Com Samuel Celestino

Receba Notícias do BN

Nome
E-mail *

Curtas do Poder

Curtas do poder

Não sei o que será da propaganda do governo para o candidato que vencer. Situação bate na propaganda, oposição bate na propaganda, propagandista bate na propaganda... No final das contas, vão dizer que os maus governos foram ocasionados pela propaganda. E os propagandistas, que ficaram ricos e diversificaram investimentos, não precisam mais da mamata, ao que parece. Falando nisso, tenho que confessar: Marina, Lídice e Eliana Calmon são as novas gatas e cobiçadas dessa campanha. Diante de comentários do DataNilo e DataNeto, revelo porque a pesquisa Datafolha / Rede Globo não vai fazer consulta para o governo da Bahia. Não deixe de ler as Curtas do poder!

Veja mais

Pérola do dia

Geddel Vieira Lima

"Eu não tenho porta-voz, não estive com ninguém. Ninguém me ligou para saber a minha opinião. Eu fico pasmo de uma informação como essa sair em um jornal."

O candidato ao Senado pela Bahia, Geddel Vieira Lima (PMDB), ao comentar notícia veiculada pelo Estado de S. Paulo de que teria interesse em liderar um movimento de apoio a Marina Silva (PSB) caso Aécio Neves (PSDB) não consiga chegar ao segundo turno.

Veja mais

Entrevistas

Lídice da Mata

Com a proposta de “educação em período integral” como a menina dos olhos de seu programa de governo, a candidata à vaga de governador da Bahia Lídice da Mata (PSB) acredita no seu plano como eixo estruturante de sua plataforma política, caso eleita. A ex-prefeita de Salvador, que soube “aprender a governar na adversidade”, como diz a própria, foi a terceira postulante ao cargo no Palácio de Ondina a ser entrevistada pelo Bahia Notícias. Lídice fala sobre as mudanças em sua campanha após o trágico acidente que matou o presidenciável de seu partido, Eduardo Campos, que levou à comoção da sigla regional. Também, explicou sobre o seu objetivo de reforçar o Pacto pela Vida, tomando como inspiração os moldes de gestão do próprio Campos, enquanto era governador de Pernambuco. “Não foi uma tarefa fácil, feita de um dia para noite. Como eu disse, foram necessários sete anos com determinação e perseverança para se fazer, a cada ano, uma conquista de mais uma meta, de mais um avanço da diminuição da mortalidade”, comentou a postulante. Ao pedir o voto aos frequentadores do BN, “leitores e eleitores bem informados, porque acessam o site de notícias”, Lídice aposta em seu pioneirismo como primeira mulher a ser prefeita da capital baiana e representar a Bahia no Senado para considerar sua candidatura como “não apenas a mudança dos paradigmas de um governo feito sob a ótica de uma mulher, mas voltado para fazer a revolução da educação”.

Veja mais

Multimidia

Veja os gols de Vitória 1 X 2 Flamengo

Veja mais

Domingo, 28 de Outubro de 2012 - 21:45

ACM Neto diz que governará de olho no futuro: 'Não adianta especular que o carlismo voltou'

por Rodrigo Aguiar / Evilásio Júnior

ACM Neto diz que governará de olho no futuro: 'Não adianta especular que o carlismo voltou'
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
Prefeito eleito de Salvador, ACM Neto (DEM) dedicou o êxito nas urnas ao avô, o falecido senador Antônio Carlos Magalhães, mas negou que a sua gestão será espelhada nas administrações do parente. Em entrevista coletiva na noite deste domingo (28) no seu comitê, na Avenida Vasco da Gama, o democrata negou que a sua vitória represente a volta ao carlismo. "Estamos em 2012, assumirei em 2013 e governarei olhando para o futuro. Não adianta ficar especulando que o carlismo voltou", rechaçou. Neto revelou que vai montar nos próximos dias uma equipe de transição e procurar o prefeito João Henrique, que enfim se declarou seu aliado, para realizar o trabalho em conjunto. Por enquanto, a lista de escolhidos segue indefinida. "A discussão de nomes é a última coisa que acontecerá", avisou Neto, ao considerar que poderá manter no Palácio Thomé de Souza titulares da atual prefeitura. "Não farei caça às bruxas", justificou. O democrata também admitiu que "não dá para resolver da noite para o dia" os problemas da capital baiana. O próximo gestor soteropolitano elencou como prioridades arrumar a casa, tapar os buracos e melhorar o trânsito, a iluminação e a limpeza da cidade. ACM Neto evitou falar sobre a sucessão ao governo estadual, ao argumentar que "não é o momento de se discutir 2014". "Pelo amor de Deus. Eu e Célia [Sacramento, sua vice] fomos eleitos agora", pontuou.

Comentar

   

Histórico de Conteudo

Setembro / 2014

Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930
Site Auditado pelo IVC - Bahia Noticias

Enquete

Que candidato a governador esteve melhor no primeiro debate televisivo de 2014?