentários

Alice Portugal dá dura em audiência ?testosterônica? da Câmara dos Deputados

O bn já está fazendo campanha p/ Alice?

30/03/2015 - 10:58

sergio

Veja mais

Entrevistas

James Correia

Entre os governos de Jaques Wagner e Rui Costa, já se passaram seis anos como secretário de Indústria, Comércio e Mineração, e a experiência faz James Correia ter a confiança necessária para garantir que tem contato fácil com alguns dos principais empresários do país. Nesta entrevista ao Bahia Notícias, ele conta que vai seguir usando desse bom relacionamento para atrair investimentos à Bahia, com o apoio do atual governador e da Superintendência de Desenvolvimento Industrial e Comercial. O secretário destaca que dos R$ 74 bilhões que o governo planeja investir em indústria nos próximos quatro anos, R$ 59 bilhões serão destinados para o interior do estado, e enumera alguns projetos que já estão em andamento e gerando empregos nas cidades de Feira de Santana, Jequié e Caetité, por exemplo. No entanto, Correia ressalta que ainda existem grandes obstáculos de infraestrutura que precisam ser derrubados para permitir à economia baiana um crescimento maior: "Os portos são o grande desafio na Região Metropolitana, e no interior é a Fiol e o Porto Sul. Esses são os desafios para a gente continuar atraindo empresas e desenvolvendo o estado".

Veja mais

Multimidia

Veja os gols de Vitória 4x2 América (RN)

Veja mais

Terça, 27 de Novembro de 2012 - 07:26

Casais homoafetivos já podem solicitar o casamento civil na Bahia

Casais homoafetivos já podem solicitar o casamento civil na Bahia
Desde segunda-feira (26), os casais homoafetivos que desejam fazer o casamento civil já podem solicitá-lo nos cartórios na Bahia. O direito foi garantido pelo Tribunal de Justiça (TJ-BA) no dia 10 de outubro deste ano. A decisão, publicada no Diário da Justiça, foi assinada pela corregedora-geral, a desembargadora Ivete Caldas, e pelo corregedor das comarcas do interior, o desembargador Antônio Pessoa Cardoso. Em maio de 2011, o Supremo Tribunal Federal (STF) legalizou a união estável homoafetiva. Já em outubro do ano passado, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) reconheceu o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo, decisão referente a um pedido feito por um casal de gaúchas e que não pôde ser aplicada diretamente a outros casos. A primeira união estável de casais do mesmo sexo na Bahia aconteceu em setembro do ano passado, em Teixeira de Freitas, no extremo-sul do estado. 

Comentar

   

Histórico de Conteudo

Site Auditado pelo IVC - Bahia Noticias

Enquete

Qual pauta vai ser excessivamente repetida nas manifestações em 2015?

Artigos

Professor Garrido
Perdi o emprego. E agora? As 7 Dicas para não perder a cabeça junto

Ser demitido do emprego é sempre uma experiência dolorosa. Sentimentos como rejeição e medo do futuro se confundem, afetando a nossa paz interior e auto estima. Para que voce possa enfrentar este momento, com mais equilíbrio, segue algumas dicas!

Veja mais

Viagem no tempo

Samuel Celestino, anos atrás
Publicada no Jornal "A Tarde" em 28 de março de 1999: Uma jovem senhora que nasceu na política

A cidade de Salvador festeja, amanhã, 450 anos. A coluna, por não ser editada às segundas-feiras, antecipa a homenagem que deseja a ela prestar, com uma crônica que escrevi para a revista “Neon”. Transcrevo-a. O fracasso de Francisco Pereira Coutinho como donatário da capitania hereditária da Bahia, impeliu D. João III a criar um Governo Geral, com jurisdição sobre todo o território, e para aqui mandou Thomé de Souza, primeiro governador-geral, que desembarcou no dia 29 de março de 1549 para fundar Salvador.

Veja mais