Com Samuel Celestino

Receba Notícias do BN

Nome
E-mail *

Curtas do Poder

Curtas do poder

Esses dias estava analisando o menino Silvio Pinheiro, da Sucom, e acabei lembrando do velho ACM. O cabra é retado, não come reggae e manda derrubar mesmo. Tal qual o falecido senador na época do bico de ferro, quando ele mesmo dirigia o trator durante as demolições. Para você ter uma ideia, o homem da Sucom já é chamado pelos colegas de Silvinho – O Terrível. Falando em terrível, tem políticos dando uma recauchutada no visual. O filho do ex-prefeito João Henrique poderia dar uma mexida no visual, mas não o fez. Continuou daquele jeito. Não deixe de ler as Curtas do poder!

Veja mais

Pérola do dia

Marcos Bandeira

“O local é insalubre, degradante, o cheiro é insuportável. Até um animal ali ficaria doente ou morreria em poucos dias."

Marcos Bandeira,  juiz da Vara da Infância e Juventude, sobre a situação dos menores infratores do Complexo Prisional de Itabuna, no sul do estado.

Veja mais

Comentários

Campos e quadras de Salvador são adotados pela Schin através de convênio da Prefeitura

Este triste espetáculo decorre do fato do Brasil ser o país que mais utilizou trabalho escravo no mundo, que foi o último a abolir a escravidão, quase no século XX, da ausência de políticas inclusivas que somente após a década de 90, no século XX começaram. É retrato de um país racista, que cultiva o racismo de modo silencioso, mas o prática de forma aberta. A lei deve mudar, as políticas de inclusão devem ser intensificadas, deve-se adotar políticas de educação mais amplas e melhores, políticas de desenvolvimento regional mais intensas, de modo a reduzir o desnível regional entre estados pobres e ricos. É terrível que em pleno século XXI alguém ainda acredite que é superior por ter uma cor de pele específica. A história humana é ampla em situações como esta que levaram a morte de milhões de pessoas. Raça, nós somente temos uma, a humana. As pessoas que proferiram os insultos contra o goleiro Aranha, devem ser processadas por racismo, o time do grêmio deve ser punido exemplarmente, para que outras torcidas compreendam o que aconteceu, e a CBF, geralmente omissa, deve ter regras mais duras contra este tipo de situação. É vergonhoso ver que pessoas se achem melhores que outras pela cor da pele. Lembro a fala do Martin Lutherking, nos EUA, também um país com forte racismo, que disse sonhar com o dia em que a diferenciação entre os homens, somente acontecessem pelo caráter. Tenho guiado a minha vida por esta fala, e acredito que temos de fazer o máximo para extinguir este tipo de comportamento negativo da sociedade brasileira. Imagino que muitos torcedores racistas sejam pais e mães, e temo a forma como educam seus filhos. O racismo no Brasil tem várias feições, o nordestino sofre racismo no sudeste por ser do nordeste, e tantas outras. É fato que isto tem que acabar, não há razão moral, legal e científica para este comportamento. VIVA A DIGNIDADE DO GOLEIRO ARANHA. SOU IMENSAMENTE SOLIDÁRIO COM O MESMO.

29/08/2014 - 10:13

André

Veja mais

Entrevistas

Marcos Mendes

O candidato ao governo do estado pelo PSOL, Marcos Mendes, foi o segundo postulante a conceder entrevista ao Bahia Notícias. Planos de cargos e salários para os funcionários públicos de diversas áreas, a reestruturação das políticas públicas para o semiárido e a crença na possibilidade de um governo isento de amarras partidárias e parceiros privados estão dentre os assuntos discutidos. “Nós temos que discutir um novo modelo de sociedade, então o seu voto tem três desdobramentos. Primeiro, você pode ser omisso, não votar em ninguém, votar nulo ou votar em branco, mas o PSOL está dando uma alternativa real, então não anule o seu voto. 72% das pessoas estão desacreditadas da política, mas o PSOL tem demonstrado que é o partido dos sonhos de qualquer ser humano. Segundo ponto: você pode ser conivente ou cúmplice e votar no que está aí. Paulo Souto, Lídice da Mata ou Rui Costa, mas saiba que daqui a quatro anos vai acontecer as mesmas coisas, porque eles são financiados pelas mesmas grandes empresas e o dinheiro público vai ser encaminhado para elas. O terceiro ponto é você acreditar em um projeto que vai ter ampla participação popular, ampla transparência, com dinheiro público que vai ser encaminhado para políticas reais. Esse é o modelo defendido pelo PSOL. No primeiro turno a gente volta nas melhores ideias e nas melhores propostas, por isso que tem dois turnos, nós somos uma alternativa real. Quero deixar uma frase de Simone de Beauvoir, escritora e pensadora francesa, que dizia: ‘O opressor não seria tão poderoso se não tivesse cúmplices entre os próprios oprimidos’. Não alimente esse sistema com essas pessoas que estão cada vez mais destruindo o nosso estado”, afirmou Mendes.

Veja mais

Multimidia

Veja o lance do gol de Bahia 1x0 Corinthians

Veja mais

Domingo, 28 de Outubro de 2012 - 21:45

ACM Neto diz que governará de olho no futuro: 'Não adianta especular que o carlismo voltou'

por Rodrigo Aguiar / Evilásio Júnior

ACM Neto diz que governará de olho no futuro: 'Não adianta especular que o carlismo voltou'
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
Prefeito eleito de Salvador, ACM Neto (DEM) dedicou o êxito nas urnas ao avô, o falecido senador Antônio Carlos Magalhães, mas negou que a sua gestão será espelhada nas administrações do parente. Em entrevista coletiva na noite deste domingo (28) no seu comitê, na Avenida Vasco da Gama, o democrata negou que a sua vitória represente a volta ao carlismo. "Estamos em 2012, assumirei em 2013 e governarei olhando para o futuro. Não adianta ficar especulando que o carlismo voltou", rechaçou. Neto revelou que vai montar nos próximos dias uma equipe de transição e procurar o prefeito João Henrique, que enfim se declarou seu aliado, para realizar o trabalho em conjunto. Por enquanto, a lista de escolhidos segue indefinida. "A discussão de nomes é a última coisa que acontecerá", avisou Neto, ao considerar que poderá manter no Palácio Thomé de Souza titulares da atual prefeitura. "Não farei caça às bruxas", justificou. O democrata também admitiu que "não dá para resolver da noite para o dia" os problemas da capital baiana. O próximo gestor soteropolitano elencou como prioridades arrumar a casa, tapar os buracos e melhorar o trânsito, a iluminação e a limpeza da cidade. ACM Neto evitou falar sobre a sucessão ao governo estadual, ao argumentar que "não é o momento de se discutir 2014". "Pelo amor de Deus. Eu e Célia [Sacramento, sua vice] fomos eleitos agora", pontuou.

Comentar

   

Histórico de Conteudo

Site Auditado pelo IVC - Bahia Noticias

Enquete

Qual a importância das pesquisas eleitorais durante a campanha?